Sebrae - Estamos ai

Centrais sindicais homenageiam Patriota

O ex-deputado federal Gonzaga Patriota recebeu, nesta quinta-feira (6), uma homenagem de várias entidades sindicais por seus serviços “ao lado e em defesa das principais causas dos trabalhadores brasileiros”. O Diploma de Agradecimento foi subscrito pelos presidentes das Centrais Sindicais CGTB; CTB; FORÇA SINDICAL; NCTS e UGT, assinado pelos seus presidentes Antonio Neto, Wagner Gomes, Paulinho da Força, José Calisto Ramos e Ricardo Patah, respectivamente.

Patriota recebeu em sua Consultoria Jurídica, em Brasília, o jornalista Evaldo Costa e o vice-presidente nacional da CTB, Joilson Cardoso, que lhe homenagearam pela defesa dos trabalhadores.

Do Estadão

Uma coalizão de 27 frentes parlamentares do Congresso resolveu se unir para pedir ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que devolva a medida provisória editada pelo governo para limitar as compensações de créditos de PIS/Cofins como forma de bancar a desoneração da folha de pagamento.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (6) as frentes falam em “graves consequências” da MP para o setor produtivo, principalmente industrial, agroindustrial, petroquímico, de alimentos, de medicamentos e outros segmentos exportadores. Os parlamentares dizem que as empresas, ao serem surpreendidas com a medida, podem suspender operações e reavaliar contratos.

“A impossibilidade de compensar créditos de PIS e Cofins terá um impacto significativo no fluxo de caixa das empresas, que precisarão substituir essa compensação pelo pagamento em dinheiro, recursos que poderiam ser usados para investimentos”, afirma a nota. As frentes também afirmam que, da forma como foi proposta, a MP é inconstitucional.

Além da FPA, também estão entre os 27 signatários do manifesto, a Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE), a Frente Parlamentar de Comércio e Serviços (FCS), a Frente Parlamentar do Biodiesel (FPBio) e a Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo (FPBC), entre outras.

No documento, as frentes dizem ainda que a limitação das compensações tributárias resultaria em uma arrecadação “ilícita” do Estado e “apropriação indébita” do dinheiro do contribuinte.

“A mudança abrupta nas regras tributárias, sem uma consulta prévia com a sociedade e os setores afetados, criou um ambiente de incertezas e insegurança jurídica e política”, diz a nota.

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) já se mobilizava para pedir a devolução da MP por avaliar que o agronegócio será um dos setores mais afetados pela limitação das compensações de créditos de PIS/Cofins.

A Fazenda quer compensar a desoneração da folha de 17 setores da economia e de alguns municípios, que continuará valendo em 2024 na íntegra e acabará gradualmente nos próximos anos, com a limitação da compensação de créditos de PIS/Cofins de forma geral e de créditos presumidos de PIS/Cofins não ressarcíveis. Essas iniciativas tramitam por meio de MP, que tem efeito imediato, mas precisa ser aprovada pelo Congresso em até quatro meses.

A devolução da MP cabe a Pacheco porque o senador é também o presidente do Congresso.

Com alegria, retribui, hoje, durante almoço no Leite, na companhia do meu amigo comendador Braga Sá, a gentileza do tratamento vip e apoio no lançamento da biografia de Marco Maciel em Goiânia, a charmosa capital de Goiás, ao jornalista e escritor Valterli Guedes, presidente da Associação de Imprensa do Estado de Goiás.

Ele está em viagem de férias entre Pernambuco e Paraíba, na companhia de alguns amigos, entre eles o cineasta Sinésio Dioliveira e o comandante Rubens Ferreira de Assis. Nosso encontro, extremamente agradável, cheio de boas histórias e bastidores políticos, contou também com a presença do procurador-geral da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Hélio Lúcio Dantas.

Conheci Valterli, figura emblemática da Imprensa de Goiás, através do comendador Braga Sá, que não apenas estendeu o tapete vermelho para nosso amigo comum, como se revelou um anfitrião de mão cheia.

Braga é um gentleman!

