FMO - Processo Seletivo 2024

Vitória investe na Atenção Primária à Saúde

A Prefeitura da Vitória de Santo Antão, através da Secretaria da Saúde e Bem-Estar, vem investindo na Atenção Primária à Saúde (APS), onde foi atingido 90% de cobertura. Desta forma, foi garantido à população vitoriense o acesso as Unidades Básicas de Saúde através da promoção da saúde, prevenção de doenças, assistência e acompanhamento da condição de saúde dos comunitários.

Algumas ações estratégicas foram utilizadas pela gestão para o aumento da cobertura, como a ampliação dos horários de funcionamento de algumas unidades com o programa ‘Saúde Até Mais’ e o aumento do número de profissionais nas unidades de saúde. Atualmente, a rede de Atenção Primária do município conta com 43 equipes de Saúde da Família (eSF) e 04 equipes de Atenção Primária (eAP).

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que anunciará um conjunto de medidas na última semana do ano. Entre elas, uma para compensar a perda de arrecadação com a desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia. A expectativa é de que haja a apresentação das propostas na próxima terça-feira.

Haddad participou de um café da manhã de fim de ano com jornalistas na sede do Ministério da Fazenda, em Brasília. Ele negou que seja um novo “pacote” e disse que a apresentação será realizada antes de se judicializar a desoneração da folha que, segundo ele, é inconstitucional. As informações são do portal Poder360.

“Semana que vem nós vamos endereçar algumas novas medidas. Nós estamos aguardando a publicação do que foi aprovado pelo Congresso”, disse o ministro a jornalistas. Haddad declarou que não poderia antecipar as propostas, mas que não têm relação com a Cide (Contribuição sobre Intervenção no Domínio Econômico), como tem sido aventado por agentes do mercado financeiro.

Haddad afirmou que apresentará também uma “alternativa” à questão da desoneração, prorrogada para 2027. “Vamos combinar que esse negócio já foi prorrogado um milhão de vezes”, criticou. “Nós temos que zelar pela Constituição”, defendeu.

Segundo Haddad, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) solicitou uma saída “política” antes de judicializar o tema. Ele sinalizou que pode não entrar na Justiça caso o conjunto de medidas avance no Congresso. Disse que as medidas a serem apresentadas “não são tantas” e são “muito razoáveis”. “Já foram objeto de discussão em outros momentos na Câmara e no Senado. São evidentes por si mesmos os problemas que estão sendo enfrentados por essas medidas”, disseram.

Jaboatão dos Guararapes - Dengue 2024

O Sextou de logo mais, às 18h, reprisa o tributo ao cantor e compositor Dominguinhos, com a sua filha Liv Moraes, também cantora. Ela fala da trajetória do pai e dos grandes sucessos dele, como ‘Eu só quero um xodó’, ‘Onde está você’, ‘Numa sala de reboco’ e tantas outras. 

O Sextou vai ao ar das 18 às 19 horas pela Rede Nordeste de Rádio, formada por mais de 40 emissoras, tendo como cabeça de rede a 102.1 FM, no Recife. Se você deseja ouvir pela internet, clique no link do Frente a Frente acima em destaque ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.

Petrolina - Bora cuidar mais

Do G1

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse, hoje, que o fim da reeleição para cargos do Executivo é um “desejo muito forte dos senadores”, e que o tema será uma das prioridades na agenda da Casa em 2024. “O fim da reeleição é algo que é um desejo muito forte dos senadores, nós vamos fazer audiências públicas, debater isso”, disse.

As declarações foram durante café da manhã com jornalistas, para fazer um balanço do ano. Questionado se já conversou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre a ideia de acabar com a reeleição, Pacheco respondeu que não. “Pode ser que tenha alguma resistência [do governo], mas mesmo com resistência, a vontade dos senadores é muito grande”, afirmou. Segundo Pacheco, no início do ano que vem, também serão tratados no Congresso temas como a minirreforma eleitoral aprovada pela Câmara em setembro deste ano.

