Jaboatão - Espaço vida marinha

Prefeito do Paulista sanciona lei que cria o programa ‘Município Amigo da Aprendizagem’

O prefeito do Paulista, Yves Ribeiro, sancionou, hoje, a lei municipal que estabelece o Programa Município Amigo da Aprendizagem. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Ministério Público de Pernambuco, e as secretarias municipais de Desenvolvimento, Agropecuária e Pesca, e de Políticas Sociais e Direitos Humanos. O evento aconteceu no auditório do Ministério Público de Pernambuco, em Paulista.

A medida visa beneficiar jovens em situação de vulnerabilidade social, egressos do sistema socioeducativo, que ocupam casas de acolhimento institucional, egressos do trabalho infantil e com deficiências. Além disso, o intuito é proporcionar a oportunidade de inserção no Mercado de Trabalho para, com isso, promover a inclusão social e econômica desses jovens.

De acordo com Yves, a gestão municipal reforça seu comprometimento com o futuro da juventude, através do investimento na formação e capacitação profissional desses jovens, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “Quero agradecer a Deus por esse momento importante. A luta de tantas pessoas. Como eu disse, é um projeto feito com muitas mãos e com muito amor. Quero agradecer a João (Soares), que é uma pessoa que tem nos ajudado desde o governo passado, nos anos 2008, 2010, no qual Paulista foi o município que mais empregou nesse país. Quero parabenizar a promotora por essa garra, e a todas as crianças e suas famílias, que terão a oportunidade de trilhar um novo mundo e uma nova vida”, concluiu o prefeito Yves Ribeiro.

Paulista - Boa praça

O prefeito Rodrigo Pinheiro deu início, hoje, a uma série de inaugurações em comemoração ao aniversário de Caruaru. O pontapé inicial será dado com a inauguração do Complexo Olímpico Rei Pelé.

Além disso, ao longo dos próximos dias, a cidade receberá outras melhorias, como a reforma da estação ferroviária, a revitalização de pontos de ônibus do local, o canal do bairro José Carlos de Oliveira, a inauguração do Centro de Formação do Montessori, a entrega de novas praças, como a do Pinheirão, na avenida Brasil, e a da Uban 95, além de ruas calçadas e asfaltadas por diversos bairros.

“Essas iniciativas demonstram o comprometimento da gestão municipal em proporcionar à população infraestrutura e espaços públicos adequados para o esporte, o lazer e a convivência social, melhorando a qualidade de vida das pessoas. São grandes obras que ficarão para as próximas gerações”, ressalta o prefeito.

Petrolina - Viva a nossa arte

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

Enquanto a gestão Raquel Lyra destina R$ 43 milhões do erário público para o hospital privado sob gestão do marido da vice-governadora Priscila Krause (Cidadania), a Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Garanhuns, esse mesmo Governo se nega a reabrir a única maternidade pública de Abreu e Lima.

Para entender o caso é necessário retroceder ao ano de 2022, quando, devido ao alto custo de manutenção do Hospital Maternidade de Abreu e Lima, o município cedeu o equipamento para que o Governo do Estado regionalizasse o atendimento para os demais municípios. Após a cessão da estrutura ser cedida, com aval da Câmara Municipal de Abreu e Lima, foi firmado um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) no Ministério Público entre o Governo Estadual e prefeituras que seriam beneficiadas com a regionalização do equipamento.

Desta forma, pelos termos firmados, o município de Abreu e Lima iria aportar mensalmente para o Executivo Estadual o que receberia do Ministério da Saúde, cerca de R$ 470 mil, além do valor para reformar a estrutura física do equipamento, orçada em R$ 899 mil. Já o repasse do município de Paulista seria de R$ 405 mil; o de Itapissuma, R$ 43 mil, e Itamaracá, de cerca de R$ 28 mil. Para o Estado, ficaria a despesa mensal de R$ 1 milhão.

Porém, mesmo diante de várias tratativas, que tiveram início desde o início da atual gestão estadual, o Governo se nega a assumir a administração do local. De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, o motivo seria a falta de orçamento para isso – R$ 1 milhão.