Da Agência Brasil

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (6) um programa de manutenção do emprego que prevê o pagamento de dois meses de salário mínimo a mais de 430.253 trabalhadores com carteira assinada de empresas do Rio Grande do Sul afetadas diretamente pelas enchentes de maio. O anúncio foi feito pelo ministro do Trabalho, Luiz Marinho, em Arroio do Meio, no Vale do Taquari, durante a quarta visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao estado.

A medida abrange, de acordo com o ministro, trabalhadores em regime CLT (326.086), estagiários (36.584), trabalhadores domésticos (40.363) e pescadores artesanais (27.220). O programa deve pagar diretamente o salário aos beneficiados e, como contrapartida, as empresas deverão manter os empregos por mais dois meses, totalizando uma estabilidade de quatro meses.

Para viabilizar a medida, o presidente Lula e o ministro do Trabalho assinaram uma Medida Provisória (MP), que entra em vigor de forma imediata, mas precisará ser aprovada pelo Congresso Nacional. O ministro do Trabalho também informou que o governo vai editar uma portaria para prorrogar a validade dos acordos coletivos de trabalho entre empresas e sindicatos.

O deputado federal Coronel Meira (PL) pediu, nesta quinta-feira (6), ao Tribunal de Contas da União que investigue a promoção do delegado da Polícia Federal, Thiago Rezende, que indiciou a família Mantovani, mesmo após a PF ter recomendado o arquivamento do processo, por não ter constatado de crime.

O deputado fez dois requerimentos, um para a Mesa, a ser encaminhado para o Ministério da Justiça e outro ao TCU onde solicita detalhes da promoção que levará o delegado e sua família para viver na Europa por dois anos. Meira solicita que a promoção seja suspensa até que a investigação seja concluída.

A família Mantovani teria supostamente xingado o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, em Roma, enquanto esperavam para embarcar num voo da Itália para o Brasil, no ano passado. Mas a PF já havia concluído as investigações sobre esse caso, e o delegado responsável à época, Hiroshi de Araújo Sakaki, decidiu por não indiciar os acusados. Portanto, o recuo da PF com relação ao indiciamento, dias após a designação de Thiago Rezende para ocupar cargo na Europol, causou estranheza.

“Se as investigações já foram concluídas, por que a Polícia Federal recuou sobre do indiciamento dos acusados? A designação do delegado Thiago de Rezende para o cargo na Europol, tem relação com o indiciamento dos supostos agressores do ministro Alexandre de Moraes? Quais foram os critérios de seleção para este cargo, qual a remuneração? São questionamentos que faço e aguardo as respostas.”, disse o parlamentar pernambucano.

A cidade de Triunfo realizará, em agosto deste ano, o Congresso de Odontologia do Sertão (COS), nos dias 15, 16 e 17 daquele mês. O evento, promovido pelo Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE), reunirá destacados palestrantes nacionais e regionais, oferecendo aos participantes uma visão abrangente das mais recentes inovações e avanços tecnológicos na área.

As inscrições para o congresso são gratuitas, através do site www.even3.com.br/congressodontosertao. Os interessados devem validar a inscrição com a entrega de 1 kg de alimento não perecível em uma das unidades do CRO-PE.

“É uma oportunidade para os participantes atualizarem seus conhecimentos e se conectarem com colegas de profissão”, ressaltou o presidente do CRO-PE, Eduardo Vasconcelos.

A obra emergencial de esgoto que está sendo executada na rua Jean Emile Favre, bairro do Ipsep, no Recife, será suspensa pela Compesa por dez dias, em atendimento a um pedido dos comerciantes que atuam na área de influência dessa intervenção. Eles solicitaram a interrupção da obra devido ao período junino, época de grande movimento comercial.

Aceita a solicitação dos comerciantes, a Compesa pediu autorização à Emlurb para interromper as atividades e nivelamento do prazo para o retorno. Mediante o acordo, no período 15 a 24 de junho, a BRK, executora da obra, não fará qualquer atividade no local, retornando apenas no dia 25, com o horário habitual de trabalho, de segunda a sábado, nos turnos diurno e noturno, com o objetivo de dar celeridade aos trabalhos e reduzir o impacto das intervenções na área.