Ipojuca - App 153

O Congresso aprovou, hoje, o projeto do Orçamento de 2024, que traz estimativa de arrecadação para o próximo ano e fixa limites para gastos públicos. A proposta é analisada em sessão do Congresso Nacional.

O texto aprovado contempla um valor recorde para emendas parlamentares no próximo ano, que, segundo informações da Comissão Mista de Orçamento (CMO), somarão R$ 53 bilhões. Em 2023, o valor foi de R$ 37,3 bilhões.

Nesta semana, quando foi aprovada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o relator, deputado Danilo Forte (União-CE), incluiu no texto um calendário para a liberação de emendas impositivas (de pagamento obrigatório).

As emendas impositivas são de dois tipos:

  • as individuais (dirigidas a cada senador e deputado);
  • e as de bancada (destinadas às bancadas estaduais).

Pela regra anterior, não havia prazo para o governo pagá-las. Com isso, o Palácio do Planalto tinha mais liberdade e podia optar por fazer a liberação às vésperas de votações importantes, como um meio de negociação. O texto aprovado pelo Congresso Nacional também inflou os valores previstos para o fundo eleitoral em 2024 para R$ 4,96 bilhões. O valor, que deve financiar as campanhas nas eleições municipais, é igual ao das eleições de 2022 (presidente, governador, senador e deputado federal). O governo tinha proposto uma dotação menor, de R$ 940 milhões. O aumento foi de R$ 4 bilhões.

Citi Hoteis

A Comissão da Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família (CPASF) encerrou o ano de 2023 como a segunda mais atuante na Câmara dos Deputados. Presidida pelo pernambucano Fernando Rodolfo (PL), o colegiado aprovou mais de 368 proposições, sendo a maioria de projetos de lei. Apenas a de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), que analisa matérias já votadas pelas outras 29 comissões permanentes da Casa, teve números superiores à CPASF.

“Encerramos o ano cumprindo o que prometemos lá em março, quando assumimos a CPASF, que foi criada naquela ocasião. Herdamos mais de 400 projetos que estavam arquivados na Câmara, colocamos para apreciação de todos, e conseguimos aprovar 368 matérias relevantes para o País. Trata-se de uma marca excepcional, fruto de muito trabalho, do ritmo que imprimimos, e que divido com todos que fizeram parte da comissão. Aprendemos muito em todos os dias que estivemos aqui. Sozinho eu não faria nada, mas logicamente que também dei minha contribuição, e espero que no ano que vem esse trabalho seja bem continuado”, destacou Fernando Rodolfo.

O presidente da CPASF ressaltou ainda outros números como legado de seu trabalho à frente do colegiado. “O escopo da comissão nos colocou debruçados em temas polêmicos. Acompanhamos o drama de dependentes químicos na Cracolândia e em casas de acolhimento, ao mesmo tempo em que debatemos casamento homoafetivo e poliamor, alterações no Estatuto da Criança e do Adolescência, sem falar da previdência social. Foi um ano desafiador, mas que encerramos com o sentimento do dever cumprido”, concluiu o pernambucano.

Cabo de Santo Agostinho - Refis 2023

Estou pegando a estrada, em instantes, rumo ao Sertão do Pajeú. Mas sem a menor emoção dos anos anteriores, quando meus pais habitavam as paisagens de Afogados da Ingazeira. O Natal será vazio, marcado pelas belas recordações dos velhos tempos.

Vivos, meus pais Gastão e Margarida, cada qual ao seu modo, me recebiam com o coração borbulhando. Papai ia logo para o pilão caprichar na paçoca. No fogão a lenha, mamãe suava que só cueca de carteiro na moldagem de arquiteta de um arroz mexido com galinha de capoeira que só ela sabia dar o ponto, ao mesmo tempo em que temperava a garganta com um bom vinho.

Mamãe era alegria em vida. Difícil encontrá-la triste. De tão bem com a vida, virou porta-estandarte do Clube da Terceira Idade em Afogados da Ingazeira. O prazer de papai era empanturrar os filhos de comida. O peru da noite de Natal era ele próprio que esfolava vivo, sem a menor cerimônia. Dava pena!

Após a ceia, feliz com a filharada perfilada ao redor da mesa, papai discursava. Mania de político, como foi a vida inteira. Mamãe gostava e puxava os aplausos, já embalada pelo efeito rápido e natural do vinho. Provocava: quer vinho, venha!

Tempos bons! Meus pais choraram por mim, enxugaram minhas lágrimas quando o mundo me fez chorar. Ensinaram-me coisas belas e continuam sendo uma peça fundamental para o funcionamento das batidas do meu coração. Meus pais sempre serão o meu maior exemplo na vida, espelho, inspiração e bússola.

Caruaru - Geracao de emprego

O vice-prefeito de Vitória de Santo Antão, professor Edmo Neves (PSDB), comemorou os feitos da gestão liderada pelo prefeito, Paulo Roberto (MDB), esta semana. “O certo é que a nossa gestão jamais poderá ser acusada de fazer obras eleitoreiras. As entregas acontecem desde o primeiro momento, quando focamos em salvar vidas e adquirir vacinas. Superada essa fase, tudo seguiu em ritmo muito acelerado”, comentou professor Edmo.

A prefeitura antecipou o pagamento do salário de dezembro a todos os servidores, injetando milhares de reais na economia do município. O vice-prefeito também usou suas redes sociais para parabenizar Rubem de Deus e Melo e toda equipe do Vitória Prev, que juntos conseguiram tirar o instituto de previdência da situação de arrecadação insuficiente, no início de 2021, e colocá-lo entre o seleto grupo dos dez municípios pernambucanos de mais eficiência na gestão.

Belo Jardim - Patrulha noturna

Modelo de referência no Agreste para o Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital São Luiz, em Surubim, está completando 70 anos, com os melhores serviços de assistência médica, ambulatorial e emergência.

Ao longo de todo esse tempo, presta assistência à saúde de forma complementar além da população de Surubim, chegando a atender mais sete municípios da região, totalizando 4,5 mil atendimentos por mês. Entre os principais serviços da unidade hospitalar, além da urgência e emergência, prevenção, tratamento e recuperação, de natureza clínica e/ou cirúrgica, serviços complementares de diagnóstico e tratamento em diversas especialidades médicas.

Vitória Reconstrução da Praça

A Prefeitura de Araripina anunciou, hoje, o pagamento dos salários de dezembro para servidores ativos e inativos, mantendo sua sequência de 84 meses de pagamentos realizados rigorosamente em dia. Essa constância reflete a estabilidade financeira da gestão atual, que chega ao seu penúltimo ano com um histórico positivo de gestão fiscal.

Além do salário regular, a Prefeitura também realizou o pagamento da segunda parcela do 13º salário no dia 11 de dezembro, totalizando quase R$ 25 milhões injetados na economia local apenas neste mês. Essa injeção de capital é vista como um impulso enorme para o comércio e serviços locais, especialmente durante o período de festas de fim de ano.

“Nossos servidores já passaram por tempos difíceis em outras gestões, enfrentando o fim de ano sem receber seus salários e lidando com as dificuldades decorrentes da falta de pagamento. Nosso governo vai continuar respeitando e valorizando o trabalho de nossos colaboradores até o último mês do nosso mandato”, afirmou o prefeito Raimundo Pimentel.

Uma boa notícia para os servidores do Cabo de Santo Agostinho. O pagamento da folha de dezembro foi antecipado para hoje. São R$ 22 milhões pagos antes do Natal, favorecendo o planejamento das comemorações de fim de ano de mais de 6 mil funcionários públicos.