Enquanto isso, mães que moram em Abreu e Lima e em cidades próximas, que estão sem a única maternidade da região para terem seus bebês, são entregues à própria sorte, arriscando-se à procura de vagas nas maternidades superlotadas do Estado.

Ipojuca - Minha rua top

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, assinou, hoje, durante a Caravana Mais Jaboatão, realizada na quadra da Escola Municipal Aníbal Varejão, uma Ordem de Serviço para mais um pacote de obras visando proporcionar maior mobilidade e qualidade de vida para a população. Os serviços de pavimentação e recapeamento serão executados em Vista Alegre e Jaboatão Centro.

A via contemplada com o serviço de pavimentação é a Moenda de Bronze, em Jaboatão Centro, enquanto os trabalhos de recapeamento serão realizados nas ruas Coronel Câmara Lima, em Jaboatão Centro, e República e Presidente Costa e Silva, no bairro de Vista Alegre. O investimento total ultrapassa R$ 6 milhões, provenientes de emenda parlamentar.

“Vamos iniciar os trabalhos nesta segunda-feira (29) pela rua Moeda de Bronze, uma via tão emblemática para o bairro do Jaboatão Centro. A rua receberá pavimentação, calçadas, drenagem, além da substituição da iluminação pública por lâmpadas de LED, proporcionando maior mobilidade, segurança e qualidade de vida aos moradores da área e aos motoristas que circulam pelo local”, declarou o prefeito Mano Medeiros.

O prefeito também entregou as ruas 8 e 9, no bairro de Prazeres, que foram completamente pavimentadas, proporcionando mais conforto e qualidade de vida aos moradores locais. Além disso, visitou a obra de colocação da geomanta no bairro de Engenho Velho, que será concluída no início de maio, com um custo de R$ 300 mil. “A infraestrutura é uma das nossas principais prioridades, e estamos empenhados em executar serviços diariamente para melhorar a qualidade de vida de nossa comunidade”, enfatizou o prefeito Mano Medeiros.

Ipojuca - Minha rua top

Os deputados federais Eduardo e Lula da Fonte (PP) fecharam, ontem, apoio para a derrubada dos vetos presidenciais à Lei Orgânica Nacional das Polícias Civis (Lei 14.735/2023), durante reunião com representantes da categoria, realizada na Liderança do PP, na Câmara dos Deputados.

Também participaram da reunião a deputada estadual Gleide Ângelo (PSB) e os presidentes presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, Áureo Cysneiros e da Associação dos Delegados de Pernambuco, Diogo Victor, além da vice-presidente dessa associação, Claudia Molina.

A lei 14.735/23 unifica direitos, deveres e garantias da classe nos estados e no Distrito Federal. Ficou engavetada por quase quarenta anos. Foi sancionada, com vetos, em 23 de novembro de 2023. “Os deputados Eduardo e Lula da Fonte compreenderam que fortalecer a polícia é cuidar das pessoas e a lei é boa para a sociedade”, afirmou Diogo Victor.

Áureo Cysneiros acrescentou: “O deputado Eduardo da Fonte é peça-chave nessa articulação. Ele é um dos principais líderes do PP no Brasil e de Pernambuco. O deputado Lula da Fonte também transita muito bem e está junto conosco. Estou muito confiante”.

Serra Talhada - Saúde

Através de um convênio com o Ministério da Justiça, o município do Paulista recebeu um repasse financeiro no valor de R$ 1.701.037,00. Os recursos serão aplicados na compra e instalação de uma nova central de videomonitoramento, além da aquisição de 55 novas câmeras (panorâmicas, reconhecimento de placas e faces, veicular e móvel).

De acordo com o secretário municipal de Segurança, Mobilidade e Defesa Civil, Gustavo Carneiro Leão, Paulista já conta com 82 câmeras, que ajudam a fazer o monitoramento da segurança e também da mobilidade. Com esse recurso, será ampliado o sistema já existente no município, melhorando o trabalho das equipes de Segurança.