A frente de obra da Compesa está concentrada nas imediações do número 1131, no lado direito da rua Jean Emile Favre, sentido Avenida Recife. As atividades ocupam um trecho das três faixas da via numa extensão de 15 metros. Mesmo com a interdição, está sendo possível a movimentação de veículos nos dois sentidos da via.

Na área, estão sendo substituídos 64 metros de tubulações de esgoto, com 350 mm de diâmetro e numa profundidade de 4 metros. Até o momento, já foram assentados 36 metros. A expectativa da Compesa é finalizar a obra no dia 15 de julho.

Com o objetivo de atender à Legislação Eleitoral sobre desincompatibilização, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, decidiu exonerar três secretários da gestão, nesta quinta-feira (06/06). Tratam-se do secretário de Comunicação, Severino Júnior (Avante), o secretário de Gestão Urbana, Odin Neves (Republicanos) (foto acima), e do diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento, Chiquinho (Solidariedade), que também possui atribuições de secretário.

Com isso, os três nomes ficam aptos para compor a chapa em uma possível vice da pré-candidata à Prefeitura de Olinda, Mirella Almeida, que se desincompatibilizou nesta quarta.

Após cumprir mais uma missão na administração, Odin Neves deixa o cargo tendo acumulado passagens pelo comando da Secretaria de Desenvolvimento Social e na executiva de Patrimônio. Ele foi, ainda, presidente da OAB de Olinda.

Já Severino Júnior (foto ao lado) se desincompatibiliza depois de comandar por dois anos a Secretaria de Comunicação. Ele também presidiu o Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco (Sinjope) por três anos, sendo atualmente diretor da instituição e também da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

Chiquinho também tem passagens de destaque na gestão. Além da diretoria-presidência da Agência de Desenvolvimento, ele foi secretário de Esportes e assessor especial do prefeito. Ex-jogador de futebol, Chiquinho atuou como comentarista esportivo por vários anos na TV.

Mesmo não atuando diretamente na gestão, também faz parte da lista de cotados para a vice o presidente do PSDB em Olinda, Evandro Avelar. Com vasta trajetória na política, ele foi secretário de Infraestrutura de Pernambuco, além de ter comandado a antiga EMTU (atualmente conhecida como Grande Recife) e presidido Suape. Em Olinda, Evandro comandou as pastas de Serviços Públicos e Governo.

Moradores de um condomínio na Rua Domingos Sávio, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, alertaram a Compesa sobre um vazamento que tem causado transtornos na via. O incidente se deu depois da passagem de um caminhão, que estourou o cano em trecho próximo à Avenida Ayrton Senna da Silva. Pela ocorrência registrada, a Compesa levará ao menos seis dias para conter o vazamento. Enquanto isso, a rua está sendo alagada, havendo desperdício de água.

Ao blog, um morador que preferiu não se identificar relata que a situação se dá pela fragilidade do asfalto que a BRK Ambiental colocou, após intervenções feitas pela empresa na rua. Há buracos na via por conta disso.

A BRK tem uma parceria público-privada com a Compesa e é responsável por explorar o serviço de saneamento no Grande Recife. Diante da inércia, o próprio condomínio tenta amenizar os transtornos causados. Em vão.

Outras vias de Piedade também têm sofrido com a buraqueira. Caso da Rua São Sebastião.

O deputado estadual Henrique Queiroz Filho (PP) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta quinta-feira (6), para defender uma proposta que pode transformar a agricultura no Estado, sobretudo, a familiar. O parlamentar solicitou estudos para a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na aquisição de veículos de carga, máquinas agrícolas e equipamentos destinados aos produtores rurais.

“A agricultura é o pilar de sustentação de muitas das nossas comunidades rurais, e merece, sem sombra de dúvida, uma atenção especial por parte do poder público pernambucano,” destacou Queiroz Filho, acrescentando que o setor é responsável por grande parte dos alimentos que chegam às mesas das famílias pernambucanas, além de gerar empregos, promover a inclusão social e contribuir para a preservação ambiental. O parlamentar também elencou os principais desafios enfrentados pelo segmento, a exemplo do acesso limitado a tecnologias modernas e das dificuldades financeiras para adquirir equipamentos necessários.

