FMO

29/09


2016

MCMV: Cidades autoriza contratação de habitações

Do G1

O Ministério das Cidades autorizou nesta quinta-feira (29) o início da contração de obras para construção de habitações pela nova faixa – chamada de 1,5 - do programa Minha Casa, Minha Vida, destinada a famílias com renda mensal bruta de até R$ 2.350.

A autorização ocorre via instrução normativa publicada na edição desta quinta do Diário Oficial da União. A meta, de acordo com o ministério, é a contratação de 40 mil novas unidades na nova faixa.

As famílias beneficiadas contarão com subsídio de até R$ 45 mil para adquirir o imóvel. Além disso, haverá financiamento com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) com juros reduzidos, de 5% ao ano.

Os candidatos devem procurar bancos e construtoras ligadas aos projetos para confirmarem o enquadramento nesta faixa do Minha Casa, Minha Vida. O ministério informou ainda que não haverá seleção das famílias por prefeituras e que os sorteios foram extintos.

Em agosto, durante cerimônia no Palácio do Planalto, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, informou que o governo pretende destinar R$ 3,8 bilhões para a construção de habitações na faixa 1,5. Desse total, R$ 1,4 bilhão é em subsídios (R$ 1,26 bilhão do FGTS e R$ 140 milhões do Tesouro Nacional) e R$ 2,4 bilhões em financiamentos com recursos do FGTS.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Agência Comunicação

29/09


2016

Mendes quer que PF apure morte de candidato em Goiás

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, entrou em contato, ontem, com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e pediu a atuação da Polícia Federal na investigação do assassinato do candidato à prefeitura de Itumbiara (GO) José Gomes da Rocha (PTB).

"Nós estamos em contato estreito com o Ministério da Justiça e também já pedimos que a Polícia Federal atue na investigação desses episódios que repercutem e podem afetar o pleito eleitoral", disse Gilmar Mendes nesta quinta-feira, 29, durante a sessão plenária do TSE.

"Estamos acompanhando com todo o cuidado o desdobramento desses episódios, que eles sejam desde logo esclarecidos, investigados", destacou o ministro. Nesta quarta-feira, o TSE divulgou nota informando que o presidente da Corte Eleitoral "repudia" a morte de José Gomes da Rocha.

Segundo informações do TSE, já foram registrados pelo menos 20 homicídios envolvendo candidatos e pré-candidatos a cargos eletivos ao longo dos últimos nove meses. Os assassinatos ocorreram em dez Estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Bahia, Alagoas, Rio Grande do Norte, Acre, Rondônia, Rio Grande do Sul e Goiás.

O candidato a prefeito pelo PTB, conhecido como Zé Gomes, foi executado nesta quarta-feira com um tiro na cabeça. O autor dos disparos, o funcionário público Gilberto Ferreira do Amaral, e o policial militar Vanilson Rodrigues morreram minutos depois em tiroteio - que também deixou ferido o vice-governador do Estado e governador em exercício, José Eliton (PSDB).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sopranor 1

29/09


2016

O efeito pavor

Por Ângelo Castelo Branco

O pavor nacional pelo PT beneficia claramente os demais candidatos a prefeitos e vereadores. As pesquisas confirmam.

Exemplo óbvio aconteceu no Recife onde a candidatura do petista João Paulo despencou depois do comício do ex presidente Lula, antecedido por passeata com a militância do partido.

Esse efeito chegou inclusive a ser analisado por um grupo restrito de jornalistas especializados em política.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner - Hapvida

29/09


2016

Minha cidade é linda

Araçoiaba, na Região Metropolitana do Recife, a 40 km da capital, é destacada neste quadro de hoje em foto de arquivo deste blog. Na imagem, a principal praça no centro da cidade, um dos principais atrativos turísticos do município e ponto de encontro dos moradores.

Desmembrado do território de Igarassu, Araçoiaba é o município mais novo de Pernambuco, criado em 14 de julho de 1995. O desmembramento foi feito com base na Lei Estadual Complementar n° 15 de 1990, que permitia a um município ou vila solicitar emancipação, desde que atendesse alguns requisitos, tais como ter população superior a 10 mil habitantes e que o total de eleitores fosse maior que 30% desta população

Até o início do século XIX, Araçoiaba era conhecida por Chã do Monte Aratangi e, depois, por Chã de Estevam. O distrito de Chã de Estevam foi criado pela lei municipal nº 42, de 10 de fevereiro de 1920, subordinado ao município de Igarassu, então chamado de Iguaraçu

Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 9 de dezembro de 1938, o distrito de Chã de Estevam passou a denominar-se Igarassu. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito passou a denominar-se Arassoiaba, pertencendo ao município de Igarassu, ex-Iguaraçu. Pela lei estadual 1 819, de 30 de dezembro de 1953, o distrito de Arassoiaba teve sua grafia alterada para Araçoiaba. O nome Araçoiaba é de origem tupi. Significa "manto de penas de guarás", pela junção de ûará (guará) e aso'îaba (manto indígena de penas).

