Sebrae - Estamos ai

Coren-PE formaliza interdição ética no Hospital Neurocárdio, em Petrolina

Representantes do Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE) retornaram, na manhã desta quarta-feira (19) ao Hospital Neurocárdio, localizado em Petrolina, no Sertão do estado, para concluir o processo de interdição ética parcial da unidade.

Desta vez, a equipe da autarquia esteve no centro de saúde acompanhada de agentes da Polícia Federal, com objetivo de realizar a fixação do termo de interdição nas dependências internas do Hospital, como determina o Art. 10 da Resolução Cofen 565/2017. A formalização da notificação havia sido impedida pela direção da unidade.

Esta foi a terceira visita da equipe do Conselho ao Hospital Neurocárdio, em menos de 24h. Nesta terça-feira (18), a Comissão responsável pela sindicância esteve no centro de saúde, no período da manhã, para notificar à direção e os profissionais de enfermagem sobre a interdição ética parcial da Central de Material e Esterilização (CME) a da emergência da unidade, durante o período noturno e nos fins de semana, por conta da ausência de enfermeiros nesses locais.

A comissão foi impedida de afixar o termo do processo de interdição. Já no período da noite, ao retornar à unidade, a equipe do Coren-PE foi surpreendida ao ser informada que as atividades nesses setores prosseguiam normalmente e que os profissionais de enfermagem não haviam sido informados do processo de suspensão parcial das atividades.

Referência em cirurgias e atendimentos de casos graves, o Hospital Neurocárdio compõe a rede privada de saúde de Petrolina. De acordo com o levantamento realizado pelo Conselho, durante o período noturno e nos fins de semana, apenas dois enfermeiros atuam em toda a unidade de saúde. Com isso, a emergência, setor responsável pelo atendimento de pacientes graves, fica sem a presença de um enfermeiro ou enfermeira.

Com a interdição ética parcial, ficam suspensas as atividades de enfermagem, ou seja, o hospital pode funcionar nas outras alas, para que os demais profissionais possam trabalhar. Mas na emergência e no CME não podem. É importante ressaltar que os pacientes que se encontram na emergência vão continuar recebendo a assistência de enfermagem.

Uma instituição de ensino que leva o nome da mãe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva está abandonada, em visíveis más condições, no bairro de Magano, em Garanhuns. De acordo com denúncia recebida por este blog, o mato toma conta da Escola Técnica Senai Garanhuns Euridice Ferreira de Melo – Dona Lindu, que está fechada há ao menos quatro anos, deixando de preparar para o mercado de trabalho quase três mil estudantes.

A construção da escola técnica custou cerca de R$ 3 milhões. Sua inauguração, em 2005, aliás, contou com o próprio Lula, cuja família nasceu em Garanhuns. O terreno está em vias de ser leiloado. Ao fechar, o Senai alegou na época que havia baixa procura pelos cursos oferecidos, mas os críticos alegam que a instituição não ofertava os cursos ideais para o desenvolvimento da região e que optaram pela solução mais simples.

Em uma decisão que promete levantar acaloradas discussões, no campo do direito ambiental, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), por meio do Desembargador Fernando Cerqueira Norberto dos Santos, indeferiu o pedido de efeito suspensivo requerido pela Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH).

A decisão foi proferida em 19 de junho de 2024 no Agravo de Instrumento nº 0030046-50.2024.8.17.9000, mantendo, assim, a decisão de primeiro grau que determinava a abstenção da CPRH de realizar qualquer ato que visasse a remoção de um muro de contenção e coqueiros em uma propriedade privada na cidade de Ipojuca, litoral sul do estado.

Entenda o Caso:

A CPRH havia entrado com um agravo de instrumento contra a decisão da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipojuca, que acatou o pedido de tutela de urgência do proprietário do imóvel, João Vita Fragoso de Medeiros. A decisão inicial determinava que a CPRH se abstivesse de realizar qualquer ato que visasse a retirada do muro de contenção e dos coqueiros plantados na propriedade, com base em autorizações judiciais e licenças ambientais prévias.

