Sebrae - Estamos ai

O sucesso do seminário em Carpina sobre eleições municipais

Falei, há pouco, em Carpina, para um grupo de prefeitos da Mata e Agreste, vereadores e uma porção de candidatos às eleições deste ano, num seminário promovido pelo Instituto Aprender e Capacitar, em parceria com o Comanas, consórcio de gestores sob o comando do prefeito de Araçoiaba, Joglei Uchôa.

Encontrei por lá outros palestrantes, como o procurador Aguinaldo Fenelon, que fez uma explanação maravilhosa com foco na atuação do Ministério Público nas eleições. Promotor do evento, Mário Júnior conseguiu mobilizar muita gente.

O auditório do hotel Uno ficou lotado. Entre os temas que abordei na minha fala, questões relacionadas à estratégia de campanha, influência das redes sociais, plataforma administrativa e a importância da montagem de uma boa equipe de marketing e no jornalismo.

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL), uma das maiores lideranças nacionais do bolsonarismo, estará no Recife no próximo sábado para participar do encontro do PL Jovem, o diretório do partido destinado à juventude. O evento será realizado às 9h, no Clube Internacional, no bairro da Madalena.

Também estarão presentes o ex-ministro e pré-candidato à prefeitura do Recife, Gilson Machado Neto, o deputado federal Pastor Eurico, os deputados estaduais Abimael Santos e Alberto Feitosa, além do presidente estadual do partido, Anderson Ferreira.

O evento deverá contar com palestras e pronunciamentos dos políticos para apresentar pré-candidaturas na eleição no Recife, com foco na juventude de direita da capital.

Esse tipo de encontro é visto como uma estratégia do Partido Liberal para atingir públicos diversificados. Outras vertentes, como o PL Mulher, encabeçado pela ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, e o PL 60+, buscam a atenção do público feminino e incentivar a participação de idosos na política, respectivamente.

Com informações do JC.

O Instituto Dom Hélder Câmara (IDHEC) foi homenageado pelo Senado na manhã desta quarta-feira. Por iniciativa da senadora Teresa Leitão, a entidade recifense recebeu a Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara, pelo trabalho social e a preservação da memória do Dom da Paz.

Também foram agraciados o senador Paulo Paim, o ministro Silvio Almeida, o Professor Antonio Augusto Cançado Trindade (in memoriam) e Rafael Régis Azevedo. A cerimônia aconteceu no Plenário do Senado. A Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara é um reconhecimento a indivíduos e instituições que ofereceram contribuição para a promoção dos direitos humanos no país.

A senadora Teresa Leitão afirma que o IDHEC salvaguarda o pensamento, as ideias, os escritos de um ser humano ímpar. “Dom Hélder Câmara teve uma história de vida voltada para a justiça social, o amor ao próximo. Defendeu a democracia sem temor, diante de uma ditadura bárbara. A vida dele é uma lição de amor, e o IDHEC cuida desse legado para nós e continua a obra do Dom da Paz”.

A ex-deputada estadual e pré-candidata à prefeitura de Araripina, Roberta Arraes (PP), assume nesta próxima sexta-feira a cadeira deixada pelo Pastor Cleiton Collins (PP) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O parlamentar se afastou do mandato para coordenar a campanha eleitoral do Partido Progressista no Estado. A cerimônia de posse vai ocorrer às 10h, no gabinete do presidente da Alepe, Álvaro Porto (PSDB).

Natural da Paraíba, Roberta Arraes já foi deputada estadual por dois mandatos, entre 2015 e 2022. Nas eleições do ano passado, ela recebeu 42.778 votos, mas não foi eleita, ficando nas suplência do PP. Além da Alepe, ela já coordenou a 23ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), em Araripina, no ano de 2006, quando foi conduzida ao posto por Eduardo Campos, e também foi Assessora Especial do governo de Pernambuco em 2014, onde ficou até ingressar na Alepe.

“Estamos felizes em assumir a cadeira na Assembleia e vamos aproveitar o tempo para fazer o que fizemos nos últimos mandatos, que é ir em busca de destravar e acelerar os investimentos para nossa região, em especial para Araripina”, declarou Roberta. Ela contou que vai conciliar o mandato como deputada com as agendas como pré-candidata em Araripina, que deverão ser intensificadas nos próximos dias.

Com informações do JC.

A Polícia Federal, por meio de um acordo de cooperação internacional com o Federal Bureau of Investigation (FBI), o Departamento Federal de Investigação dos Estados Unidos, conseguiu acessar emails entre o ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), tenente-coronel Mauro Cid, e comerciantes americanos. As conversas embasaram o indiciamento de ambos e de outras dez pessoas pelo desvio de joias recebidas em viagens oficiais.

Os emails rastreados estão no relatório encaminhado ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, são atribuídos a Bolsonaro, a Cid, a outros assessores, advogados e aliados do ex-mandatário crimes como peculato (apropriação de bens públicos), associação criminosa e lavagem de dinheiro. A investigação apontou que o esquema do grupo atuou em bens que equivalem a pelo menos R$ 6,8 milhões.

Aos investigadores foi concedido acesso, por exemplo, aos emails trocados entre Cid e a loja Fortuna Auction, cuja primeira mensagem se deu em 23 de dezembro de 2022. Na ocasião, o oficial pedia avaliação do chamado “kit ouro rosé”, da Chopard, com preço de mercado de mais de US$ 113 mil.

“Obrigado pelo interesse”

Às 8h44 daquele dia, Cid envia, a dois endereços do estabelecimento, seus dados pessoais, como nome e telefone, a descrição dos itens, e 15 fotos anexadas. No relatório, a PF ressalta que as imagens são as mesmas que ele havia registado em sua casa, cerca de 72 horas antes.

Em quatro dias, um funcionário da joalheria responde, em inglês: “Caro Mauro, obrigado novamente pelo seu interesse em consignar com a Fortuna e parabéns – seu envio foi pré-aprovado!”. O email é seguido de informações sobre a loja e orientações de como se daria a eventual avaliação física e compra dos itens.

Na sequência, Cid retruca, também em inglês: “Caro, eu concordo com a sua pré-avaliação. Devido ao alto valor da Chopard, prefiro fazer isso pessoalmente”. Os dois então combinam o agendamento de um horário na loja.

A parceria entre a PF e o FBI também possibilitou apurar que Cid tentou vender o mesmo conjunto de joias a outros estabelecimentos comerciais americanos. Em 22 de dezembro, quando ainda estava no Brasil, ele enviou um pedido de avaliação a um funcionário da Worthy, que tenta ligar para o ajudante de ordens, sem sucesso.

Após o envio da fotos das peças, o comerciante sugere esperar a chegada do oficial nos Estados Unidos, mas ele insiste em obter uma pré-avaliação. O americano então afirma que a compra se daria entre US$ 26 mil e S$ 30 mil.

Cerca de 40 minutos depois, Cid escreve: “Obrigado pela sua resposta, mas estou obtendo uma evolução muito melhor para o conjunto todo”. A partir das mensagens, a PF conclui que não foi fechada a venda para a Worthy.

Cid também teria negociado com a loja Diamond Banc, em 23 de dezembro. Ao preencher uma espécie de formulário, o ajudante de ordens descreve ter um conjunto Chopard avaliado em US$ 150 mil e que inclui um relógio, além de uma abotoadura, um anel e um rosário de diamante.

“Tudo na caixa original e com os papéis. Estou vendendo todo o conjunto ou só o relógio”, destaca Cid, na mensagem.

Com informações do jornal O Globo.

O Diretório do Partido Novo realizará uma convenção municipal no dia 23 de julho para homologar as candidaturas às eleições municipais do Recife. O evento será realizado no auditório do Empresarial Camilo Brito, em Santo Amaro, às 19h.

Durante a convenção, será aprovada a candidatura de Tecio Teles à Prefeitura do Recife e anunciado o nome do pré-candidato a vice-prefeito. Também serão estabelecidas estratégias e diretrizes para a campanha. Em Pernambuco, a legenda conta com cerca de 250 pré-candidatos.

A pré-candidata à Prefeitura de Olinda, Mirella Almeida (PSD), reuniu-se em Brasília com Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, na noite passada. O encontro, articulado pelo ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula, também contou com a presença do prefeito Professor Lupércio.