O município é o lugar recomendável para quem deseja um passeio tranquilo. A cidade é simples, com população acolhedora e ainda reserva belezas naturais como o Córrego do Pilão – uma cavidade no meio da rocha que forma uma piscina natural. O lugar atrai milhares de visitantes que acreditam na lenda indígena de que essas águas são trazidas pelas forças de Tupã.

Outra atração natural que chama atenção, sobretudo dos adeptos do turismo de aventura, são as bicas do Pataqueiro e de Abdom. Faça uma foto bonita da sua cidade e nos envie para postagem neste quadro pelo [email protected].


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/09


2016

Confira a agenda dos candidatos à Prefeitura do Recife

Geraldo Júlio (PSB)

22h00 – Debate da TV Globo com candidatos

 

João Paulo (PT)

22h00 – Debate da TV Globo com candidatos

 

Daniel Coelho (PSDB)       

22h00 – Debate da TV Globo com candidatos

 

Priscila Krause (DEM)

11h00 – Reunião interna com equipe. (Local: Santo Amaro).

22h00 – Debate entre os candidatos à Prefeitura do Recife da Rede Globo.

 

Carlos Augusto (PV)

14h00 – Panfletagem no bairro da Boa Vista

16h00 – Panfletagem no Jardim São Paulo

18h00 – Encontro com servidores públicos na sede do PV, na Ilha do Leite

19h30 – Reunião com lideranças do PV, na sede do PV, na Ilha do Leite

 

Os demais candidatos não enviaram as suas agendas até o fechamento desta matéria.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/09


2016

A charge do dia


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos Antonio da Silva

Devo votar em um candidato limpo. E não vou votar em ex-tucano ou tucano (acho todos mal lavados pela mídia)


Senai 4.0

29/09


2016

IPMN/JC: Geraldo pode de vencer no 1º turno

Do Leia Já - A três dias do pleito municipal o cenário eleitoral sugere que a capital pernambucana pode reeleger o prefeito Geraldo Julio (PSB) já no primeiro turno. Isso porque, segundo o quarto levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), encomendado pelo Portal LeiaJá em parceria com o Jornal do Commercio, o pessebista amplia mais uma vez o percentual de intenções de voto e seu principal adversário fica estagnado. Na última rodada Geraldo figurava com 33% e agora tem 38% da preferência do recifense, enquanto o ex-prefeito e candidato pelo PT, João Paulo permanece com os mesmos 25% divulgados no sábado (24).
 
Na terceira posição vem o postulante do PSDB, Daniel Coelho que sobe dois pontos e tem agora 14% das intenções. Já a prefeiturável do DEM, Priscila Krause sofre nova oscilação para baixo. Ela que chegou a ter 4,4%, caiu para 3% e aparece com 2% nesta mostra. A margem de erro da pesquisa é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança de 95%.
 
Para o coordenador da pesquisa e cientista político, Adriano Oliveira, “o resultado sugere que existe a forte possibilidade de a eleição findar no primeiro turno. No caso, o prefeito Geraldo Julio é eleito. Por quê? Há estabilidade do candidato João Paulo, mostrando que o PT tem teto. Em segundo lugar, a variação positiva de Daniel Coelho, ressaltando que essa variação ocorreu do eleitorado de Priscila Krause e também da manutenção da aprovação da sua (Geraldo) gestão. Ou seja, o prefeito continua bem avaliado e, consequentemente, essa boa avaliação está sendo apresentada e tendo consequências na sua intenção de voto. Portanto, agora e está claro que o prefeito Geraldo Julio está a um passo de ganhar no primeiro turno. Essa é a expectativa”.
 
O estudioso avalia que mesmo a porcentagem de Geraldo Julio não aparecendo na pesquisa, neste momento, com mais de 50% das intenções de voto a vitória estaria consolidada pelo desejo de continuidade. “O que é muito claro é que existe um desejo de continuidade predominando. As estratégias dele (prefeito) estão funcionando, isso está mostrado claramente na pesquisa, porque ele conseguiu convencer cerca de 40% dos eleitores sobre a tese da continuidade”, opinou.
 
Outro fator que de acordo com Oliveira está corroborando para uma possível vitória de Geraldo no primeiro turno é a diminuição dos indecisos e o voto útil que pode ser a opção de alguns eleitores. “A diminuição considerável dos indecisos para 19% significa que os outros candidatos não têm espaço para crescimento e que o voto útil possa existir, o que pode ajudar na vitória no primeiro turno”, acrescentou.
 
Edilson Silva do  PSOL permanece na quinta colocação, porém caiu de 2% no último sábado para 1%. Já Carlos Augusto (PV) que obteve 1% no levantamento anterior, desta vez não pontuou, assim como Simone Fontana (PSTU) e Pantaleão (PCO).
 