João Vita Fragoso de Medeiros seguiu todos os procedimentos legais para a edificação do muro, incluindo a obtenção de licenças ambientais emitidas pela própria CPRH, que inicialmente não identificou riscos ambientais graves. Além disso, Medeiros possui autorizações judiciais para a construção do muro, que foi erguido dentro dos limites de sua propriedade conforme as normas estabelecidas.

Os Argumentos do CPRH:

O órgão ambiental, representado pelos procuradores Dr. Felipe Vilar de Albuquerque e Dr. Antônio César Caúla Reis, sustentou que:

1. Ação Possessória Imprópria: A via da ação possessória seria inadequada para restringir a atuação de um órgão de proteção ambiental.

2. Natureza Precária das Autorizações: As licenças ambientais possuem natureza precária e discricionária, não gerando direitos adquiridos.

3. Risco de Prejuízos Irremediáveis: A decisão agravada poderia acarretar graves prejuízos ao interesse público e ao meio ambiente.

Os argumentos do proprietário:

Contatado o proprietário, João Vita Fragoso de Medeiros, recebeu com cautela a notícia da decisão, pois declarou que procurou por inúmeras vezes a Governadora do Estado, Raquel Lira, e a Vice, Priscila Krause, para tentar distencionar a questão e buscar uma solução negociada, porém, não obteve sucesso em ser recebido, estando sempre aberto ao diálogo.

A Decisão do Tribunal:

O Desembargador Fernando Cerqueira, ao analisar o pedido, entendeu que não havia, naquele momento, elementos suficientes que justificassem a suspensão da decisão da primeira instância. Em sua decisão, destacou que:

Licenças Ambientais Válidas: As licenças ambientais foram concedidas pela própria CPRH, indicando que, naquele momento, não foram identificados riscos graves ao meio ambiente.

Procedimentos Legais Seguidos: O proprietário seguiu todos os procedimentos legais necessários para a construção do muro, incluindo autorizações judiciais e licenças ambientais emitidas pela CPRH.

Contraditório e Dilação Probatória: A matéria demanda a instauração de contraditório e uma maior dilação probatória para avaliação mais detalhada dos fatos.

Reversibilidade da Medida: A suspensão da ordem de remoção é uma medida reversível e não acarretaria prejuízos irreparáveis, ao contrário da remoção imediata do muro, que seria uma ação extrema e irreversível.

Implicações e Próximos Passos:

A decisão do TJPE aponta para a necessidade de um exame mais aprofundado e equilibrado entre os direitos do proprietário e a proteção ambiental. Com o indeferimento do pedido de efeito suspensivo, o caso seguirá para novas deliberações, incluindo a coleta de contrarrazões pelo agravado e o pronunciamento do Ministério Público.

Repercussões:

Este episódio ressalta a complexidade das questões envolvendo direitos de propriedade e a proteção ambiental. A decisão do TJPE poderá servir como precedente em outros casos similares, onde há um embate entre interesses privados e a necessidade de preservação ambiental.

Conclusão:

O Tribunal de Justiça de Pernambuco, ao optar por não conceder o efeito suspensivo, mantém o equilíbrio entre os interesses em conflito e garante que uma decisão final só será tomada após uma análise detalhada e justa dos elementos apresentados por ambas as partes.

Fonte: Tribunal de Justiça de Pernambuco, Processo nº 0030046-50.2024.8.17.9000. Decisão proferida em 19 de junho de 2024 pelo Desembargador Fernando Cerqueira Norberto dos Santos.

O ministro do Turismo, Celso Sabino, teceu elogios à chamada Proposta de Emenda Constitucional – PEC das Praias – que estabelece novas diretrizes para propriedade e gestão dos chamados terrenos de Marinha. A afirmação foi feita durante entrevista, nesta quarta-feira (19), ao programa Bom Dia, Ministro, exibido pelo Canal Gov, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). As informações são da Agência Brasil.

