Dudu da Fonte não afasta possiblidade de o PP apoiar João Campos

De olho no pleito municipal que se aproxima, o presidente estadual do PP e deputado federal, Eduardo da Fonte, deu uma prévia, em entrevista ao jornalista Alberes Xavier, sobre a reunião partidária realizada pela legenda hoje.

O deputado deixou claro que as principais decisões ficarão a cargo dos diretórios municipais. Ele citou o exemplo do Recife, onde, segundo ele, o PP estará com aquele candidato que se comprometer a acabar com as filas do sistema público de saúde, também se comprometa em armar a Guarda Civil Municipal, e, de quebra, apresente viabilidade eleitoral. 

Da Fonte não afastou a possiblidade de o PP apoiar João Campos (PSB), atual prefeito da capital e pré-candidato a reeleição, mas frisou que qualquer decisão terá que passar, inevitavelmente, pelas mãos da direção municipal, que em Recife tem o também deputado federal Lula da Fonte como presidente. 

Do Blog da Folha

Embora o PDT tenha aderido à gestão da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), a vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão, que é uma das promessas do partido no Estado e presidente do PDT Recife, faz questão de deixar claro que nada mudou na capital.

Em conversa com a Folha de Pernambuco durante o Carnaval, Isabella afirmou: “No Recife, hoje, nada está mexido. Está tudo do jeito que estava até ontem”, em referência a uma possível saída do PDT da Prefeitura do Recife, deixando o grupo do prefeito João Campos (PSB) e embarcando de vez no grupo da governadora.

O PDT indicou o secretário da Criança e Juventude do Governo Raquel Lyra, Ismênio Bezerra, com direito à presença do presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, na cerimônia de posse, no último dia 08, no Palácio do Campo das Princesas.

Mas, para Isabella de Roldão, esse movimento não significa necessariamente a saída do PDT da gestão Campos. “A decisão foi em nível estadual. Essa é a primeira coisa para a gente entender isso. Foram meses e meses de conversas, de diálogo. A decisão foi tomada de forma respeitada. O presidente nacional encabeçou essa questão e a gente aqui acompanha, respeita, entende esse processo e sabe que a dinâmica política é isso. Lembrando que em 2024 a gente trata de eleições municipais (não estaduais)”, observou.

A vice-prefeita ainda frisou que o Recife, assim como todas as outras cidades do Brasil, está formando composições. “E a gente vai nessa construção desse diálogo saber o que vai se construir para a frente. Mas no Recife está tudo certo”, comentou.

O Prefeito João Campos (PSB) lançou ontem uma estratégia abrangente de dados da cidade para guiar a Prefeitura de Recife a usar os seus dados de forma ainda mais eficiente para fortalecer as operações da gestão, inovar ainda mais os serviços públicos e produzir melhores resultados para a população nas mais diversas áreas. 

A estratégia de dados da cidade é o resultado da participação de Recife no programa Bloomberg Philanthropies City Data Alliance, uma rede de 42 cidades de sete países das Américas. Por meio do programa, o Recife recebeu educação executiva e assessoria técnica para participar dos esforços para atingir um novo padrão de excelência em governo com base em dados.

“Estamos dando um passo importante para promover inovações que possibilitem cada vez mais transformações na vida do povo recifense. Os serviços públicos devem sempre melhorar na eficiência, humanização e acessibilidade. Com essa parceria, teremos condições de avançar ainda mais com esse objetivo”, destacou o prefeito João Campos. 

Nas cidades com práticas avançadas de dados – que inclui ferramentas de uso, análise e avaliação de resultados para informar a tomada de decisões e o engajamento dos atores-chave, a população relata maior satisfação e bem-estar do que nas cidades sem estas práticas.

A estratégia de dados da cidade de Recife será usada para potencializar práticas de dados e lançar tecnologias inéditas na cidade, incluindo os seguintes componentes: 

  • Governança na gestão dos dados da cidade
  • Padrões de qualidade na coleta de informações
  • Construção de habilidades em dados
  • Uso de dados na gestão municipal
  • Aumento da  transparência na cidade
  • Investimentos em segurança das informações dos residentes 

“A estratégia de dados de Recife estabelece uma visão ousada e um plano de ação para desbloquear o poder dos dados para melhorar e modernizar os serviços da cidade,” diz Amy Edwards Holmes, Diretora Executiva do Bloomberg Center for Government Excellence, que lidera o programa de aceleração do City Data Alliance, incluindo educação executiva e coaching e consultoria individualizados para cidades. “Os passos delineados na estratégia de dados de Recife contribuem para uma cultura de inovação baseada em dados que pode otimizar resultados para os residentes da cidade nos próximos anos”, conclui.

Como parte da Bloomberg Philanthropies City Data Alliance, a Prefeitura do Recife recebeu assistência técnica personalizada, incluindo sessões estruturadas e assessoria individualizada para aprimorar a gestão de resultados. O objetivo do programa é que as cidades participantes tenham um plano e um processo abrangentes para fazer perguntas difíceis, investir em práticas comprovadas, inovar suas abordagens, avaliar o progresso e estabelecer novas políticas e padrões para garantir que o foco em dados seja permanente.

Diretamente da sala do Conselho de Segurança da ONU, o prefeito do Recife, João Campos, fez uma fala de agradecimento pelo recebimento do mais alto prêmio de política pública da ONU. Nesta sexta-feira (16), o gestor se disse grato pelo destaque do Compaz em nível internacional – o Centro Comunitário da Paz foi contemplado com a comenda.

“Recebemos o mais alto prêmio de política pública da ONU, que foi dado ao Compaz. E eu falo sobre esse prêmio aqui, na sala do Conselho de Segurança da ONU, local em que são tomadas as decisões mais estratégicas do mundo em relação à segurança. Que bom que o Recife optou pelo caminho certo – o caminho da paz, da igualdade, oportunidade. Que o Compaz siga crescendo no Recife e inspirando tanta gente no Brasil”, afirmou o prefeito.

O reconhecimento em questão trata-se do Prêmio de Serviço Público das Nações Unidas, vencido pelo Compaz como iniciativa que melhor contempla os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e excelência no serviço público. Este equipamento da Prefeitura se enquadra nos requisitos da Agenda 2030 da ONU,  plano de ação global das Nações Unidas que reúne 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas, criados para erradicar a pobreza e promover vida digna a todos, dentro das condições que o nosso planeta oferece e sem comprometer a qualidade de vida das próximas gerações.

Fábrica de cidadania – O Recife possui quatro Centros Comunitários da Paz (COMPAZ). Cada unidade está localizada em uma área periférica da cidade, identificada com alto índice de violência. São eles: o Compaz Governador Eduardo Campos (Alto Santa Terezinha), o Compaz Escritor Ariano Suassuna (Cordeiro), O Compaz Governador Miguel Arraes (Praça da Caxangá) e o Compaz Dom Hélder Câmara, no Coque.  

Os equipamentos oferecem práticas esportivas, culturais e educacionais em primorosas obras arquitetônicas. É um espaço de convivência para todas as idades. Os Compaz são um celeiro de cidadania, onde se pratica a cultura de paz e não violência, através da oferta de várias atividades e serviços. Procon, CRAS, Mediação de Conflitos, Junta Militar, artesanato, futebol, basquete, vôlei e programação ativa nas bibliotecas de cada um são algumas das opções que os recifenses podem fazer. Tudo de graça e qualidade.

Jornal do Commercio

A partir do dia 1º de março, as rotas da Azul partindo do Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, no Recife, e do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins (MG), com destino a Fort Lauderdale (perto de Miami) e Orlando serão suspensas.

A companhia não informou o motivo da descontinuidade dos voos, disse apenas que as rotas “passarão por alterações temporárias e terão origem de Campinas (SP), Manaus e Belém”. A expectativa é que os voos sejam retomados a partir do final de maio.

Por meio de nota, a Azul informou que “a companhia segue vendendo normalmente os trechos nos principais canais de venda para os voos a partir de junho, quando a Azul retorna sua malha regular para os EUA de todas as origens que já opera, ou seja, Campinas, Belo Horizonte, Recife, Manaus e Belém”.

Ainda segundo a empresa aérea, os clientes que compraram passagens para voos diretos a partir do Recife e de Belo Horizonte serão reacomodados em outros voos da companhia e receberão “toda a assistência necessária, conforme prevê a resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)”, diz a nota.

RÁPIDA RETOMADA

Em junho, a Azul fez um evento no Aeroporto do Recife para comemorar a retomada do voo Recife-Orlando. Meses antes, em março, a companhia havia inaugurado o voo Recife-Fort Lauderdale.

O voo AD8710 decola do Recife às quartas, sábados e domingos, às 9h30, pousando em Orlando às 17h10. O voo parte de Orlando nos mesmos dias, às 20h15, chegando à capital pernambucana às 6h30.

A suspensão das rotas diretas aponta para uma mudança de rumo. Em setembro de 2023, a Azul, anunciou uma série de nove voos extras ligando Recife a Orlando, na alta temporada, entre 3 outubro e 12 de dezembro. Os voos extras às terças se somaram à frequência atual do voo AD7810 com saídas de Recife às quartas, sábados e domingos.

No sentido inverso, o voo AD8711 partia de Orlando para a capital pernambucana às quartas. Em março, a companhia já havia anunciado o início das operações de Recife para Fort Lauderdale e, em junho, retomou essa operação de voos diretos para Orlando.

Na época, a retomada internacional da Azul no Estado foi justificada pelo crescimento da demanda e pela parceria mantida com o Governo de Pernambuco e a Prefeitura do Recife.

Do G1/PE

A chuva que atingiu o Grande Recife na madrugada e na manhã desta sexta-feira (16) causou transtornos para a população. Além do alagamento em ruas e avenidas, uma forte ventania causou queda de árvores e falta de energia em várias cidades da Região Metropolitana, como a capital pernambucana, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

A ventania também causou a queda de um pórtico da decoração de carnaval de Olinda, na Avenida Olinda, bloqueando a passagem pela via, que é um dos principais acessos à cidade para quem vem do Recife.

Em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, o teto de um posto de gasolina caiu devido à forte ventania. Grande parte da estrutura ficou retorcida e foi ao chão. Já na Zona da Mata Sul, no município de Escada, moradores filmaram os raios que caíram na cidade durante a madrugada.

A Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) emitiu um alerta de estado de observação para a Região Metropolitana do Recife e a Zona da Mata. O aviso é válido até às 12h25 desta sexta.

Segundo o meteorologista da Apac Patrice Oliveira, dois fenômenos causaram o grande nível de chuvas: a zona de convergência, que é o sistema de chuvas já previstas para fevereiro e maio, e o cavado de altos níveis, o sistema de altos ventos que, a depender da posição, aumenta a chuva em determinada região.

“Nós lançamos um estado de observação, só que, com o decorrer do processo, vimos que as chuvas iriam se intensificar. Em toda a Região Metropolitana, choveu mais de 60 milímetros, em média. Só em Itapissuma, que foi um ponto fora da curva, choveu mais de 150 milímetros”, disse.

A previsão da Apac, de acordo com o meteorologista, é de a chuva diminua com o tempo. “Aqui vai continuar, mas mais fina, ou seja, com uma intensidade menor. Mas isso não quer dizer que, a qualquer momento, devido ao sistema, não possa ocorrer uma chuva mais de moderada a forte. A previsão é que continue com essa chuva, de moderada a fraca”, afirmou.