A recente suspensão dos pagamentos do Governo de Pernambuco com a Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros (Andelivros) pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) trouxe à tona uma relação antiga entre a governadora Raquel Lyra e a empresa, que tem como proprietário o auditor fiscal aposentado José Alventino Lima Filho. Em 2019, quando Lyra era prefeita de Caruaru, sua gestão também contratou a Andelivros por inexigibilidade de licitação e, igualmente, para o fornecimento de bônus-livro a serem utilizados em uma feira literária.

Em agosto de 2019, a Prefeitura de Caruaru, no segundo ano da administração de Raquel Lyra na capital do Agreste, ratificou a inexigibilidade de licitação para a contratação direta da Andelivros. A empresa foi escolhida para fornecer bônus-livro durante a IV Fenagreste, Feira Nacional do Livro do Agreste, destinada a professores, gestores e técnicos pedagógicos da rede municipal de educação. O valor inicial da contratação foi de R$ 786.000,00, conforme o Termo de Ratificação assinado pelo então Secretário de Administração, Henrique César Freire de Oliveira.

No entanto, um empenho subsequente mostra que o valor total pago à Andelivros foi de R$ 1.552.800,00, quase o dobro do montante inicialmente previsto.

José Alventino Lima Filho, sócio-proprietário da Andelivros, é servidor aposentado da Secretaria da Fazenda, onde atuou como auditor fiscal do Tesouro Estadual. Além disso, ele é citado em 101 processos judiciais, incluindo um escândalo de aquisição irregular de livros didáticos no Tocantins, também através de inexigibilidade de licitação. Este histórico questionável adiciona mais uma camada de preocupação sobre a escolha repetida da Andelivros para contratos com a gestão pública.

Repetição

Na última segunda-feira (03), o TCE-PE suspendeu cautelarmente os pagamentos do Governo de Pernambuco à Andelivros, novamente contratada por inexigibilidade de licitação para o Circuito Literário de Pernambuco (CLIPE). A decisão do conselheiro Ranilson Ramos foi motivada por um pedido da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), que solicitou a instauração de uma auditoria especial para apurar possíveis irregularidades na execução do evento literário.

Os deputados apontaram uma série de indícios de irregularidades, incluindo a ausência de justificativa adequada para a inviabilidade de competição, um requisito fundamental para a inexigibilidade de licitação. Outro ponto de crítica é a exclusividade dada à Andelivros no uso do Bônus Livro, um benefício para a aquisição de livros por servidores da rede estadual de educação. A determinação da Secretaria de Educação de que o bônus fosse utilizado exclusivamente no CLIPE restringiu a liberdade de escolha dos professores, uma prática que tem sido duramente criticada por representantes da categoria e membros da Alepe.

Em 2023, uma tentativa de dispensa de licitação para a Feira Nordestina do Livro, também envolvendo a Andelivros e no valor de R$ 52 milhões, foi cancelada após suspeitas de superfaturamento e grande repercussão negativa.

A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos (PCdoB), gravou mensagem em suas redes sociais garantindo que não deixará a pasta federal para ser candidata à Prefeitura de Olinda.

A ex-prefeita da cidade agradeceu à lembrança dos eleitores, disse que ainda hoje as pessoas a encontram e a chamam de “prefeita de Olinda”, “coisa que tenho muito orgulho”, afirmou na gravação, enumerando feitos de sua gestão. Luciana, porém, disse que o momento agora “é de foco nessa missão nacional que o presidente Lula me confiou, que é de cuidar do Ministério da Ciência e da Tecnologia, neste momento tão estratégico de reconstrução nacional”, comentou.

Veja o vídeo na íntegra:

Da Folha de Pernambuco

O secretário estadual de Turismo do Governo do Estado, Daniel Coelho, foi exonerado a pedido do cargo em edição desta quinta-feira (6) do Diário Oficial. O nome do substituto não foi divulgado na mesma edição do jornal. A saída ocorre no último dia do prazo de desincompatibilização do posto permitido pela Justiça Eleitoral.