Segundo afirmou, apesar de polêmica, a proposta apresenta alguns pontos positivos, como uma maior arrecadação para o Poder Público, geração de emprego e renda, bem como investimentos “em locais onde não existe nenhuma infraestrutura instalada”.

As áreas de marinha são terrenos localizados em uma faixa de até 33 metros contados a partir da linha da maré alta. A PEC teve seu texto aprovado em dois turnos na Câmara dos Deputados e está em discussão no Senado.

“Esse tema virou um tema bastante polêmico, sobretudo com envolvimento de um jogador de futebol [Neymar] e uma atriz [Luana Piovani], que ficaram debatendo [em público o assunto]. Teve também uma grande emissora que botou um apelido, [dando a ideia] de que vai privatizar as praias. Quando um projeto adquire um apelido assim, muitas vezes acaba fugindo da realidade. Isso despertou o debate e a discussão sobre esse projeto que tem muitos pontos positivos”, disse o ministro.

Dimensão das versões
Na avaliação de Celso Sabino, esse projeto dificilmente será votado, devido ao “volume e à dimensão das versões que o impregnaram”.

“Eu não vejo nenhuma possibilidade de alguém chegar e dizer ‘olha, a partir de agora, ali na praia de Botafogo, no Rio de Janeiro, vamos atravessar uma corrente e só vai entrar quem pagar uma taxa porque eu vendi isso aqui para A ou para B. Acho que quem pensou isso aí tá realmente muito equivocado. Mas acho que [o assunto] merece um debate mais técnico e aprofundado”, argumentou.

Acrescentou que a legislação dessas regiões tangenciais a rios e oceanos diz que essas áreas pertencem ao governo federal, mas que existem pessoas morando nelas, bem como empresas que as exploram.

“Elas [habitantes e empresas] possuem legalmente direitos. Não de propriedade, que é do governo federal, mas de posse. Por essa posse, é pago uma espécie de um tributo anual. Se não me falha a memória, não é laudêmio”, disse ele referindo-se ao tributo chamado foro, pago anualmente pelo domínio útil da propriedade.

Arrecadação e investimentos
“O governo tem uma certa arrecadação com isso. Segundo esse projeto, uma pessoa que mora ali há 40 anos, naquela casa, poderia adquirir a propriedade. Não só a posse. O governo então teria uma arrecadação ampla com isso. Em vez de ter um faturamento, talvez de R$ 1 mil por ano, poderia vender aquela propriedade por milhões de reais. Multiplica isso por milhares de propriedades similares em todo o Brasil às margens de rios e de oceanos”, argumentou.

Outro ponto do projeto elogiado pelo ministro são os investimentos que poderiam ser feitos pela iniciativa privada nessas áreas. “Em todo mundo, você tem a instalação de grandes empreendimentos a custos altíssimos que empregam milhares de pessoas”, argumentou.

“No caso de praias em locais onde não existe nenhuma infraestrutura instalada, onde não vai ninguém; um lugar paradisíaco e atrativo, podemos atrair um grande empresário nacional e internacional para, ali, fazer um investimento. É como tem na Grécia, nos Estados Unidos, na Turquia e em outros lugares no mundo. Um empreendimento, de repente, vai investir bilhões de reais e gerar milhares de empregos diretos, movimentando a economia e arrecadando recursos com as pessoas que vão para lá se hospedar”, acrescentou.

Por fim, ele defendeu que o assunto seja debatido de forma “isenta de ideologia partidária ou ideologia política” e com “respeito ao direito adquirido de todos e com a propriedade garantida aos brasileiros dessas áreas”.

Errei no comentário da minha coluna de hoje ao informar que o presidente Lula teria chamado de monstro apenas os estupradores, ao comentar a polêmica da PL do aborto, que avançou rapidamente na Câmara dos Deputados. Na verdade, o presidente se referiu como “monstro” o bebê fruto dessa violência sexual, em um dos pontos mais polêmicos da entrevista que concedeu à rádio CBN.

