Sebrae - Estamos ai

Cesta básica sobe em dez capitais brasileiras

Dez capitais brasileiras registraram, em junho,  aumento no custo médio da cesta básica. É o que revela a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos,  feita em 17 capitais. Ela foi divulgada hoje (4), em São Paulo, pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Nas demais sete capitais analisadas, houve queda no custo da cesta. As informações são da Agência Brasil.

A maior alta na comparação com o mês de abril ocorreu no Rio de Janeiro (2,22%), seguida por Florianópolis (1,88%), Curitiba (1,81%) e Belo Horizonte (1,18%). Já as principais quedas foram anotadas em Natal (-6,38%) e Recife (-5,75%).

Entre os vilões para o aumento no custo da cesta estão o leite integral, que ficou mais caro em 16 das 17 cidades pesquisadas, a batata e o quilo do café em pó. No caso do leite, a alta variou entre 2,80% em Natal até 12,46% em Goiânia. Já o quilo do café em pó subiu em 15 capitais, com os maiores reajustes ocorrendo em Natal (10,48%) e Fortaleza (10,30%).

A cesta mais cara do país continua sendo a de São Paulo. Em junho, o conjunto dos alimentos básicos em São Paulo custava, em média, R$ 832,69. Em seguida, aparecem as cestas de Florianópolis (R$ 816,06), Rio de Janeiro (R$ 814,38) e Porto Alegre (R$ 804,86).

Nas cidades do Norte e do Nordeste, onde a composição da cesta é diferente, os menores valores médios foram verificados em Aracaju (R$ 561,96), Recife (R$ 582,90) e João Pessoa (R$ 597,32).

Com base na cesta de maior custo que, em junho, foi a de São Paulo, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário-mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o Dieese estimou que o salário-mínimo, em maio, deveria ser de R$ 6.995,44 ou 4,95 vezes o mínimo de R$ 1.412.

Acabei de chegar ao hotel Brotas, onde passo um veranico em Afogados da Ingazeira, depois da corridinha diária de 8 km, e me deparei com meu amigo, o cantor e compositor Alcymar Monteiro, o nosso Rei do Forró. Daqui a pouco, ele fará um belíssimo show no encerramento da Expoagro.

Estava tomando uma sopinha na companhia do filho Júnior, seu braço direito, e do meu conterrâneo Carlos Veras, jarbista histórico, hoje integrante do núcleo de assessoria política do senador Fernando Dueire.

Alcymar, aliás, me concedeu uma entrevista, gravada logo cedo, para o Frente a Frente de hoje, fazendo um balanço de sua jornada junina que envolveu mais de 40 apresentações em vários Estados do Nordeste.

Sou presença garantida no seu show, que começa às 22h30.

O grupo de trabalho da Câmara dos Deputados para reforma tributária apresentou, nesta quinta-feira (4), o relatório do texto que regulamenta a mudança no sistema dos impostos. Os deputados deixaram carnes bovinas, frangos e peixes de fora da cesta básica, o grupo de itens que terá alíquota zerada. Nos últimos dias, o presidente Lula defendeu publicamente a entrada das proteínas na taxa zero. As informações são do site da revista Veja.

Com isso, as carnes terão a cobrança de uma alíquota especial, com desconto de 60%, como sinalizado no projeto enviado pelo Ministério da Fazenda. Segundo o deputado Cláudio Cajado (PP-BA), a inclusão das proteínas na cesta básica aumentaria a base da alíquota do sistema de Imposto sobre Valor Agregado (IVA) em 26,5%.

Os deputados do GT estavam sem consenso para a inclusão das proteínas na taxa zero; venceu a visão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que não queria um aumento na alíquota-padrão de referência. O texto deve ir para votação em plenário na próxima semana. A promessa de Lira é votar o texto antes do recesso parlamentar.

O relatório apresentado hoje trata do primeiro texto da regulamentação da reforma tributária. A proposta da Fazenda detalha a implementação do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), que juntos formaram o IVA.

Esse novo sistema irá substituir cinco impostos que recaem sobre consumo hoje: PIS, Cofins, IPI, ICMS, ISS, modernizando o sistema tributário. O segundo texto, que deve ser apresentado também nesta quarta-feira, trará os detalhes do funcionamento do Comitê Gestor, o órgão que irá recolher e redistribuir o IBS aos entes federativos.