O agora ex-secretário Daniel Coelho é a principal aposta, até o momento, do grupo da governadora Raquel Lyra (PSDB) para concorrer ao Executivo Municipal.

Além dele, o deputado federal Túlio Gadêlha (Rede) tenta emplacar seu nome na corrida, mas enfrenta uma disputa interna na federação Rede/Psol com a deputada estadual Dani Portela (Psol) pela indicação na cabeça de chapa.

Substituto

Nesta quarta-feira (5), a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), afirmou que divulgaria o substituto de Daniel assim que o auxiliar deixasse o cargo. Contudo, o nome ainda não foi divulgado nesta edição do Diário Oficial.

Apesar de não confirmar o nome que substituirá Coelho, o superintendente da Caixa Econômica Federal em Pernambuco, Paulo Nery, está cotado para assumir o cargo. Ele foi indicado pelo PP e aceito pela governadora para ocupar a vaga.

“Certamente na desincompatibilização de Daniel, a gente faz a divulgação do seu substituto ou substituta”, reiterou Raquel.

Encerra nesta quinta-feira (6) o prazo para a desincompatibilização das pessoas que estão em cargos públicos e pretendem disputar as eleições municipais de 2024.

Segundo as regras do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é preciso se afastar faltando quatro meses para o pleito, que será realizado no dia 6 de outubro.

No Recife, deixaram a gestão o chefe de gabinete do prefeito João Campos (PSB), Victor Marques Alves (PCdoB), e a secretária de Infraestrutura, Marília Dantas (MDB). Uma edição extraordinária do Diário Oficial do município trouxe a exoneração dos dois, na noite de desta quarta-feira (5).

No lugar de Dantas, assume a secretária executiva Débora Feijó. Ela ainda assume o comando da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), que era acumulado pela ex-secretária. O posto de Marques segue vago.

Em Olinda, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Tecnologia e Turismo, Mirella Almeida, também deixou a pasta para se dedicar à pré-candidatura à prefeita da cidade. Ela é apoiada pelo atual gestor do município, Lupércio Nascimento (PSD).

Da Agência Brasil

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) comprou 263,3 mil toneladas de arroz importado em leilão realizado nesta quinta-feira (6). A previsão do governo era comprar até 300 mil toneladas do alimento.

A estratégia do leilão foi adotada para reduzir o preço do arroz, que chegou a aumentar 40% por causa das enchentes no Rio Grande do Sul. O estado gaúcho é responsável por 70% da produção nacional do grão.

O governo pretende vender o arroz em embalagem específica a R$ 4 o quilo, de forma que o preço final não ultrapasse R$ 20 pelo pacote de 5 quilos.

O produto será destinado a pequenos varejistas, mercados de vizinhança, supermercados, hipermercados, atacarejos e estabelecimentos comerciais em regiões metropolitanas, com base em indicadores de insegurança alimentar.

O leilão chegou a ser barrado pela Justiça Federal em Porto Alegre. O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Fernando Quadros da Silva, entretanto, acatou pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) e liberou a realização do pregão.

Da Agência Brasil

Uma ampla operação para cumprir mandados de prisão de centenas de pessoas investigadas por envolvimento nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes, em Brasília, foram invadidas e depredadas, foi deflagrada, nesta quinta-feira (6), pela Polícia Federal (PF).

As diligências fazem parte da Operação Lesa Pátria, que desde o ano passado apura os responsáveis e executores pelos ataques e já teve 27 fases. Ao todo, são 208 mandados de prisão preventiva, no Distrito Federal e em 18 estados. Os alvos são pessoas foragidas ou que descumpriram medidas cautelares determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo a PF, até as 10h desta quinta 45 investigados já haviam sido presas, nos estados de Espírito Santo, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Bahia, Paraná e no Distrito Federal. “A Polícia Federal continua realizando diligências para localização e captura de outros 163 condenados ou investigados considerados foragidos”, informou a instituição.

“Mais de duas centenas de réus, deliberadamente, descumpriram medidas cautelares judiciais ou ainda fugiram para outros países, com o objetivo de se furtarem da aplicação da lei penal”, acrescentou a PF.