Durante a reunião, Kassab afirmou que a candidatura de Mirella é uma prioridade para o PSD. “É muito importante ouvir de Gilberto Kassab que a nossa pré-candidatura está entre as prioridades do PSD. Temos ótimas propostas e vamos trabalhar para que Olinda fique cada vez melhor”, comentou Mirella.

O evento também contou com a presença dos deputados federais Túlio Gadêlha (Rede), Bispo Ossesio (REP), e Iza Arruda (MDB).

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes informou, por meio de nota, que foi alvo de um ataque hacker internacional, semelhante aos de incidentes com os governos estadual, em 2023, e federal, este ano. O ataque, ocorrido durante a madrugada, foi registrado pela Delegacia de Crimes Cibernéticos.

Os serviços virtuais da prefeitura, como o agendamento ao CadÚnico e o portal “De Olho na Consulta”, estão fora do ar. A administração municipal está adotando as medidas jurídicas, técnicas e administrativas necessárias, e prevê que os principais serviços serão normalizados em até 72 horas.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado deflagrou nesta quarta-feira, em Tocantins, a Operação Comminatio Magistratus II, visando desarticular uma organização criminosa que planejava atentar contra a vida de agentes públicos na região de Dianópolis (TO).

Em nota, a Polícia Federal informou que, na primeira fase da operação, em maio, foram cumpridos 58 mandados, sendo 35 de busca e apreensão e 23 de prisão preventiva em cidades de Tocantins, Goiás e Maranhão.

Nesta segunda fase, segundo a PF, são cumpridos dois mandados, um de prisão preventiva e um de busca e apreensão, “em desfavor de um faccionado que continuava monitorando a rotina de um agente do Estado”.

Atuação em todo o país

“A investigação criminal, iniciada em fevereiro deste ano, apurou que a facção possui atuação em todo o território brasileiro e emitiu ordens por meio de correspondências que partiram de unidades penais de Tocantins, para que seus integrantes executassem o plano e cumprisse os objetivos determinados pela liderança”, acrescenta nota da PF.

De acordo com a corporação, o suspeito é investigado pela prática dos crimes de integrar organização criminosa e ameaça. A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Tocantins é composta pelas polícias civil, Federal, Militar e Penal.

Com informações da Agência Brasil.

O deputado estadual e enfermeiro Gilmar Júnior (PV), representou Pernambuco em audiência pública realizada ontem na Câmara dos Deputados, em Brasília. Convocado para se pronunciar, Gilmar criticou a desconfiguração da lei do piso salarial da enfermagem pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Em seu discurso, Gilmar enfatizou: “Há mais de 50 anos lutamos, nesta Casa, por melhores condições de trabalho. E, hoje, nos deparamos com a lei do piso salarial completamente desconfigurada: o Supremo Tribunal Federal desconsiderou a importância da enfermagem, categoria que sustenta a saúde neste País”.

O parlamentar vê a audiência como crucial para reavivar a mobilização em prol da aplicação da lei. “Vejo o dia de hoje como um marco para que essa nossa luta volte a pegar fogo no Congresso Nacional. A gente exige a devida aplicação da lei, da forma que ela foi sancionada, em 2022, a fim de que os profissionais, de todas as esferas, façam jus ao que lhes é de direito, depois de tanta humilhação”, declarou.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), informou que já indicou três nomes para participar da mesa de conciliação no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o marco temporal das terras indígenas. O ministro Gilmar Mendes marcou a primeira reunião para o dia 5 de agosto.  Os escolhidos foram Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo no Senado, e Tereza Cristina (PP-MS), líder do partido e ligada à bancada ruralista. A advogada-geral da Casa, Gabrielle Tatith Pereira, completa a lista.

A Câmara dos Deputados e o Senado terão três membros cada um. O governo federal terá quatro representantes indicados pela Advocacia-Geral da União (AGU), pelos ministérios da Justiça e Segurança Pública, dos Povos Indígenas, e pela Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai). Também haverá dois representantes dos estados, indicados pelo Fórum de Governadores e Colégio Nacional de Procuradores de Estado (Conpeg), e um da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP).