O Governo de Pernambuco entregou, na manhã desta quinta-feira (4), 232 ônibus e 33 vans escolares para 153 municípios pernambucanos. Em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, a governadora Raquel Lyra entregou as chaves dos veículos aos representantes dos municípios beneficiados. De acordo com a gestão estadual, o investimento ultrapassa R$ 100 milhões, dentro do programa Juntos pela Educação. 

“Os ônibus e vans entregues hoje são adaptados e modernos, para levar nossos estudantes com segurança por estradas de terra a locais de difícil acesso.”, disse Raquel, acrescentando que este já é o quarto repasse de veículos para os municípios do estado, totalizando 629 veículos.

De acordo com o secretário de Educação e Esportes, Alexandre Schneider, todos os veículos entregues possuem aparelhos de ar-condicionado e acessibilidade. 

Na reunião estavam presentes George Braga, presidente do PCdoB do Recife e da Federação Brasil Esperança; Cirilo Mota, presidente do PT do Recife; e o vereador Marco Aurélio Filho, presidente do PV Recife. Ficou acordado que a convenção para definir as vagas de vereador e a composição da chapa proporcional ocorrerá em 20 de julho.

A Federação também participará da Convenção de Frente Popular, que definirá a candidatura de João Campos à reeleição em 5 de agosto. George Braga destacou a importância da união dos partidos na Federação. “Estamos unidos no projeto da Frente Popular liderado pelo prefeito João Campos e acreditamos na força da nossa chapa para formar uma grande bancada na Câmara de Vereadores”, afirmou.

Cirilo Mota enfatizou a robustez da chapa proporcional e o compromisso com a democracia. “Nossa chapa proporcional é forte e representa a diversidade e a força dos partidos. A Federação Brasil Esperança apresenta uma chapa que reflete a diversidade do trabalho político dos partidos, com sindicalistas, líderes comunitários, LGBTQIA+ e outros segmentos. A convenção será crucial para escolher os melhores candidatos para essa missão”, disse.

O vereador Marco Aurélio Filho ressaltou a importância do encontro e da participação ativa na política. “Esta reunião com os presidentes de cada partido da Federação é essencial para organizarmos a documentação dos candidatos proporcionais e obtermos os registros de candidatura. Nosso objetivo é assegurar que nossos representantes estejam preparados e alinhados no propósito de construir um Recife melhor junto ao prefeito João Campos”, declarou.

A Federação Brasil Esperança continua focada em formar uma frente ampla para garantir o sucesso do governo do presidente Lula, que nas eleições de 2024 depende da vitória das forças progressistas na cidade do Recife.

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), minimizou o risco de perder eleitores bolsonaristas pela aproximação com o presidente Lula (PT), defendeu que antigas rusgas com Marília Arraes e o PT em 2020 foram “circunstâncias políticas” e desconversou sobre possível candidatura ao governo do estado em 2026. As informações são da Folha de S. Paulo.

“As pessoas do Recife sabem que sou eleitor de Lula, que é importante ter parcerias com o governo federal. É uma honra contar numa eleição com o apoio e a visita de um presidente da República”, disse Campos. A entrevista completa pode ser vista abaixo.

“Eu certamente terei eleitores que gostam do Lula e que não gostam do Lula, que gostam e não gostam do Bolsonaro. Cabe a mim cuidar do Recife, inclusive para aqueles que não votarem em mim”, afirmou em sabatina promovida por Folha e UOL.

Nas eleições de 2020, Campos disputou o segundo turno para a Prefeitura do Recife com a prima de segundo grau Marília Arraes, então filiada ao PT, hoje no Solidariedade, em disputa marcada por troca de farpas.

Uma das peças elaboradas pelo PSB de Campos mostrou um avião com os petistas Gleisi Hoffmann, Aloizio Mercadante e José Dirceu e os dizeres: “Cuidado, eles querem mandar no Recife”. Já Marília insinuou que Campos não teria preparo para ser prefeito por causa da idade —ele tem hoje 30 anos.

Mercadante é hoje presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e Gleisi Hoffmann presidente nacional do PT.