“Com essas 55 novas câmeras, nós vamos poder expandir, logicamente, toda a nossa área de inteligência, que hoje é muito importante para o combate à violência. Sabemos que em todo o Brasil se fala muito na questão da inteligência, de a gente poder dotar a nossa estrutura de mais inteligência, para poder nos ajudar nessa questão da segurança”, ressaltou Carneiro Leão.

Vitória Reconstrução da Praça

Na noite de ontem, o prefeito e pré-candidato à reeleição no Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém (PP), promoveu um encontro com mais de 150 pré-candidatos a vereador. O evento, realizado em um auditório, reuniu uma ampla frente partidária. Com uma coalizão de 11 partidos, Keko do Armazém conta com o apoio do PP, PT, PV, PCdoB, REDE, PSOL, PSD, PSDB, CIDADANIA, AVANTE e PRTB.

No encontro, o prefeito apresentou um balanço das ações realizadas durante seu mandato, destacando o compromisso com o bem-estar da população. “Assumimos ainda na pandemia e colocamos como meta salvar vidas”, ressaltou Keko do Armazém.

Além disso, o prefeito enfatizou o alcance das políticas públicas em áreas carentes, indo além das regiões centrais. “Chegamos perto dos que mais precisam, entrando nos becos e vielas e não apenas focando nas avenidas principais”, afirmou. Durante o evento, Keko oficializou o nome do deputado estadual Jeferson Timóteo (PP) como coordenador geral de sua campanha.

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

Por proposição do deputado estadual Coronel Alberto Feitosa (PL), o plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, em discussão única, na terça-feira passada, a realização de Reunião Solene em homenagem ao jornalista Magno Martins, pela passagem dos 18 anos deste Blog. A solenidade está marcada para o próximo dia 16 de maio, às 18h, no Auditório Sérgio Guerra.

“Passados 18 anos, o blog continua com a marca do mais lido e acessado em plataforma de política do Nordeste, são quase 75 mil seguidores no Instagram. Em março, fechou o mês com 272.665 contas alcançadas pelo Instagram, resultado de um trabalho sério, dedicado e incansável de toda uma equipe que faz jornalismo com credibilidade”, afirmou Feitosa, leitor assíduo do Blog, em sua justificativa para o pedido da solenidade.

Por Juliana Albuquerque – repórter do Blog

Levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) revelou gastos, em 2023, de R$ 1,8 bilhão em obras públicas paralisadas ou com indícios de paralisação em Pernambuco. O valor já pago corresponde a 31% do total dos contratos paralisados (R$ 5,9 bilhões), e a 9% de tudo o que foi empenhado em contratações públicas no ano (R$ 19,3 bilhões).

O TCE identificou 1.504 contratos sem conclusão, sendo 462 declarados paralisados pelos próprios gestores públicos, e 1.042 com sinais de paralisação ou abandono, ou seja, com desembolsos irrisórios (menores que 15% do valor total do contrato) em 2022. As áreas mais afetadas foram mobilidade urbana (23,4% do total); serviços de abastecimento d’água (11,1%); e barragens (8,6%).

Dos contratos paralisados, 1.185 são municipais, com o Recife na liderança, com o contrato de implantação de corredores exclusivos de ônibus com indícios de paralisação, no valor de R$ 39,1 milhões, sendo R$ 19,9 milhões desse montante já executados.

Já no Cabo de Santo Agostinho, segundo município em valores já desembolsados por contratos parados, há 10 anos deveriam ter sido entregues as obras de urbanização da comunidade Nova Era, e de esgotamento sanitário da comunidade Manoel Vigia. Dos R$ 32 milhões previstos no contrato, R$ 19,5 milhões já foram pagos.

No Estado, são 319 contratos estão na mesma situação, com destaque para as obras inacabadas dos corredores Norte-Sul e Leste-Oeste, sob responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Pernambuco, que pelo planejamento inicial deveriam ter sido concluídas em maio de 2013. No primeiro, foram gastos R$ 161,8 milhões (o contrato é de R$ 186,6 milhões); no segundo, o montante investido foi de R$136,3 milhões (contrato de R$ 168,7 milhões).