O pagamento antecipado dos servidores beneficia o comércio, que terá parte desse dinheiro injetado na economia local. Os 1.531 aposentados e pensionistas do Caboprev (previdência municipal) também receberam ontem. A folha de pagamento é de R$ 8.842 milhões.

“Em Pernambuco, a maioria dos municípios já declararam que não tinham como pagar em dia o salário de dezembro. O Cabo está entre as exceções e isso demonstra o nosso esforço em manter o compromisso com os servidores e suas famílias”, declarou Keko do Armazém.

Após frustrada tentativa de se beneficiar eleitoralmente com a doação de terrenos no apagar das luzes de 2023, o cerco se fecha novamente contra o prefeito de Tracunhaém, Irmão Aluízio Xavier.

Segundo o Ministério Público do Tribunal de Contas do Estado, está em curso uma profunda investigação conduzida pelo próprio MP, em conjunto com a Polícia Civil por meio do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado – DRACO, e diz respeito as ações e contratações irregulares promovidas pela atual gestão.

O Tribunal de Contas de Pernambuco expediu relatório no processo nº 23100285-3 onde identificou indícios de fraude no processo licitatório que envolveu a contratação de uma empresa de aluguel de veículos. Os auditores do TCE notaram que, ao contrário do que é estabelecido como praxe, o próprio prefeito determinou que fosse feito um pregão presencial e, estranhamente, trocou o pregoeiro, designando seu Secretário de Finanças para conduzir especificamente este tipo de certame.

O mais intrigante disso tudo é que a DRACO identificou que o secretário de Transportes de Tracunhaém, Manoel Xavier, tio do prefeito, conhecia, de anos anteriores ao certame, o marido da sócia da empresa JPP Transportes, que curiosamente se chama João Pedro Pequeno, e tem em seu nome as iniciais da empresa.

Consta ainda no relatório do TCE a afirmação de que o tio do prefeito adquiriu veículo e vendeu para a JPP que passou a alugar para a prefeitura e pasmem, este mesmo veículo era utilizado pelo tio do prefeito configurando sua participação indireta no contrato.

Diante dos fatos, o prefeito Aluízio Xavier foi intimado e já prestou depoimento à DRACO, tem todos os motivos para querer que este ano se encerre de uma vez, contudo, se depender das investigações, que segundo fontes, não devem parar por aí, o início de 2024 do prefeito também promete ser bem agitado.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), em Pernambuco, entrou com representação no Ministério Público do Estado contra a vereadora do Recife Michele Collins (PP) após as declarações transfóbicas da parlamentar, em plenário da Câmara, sobre Dayanna Louise, doutoranda em educação que seria homenageada, com Título de Cidadã, após um requerimento do vereador Ivan Moraes (PSOL).

A proposta homenagearia a professora carpinense que atua na rede pública há mais de 10 anos, e já participou de inúmeros projetos para promoção dos direitos de pessoas LGBTQIA+. Para a concessão da homenagem seriam necessários 24 votos dos 39 parlamentares. A votação aconteceu no dia 11/12. No entanto, não atingiu a quantidade necessária, apenas 20 vereadores foram a favor.

“O vereador Ivan Moraes está propondo que um homem, porque é do sexo masculino, mas se sente mulher. É um homem trans, né? Uma pessoa LGBT. E ele [o vereador] quer que essa pessoa, que é um homem, do sexo masculino, receba o título de cidadã recifense”, afirmou a vereadora, conforme se confere no link a seguir: https://www.youtube.com/live/p2gQYNFhlY4?feature=shared&t=11320.

Com base na Lei 7.716, que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor, o jurídico do partido acionou a justiça ontem. “É inadmissível que uma parlamentar haja com atitude transfóbica. Quem deveria dar exemplo e cumprir leis está utilizando o mandato para disseminar o preconceito e desrespeito. E nós, do Psol, não vamos permitir esse tipo de comportamento e ataque ao direito democrático”, disse Tiago Paraíba.