Causou tanto ruído que, ontem, ao postar a entrevista, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann editou o trecho, em postagens em suas redes sociais.

A fala completa pode ser vista no link abaixo, no perfil da CNN Brasil no Youtube.

Os projetos de lei do Governo do Estado que reajustam os salários de várias categorias de servidores e reestruturam as carreiras foram aprovados no Plenário da Assembleia Legislativa, por unanimidade, na manhã desta quarta-feira (19). As informações são da Folha de Pernambuco.

Estão incluídos professores, médicos e hemomédicos, auxiliares em saúde, profissionais de gestão sanitária, agentes da Vigilância Sanitária, entre outros.

A Alepe também deu parecer favorável às duas propostas do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que criaram cargos e funções gratificadas, além de modificar a estrutura de carreiras e vencimentos do pessoal de Apoio Técnico e Administrativo da entidade.

Esta foi a última reunião ordinária do semestre. Os parlamentares entrarão em recesso e as atividades na Casa voltam no mês de agosto.

O cantor e compositor André Rio, conhecido por suas músicas no frevo e na MPB, também é consagrado pelos álbuns de forró que estão dentro de seus mais de 30 anos de carreira.

O artista pernambucano está com seu “ Forró na Estrada”. Em seu novo show junino, o cantor leva ao palco uma banda completa com 11 músicos e um repertório característico do ciclo Junino.

André Rio tem muitas músicas gravadas pelos grandes intérpretes do Forró do Nordeste, tais como Elba Ramalho, Cristina Amaral , Nádia Mais, Jorge de altinho , Alcymar Monteiro, Fulô de Mandacaru, dentre outros, e traz estas canções , juntamente com o cancioneiro tradicional de Gonzaga, Dominguinhos e Jackson do Pandeiro, pra animar os arraiais de Caruaru, Vertentes, Taquaritinga do Norte, Jaboatão dos Guararapes e Recife.

A Avó de André Rio era acordeonista e deu os primeiros ensinamentos ao cantor , no caminho das tradições musicais de São João dele.

O cantor logo após a temporada de junho, embarca dia 02 de julho pra Europa, onde mostrará no Velho Mundo, seu som dançante do Nordeste brasileiro, passando por : Portugal , Inglaterra, Alemanha, Áustria e Itália.

Confira a agenda:
22/06- Taquaritinga do Norte (PE)
23/06- Caruaru (PE)
24/06- Vertentes (PE)
28/06- Jaboatão dos Guararapes (PE)
29/06- Recife, polo Vila Tamandaré

O real brasileiro ultrapassou o peso argentino e se tornou a moeda mais desvalorizada entre os países emergentes no ano de 2024. Enquanto o dólar acumulava uma valorização de 10,54% em relação ao real, a alta diante da moeda argentina no mesmo período foi de 10,48%.

A lista dos cinco países emergentes com as moedas mais enfraquecidas em relação ao dólar inclui, além do Brasil, a Turquia (10,12%), México (8,5%) e Tailândia (6,95%).

Especialistas apontam que a perspectiva de juros mais altos nos Estados Unidos é o principal fator por trás da desvalorização do real. Com a visão de que o Federal Reserve (o Banco Central americano) manterá as taxas de juros elevadas por mais tempo, os investidores estão direcionando seus recursos para os EUA, o que impacta negativamente o valor das moedas dos países emergentes.

Além da valorização do dólar, outros fatores também contribuem para a queda do real. Ruídos políticos no Brasil e preocupações com as contas públicas afastam investimentos estrangeiros. Mudanças na meta fiscal e declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também têm influenciado a desvalorização da moeda brasileira. 