Depois do “puxão de orelhas” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ministros do governo passaram a gastar mais tempo ainda em negociações com o Congresso. As informações são do blog do Valdo Cruz.

Se Rui Costa (Casa Civil), Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e Fernando Haddad (Fazenda) já dedicavam boa parte do tempo às negociações de interesse do presidente, nesta semana, eles se mexeram mais ainda entre jantares e reuniões de gabinetes com presidentes do Senado e Câmara, e líderes e vice-líderes.

O esforço concentrado da equipe de Lula, que andava reclamando que alguns ministros gastam mais tempo com outros afazeres do que os do governo, surtiu efeito. A Câmara aprovou o novo Perse, incentivos para o setor de eventos, no modelo proposto por Haddad. O governo também conseguiu adiar a sessão do Congresso Nacional para analisar vetos presidenciais, e foi feito um acerto sobre o veto às emendas de comissão.

No fim do dia, prevaleceu o desejo do governo sobre a sessão do Congresso Nacional, enquanto o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), tentava garantir a votação dos vetos ainda ontem. A decisão final, porém, foi do presidente do Senado e do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), sob o argumento que a Câmara fechou os acordos com o governo, mas no Senado ainda havia dúvidas.

A principal batalha do momento entre deputados e governo é o cronograma de liberação de emendas parlamentares. Arthur Lira defendia votar os vetos ainda na quarta para derrubar principalmente os relacionados às emendas. O presidente da Câmara quer forçar o governo a liberar os valores até o fim deste semestre, visando as eleições municipais. O governo é contra e conseguiu adiar a sessão do Congresso, ganhando tempo para negociar com a base aliada.

No mesmo dia, o ministro Fernando Haddad entregou pessoalmente o primeiro projeto de regulamentação da reforma tributária, que trata da criação do IBS e CBS, além do imposto seletivo. Em entrevista, Haddad, depois de entregar projeto a Arthur Lira e antes de encaminhá-lo a Rodrigo Pacheco, disse que a proposta terá um impacto de elevar o PIB entre 10% e 20%.

Disse ainda que, segundo Lira, a votação na Câmara deve estar concluída ainda neste primeiro semestre. Mas nem bem o projeto chegou, e já há disputa pela relatoria das propostas.

O governo defende um relator. Na Câmara há uma defesa de dois relatores. Um do projeto entregue na quarta. Outro do projeto que vai regulamentar o comitê gestor e a distribuição da arrecadação.

O governo quer manter o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que já relatou a reforma na votação da PEC. Arthur Lira quer contemplar mais aliados na busca de comandar o processo de sua sucessão.

O secretário Especial da Reforma Tributária, Bernard Appy, disse que a alíquota média do IVA dual será de 26,5%, com a mais baixa sendo de 25,7% e a mais alta de 27,3%. No caso da cesta básica, só os itens com isenção de PIS e Confins vão cair de 1,7 mil para 268.

Tabira, no Sertão do Pajeú, a 400 km do Recife, vai lotar, amanhã, a praça Gonçalo Gomes, principal cartão postal da cidade, para reverenciar a memória da filha ilustre Nevinha Pires, que Deus chamou em 2016. Grande escritora e poetisa, Nevinha foi escrever no céu suas paródias de amor ao Pajeú, especialmente sua amada Tabira.

Seu filho Pedro Pires, médico extremamente conceituado no Estado, era seu xodó. Não há um dia que Pedrinho, como é conhecido, deixe de perpetuar o legado da mãe. Criou até um congresso literário anual em Tabira com o nome da mãe.

A modalidade deste ano vai culminar com um gesto de filho apaixonado que deixará Tabira envaidecida: a entrega de uma escultura da escritora e professora em praça publica, evento que será prestigiado por muita gente importante do Recife.