O prefeito do Recife afirmou que o combate tenso no segundo turno de 2020 foi por conta das “circunstâncias políticas” do momento. “Depois daquilo vimos uma frente ampla ser construída para viabilizar a eleição de Lula. No segundo turno de 2022 formamos o palanque com Lula, tendo Marília como candidata a governadora. Eu mesmo votei em Marília no segundo turno.”

Com nova aliança firmada, João Campos e Marília Arraes se consolidam na trincheira de oposição à governadora Raquel Lyra (PSDB). O grupo tentará voltar ao poder em 2026, após as derrotas em 2022, quando Marília perdeu no segundo turno para Lyra e o PSB, partido de João Campos, sequer foi à etapa final da eleição.

Campos despistou se tem planos de, caso reeleito, deixar a prefeitura para concorrer ao estado em 2026. Nos bastidores a estratégia é vista como possível e a concorrida vaga de vice na chapa das eleições de outubro ainda está indefinida. O PT tenta emplacar o nome de Mozart Salles. “Isso está sendo discutido”.

“Meu foco único eleitoral é a eleição de 2024. Meu pai (o ex-governador Eduardo Campos) dizia que cada eleição é uma eleição. Existe uma liturgia das coisas.”

João Campos afirmou que a prefeitura vai começar um estudo para armar uma parte da Guarda Municipal. A ideia é começar o armamento a partir de um grupamento tático, e ampliar caso a prefeitura avalie que a implementação deu certo.

No cenário nacional, João Campos afirmou que o terceiro mandato de Lula é “um governo de muitos acertos, de reconstrução”. Ele admitiu que a direita está à frente da esquerda na mobilização nas redes sociais, mas que muitas vezes “partem para uma comunicação violenta, distorcida”.

Durante a gestão, Campos tem sido criticado pela oposição pela forma como gere as redes. Durante o Carnaval, publicou fotos com o cabelo platinado. “É natural utilizar de ferramentas mais modernas para ter uma comunicação. Agora, não contem comigo para fazer uma comunicação violenta e deturpada do seu objetivo.”

Campos defendeu a gestão para conter as consequências das chuvas. O prefeito citou projetos de obras de encosta e um programa que subsidia e fiscaliza obras em residências em áreas de risco. “Nunca se investiu tanto quanto estamos investindo”.

O prefeito disse que houve avanços na educação, com abertura de vagas de creche, e na mobilidade urbana, alvo da oposição. O trânsito é um dos principais gargalos do Recife.

Além dele, outros dois postulantes foram convidados pelo portal UOL. Na terça-feira (2), no mesmo horário, foi a vez de Gilson Machado (PL). O ex-deputado federal Daniel Coelho (PSD) fecha o ciclo de pré-candidatos à PCR nesta sexta-feira (5).

Morreu na manhã desta quinta-feira o advogado Paulo Oliveira, de 72 anos, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Recife, na gestão do ex-prefeito Roberto Magalhães. Ele estava internado em estado grave na UTI do Hospital da Unimed, na Ilha do Leite, no Recife, desde o dia 3 de abril.

A família informou que havia sofrido uma queda em sua residência, em Olinda, e que no hospital foi constatado que a causa da queda tinha sido um aneurisma cerebral. Já internado, ele também foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e submetido a uma cirurgia para estancar o sangramento cerebral e depois da operação entrou em coma.

Paulo Oliveira deixa duas filhas e três netos. O velório e o enterro ainda estão sendo definidos pela família.

O deputado estadual Chaparral acompanhou a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra, na entrega de 265 vans e ônibus escolares para diversos municípios do estado. O evento marcou a entrega de dois ônibus escolares para Surubim, resultado da mediação de Chaparral. Santa Maria do Cambucá, Bom Jardim, Orobó e Casinhas também foram beneficiados.

Pré-candidato a prefeito de Surubim, Chaparral ressaltou a importância desse investimento para o desenvolvimento educacional e social da região. “A entrega desses veículos escolares é uma vitória para todos nós, e um passo crucial para garantir que nossas crianças e jovens tenham acesso a uma educação digna e de qualidade,” afirmou o parlamentar.

A 5ª Vara da Fazenda Pública, no Recife, determinou, em liminar a uma ação popular,?que o Governo do Estado crie condições para limpeza e desobstrução do histórico e simbólico prédio onde funcionou por décadas o Diario de Pernambuco, sobretudo em seu período mais relevante, na qual fez parte dos Diários Associados, conglomerado criado por Assis Chateaubriand.

A liminar foi concedida pelo juiz Augusto Napoleão Sampaio Angelim. O magistrado obrigou também que o poder público destine uma guarda patrimonial (ou serviço de vigilância privado) para impedir qualquer invasão do imóvel histórico, na Praça da Independência, pelos próximos 60 dias.

Advogado Henrique Rosa, autor da ação

A ação popular foi ajuizada pelo advogado Henrique Rosa, de Petrolina, com base em postagem neste blog retratando a deplorável situação do imóvel, abandonado e com riscos até de desabar e se tornar um problema para quem transita pelo centro do Recife.

O juiz determinou, ainda, que o Governo de Pernambuco publique edital de licitação com vistas a contratação dos serviços de recuperação do imóvel e, ao final, seja o mesmo entregue à Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), para que o órgão possa, enfim, promover a instalação do arquivo estadual, que sempre fora a ideia.

O Diario de Pernambuco, jornal mais antigo em circulação na América Latina, com quase 200 anos, ocupou o prédio até 2004, quando se transferiu para o bairro de Santo Amaro. Em constante crise, o imóvel foi vendido ao Governo do Estado por R$ 2 milhões.

O então governador Jarbas Vasconcelos negociou sua incorporação ao patrimônio pernambucano. A ideia era que a construção virasse sede do Arquivo Público Estadual, mas o projeto nunca saiu do papel. A única coisa que saiu foi a dinheirama dos cofres públicos estaduais.

O Brasil bateu mais um recorde de mortes por dengue. Apenas no 1º semestre deste ano, superou a soma de casos fatais dos últimos 7 anos. Até 30 de junho de 2024, foram 4.367 mortes ante 4.331 de 2017 a 2023. As informações são do site Poder360.

Apesar de uma queda em junho (790) em relação a maio, que registrou 1.344, o cenário ainda é alarmante e os casos prováveis também ultrapassam os registros dos últimos anos. Outras 2.659 mortes estão sob investigação, segundo dados do painel de monitoramento do Ministério da Saúde (MS).

Este ano marca o mais alto índice da série histórica, ultrapassando o recorde anterior de 2023, que teve 1.179 óbitos. A situação é ainda mais grave quando se observa o número de casos prováveis, que atingiu a marca de 6,237 milhões até a 4ª feira (3.jul.2024), representando o maior registro até o momento.

Os números revelam uma escalada preocupante da doença no país, com São Paulo liderando o ranking, seguido por Minas Gerais, Paraná, Distrito Federal e Goiás. Estes Estados, somados ao DF, concentram 77% do total de óbitos registrados em 2024.

A distribuição dos casos ao longo dos meses mostra uma tendência de crescimento, com março apresentando o ápice de 1,6 milhão de casos. Apesar de uma diminuição nos registros em junho, com 516.980 casos, a situação ainda demanda atenção e medidas eficazes de combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor da doença.

O Distrito Federal destaca-se também pela alta taxa de incidência de casos prováveis, com 9.639,7 por 100 mil habitantes, seguido por Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Estes dados apontam para uma distribuição geográfica ampla da doença, afetando diversas regiões do país.

A faixa etária mais afetada é a de 20 a 29 anos, representando quase um em cada cinco casos. Além disso, as mulheres são a maioria entre os infectados, com 54,8% dos casos. Essas informações podem direcionar as estratégias de prevenção e controle da dengue, como a proteção dos grupos mais vulneráveis.

A deputada estadual e pré-candidata à Prefeitura do Recife Dani Portela, do PSOL, criticou Gilson Machado, ex-ministro e pré-candidato pelo PL, ao falar sobre a disputa eleitoral pela Prefeitura do Recife. As informações são da Folha de Pernambuco.

Portela destacou a inaptidão política de Machado, afirmando que ele é “melhor sanfoneiro do que político” e afirmou que o Recife possui tradição progressista.

“Gilson foi um péssimo ministro; é melhor sanfoneiro do que político. Não vejo quem possa polarizar. Recife não é uma capital conservadora; esta cidade foi palco de muitas lutas revolucionárias. A história de Recife sempre foi de progresso, mudança e revolução. Não cabe retrocesso”, declarou a parlamentar.