Alguns dos alvos da operação são procurados após terem violado tornozeleiras eletrônicas. Outros mandados miram pessoas que fugiram para países como a Argentina.

Todos os mandados de prisão foram assinados pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, que é o relator das investigações sobre os atos antidemocráticos. Os alvos da operação desta quinta respondem pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.


Por Claudemir Gomes

A vitória (2×0) sobre o CRB, no primeiro confronto da edição de 2024 da Copa do Nordeste, representa um passo gigantesco do Fortaleza na busca pelo seu terceiro título da competição regional. Embora o saudoso comentarista José Bezerra defendesse a tese de que “2×0 é placar de otário”, discordo de seu pensamento e considero que o Tricolor do Pici já colocou as duas mãos na taça, que fatalmente levantará neste domingo (9).

Apesar do esforço do CRB, cuja condição de finalista da Copa do Nordeste é uma resposta ao bom trabalho que vem sendo desenvolvido pelo técnico Daniel Paulista, o time alagoano se curvou ante o feitiço do Fortaleza, que no momento é um dos poucos clubes brasileiros que tem um padrão de jogo definido e cuja eficácia é ressaltada através dos bons resultados contabilizados nas diferentes competições que disputa simultaneamente.

A maioria dos apostadores, na enxurrada de bets espalhadas pelo Brasil, está cravando suas apostas no Tricolor Cearense, que todas as vezes que chegou à condição de finalista da Copa do Nordeste se sagrou campeão. Aliás, o futebol cearense deu um salto qualitativo assustador nos últimos anos. De 2019 para cá, houve sempre um clube cearense – Fortaleza ou Ceará – como um dos protagonistas da final da CN. Os cearenses conquistaram quatro dos cinco títulos que disputaram: Ceará (2020 e 2023) e Fortaleza (2019 e 2022). O outro título levantado pelo Ceará foi o da edição de 2015. Em 2021, o Bahia interrompeu a sequência de conquistas dos cearenses, retomada no ano seguinte pelo Fortaleza.

O futebol não é uma ciência exata, mas segue uma lógica. A simples condição de finalista é fator motivacional para qualquer time. Portanto, se existe motivação nos dois lados, a qualidade técnica deve funcionar como ponto de desequilíbrio. A rivalidade doméstica é um ingrediente a mais no pacote motivacional apresentado pelo técnico argentino Juan Pablo Vojvoda aos seus comandados. É que o arquirrival Ceará tem três títulos do torneio regional, marca a ser alcançada pelo Fortaleza, que parece voar em Céu de Brigadeiro em busca do sonho.

Daniel Paulista tem total conhecimento do grupo que comanda. Seu trabalho com o CRB é elogiável. E a condição de finalista desta edição da Copa do Nordeste é um crédito ao que vem desenvolvendo no clube alagoano. Há vários anos, acertadamente, o clube alvirrubro de Maceió trabalha para se consolidar como um time de Série B, buscando fortalecer sua musculatura para ir buscar uma vaga na elite no futebol brasileiro. O CRB foi finalista da primeira edição da Copa do Nordeste, em 1994, perdendo o título para o Sport. Agora, 30 anos depois, chega à segunda decisão regional, fato que consolida o trabalho que tem como meta a retomada do crescimento.

Nesta quinta-feira (6) começa a 28ª edição do Cine PE. Peço licença à Sandra e a Alfredo Bertini para pegar carona no tema desta edição do festival audiovisual, que é sucesso no Brasil e no exterior. A decisão da Copa do Nordeste, entre Fortaleza e CRB, é algo para se “ver, ouvir e sentir”. Afinal, jogo decisivo é coisa de cinema.

O cantor e compositor Novinho da Paraíba faz show, amanhã, no Giro Praia Bar e Restaurante, em Boa Viagem, à partir das 20h. A reserva da mesa para curtir a edição do “Arraiar do Giro Praia” pode ser feita pelo telefone 3467-5427.

O restaurante fica na Rua dos Navegantes, 2277, no bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife.