À meia-noite, tem pesquisa para prefeito de Salgueiro

Daqui a pouco, exatamente à meia-noite, este blog traz a primeira pesquisa do Instituto Opinião, de Campina Grande, sobre a corrida sucessória em Salgueiro, a 500 km do Recife, um dos principais colégios eleitorais do Sertão. Um bom motivo para a cidade dormir um pouco mais tarde.

O deputado Fernando Rodolfo (PL) ocupou a Tribuna da Câmara dos Deputados, há pouco, para fazer um belo e emocionante registro do aniversário dos 18 anos de fundação deste blog. A ele, meu agradecimento em nome de toda a minha equipe, por extensão da Rede Nordeste de Rádio, com 48 emissoras em Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Bahia, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, no Recife.

Após três dias de muito debate, o 7° Congresso Pernambucano de Municípios, realizado pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), foi encerrado, hoje, com a palestra “Dos Desafios da Atualidade à Excelência na Gestão Pública”, do jornalista Caco Barcellos.

Conhecido por suas reportagens investigativas e defesa dos direitos humanos, o jornalista separou a plateia em uma dinâmica que trouxe os extremos da sociedade, do bilionário ao mais pobre. Na ocasião, frisou que a grande aliada das populações mais vulneráveis é a gestão pública, são as prefeituras e que “quaisquer temas que podemos trabalhar irão tocar na questão da desigualdade social”.

No encerramento do Congresso, o presidente da Amupe, Marcelo Gouveia, frisou o trabalho da Amupe em prol dos municípios pernambucanos e o trabalho dos prefeitos e prefeitas, de todo o corpo técnico municipal para o sucesso do evento. “Foram mais de 100 estandes, 12 salas temáticas e a participação recorde de 7,2 mil presentes nos três dias de evento. Agradecemos a todos e todas que compõem os municípios pernambucanos. É por e para vocês que trabalhamos diariamente”, enfatizou.

Com esta marca, o 7º Congresso Pernambucano de Municípios se torna o maior em quantidade de participantes, se consolidando também como o maior congresso de municípios do Nordeste, com a presença de prefeitos e prefeitas de todas as regiões de Pernambuco.

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

Prestes a ser paga a terceira parcela dos precatórios do Fundef, a partir do dia 8 do próximo mês, ainda é grande o número de reclamações que chega ao conhecimento do Blog sobre o não pagamento das duas primeiras parcelas.

Além das queixas do não pagamento de nenhuma parcela até o momento, os relatos de problemas se estendem a complicações na plataforma criada pelo Governo do Estado para enviar documentação, o https://precatoriofundef.educacao.pe.gov.br/, e o não atendimento pelos meios de comunicação oficiais disponibilizados pela Secretaria de Educação para o beneficiário.

“Eu não recebi nenhuma das parcelas que foram disponibilizadas ao longo do ano passado. Assim como eu, há vários outros casos que eu tenho conhecimento no grupo de herdeiros que participo. No site criado para enviar documentação, o caos domina. Toda vez que entro para acessar, um documento que eu tinha inserido antes, simplesmente desaparece”, relata um herdeiro ao Blog.

Ainda de acordo com ele, o problema e a falta de transparência no processo se aplicam também ao acesso às informações. “Todas as fontes de contato que eles repassaram para a gente, não atende e nem responde. Já perdi a conta de quantas tentativas eu fiz, assim como a minha advogada, sem nenhuma resposta”, complementa o herdeiro.

De acordo com o cronograma divulgado pela Secretaria de Educação no fim de janeiro, as remessas de pagamento dos precatórios do Fundef referentes a primeira e segunda parcelas pendentes de 2023 serão feitas ao longo deste ano, com previsão de ser concluída no dia 20 de dezembro.

O problema é que até lá, muitos beneficiários, especialmente os herdeiros, não conseguem uma resposta concreta nem sobre em qual lote de pagamento se encontram, muito menos se há algum problema no cadastro que esteja impossibilitando o recebimento dos valores que têm direito.

“Todo mês é a mesma coisa. Esperamos o valor entrar na conta informada, mas toda vez é essa desorganização. Para ter uma noção, a coisa tá tão desorganizada, que esse pagamento tem sido feito de forma aleatória. Tem gente que recebeu a segunda, mas não recebeu a primeira; gente que recebeu a primeira e não a segunda. E tem gente, que assim como eu, não recebeu nenhuma das parcelas. Uma verdadeira esculhambação”, desabafa o herdeiro.

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

A maioria dos membros da Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Pernambuco, formada por deputados da base aliada ao Governo Estadual, votou a favor da extinção das faixas salariais conforme projeto original enviado pelo Executivo.

Desta forma, mesmo diante da apresentação de uma emenda do relator do projeto, deputado Diogo Moraes (PSB), que previa deixar o projeto conforme proposto neste ano e extinguir as faixas no próximo ano, mediante ao orçamento de 2025, os bombeiros e policiais militares só terão o fim das faixas em 2026.

“O deputado Diogo Moraes fez a sua parte. Apresentou um relatório coerente com o que tinha sido colocado em discussão pelo próprio secretário da Fazenda, Wilson de Paula, semana passada. Porém, essa Casa se nega, mais uma vez, o poder que tem de contribuir com a Segurança Pública. Mas tudo bem, faz parte do jogo da política”, lamentou o deputado Coronel Feitosa (PL), em uma fala direta aos membros do colegiado, que votaram em defesa dos interesses da governadora Raquel Lyra (PSDB) e contra a corporação.