“Precisamos colocar Gilson nesse lugar e lembrar que ele representa o pior presidente que este país já teve, que não trouxe nada para Pernambuco e Recife”, completou.

Ela enfatizou a necessidade de se distinguir no cenário político, destacando a importância de focar no futuro e não em alinhamentos tradicionais à esquerda ou à direita.

“Acho que precisamos demarcar nosso espaço e mostrar que somos diferentes. Vamos disputar a cidade, não apontando para a esquerda ou para a direita, mas para um futuro menos desigual. Afinal, em pleno século XXI, vivemos em uma das capitais mais desiguais do país”, afirmou a pré-candidata pelo PSOL à Prefeitura do Recife, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7.

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) divulgou, nesta quinta-feira (4), o novo cronograma completo do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU). Os resultados finais obtidos pelos candidatos nas provas serão conhecidos em 21 de novembro e a previsão de posse nos cargos públicos é janeiro de 2025. As informações são da Agência Brasil.

O cartão de confirmação de inscrição, com os detalhes sobre os locais de provas, será divulgado em 7 de agosto. O candidato deverá acessar novamente o documento na Área do Candidato para checar se o local da prova foi mantido ou alterado.

No fim de maio, o governo federal já havia anunciado que as provas do chamado Enem dos Concursos serão aplicadas em 18 de agosto. A ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, afirmou que um novo edital do concurso será publicado com a previsão de novas regras em caso de eventos excepcionais e imprevisíveis de grandes proporções como o que atingiu o Rio Grande do Sul no fim de abril e mês de maio, para que não haja a necessidade de novo adiamento do Concurso Nacional. 

“Caso ocorra algo da mesma magnitude, temos uma solução para que não seja preciso adiar a prova, como ocorreu em maio. São algumas alterações no edital, importantes para fazer frente à  mudança de calendário. Hoje saiu um decreto do presidente [Luiz Inácio Lula da Silva], já prevendo alteração no edital que será publicado ainda hoje”.

Segurança

A ministra também garantiu segurança para mais de 18,7 mil malotes de provas que foram recolhidos em todo o Brasil e concentrados em um único local. Segundo Esther Dweck, os lacres dos malotes de provas foram checados um a um por membros da rede de segurança e confirmou que as provas não tiveram nenhum tipo de violação.

“A checagem de todos os lacres foi feita, e não houve nenhuma violação nos malotes de prova. As provas estão seguras, guardadas e foram armazenadas em local que tem vigilância 24 horas, nos sete dias da semana, em processo de extrema segurança.”

A operação de segurança das provas coordenada pelo ministério envolve vários órgãos federais e estaduais, como a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, a Agência Brasileira de Inteligência, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, a Força Nacional de Segurança Pública, as secretaria de segurança pública estaduais, responsáveis pelos efetivos das  polícias militares e civil, do corpo de bombeiros militar e membros da Defesa Civil.

Tragédia no Sul

Inicialmente, as provas do Concurso Unificado ocorreriam em 5 de maio. No entanto, dois dias antes do evento, em 3 de maio, o governo federal adiou o concurso, por causa das fortes chuvas que atingiram 96,38% (479, dos 497) dos municípios gaúchos.

Desde o fim de abril, a tragédia já provocou 180 mortes, além de alagamentos e prejuízos ainda não calculados.

No início da tarde desta quinta-feira, um caminhão carregado de frutas tombou no km 62 da BR-232, em Pombos, sentido Recife. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, após uma falha no sistema de freios, o motorista perdeu o controle do veículo, resultando no acidente.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atendeu o motorista, que sofreu ferimentos na cabeça e foi encaminhado para o Hospital da Restauração, na capital pernambucana. Até o momento desta publicação, a PRF está no local aguardando a remoção do caminhão, enquanto o trânsito permanece lento, com os veículos circulando pelo acostamento da rodovia.

O vice-prefeito de Toritama, Romerinho, e o prefeito de Vertentes, Romero Leal, acompanharam a governadora Raquel Lyra em uma visita ao distrito de Pão de Açúcar, onde foram anunciadas obras de saneamento, pavimentação, urbanização, moradias e acesso à água para a Vila Canaã.

Romerinho celebrou a notícia: “Eu conheço bem a realidade e as necessidades do povo da Vila Canaã, que apesar de pertencer à Caruaru, eu, como vice-prefeito de Toritama, tenho levado as demandas junto à governadora”. Raquel Lyra também anunciou a duplicação e restauração de uma via entre Pão de Açúcar e Toritama. A obra, que envolve um investimento de R$ 115,8 milhões, está prevista para ser concluída em março de 2025.

Parafraseando um trecho do nosso hino nacional, “GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA…”, começo esse artigo destacando a figura do Prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, que é chamado de GIGANTE pelo seu povo. Rodrigo Pinheiro, no dia 02 de julho, apresentou em coletiva de imprensa os resultados do São João de Caruaru 2024.

São números expressivos, históricos e que nos enchem de orgulho em dizer que realizamos o mais seguro, Melhor e Maior São João da história de Caruaru desde que o Pátio de Eventos foi criado em 1995. É importante ressaltar que, para isso acontecer, é preciso fazer um mergulho na história do seu mandato nesses dois anos afrente da Prefeitura de Caruaru.

Rodrigo tem uma pegada diferenciada, diálogo constante com todos os setores da sociedade, organização, com metas e acompanhamentos de resultados. Lembro-me que quando terminou o São João de 2023, em julho, ele chamou uma reunião com todas as forças operativas de segurança: Polícia Militar de Pernambuco, Polícia Civil, PRF, Bombeiros, todos os Secretários Municipais, representantes da Área da Justiça, Órgãos Fiscalizadores, entre outras entidades para planejar o São João 2024.

Depois de muito ouvir, dialogar e construir novas formas de pensar os festejos em um grande festival, lançamos o edital de convocação cultural no dia 13 de dezembro – data que marca o nascimento do Rei do Baião, Luiz Gonzaga no dia nacional do forró. O Prefeito Rodrigo criou um tema para o São João 2024: A Evolução do Barro, com isso conseguiu atrair um número maior de investidores governamentais e privados. E a grande sacada cultural na criação de dois novos polos: polo dos bacamarteiros e o polo do pífano, Sebastião Biano. um respeito já mais visto por um gestor da cidade com a cultura popular.

Com os resultados colhidos do edital a construção da programação de todos os 27 polos de animação foi anunciada no dia 19 de março de 2024, fato acontecido pela primeira vez na história da cidade.

Essa decisão política fortaleceu o engajamento das empresas de turismos, rede hoteleira, a imprensa que se organizou e se planejou e vendeu seus pacotes, como o comercio em realizar novas contratações sabendo que os resultados seriam colhidos de forma programada. O São João na roça foi um sucesso, 60% de aumento de pessoas circulando em relação ao ano passado. Foram 13 comunidades que receberam 64 atrações culturais com 100% forró. Falando em São João na Roça, todos os artistas já receberam seus cachês. O Prefeito Rodrigo Pinheiro, já começou a programação dos pagamentos de todos os Trios Pé de Serra que se apresentaram no polo do Juarez Santiago.

E o que falar da satisfação dos nossos artistas locais, que vêm em uma escala de aumento real dos seus caches desde 2022, chegando em 2024 em 50%? Esse respeito com os artistas de Caruaru é uma das grandes marcas da sensibilidade e respeito aos nossos Mestres da cultura popular. Outro fato superimportante foi a antecipação e divulgação da data, local e horário das apresentações dos artistas nos polos de animação do Maior São João do Mundo, coisa que, em gestões passadas, eles ficavam sabendo dias antes de começar os festejos juninos, era uma falta de respeito com seu povo, vocês se lembram disso? Tempo de ansiedade e sofrimento…

Voltando aos tempos atuais da gestão de Rodrigo, o que falar dos números apresentados na coletiva de imprensa? Vamos a eles: mais de 4.249 horas de apresentação, 82% de forró tradicional, 1.398 atrações culturais, nas linguagens de música, dança, cultura popular, literatura, artes visuais, artes integradas, oficinas e cinema, entre outras, chegando à marca de 25.455 artistas envolvidos, sendo 21.147 de Caruaru, 88% do edital. Foram injetados R$ 688 milhões de reais, movimentados durante os 72 dias de festividades. Mais de 20 mil empregos foram gerados direta e indiretamente. Nesse contexto, houve aumento de mais de 60% nas vendas do comercio local em relação ao ano passado. Foram 260 câmeras de monitoramento instaladas entre os polos, o que significa 30% a mais em relação a 2023. Foram 315 ocorrências registradas, 46% a menos. 100% das ocorrências foram solucionas.