A Câmara dos Deputados aprovou, ontem, o texto do projeto que regulamenta o mercado de apostas esportivas online, as “bets”. A Câmara e incluiu jogos online, como cassinos, na regulamentação.

Pelo texto aprovado, empresas terão que pagar 12% sobre o faturamento, e, apostadores, pagarão imposto de 15% sobre o ganho com as apostas. As informações são do portal G1.

O projeto, também já aprovado pelo Senado, agora vai para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Enviada pelo governo federal ao Congresso, a aposta foi aprovada uma primeira vez na Câmara em setembro, mas foi modificada pelo Senado em dezembro e, por isso, teve que voltar para análise dos deputados.

Quando passou na Câmara, o relator da proposta, deputado Adolfo Viana (PSDB-BA), incluiu no texto a regulação dos jogos online, como cassinos.

No Senado, os parlamentares retiraram o trecho que tratava dessa modalidade de jogo. E, com isso, o texto passou a valer apenas para apostas de “eventos reais” em que é definido, no momento da jogada, quanto o apostador pode ganhar se acertar o palpite.

No retorno à Câmara para nova rodada de votações, o texto foi negociado novamente, principalmente, com a bancada evangélica, que era contra parte do projeto.

Após seguidas reuniões, o relator apresentou o seu parecer e colocou novamente os jogos online, como cassinos e jogos virtuais. São os chamados “eventos virtuais” – competição ou ato de jogo online, cujo resultado é desconhecido no momento da aposta.

Em seu relatório, o deputado Adolfo Viana retirou qualquer possibilidade instalação de equipamentos de apostas em locais físicos. Ou seja, o projeto só regulamenta apostas e jogos no ambiente virtual.

Difícil de engolir

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

Não é novidade alguma que a governadora Raquel Lyra (PSDB0 não tem nenhum constrangimento em querer trazer para si os bons frutos herdados da gestão passada. Porém, não cansa de relutar na hora de assumir os pepinos que, eventualmente, acabaram se tornando uma verdadeira pedra em seu primeiro ano de gestão. O maior deles, o débito do Governo com a rede credenciada do Sassepe, que nem com muita tapioca com café a tucana parece conseguir engolir.

Embora a governadora tenha garantido no projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), que reestrutura o Plano de Saúde do servidor estadual, começando pelo pagamento de R$ 250 milhões de débitos do Governo do Estado com a rede credenciada em três vezes, se recusa a cumprir o que ela mesma propôs.

A quem o Governo deve, diferente do texto aprovado pela Alepe, que previa o primeiro aporte ainda neste mês, de R$ 30 milhões; R$ 150 milhões, em 2024; e R$ 70 milhões, em 2025, tem chamado para negociar. A previsão da parcela inicial, segundo informações, é para ser quitada só em março do próximo ano.

Se essa mudança vai impactar no cronograma firmado, ninguém sabe ao certo. O que se sabe é que, em paralelo a isso, mesmo antes do próprio projeto de lei de autoria do Executivo sequer ser enviado à Alepe, o Governo atuou na surdina para abrir novos credenciamentos, com dispensa de licitação para os interessados.

O processo, tornado público em 1º de novembro, tem prazo inicial datado do dia 6 do mês passado, porém, não estabelece um prazo final para novos credenciamentos. “O objeto do presente Edital é o Credenciamento, por Inexigibilidade de Licitação, de Serviços de Assistência à Saúde em Assistência Médico-Hospitalar, Ambulatorial, Odontológica e Multiprofissional, de acordo com o Termo de Referência, com o intuito de atender às necessidades assistenciais, preventivas e/ou curativas dos usuários do Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Pernambuco – SASSEPE”, diz o edital.