Aulas suspensas

No Recife, as aulas do turno da manhã nas escolas da rede municipal foram suspensas. A prefeitura da capital informou que vai reavaliar a situação para decidir se as aulas do período da tarde também serão canceladas.

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) suspendeu as atividades administrativas e as aulas até às 13h no Campus Recife, que fica na Cidade Universitária, na Zona Oeste da capital. Segundo a instituição, um novo comunicado será divulgado sobre o expediente na tarde e na noite.

Imagens registradas por leitores mostram diversas ruas alagadas, como a Avenida Caxangá, na Zona Oeste da capital pernambucana, e na Estrada dos Remédios, em Afogados, na mesma região da cidade.

A água também ficou acumulada na Avenida Dois Rios, no Ibura, na Zona Sul do Recife, e na Avenida Doutor José Rufino, no bairro da Estância, na Zona Oeste da cidade.

De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), às 5h25, foram registrados os seguintes pontos de alagamento na capital pernambucana:

  • Túnel Chico Science – Madalena, na Zona Oeste;
  • Avenida Engenheiro Domingos Ferreira – Pina, na Zona Sul;
  • Avenida Governador Agamenon Magalhães (pista central) – Paissandu, no Centro;
  • Avenida Governador Agamenon Magalhães (pista central) – Derby, no Centro;
  • Avenida Governador Agamenon Magalhães – Campo Grande, na Zona Norte;
  • Avenida Recife – Ibura, na Zona Sul;
  • Avenida Presidente Dutra – Ibura, na Zona Sul;
  • Avenida Recife – Estância, na Zona Oeste;
  • Rua Imperial – São José, no Centro;
  • Avenida Sul – São José, no Centro;
  • Avenida Maria Irene – Jordão, na Zona Sul;
  • Avenida Marechal Mascarenhas de Morais – Imbiribeira, na Zona Sul;
  • Avenida Marechal Mascarenhas de Morais – Ibura, na Zona Sul;
  • Túnel Felipe Camarão – Jordão, na Zona Sul;
  • Avenida Sport Club do Recife – Ilha do Retiro, na Zona Oeste;
  • Avenida Engenheiro Abdias de Carvalho – Prado, na Zona Oeste;
  • Rua Cônego Barata – Tamarineira, na Zona Norte;
  • Avenida Barão de Souza Leão – Boa Viagem, na Zona Sul;
  • Avenida Governador Agamenon Magalhães (pista central) – Espinheiro, na Zona Norte.

Queda de árvores

Devido aos fortes ventos, diversas árvores caíram no Grande Recife. Houve queda de árvores nos seguintes locais:

  • Janga, em Paulista, no Grande Recife;
  • Cruzamento da Almirante Noronha de Carvalho com a Avenida Santos Dumont, nos Aflitos, na Zona Norte do Recife;
  • Rua Sá e Souza, em Setúbal, na Zona Sul;
  • Rua Barão de Água Branca, na Imbiribeira, na Zona Sul;
  • Rua das Gardênias, em Rio Doce, em Olinda.

Falta de energia

Houve falta de energia em várias cidades da Região Metropolitana do Recife, nos seguintes bairros:

  • Bairro Novo, em Olinda;
  • Rio Doce, em Olinda;
  • Pau Amarelo, em Paulista;
  • Aldeia, em Camaragibe;
  • Jaqueira, na Zona Norte do Recife.

A Neoenergia informou, por nota, que aumentou em 300% o número de equipes em campo atuando no Grande Recife. A empresa também solicitou que clientes informem possíveis ocorrências pelo WhatsApp (81) 3217-6990 ou pela Central de Atendimento, através do número 116.

Na passagem por Pernambuco, quando conheceu o desfile do Galo da Madrugada, no Recife, e ‘O homem da Meia Noite’, em Olinda, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, ficou muito mais impressionada com outro destaque em potencial da folia: a popularidade do prefeito João Campos (PSB), que ganhou 1 milhão a mais de seguidores nas redes sociais.