Conciliação

Os senadores dobraram a aposta e sugeriram incluir o marco temporal na Constituição. A PEC, de autoria de Dr. Hiran (PP-RR) está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) de quarta-feira, 10. Pacheco indicou que vai optar pelo caminho da conciliação.

“Eu estou muito entusiasmado com a iniciativa do STF de, ao invés de só decidir pela inconstitucionalidade do que decidimos aqui, poder inaugurar a conciliação e composição.  A PEC é uma iniciativa respeitável do senador Dr. Hiran, que é um excelente senador, está na pauta da CCJ, mas nós temos neste momento que buscar a solução. E a solução se dá agora sobre a aferição de cada caso concreto, sentando à mesa os representantes indígenas, os setores produtivos e as instituições do país para poder resolver esse problema”, disse. 

Com informações da Revista Veja.

Em depoimento à Polícia Federal (PF), o ex-secretário da Receita Federal, Julio Cesar Vieira Gomes, afirmou que tratou com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre a apreensão das joias sauditas no Aeroporto de Guarulhos em ao menos duas ocasiões. Na primeira conversa sobre o tema, o então presidente questionou se Vieira Gomes sabia algo sobre a retenção dos brilhantes. O secretário respondeu que desconhecia a questão, mas prometeu a Bolsonaro que “iria pesquisar” a respeito. Dias depois, o chefe do Executivo perguntou a Vieira Gomes o resultado da apuração. A informação consta no relatório da investigação da PF sobre o caso das joias sauditas.

Segundo a Polícia Federal, foi Cid o destinatário das informações colhidas por Vieira Gomes. O secretário acionou servidores da Receita para levantar os dados solicitados por Jair Bolsonaro. “Ao final da reunião, o Presidente da República questionou ao declarante (Julio Cesar Vieira Gomes) se tinha ciência de alguma apreensão da Receita Federal decorrente de uma viagem para Arábia Saudita”, diz o relatório da PF, citando o depoimento do ex-secretário à corporação.

Esta reunião, segundo Vieira Gomes, foi realizada na primeira quinzena de dezembro de 2022, nas dependências do Palácio do Planalto. “O declarante respondeu que não tinha ciência, mas que iria pesquisar”. Em 27 de dezembro, em uma nova reunião com o presidente, já nos últimos dias de gestão, o assunto veio à tona novamente.

Além do depoimento em que admite que o então presidente o impeliu a agir sobre a apreensão dos presentes, uma troca de mensagens interceptada pela PF indica que o ex-secretário e Mauro Cid pretendiam “recuperar os bens” retidos.

Com informações do jornal Estadão.

O tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro, tentou utilizar dois funcionários de órgãos do governo federal para transportar uma mala com duas esculturas que seriam vendidas. Essas peças foram desviadas do acervo da Presidência, de acordo com a Polícia Federal (PF).

Cid acionou Ricardo Camarinha, que trabalhava na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), e Marcela Magalhães Braga, funcionária do Ministério das Relações Exteriores. O objetivo era levar a mala de Orlando para Miami, para entregar ao seu pai, o general da reserva Mauro Lourena Cid.

Houve dificuldades, no entanto, e as esculturas acabaram sendo transportadas por um empresário. A operação foi descrita pela PF na investigação que indiciou Cid, Bolsonaro e outras 10 pessoas pelo suposto esquema. Camarinha e Braga não foram investigados pela PF. As peças — uma árvore e um barco — foram entregues a Bolsonaro em visitas aos Emirados Árabes Unidos e ao Bahrein, em novembro de 2021. No fim do governo, em dezembro de 2022, Cid as levou para os Estados Unidos.

Com informações da Agência O Globo.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, confirmou que estará na pauta do Plenário desta quarta-feira o acordo entre os representantes dos Poderes Legislativo e Executivo federais para a retomada gradual da reoneração sobre a folha de pagamento de 17 setores da economia. Segundo Pacheco, o regime de transição contará em 2024 com um acréscimo de arrecadação do governo federal que não envolva aumento de tributos, como forma de atender a compensação imposta pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin.