A produção foi dos escultores Jobson Figueiredo e Nara Cavalcanti. Ficou linda. Toda em bronze, inclusive o banco. A escultura pesa 300 kg. Seus custos foram assumidos em sua totalidade pelo filho. Nevinha era uma personalidade única no Pajeú. Como professora, seus alunos eram tratados com carinho e a doçura de mãe.

Seus escritos sobre o Sertão, sua Tabira e sua gente, eternizados em livros, são uma ode ao chão de vidas secas, lindíssimos. Estou em Brasília, mas ao pousar amanhã no Recife já sigo direto para Tabira.

Faço questão de compartilhar esse momento tão emocionante ao lado meu amigo Pedro. Nevinha, que conheci e convivi, era muito amiga do meu pai Gastão Cerquinha, que como ela, também foi escritor. Fazia ao seu lado tertúlias literárias tendo como cenário a lua cheia do Sertão que desbravaram juntos.

Já ouvi Pedrinho me dizer, em tom de desabafo, daqueles que explodem do fundo do coração: “Minha mãe Nevinha foi a mulher mais bonita que já vi. Tudo o que sou devo à minha mãe. Atribuo meu sucesso na vida à educação moral, intelectual e física que recebi dela”.

Que lindo, meu amigo Pedro!

A você, ofereço o poema Para sempre, de Carlos Drumond de Andrade:

Por que Deus permite

que as mães vão se embora?

Mãe não tem limite,

é tempo sem hora,

luz que não se apaga

quando sopra o vento

e chuva desaba,

veludo escondido

na pele enrugada,

água pura, ar puro,

puro pensamento.

Morrer acontece

com o que é breve e passa

sem deixar vestígio.

Mãe, na sua graça,

é eternidade.

Por que Deus se lembra

– mistério profundo –

de tirá-la um dia?

Fosse eu Rei do Mundo,

baixava uma lei:

Mãe não morre nunca,

mãe ficará sempre

junto de seu filho

e ele, velho embora,

será pequenino

feito grão de milho.

Deputados de diferentes partidos conseguiram assinaturas para pedir regime de urgência de um projeto que regulamenta o transporte de animais em voos comerciais. O requerimento terá de ser votado em plenário.

A medida é uma reação ao caso do cachorro morto numa viagem da Gol de São Paulo para o Mato Grosso. A empresa disse que, por um “erro operacional”, o animal foi enviado para o Ceará e, na volta para Guarulhos, foi “surpreendida” pela morte do cão. As informações são do portal Estadão.

O projeto que regulamenta o transporte de animais foi apresentado pelo ex-deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) em 2020, mas nunca foi analisado. O pedido de urgência foi articulado pelo deputado Marangoni (União-SP) e protocolado nesta quarta-feira, 24.

Atualmente, não há legislação específica sobre o transporte de animais, que é tratado por meio de portarias ou atos administrativos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O deputado estadual Lula Cabral (Solidariedade) está representando a Assembleia Legislativa de Pernambuco em uma agenda intensa em Iztapalapa, no México. A cidade é referência em projetos de integrações sociais, com foco no combate à violência e na promoção da cidadania.

De acordo com Cabral, as experiências estão sendo enriquecedoras. “Estamos levando na mala uma bagagem cheia de ideias e aprendizados, não só para Pernambuco, como também para o Cabo, que hoje é considerada a cidade mais violenta de todo o estado”, afirmou.

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu, hoje, seis suspeitos de corrupção, comunicação falsa de crime, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Três alvos são servidores do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). As informações são do portal G1.

Um dos crimes investigados é peculato, cometido por servidores públicos que obtêm vantagem indevida utilizando o cargo que ocupam. De acordo com o TJPE, dois dos servidores já foram demitidos por decisão administrativa do Judiciário.

A Operação Themis faz referência à deusa da justiça, cujo nome é utilizado para batizar sistemas de gestão de departamentos jurídicos. A polícia cumpriu seis mandados de prisão, sendo cinco em Pernambuco e um na Paraíba. Os alvos são cinco homens e uma mulher.