E para quem tem medo de calote, pode ficar tranquilo para se credenciar. Há, de acordo com o Governo do Estado, R$ 396 milhões do orçamento já reservados para o pagamento dos novos credenciados por um período de 12 meses de prestação de serviço, inicialmente. Ou seja, o fato ratifica que parece ser muito mais admissível liberar verbas para contratar novos credenciados do que arcar com o ônus deixado pela gestão anterior.

Descredenciamentos – O Sassepe conta, atualmente, entre servidores e dependentes, com 168 mil usuários. Ao longo de todo este ano, devido à falta de pagamento, além do pedido de descredenciamento de várias redes hospitalares, em especial no Agreste e Sertão do Estado, a suspensão do atendimento eletivo foi uma das formas mais utilizadas pelos credenciados para pressionar o Governo a pagar.

Paridade – Vale lembrar que o Sassepe não é de Paulo Câmara nem de Raquel Lyra, é o servidor público do Estado. Servidor ativo e inativo que paga, inclusive, a maior fatia da conta. Atualmente, o governo contribui com 30% e os servidores(as) com 70%. Pelo PL do Executivo, mesmo com esse percentual ampliado para 39%, o usuário continuará a pagar mais. O deputado João Paulo (PT), contudo, espera modificar isso, por emenda, após o recesso, propondo paridade de 50% entre usuário e Governo.

Deu ruim – Julgada por uso indevido da máquina pública em favor de sua campanha para Conselheira Tutelar de Gravatá, a cunhada do prefeito Joselito Gomes (PSB), Maria Souza, terminou com o mandato suspenso por decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco. Entre as provas juntadas pelo TJPE, prints de redes sociais de servidores do Executivo Municipal que colaboraram diretamente para o sucesso da candidata, o que é proibido por lei.

Coletivos – O vencimento, no fim deste mês, da Lei 17.988, criada ainda no início da pandemia de covid-19 para subsidiar com um valor médio de R$ 20 milhões por mês a operação dos ônibus, poderá sobrar para o passageiro. Segundo a colunista de mobilidade do JC, Roberta Soares, caso o Estado opte por não prorrogar ou reformular a legislação, a expectativa é de que seja dado um aumento das passagens em 2024 ou promovida mais uma redução do serviço de coletivos.

Balanço – De acordo com a Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Alepe, a Casa realizou em 2023 o total de 129 Reuniões Ordinárias, além de 14 Reuniões Extraordinárias e 34 Reuniões Solenes. O Parlamento aprovou 351 projetos de lei ordinária, 15 projetos de lei complementar, 67 resoluções, um decreto legislativo, nove emendas à Constituição, além do Plano Plurianual (PPA) 2024-2027, da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA), as duas últimas referentes a 2024.

CURTAS

ECONOMIA – Com a antecipação do pagamento do salário do mês de dezembro para hoje, o prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, chega à marca de R$ 125 milhões injetados na economia local nos últimos 20 dias.

EXTRAORDINÁRIA – O Prefeito do Recife, João Campos (PSB), convocou a Câmara de Vereadores em caráter extraordinário, para analisar e votar, na próxima semana, o Projeto de Lei nº 70/2023, que estabelece benefícios fiscais a prestadores de serviços de manutenção de aeronaves, com o objetivo de impulsionar o setor aéreo da cidade.

Perguntar não ofende: Qual a próxima lapada que a rede credenciada ao Sassepe deve esperar receber da governadora Raquel?

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou, hoje, o texto-base do Orçamento de 2024. Para ter validade, porém, ainda terá de passar pelo plenário do Congresso Nacional.

O texto aprovado pela comissão inflou os valores previstos para o fundo eleitoral em 2024, assim como para as emendas parlamentares, além de ter reduzido a dotação do novo Programa de Aceleração do Crescimento, entre outros pontos.