Na área da sustentabilidade tivemos o total 60,64 toneladas de material reciclado. Na saúde, 1.149 profissionais envolvidos com 05 ambulâncias distribuídas nos polos de animação, 1.925 atendimentos, 24% a menos que o ano 2023. Na feira da mulher empreendedora, mais de 90 mil reais faturados durante o período junino, além de mais de 15 mil materiais educativos entregues, oficinas e exposições na casa da mulher artesã no ALTO DO MOURA. A nossa Bebeteca foi um sucesso, atendendo 488 crianças. Também teve orientação e campanhas educativas no transito. 3,7 milhões de pessoas circularam por Caruaru com aprovação do nosso São João de 98%, aponta pesquisa realizada com muito critério pela SEDETEC, envolvendo o renomado economista, Pedro Neves.

A nossa cobertura midiática foi fantástica com os veículos de comunicação, milhares de matérias vinculadas nos canais abertos de TV do país como também no exterior, além de cobertura de rádios e blogs mostrando a beleza e o encanto da nossa festa. Uma das grandes marcas foi a cobertura da nossa PREF TV, algo surreal.

Parabéns a todos os profissionais envolvidos nessa cobertura. O apoio incondicional que o Prefeito ofertou a 60 comidas gigantes da cidade, aquecendo a economia dos bairros e da zona rural, o que também é motivo de aplausos.

Foi o São João mais seguro da história, sem registro de sinistro no período junino. Foram promovidas ações educativas e políticas de prevenção e atendimentos nas Secretarias FCC, SPM, SEDUC, SMS, AMTTC, SDSDH, URB, SEPLAG, SESP, SEFAZ, PROCOM, SECOP, SEGOV, entre outras pastas envolvidas.

O São João de Caruaru é multicultural. O respeito e a diversidade cultural são frutos desse resultado, estamos concorrendo a três premiações do programa São João 2024 e recebemos o convite para compartilhar nossas práticas junto ao Governo de Goiás, feito pelo governador Ronaldo Caiado.

Sou grato a Deus, sou o primeiro Presidente da FCC artista a assumir essa pasta, e essa alegria eu divido com todos os parceiros, apoiadores, patrocinadores e todos os servidores envolvidos.

Os resultados apresentados são frutos de muito diálogo, organização e planejamento sob o olhar atento do nosso gigante Perfeito Rodrigo Pinheiro, um verdadeiro gestor, um Maestro dessa orquestra de sucesso.
Prefeito Rodrigo Pinheiro, você entrou para a história da cidade, proporcionando sonhos para as pessoas no Maior São João da História.

Por Hérlon Cavalcanti, presidente da FCC e do Comitê Gestor do São João 2024

Após denúncia do pré-candidato a vereador, Carlos Pajeú, em um vídeo divulgado pelas redes sociais, a oposição de Trindade reacendeu o debate sobre o lixão. Na área, é possível ver montanhas de lixo acumulado, pondo abaixo o discurso da gestão municipal de que o problema já estaria resolvido.

O terreno havia sido apresentado como uma área limpa em um vídeo promocional da atual gestora, que garantiu a resolução definitiva do problema do lixão. Ainda no texto da publicação, feita em 6 de fevereiro de 2023, segundo o bloco de oposição, o terreno seria revitalizado com reflorestamento. Mas as imagens do local revelam uma realidade diferente, com resíduos expostos a céu aberto e com focos de queimadas, prática que contraria diversas normas ambientais.

Lixões são uma violação direta da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010), que estabelece diretrizes para a gestão integrada e o gerenciamento de resíduos sólidos, além de proibir a existência de lixões e determinar o encerramento dessas áreas. De acordo com a legislação, os municípios devem adotar medidas para a disposição final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos, priorizando a reciclagem e o aterramento.

Já a queima dos resíduos, além de ser prejudicial ao meio ambiente, pode gerar graves problemas de saúde pública. A prática libera substâncias tóxicas no ar, contribuindo para a poluição atmosférica e causando doenças respiratórias na população local.