Um dos mais renomados advogados pernambucano, filho natural de Arcoverde, vai ganhar uma nova cidadania. Depois de tornar-se cidadão de três cidades pernambucanas, o Dr. Pedro Melchior de Mélo Barros, da banca Barros Advogados Associados vai se tornar o mais novo Cidadão de Garanhuns. A honraria foi aprovada na sessão do último dia 12 de junho pela Câmara Municipal, pelos relevantes serviços prestados pelo advogado municipalista em favor da Suíça Pernambucana.

Segundo o autor da propositura, Vereador Alcindo Correia, o reconhecimento se faz em razão dos relevantes serviços jurídicos realizados pelo advogado, desde o início da década em favor dos Poderes Legislativo e Executivo possibilitando o fortalecimento das suas ações, destacando a sólida carreira profissional que notabiliza o jurista.

Fundador do escritório Barros Advogados Associados, Dr. Pedro Melchior comanda a equipe de advogados que presta serviços em diversos Municípios de Pernambuco, e outros Estados do país, nas áreas do direito público, com destacada atuação nos Tribunais Regionais Federais e Superiores.

Pedro Melchior é detentor dos títulos de cidadão dos Municípios de Itaíba, Buíque, Terezinha e da Medalha Cardeal Arcoverde, maior honraria do Poder Legislativo de Arcoverde.

A Comissão de Educação e Cultura do Senado aprovou, em votação simbólica, o projeto de lei que institui mudanças no Novo Ensino Médio. O texto, enviado pelo governo ao Congresso em outubro do ano passado, já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados em março deste ano e agora segue para análise no plenário do Senado. Durante a leitura das mudanças na terça-feira (18), o senador Marcos Rogério (PL-RO) pediu vista, solicitando mais tempo para analisar o texto.

Nesta quarta-feira, a senadora acatou emendas sobre o projeto, incluindo um requerimento de urgência para agilizar a análise no plenário. Na versão original proposta pelo governo e aprovada pela Câmara, o currículo comum (obrigatório) teria 2,4 mil horas, enquanto as matérias específicas teriam 600 horas.

No entanto, o relatório apresentado pela senadora professora Dorinha na semana passada estabeleceu 2,2 mil horas para a formação geral básica e 800 horas para disciplinas optativas, permitindo que os alunos se aprofundem em áreas específicas ou invistam em formação técnica e profissional.

Além disso, a senadora manteve a inclusão do espanhol como curso obrigatório do ensino médio, dentro da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Essa novidade permanece no texto, garantindo aos estudantes a oportunidade de aprender uma segunda língua.

Num ato que reuniu um grande número de pessoas, dois ex-prefeitos, vereadores, entre eles o presidente da Câmara, e o vice-presidente da comissão provisória do PDT, o vice-prefeito de Araripina, Evilásio Mateus, anunciou, há pouco, que vai bater chapa na convenção do PDT que escolherá o candidato do partido a prefeito do município.

Evilásio lidera todas as pesquisas de intenção de voto para prefeito de Araripina, mas foi rifado pelo prefeito Raimundo Pimentel, que escolheu como candidata Ana Paula Ramos, ex-secretária municipal de Educação. O candidato será escolhido pelos delegados do PDT em convenção.

Evilásio lançou a sua pré candidatura com muita participação popular! O ato contou com a presença de lideranças expressivas da cidade.
Estavam presentes 7 dos 15 vereadores de Araripina, além dos ex-prefeitos Lula Sampaio e Emanuel Bringel.

DIREITO A VOTO – O prefeito terá 6 votos, e Evilásio terá 7 membros com direito a voto na instância municipal do partido. Quem tem direito a voto são os membros da executiva, os detentores de mandato e o líder da bancada. Portanto, o vereador Luciano Capitão terá 2 votos.