A TV Globo apurou que eram três servidores e três laranjas. O chefe da organização criminosa utilizava o certificado de uma juíza aposentada da Vara em que ele trabalhava para expedir alvarás falsos. A magistrada não tinha conhecimento dos crimes.

Por meio desses alvarás, o chefe da quadrilha determinava que o dinheiro de disputas judiciais fosse transferido para uma terceira pessoa, que nada tinha a ver com o processo. Essa pessoa repartia o dinheiro.

Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão domiciliar. A Justiça também determinou o sequestro de bens e bloqueio judicial de ativos financeiros. Entre os materiais apreendidos estão carros, joias, relógios e bolsas.

Todos os mandados foram expedidos pela Vara dos Crimes contra a Administração Publica e a Ordem Tributária da Capital.

A investigação começou em outubro de 2023. A Polícia Civil não divulgou quem são os presos. Os mandados de prisão são cumpridos nas seguintes cidades:

·      Recife;

·      Gravatá;

·      Afogados da Ingazeira;

·      Iguaraci;

·      Sairé;

·      Uma cidade da Paraíba.

O TJPE disse que “tão logo cientificada dos supostos desvios praticados à época pelos servidores, a Corregedoria Geral de Justiça estadual direcionou o caso à Divisão de Investigação e Apuração do TJPE”.

Esse órgão, após aprofundar as investigações “e diante de provas contundentes de ilícitos penais, articulou o direcionamento do caso” ao Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) da Polícia Civil, objetivando representação por medidas cautelares de urgência.

Virou uma gestão de comadres

Além de reprovado pela esmagadora maioria do povo pernambucano, conforme levantamento dos mais variados institutos de pesquisas, o Governo Raquel Lyra (PSDB) revela uma face de comadres. Segundo o Portal da Transparência, somente em 2023 a governadora destinou R$ 29,2 milhões à Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Garanhuns, e este ano já designou ao mesmo hospital R$ 13,9 milhões, totalizando R$ 43 milhões em repasses do tesouro estadual.

O termo comadres tem uma explicação: a referida unidade hospitalar tem como sócio administrador o empresário Jorge de Noronha Branco Neto, esposo da vice-governadora Priscila Krause (Cidadania). Enquanto isso, hospitais na Região Metropolitana, igualmente conveniados ao Sassepe, estão suspendendo o atendimento de pacientes servidores do Estado por falta de pagamento.

Conheço um médico que, pedindo reservas, me revelou que tem a receber R$ 15 milhões de dívidas já vencidas, sem que a governadora manifeste a menor intenção de pagar. Se em Garanhuns o hospital da família da vice nada em dinheiro, o Regional Dom Moura agoniza. Suas estruturas físicas estão precárias e há comprometimento nos equipamentos de monitoramento, além de uma escala médica deficitária.

Este duro e injusto contraste entre o privado e público, no tratamento dispensado pela governadora, fere, flagrantemente, princípios basilares da administração pública, como impessoalidade e moralidade.

Resumo da ópera: enquanto Raquel Mandacaru (não dá sombra nem encosto a ninguém) usa recursos públicos para abastecer o cofre de instituição privada, beneficiando familiares de governantes, os pacientes do Hospital Dom Moura são submetidos a filas intermináveis em ambientes sem refrigeração e condições sanitárias inadequadas.

Drama não diferente de desumanidade e desrespeito a pacientes se observa também em Upas do município.

Chororô geral – Prefeitos e vereadores pernambucanos que circularam por Brasília esta semana, por ocasião da Marcha do Poder Legislativo Municipal, traçaram um cenário de horror em seus municípios em relação à falta de investimentos por parte do Governo Mandacaru. As reclamações vão de hospitais sem as mínimas condições de funcionamento à precariedade das estradas de acesso ao Recife.

Alepe 40 graus – Em entrevista ao Frente a Frente de ontem, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o deputado governista Antônio Moraes (PP) culpou o presidente da Assembleia Legislativa, Álvaro Porto (PSDB), pelo ambiente tensionado da Casa com a governadora Raquel Lyra. “Esse radicalismo não interessa a ninguém”, disse. Apesar de ter uma relação boa com a chefe de Estado, Moraes não se oferece para ser o mediador de um encontro dela com Porto para fumar o cachimbo da paz.