Segundo o blog apurou, João teria comunicado a Hofmann que não abrirá para o PT a vaga de vice em sua chapa. Ela teria entendido as razões pela seguinte leitura: neste momento, não é João que precisa do PT, mas o PT dele, por ser a grande revelação administrativa e política do País, considerado pela própria dirigente petista um “fenômeno”.

Tanto que em entrevista, Hoffmann afirmou que o PT “vai com João”, sem entrar em detalhes de composição de chapa, assunto que passou a ser, verdadeiramente, um tema restrito às picuinhas dos políticos petistas do Estado. Hoffman também já teria recebido – e igualmente compreendido – o não para o PT na vice no Rio de Janeiro.

Tanto o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), quanto João Campos (PSB) são potenciais candidatos a governador em 2026, num cenário, evidentemente, que passa pela reeleição de ambos. E querem deixar as prefeituras, no prazo de desincompatibilização, quase dois anos antes, nas mãos de sucessores de absoluta confiança.

O presidente Lula já sabe disso. O que Paes e João têm a oferecer ao PT é uma das vagas de senador em suas chapas, em 2026. Por isso, no caso de Pernambuco, Humberto Costa, animal político que o é, não fará, como colegas de partido hoje fazem, o discurso imbecil da exigência da vice na chapa de João. 

Caso João viesse a ceder, dando de mão beijada a vice para o PT, Humberto não teria discurso para exigir a sua vaga na chapa de João em 26, já que o seu partido herdaria a Prefeitura.

Vale a ressalva, enfim, de que, numa eventual disposição de João de abrir a vaga para o PT, o partido no Estado não teria autonomia para indicar o nome, como deixam a entender hoje alguns próceres petistas no Estado de olho arregalado na Prefeitura.

Essa indicação seria feita pelo presidente Lula. E ponto final!

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), que conseguiu uma repercussão nacional ao descolorir o cabelo, neste carnaval, voltou as origens. Em um vídeo postado no seu Instagram, hoje, João já apareceu com a cor original dos cabelos. Assim como a folia momesca, o momento de irreverência do prefeito chegou ao fim.

Um turista de 35 anos morreu após ser esfaqueado em um assalto no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. O crime aconteceu na madrugada de hoje, na avenida Domingos Ferreira. O homem, identificado como Talles de Couto Lemgruber Kropf, havia saído de uma festa de Carnaval particular que ocorria em Olinda, na Região Metropolitana, e seguido para Boa Viagem, onde estava hospedado, para encontrar amigos em um bar.

Nas proximidades do local combinado, a vítima foi abordada pelo criminoso, que desferiu golpes de faca na região do tórax. Segundo a Polícia Civil do Estado (PCPE), o turista chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, também na Zona Sul, mas não resistiu aos ferimentos. As informações são do portal FolhaPE.

O Carnaval do Recife deste ano teve uma movimentação econômica de R$ 2,4 bilhões e gerou mais de 57 mil postos de trabalho temporários entre formais e informais, de acordo com a Prefeitura do Recife. Cerca de 3,4 milhões de foliões circularam nos dias de festa, 20% a mais do que em 2023.

O balanço da Festa de Momo na cidade foi divulgado hoje, no Paço do Frevo, no Bairro do Recife. As informações são do portal FolhaPE.

Além disso, 96% da rede hoteleira esteve ocupada durante o período. Mais de 150 mil pessoas circularam no Aeroporto dos Guararapes. O aeroporto também contou com mais de 196 voos extras. 

Ainda segundo a Prefeitura, 763 mil pessoas circularam nas três centrais do Carnaval, o que ocasionou mais de R$ 3,6 milhões de movimentação financeira. 

Este ano, a festividade ocorreu, pela primeira vez, ao longo de seis dias na Cidade, começando na última quinta-feira (8) e terminando na terça-feira (13).