Votos do prefeito:

Lucas Amorim – presidente
Renilda Vieira – secretária
João Pedro Ferreira – Tesoureiro
José Ribamar – Secretário adjunto
Edilene Cordeiro – Vogal
Rodrigo Cobrinha – Vereador

Votos de Evilasio

Rafael Sampaio – Vice-presidente
Erika Sampaio – Vogal
Evilasio Mateus – Vice-prefeito
Evandro Delmondes – Vereador
Luciano Capitão – vereador
Kaligia Mateus – Vereador
Luciano Capitão – Líder da Bancada

A Banda Sinfônica prestará homenagem ao Maestro Clóvis Pereira, que faleceu no início do mês, no Teatro de Santa Isabel. A noite será marcada por forró e clássicos da cultura musical local, incluindo canções como “Praieira” (Chico Science) e “Lamento Sertanejo” (Dominguinhos e Gilberto Gil). Além disso, haverá medleys em homenagem ao rei do Baião, Luiz Gonzaga, e ao São João, com músicas como “Pagode Russo” e “Nem se Despediu de Mim”. O evento contará com a participação especial de Josildo Sá.

O teatro será o palco da Orquestra Sinfônica do Recife, sob a regência do maestro Lanfranco Marceletti. Durante as duas noites, o maestro receberá os solistas John Gilbert (violino) e George Work (violoncelo). Juntos, eles executarão Brahms em seu Concerto para Violino e Violoncelo em Lá Menor, Opus 102.

As apresentações acontecerão nesta quarta-feira (19) e quinta-feira (20), nos Teatros de Santa Isabel e do Parque, no Centro, a partir das 20h. O repertório abrangerá desde clássicos até músicas populares.

Os ingressos serão distribuídos gratuitamente na bilheteria dos dois teatros a partir das 19h, sujeitos à lotação dos espaços. Além disso, para os concertos no Teatro Santa Isabel, haverá sorteio de ingressos via Conecta Recife (https://conecta.recife.pe.gov.br/) nas duas noites, a partir das 10h desta quarta e quinta-feira.

Duas pessoas foram presas por furto de energia em uma fábrica de tijolos no Sertão pernambucano. Segundo a Neoenergia Pernambuco, a ação teve participação da Polícia Civil e aconteceu ontem em São José do Belmonte.

Foi identificado o desvio de energia elétrica na ‘’Cerâmica Jurema’’, localizada no Sítio Inveja Rural. As equipes técnicas da concessionária estiveram no estabelecimento e constataram a irregularidade. Com informações do Diário de Pernambuco.

A ação foi motivada pelas análises da área de inteligência da empresa, que apontaram indícios de fraude na medição de energia elétrica dos imóveis. 

A inspeção confirmou que os locais estavam consumindo energia sem passar pela medição. Na ocorrência, duas pessoas foram detidas por furto de energia elétrica.

Em cálculos técnicos realizados pelas equipes da distribuidora, o volume de energia furtado foi de 43.996,74 mil kWh, quantidade suficiente para abastecer cerca de 400 casas por 30 dias. 

Toda energia não medida será cobrada do cliente, conforme determinações da legislação do setor elétrico.

“A Neoenergia tem intensificado o trabalho de combate ao furto de energia em todo o Estado, principalmente no Sertão. Nossas equipes estão atentas ao consumo irregular de energia e estamos atuando fortemente. É importante falar também aos clientes que irregularidades como essa configuram crime e prejudicam toda a sociedade pernambucana, além de impactar diretamente no valor da conta de energia. Por isso é vital denunciar e não ser conivente com esse tipo de ação”, relata o supervisor da Neoenergia Pernambuco, Fábio Muniz.

EXCLUSIVO

O Governo do Estado, após um atraso de meses, abriu hoje a licitação para “videomonitoramento de vias públicas”. O valor máximo estimado da licitação está em R$ 216 milhões. A contratação está sendo feita por pregão eletrônico, em registro de preços. As câmeras estavam desativadas desde dezembro de 2023. Com a desativação, várias cidades importantes passaram as festas de Ano Novo e Carnaval sem essas câmeras de videomonitoramento. Em dezembro de 2023, 358 câmeras instaladas em quatro municípios (das quais 240 ficavam no Recife) deixaram de funcionar devido ao fim do contrato, sem que a gestão Raquel Lyra (PSDB) tivesse capacidade administrativa de impedir a descontinuidade dos serviços.