O Orçamento aprovado não traz um valor para o salário-mínimo. A proposta do governo contemplava R$ 1.421. Entretanto, com base nas regras definidas em lei, tende a recuar para R$ 1.412, pois a inflação ficou abaixo do estimado anteriormente. Decreto presidencial fixará o valor até o fim do ano.

Cheguei, há pouco, com minha Nayla Valença, ao Ruffo, restaurante e casa de eventos na Agamenon Magalhães, ambiente espetacular escolhido por meu amigo Eduardo Monteiro, do Grupo EQM, para comemoração do seu aniversário. Nunca vi uma festa tão prestigiada. À propósito, posto abaixo a bela homenagem que José Nivaldo Júnior, do jornal O Poder, fez ao aniversariante.

Bom dia, presidente. Meu abraço para Eduardo Monteiro

Por José Nivaldo Junior

Caro amigo, hoje é o seu aniversário. Escrevo esta mensagem pública e afetiva porque não estarei lá para lhe abraçar pessoalmente. Sem detalhes, estou no finalzinho de uma recuperação de complicações da covid. Esperei até os 54m do segundo tempo para obter condições de jogo. O Departamento Médico, soberano, vetou. Restou me resignar. Esse convite representa muito para os seus amigos. Para mim, naturalmente, também.

Seu coração, amplo como um grande salão de festas, tem o prazer de compartilhar seus momentos com aqueles que representam algo mais na sua vida. Que se fazem presentes, imprescindíveis. Em algum grande ou pequeno detalhe no quebra-cabeças que encaixa cada afeto, cada parceria, cada convergência. Saiba que é uma medalha para cada qual.

Na viagem da existência, nem sempre estivemos no mesmo barco. Entretanto, por maior que fosse a tempestade, estávamos buscando terra firme. Mantendo a admiração mútua e o respeito recíproco. Esse é o cimento das amizades que vencem o tempo.

Minha mãe era Monteiro Gondim, do Ceará. Outra família. Porém a sua me acolheu e acolhe sem barreiras. Seu pai, Armando e sua mãe D. Do Carmo. Seu tio Rômulo. Rominho, chama que jamais se apaga. Para falar dos que convivi e já partiram. Sob a árvore frondosa da família, irmãos, primos, sobrinhos, agregados. Gente para saber se fazer querida. Alô Claudia. Minha eterna aluna. Paro as citações para não acumular omissões. Todos merecem e têm um lugar especial no coração.

A sociedade competitiva na qual vivemos criou um termo cretino e egoísta para aquinhoar os que conquistam riqueza, prestígio, poder. Fulano ou Beltrano “é bem-sucedido”. Como se as pessoas comuns, que não desfrutam opulência, não fossem vitoriosas na permanente batalha do existir. Sobreviver um dia de cada vez é o grande desafio que a sociedade impõe, desde sempre e para sempre. Você sabe disso e respeita a todos pelo que são e não pelo que têm.

Chegamos ao que realmente queria dizer. Você, amigo, é um exemplo e uma referência. Sua trajetória deve ser lembrada e valorizada não porque você reconquistou a riqueza depois de perdê-la. Conheço diversos construtores de impérios que partiram do nada. Conheço alguns que se reergueram depois de enormes tombos. Mas nenhum igual a você. Sem detalhes, do mais profundo lastro de poço, você em nenhum momento deixou transparecer as dores que lhe dilaceravam a alma. Entregou-se à luta com obstinação de titã. Por méritos, arrebatou companheiros sinceros e leais, que acreditaram na causa. Você é o único caso que conheço de alguém que edificou uma obra notável a partir de uma vogal e duas consoantes. EQM.

Quando a justiça se impôs e a bonança voltou, você tinha seu navio sólido, com velas estufadas para pegar o vento. E conquistar os mares. Você nasceu para navegar, conquistar e inspirar.

Poucas pessoas neste mundo fazem tanto jus a uma frase banal, que agrega tanto significado: “Parabéns pra você, amigo. Que esta data se reproduza por muitos e muitos anos”.