Com a aprovação, o projeto seguiu para ser analisado na Comissão de Administração, onde ja foi aprovado. Resta, agora, a votação em plenário, o que deve ocorrer, no máximo, até a próxima semana, uma vez que já ultrapassou o prazo regimental previsto no regime de urgência.

O prefeito de Afrânio, Rafael Cavalcanti, esteve, hoje, reunido, em Brasília, com o presidente nacional do MDB, o deputado federal Baleia Rossi. Também esteve no encontro, o senador Fernando Dueire. Na estratégia nacional do partido, Afrânio está entre os municípios prioritários, inclusive com uma forte chapa de candidatos a vereador na cidade e distritos. Rafael Cavalcanti é um dos prefeitos mais bem avaliados do país.

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

Está em curso, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), uma denúncia contra a atual secretária de Saúde da Prefeitura de Gravatá, Viviany Cavalcante. Segundo o documento que o Blog teve acesso, as investigações giram em torno da existência de três vínculos distintos da secretária com outras instituições públicas, o que é vedado por lei.

Além de atuar como secretária de Saúde de Gravatá, de acordo com a denúncia registrada junto à ouvidoria do TCE, Viviany possui vínculos com a Secretaria Estadual de Saúde e com a Prefeitura de Pombos.

Em resposta à denúncia, a ouvidoria do TCE informou ao querelante que “os indícios referentes à sua acumulação de vínculos públicos no exercício de 2023 já foram gerados e já foram solicitados esclarecimentos à Prefeitura Municipal de Gravatá, à Prefeitura Municipal de Pombos e à Secretaria de Administração de Pernambuco. No entanto, as referidas unidades jurisdicionadas (UJ) ainda não enviaram os esclarecimentos solicitados”.

Ainda no documento de resposta, a Gerência de Controle de Pessoal do TCE informou que está utilizando os meios disponíveis para que os esclarecimentos sejam prestados e que a situação seja esclarecida e, se necessário, regularizada.

“Persistindo a ausência de esclarecimento por parte da UJ, a depender da gravidade da situação, esta Corte de Contas poderá instaurar procedimento interno de fiscalização, processo de auditoria especial, ou mesmo lavrar de auto de infração, hipóteses que poderão resultar em responsabilização ao representante legal da respectiva UJ, inclusive com a expedição de determinações e aplicação de multa”, conclui o comunicado.

O Hospital Regional Fernando Bezerra, que atende aos onze municípios que integram a IX Gerência Regional de Saúde (GERES) e fica localizado em Ouricuri, no Sertão do Araripe, inaugurou, ontem, a ampliação dos seus leitos para atender a crescente demanda sazonal de crianças com sintomas gripais ou até mesmo com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Foram abertos oito leitos de enfermaria pediátrica, totalmente equipados, para acolher crianças com pneumonias e bronquiolites, típicas desta época do ano.

Além dos oito novos leitos, o hospital também está reforçando a escala de profissionais com mais médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para responder a demanda de forma rápida e efetiva, realizando ainda medidas de como receber os pacientes com sintomas respiratórios em local isolado dos demais pacientes. O novo espaço da pediatria conta ainda com uma área destinada a proporcionar um atendimento acolhedor e humanizado. Para além dos oito novos leitos de enfermaria pediátrica, o HRFB conta com 10 leitos de UTI pediátrica, oferta diária de consultas com médico pediatra plantonista e, também, consultas ambulatoriais com médicos pediatra e neuropediatra.

No último sábado, a pré-candidata à Prefeitura de Serrita pelo PSD, Marly Rufino, realizou um ato para oficializar a sua disputa pelo Executivo Municipal. Estiveram presentes o ministro André de Paula, o deputado federal Fernando Filho (UB), a deputada estadual Socorro Pimentel (UB), além de lideranças da região. O ato confirma o retorno do grupo político do ex-prefeito Carlos Cecílio, esposo de Marly, ao cenário político da cidade

Durante uma ação de fiscalização de ligação clandestina no município de Gravatá, no Agreste, realizada no último sábado (13), a equipe técnica da Compesa se deparou com uma grave situação de desvio de água. Um condomínio localizado no bairro Serra do Maroto e que estava com a ligação de água cortada desde 2020, desviava uma média mensal de 99 mil litros de água, suficiente para abastecer outros 81 imóveis no mesmo período. Além do prejuízo mensal de R$ 19 mil para a Companhia, os moradores do entorno estavam sendo prejudicados sem abastecimento.

“A equipe operacional detectou que o imóvel estava sendo abastecido no momento da vistoria e suspeitou de consumo fraudado, pois ele constava como cortado no cadastro da Compesa há anos. Como no momento da vistoria não havia autoridade policial com a nossa equipe, não houve flagrante. Apresentamos a notícia-crime junto à delegacia de Gravatá e foi aplicada uma multa pela Compesa conforme a norma em vigor”, explicou o gerente de negócios, Ygor Ferreira. Desviar água é crime e as denúncias anônimas podem ser realizadas tanto para a polícia, quanto para o telefone da Compesa 0800 081 0195.