Em dezembro de 2023, a Secretaria de Defesa Social afirmou que o edital para licitação seria aberto ainda naquele mês e os equipamentos instalados até abril de 2024, mas nenhuma dessas promessas de prazo foram cumpridas pela gestão Raquel Lyra. A ativação das novas câmeras ainda deve demorar. O Governo marcou a entrega das propostas das empresas na licitação para 22 de julho. A licitação está sendo conduzida pela Secretaria de Administração do Estado.

O objeto da nova licitação é a “prestação de serviços de solução integrada de videomonitoramento de vias públicas para captação, transmissão, processamento, análise, visualização, gestão de eventos, com operação técnica integrada e especializada, bem como adaptação do ambiente para a instalação das estações de gerenciamento de imagens, links, fornecendo mobiliários, computadores, infraestrutura de rede a ser implantada, pontos elétricos e lógicos para o funcionamento das atividades nos Centros de Gerenciamento, visando atender as necessidades da Secretaria de Defesa Social”.

O forte calor matou 577 peregrinos muçulmanos a caminho de Meca, segundo com dados de diplomatas da Arábia Saudita. Dentre as vítimas, estão fiéis do Egito, Tunísia, Indonésia, Irã, Senegal e Jordânia.

Conforme a TV estatal saudita, na segunda-feira, a temperatura chegou a 51,8ºC na sombra na Grande Mesquita, em Meca. Os dados, porém, não especificam se as mortes ocorreram depois do início oficial da peregrinação, na sexta-feira, ou se já tinham sido registradas mortes entre fiéis que começaram o percurso antecipadamente. Com informações do Poder360.

Segundo autoridades sauditas, a peregrinação, chamada de hajj, atraiu cerca de 1,8 milhão de pessoas neste ano, sendo que 1,6 milhão são estrangeiros. Foram adotadas medidas para amenizar a alta temperatura, como a instalação de nebulizadores e guardas borrifando água nas pessoas.

No ano passado, o menos 240 peregrinos morreram no hajj, de acordo com o Ministério da Saúde da Arábia Saudita.

Na sede do Progressistas em Recife, o pré-candidato a prefeito de Bezerros, Erinaldo da Gráfica, reuniu-se com o presidente estadual do partido, deputado federal Eduardo da Fonte, e o deputado estadual Henrique Queiroz Filho. Acompanhado por outros pré-candidatos a vereadores, Erinaldo formou a maior frente política já vista na história da Terra dos Papangus.

Com 35 anos de experiência no setor gráfico, ele é uma figura de referência, e sua candidatura visa trazer mudanças significativas para a cidade, resgatando a esperança dos bezerrenses e promovendo o progresso local. O apoio de Eduardo da Fonte e Henrique Queiroz Filho fortalece essa iniciativa, que busca realizar a tão esperada transformação em Bezerros.

O deputado Eduardo da Fonte expressou sua confiança em Erinaldo: “Erinaldo da Gráfica é um profissional extremamente capacitado, que, junto com seu grupo, está pronto para trazer mudanças significativas a Bezerros. Eles têm um único objetivo: resgatar a esperança do povo bezerrense. A formação deste grupo político é um passo essencial para o progresso da cidade”.

No dia dedicado ao Orgulho Autista, a prefeita de Igarassu, Elcione Ramos, assinou uma Ordem de Serviço para a construção da sede do Centro de Reabilitação e Educação Especial de Igarassu (CREEI). O local será instalado no antigo Posto de Saúde de Taepe, no centro da cidade.

O CREEI ampliará o atendimento para 360 crianças, oferecendo serviços especializados como neuropediatria e educação física para aprimorar a coordenação motora dos pequenos. Além disso, suportes educacionais, como atendimento psicológico, fonoaudiologia e terapia ocupacional, estarão disponíveis.

A prefeita expressou seu compromisso em poder ajudar as pessoas especiais do município.