Envelhecimento precoce – Já o presidente estadual do PV, Clodoaldo Magalhães, acha que o Governo Raquel envelheceu antes do tempo. “Quem anda muito pelo Estado, como nós, políticos, ficamos com essa impressão, porque em praticamente um ano e meio de governo não se vê obras nem realizações, apenas reclamações de um grande vazio de gestão”, disse o parlamentar, acrescentando: “Isso é muito lamentável, porque queremos e torcemos por um Estado que avance em todos as suas políticas voltadas para o povo”.

Menos um para Bolsonaro – O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou o arquivamento da petição que investiga a estadia do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na Embaixada da Hungria em Brasília em fevereiro deste ano. Segundo o ministro, não há elementos que comprovem que Bolsonaro buscou asilo político na representação do País comandado por Viktor Orbán. Moraes acolheu o parecer da PGR (Procuradoria Geral da República), que entendeu que não há crime no caso.

Tudo ou nada nas redes – O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) escolheu, ontem, quatro empresas de comunicação digital para tentar resolver o problema da queda de popularidade da gestão petista. A licitação será de R$ 197.753.736 e o contrato tem duração inicial de 1 ano. O valor é considerado o maior da história do Executivo federal para o setor da comunicação.

CURTAS

RELAÇÃO – As empresas selecionadas são as seguintes: Moringa L2W3 – “Tem muita informação falsa que parece verdade”; consórcio BR e Tal, composto pela BRMais e a Digi&Tal. D – “Duvide. Pesquise. Denuncie. Fake news a gente combate juntos”; Area Comunicação – “Não seja um faker”; e Usina Digital – “Fake news. Não caia nessa”.

DEMANDAS – O anúncio das quatro empresas – de um total de 24 que estavam concorrendo – foi feito no Salão Nobre do Ministério das Comunicações. As companhias selecionadas irão atender demandas da Secom (Secretaria de Comunicação Social) e de órgãos que compõem a Sicom (Sistema de Comunicação de Governo do Poder Executivo Federal).

BARRADO – O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse, ontem, que um projeto de lei que trata da volta do imposto sindical não será aprovado. O tema é de interesse do ministro do Trabalho, Luiz Marinho, que quer a imposição de uma “contribuição compulsória” dos trabalhadores aos sindicatos.

Perguntar não ofende: Quando os hospitais que agonizam terão o mesmo tratamento dado ao da família da vice-governadora?

Na manhã de hoje, Danilo Simões, pré-candidato a prefeito de Afogados da Ingazeira, fortaleceu laços com o setor empresarial da região ao visitar a Pharmaplus, uma das principais distribuidoras de medicamentos de Pernambuco. Acompanhado pelo casal de empresários Joseph Domingos e Maria do Carmo, Simões teve a oportunidade de conhecer de perto as operações da empresa, que se destaca como o maior contribuinte individual de ICMS no município, além de empregar mais de 100 colaboradores.

A visita ressaltou a importância do setor privado para o crescimento econômico local, evidenciando a relevância da parceria entre poder público e iniciativa privada. Em suas declarações durante a visita, Danilo Simões destacou a necessidade de apoiar ativamente empresas como a Pharmaplus para fomentar a geração de empregos e impulsionar a arrecadação municipal.

“Apoiar as empresas a crescerem é fundamental para a geração de empregos e aumento de arrecadação”, enfatizou o pré-candidato, sublinhando a importância do investimento em políticas públicas que promovam o desenvolvimento sustentável do setor empresarial local.

A presença de Danilo Simões na Pharmaplus reflete seu compromisso em estabelecer parcerias sólidas com o empresariado local, visando criar um ambiente propício para o crescimento econômico e social de Afogados da Ingazeira. Esta aproximação estratégica entre o pré-candidato e os empresários da região promete ser um elemento chave na construção de um futuro próspero para a cidade.