“Representa uma forma de arrecadação boa para o ambiente de negócios do Brasil. As sugestões que nós demos são a regularização das multas no Desenrola em agências reguladoras, repatriação de recursos internacionais e a regularização de ativos nacionais […] Essas medidas podem perfeitamente fazer frente ao custo da desoneração, que é da ordem de R$18 bilhões em 2024”, disse Pacheco.

O conteúdo do acordo tramita na forma do projeto de lei (PL) 1.847/2024, do senador licenciado Efraim Filho (União-PB), e é relatado pelo senador Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo no Senado. O acordo prevê a volta gradual da tributação sobre a folha de pagamento de certos segmentos e de municípios até 2028.

Com informações da Revista Veja.

Em junho de 2024, a taxa de endividamento das famílias em Recife alcançou 78,8%. Esse dado reflete uma ligeira queda comparado ao mesmo período do ano anterior e ao mês anterior, quando o índice era de 82,7% em junho de 2023 e 81,0% em maio de 2024, culminando em 78,8% em junho de 2024.

A proporção de famílias com contas em atraso também diminuiu. Em junho de 2023, 31,1% das famílias enfrentavam atrasos nos pagamentos, número que caiu para 29,1% em maio de 2024 e, posteriormente, para 27,8% em junho de 2024. No entanto, a porcentagem de famílias que declararam não ter condições de quitar suas dívidas variou levemente, passando de 15,5% em junho de 2023 para 16,4% em maio de 2024, e depois reduzindo para 15,9% em junho de 2024.

Os principais tipos de dívidas das famílias recifenses em junho de 2024 foram liderados pelo cartão de crédito, que representava 93,4% das famílias endividadas, seguido por carnês (21,8%), financiamento de casa (7,4%), financiamento de carro (5,9%) e crédito pessoal (6,9%).

“Para Recife, os dados mostram uma leve redução no nível de endividamento e inadimplência das famílias, indicando uma possível melhoria na gestão financeira familiar. Segue sendo importante que as famílias continuem buscando alternativas para reduzir suas dívidas e evitar a inadimplência, mantendo um equilíbrio financeiro saudável”, comentou o economista da Fecomércio-PE, Rafael Lima.

Com informações da Revista AlgoMais.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou que não sabe quais ações o ex-presidente dos EUA, Donald Trump, tomará caso vença as eleições de novembro. Trump criticou repetidamente a extensão da ajuda americana à Ucrânia. Zelensky pediu que os líderes políticos norte-americanos não esperem até o pleito para aprovar novos auxílios.

“Todos estão à espera de novembro. Os norte-americanos estão à espera de novembro, a Europa, o Oriente Médio, o Pacífico, o mundo inteiro está olhando para novembro e, falando verdadeiramente, Putin também espera por novembro”, disse Zelensky, citado pela agência de notícias Reuters. “É hora de sair das sombras, de tomar decisões fortes, de agir e não esperar por novembro ou qualquer outro mês”, acrescentou.

O apoio financeiro fornecido pelos EUA desde o começo da guerra já soma mais de € 20 bilhões. O presidente ucraniano é um dos mais interessados no resultado das eleições norte-americanas. Enquanto o atual líder dos EUA, Joe Biden (Partido Democrata), declarou apoio incondicional aos ucranianos, Trump disse que, caso vença, o fornecimento de equipamentos norte-americanos será condicionado a um acordo de paz com a Rússia.

Ontem, Zelensky disse que “não conhece” Trump “muito bem”. Afirmou ter tido “boas reuniões” com o republicano quando ele ocupava a Casa Branca, mas ressaltou que os encontros ocorreram antes da invasão da Ucrânia pela Rússia.

Questionado sobre as opiniões do líder da Rússia, Vladimir Putin, sobre Biden e Trump, Zelensky disse que os 2 “são muito diferentes, mas apoiam a democracia”. O presidente ucraniano declarou: “É por isso que penso que Putin irá odiar ambos”.

Com informações do Poder 360.

Já estou a caminho de Carpina, na Mata Norte, para fazer uma palestra a prefeitos associados ao Consórcio da Região sobre estratégias envolvendo campanhas eleitorais, numa promoção do Instituto Aprender e Capacitar. Será no hotel Uno. Vou improvisar uma manhã de autógrafos da biografia de Marco Maciel, já na sétima edição.