Espontânea - No questionário espontâneo, quando os entrevistados do IPMN escolhem seus candidatos sem citação de nomes, a liderança de Geraldo Julio também se mantém. Instados a responder se a eleição fosse hoje em quem você votaria, 36% dos recifenses escolheram o atual prefeito da cidade, ante os 32% divulgados na última amostragem. O petista João Paulo que foi citado por 24%, desta vez foi lembrado por 23% dos eleitores. Daniel Coelho havia sido mencionado por 11% e hoje é lembrado por 13%. Priscila permaneceu nos 2%. Edilson Silva também continuou sendo citado por 1% dos entrevistados. O total de branco, nenhum, nulo e não soube ou não respondeu totaliza 25%.
 
Votos Válidos – O IPMN voltou a apresentar nesta quarta rodada, os votos válidos, quando se exclui os brancos, nulos e indecisos. Neste panorama a situação de Geraldo Julio é ainda mais confortável, pois ele aparece com 47%.  João Paulo tem 41%, Daniel 18%, Priscila 2%, Edilson e Carlos Augusto 1%, cada.
 
Os eleitores 816 recifenses foram ouvidos pelo IPMN nos dias 27 e 28 de setembro. O levantamento foi registrado no dia 23 de setembro, junto a justiça eleitoral, sob o número PE-04817/2016.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

suricato

....resta ao pt a ultima esperança ,chamar a doida impichada para falar no guia eleitoral.kkkkkkkkkkkkk


Sesi 4.0

29/09


2016

Geraldo chega a 40% e João cai para 26%

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (29) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na disputa pela Prefeitura do Recife:

- Geraldo Julio (PSB) – 40%
- João Paulo (PT) – 26%
- Daniel Coelho (PSDB) – 17%
- Priscila Krause (DEM) – 3%
- Edilson Silva (PSOL) – 1%
- Carlos Augusto (PV) – 1%
- Branco/nulo – 8%
- Não sabe/não respondeu – 4%

Os candidatos Simone Fontana (PSTU) e Pantaleão (PCO) não atingiram 1% das intenções de voto.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de Pernambuco. O Ibope ouviu 1.001 eleitores entre os dias 25 e 27 de setembro, no Recife. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral Pernambuco (TRE-PE) sob o protocolo PE-06206/2016.

No levantamento anterior, realizado pelo Ibope entre os dias 22 e 25 de setembro, Geraldo Julio tinha 39%; João Paulo, 29%; Daniel Coelho, 15%; Priscila Krause, 3%; Edilson Silva, 2%; Carlos Augusto, 1%. Pantaleão e Simone Fontana não atingiram 1% das intenções de voto. Brancos e nulos eram 8%, enquanto indecisos eram 3%.

Na segunda pesquisa, feita pelo instituto entre os dias 9 e 13 de setembro, Geraldo Julio tinha 38%; João Paulo, 27%; Daniel Coelho,13%; Priscila Krause, 4%; Edilson Silva, 3%; Carlos Augusto, 1%. Pantaleão e Simone Fontana não atingiram 1% das intenções de voto. Brancos e nulos eram 10%, enquanto indecisos eram 4%.

Na primeira pesquisa Ibope,  realizada entre os dias 18 e 21 de agosto, João Paulo tinha 27%; Geraldo Julio, 26%; Daniel Coelho,11%; Priscila Krause, 8%; Edilson Silva, 4%; Carlos Augusto, 1%; Pantaleão, 1%; e Simone Fontana, 1%. Brancos e nulos eram 15%, enquanto indecisos eram 6%.

Segundo turno

O Ibope fez uma simulação de um eventual segundo turno entre os candidatos Geraldo Julio (PSB) e João Paulo (PT). Confira o resultado:

- Geraldo Julio (PSB) – 51%
- João Paulo (PT) – 34%
- Branco/nulo – 11%
- Não sabe/não respondeu – 5%

A pesquisa também fez uma simulação de eventual segundo turno entre os candidatos Daniel Coelho (PSDB) e João Paulo (PT). Veja o resultado:

- Daniel Coelho (PSDB) - 41%
- João Paulo (PT) - 40%
- Branco/nulo – 13%
- Não sabe/não respondeu – 6%

O levantamento traz, ainda, uma simulação de eventual segundo turno entre os candidatos Daniel Coelho (PSDB) e Geraldo Julio (PSB). Conheça o resultado:

- Geraldo Julio (PSB) – 49%
- Daniel Coelho (PSDB) - 32%
- Branco/nulo – 15%
- Não sabe/não respondeu – 4%

Rejeição

O Ibope também perguntou aos entrevistados em quem eles não votariam de jeito nenhum. Nesse item, os eleitores puderam escolher mais de um nome. Confira os índices de rejeição:
- Pantaleão (PCO) – 42%
- João Paulo (PT) – 35%
- Edilson Silva (PSOL) – 31%
- Simone Fontana (PSTU) – 31%
- Carlos Augusto (PV) – 27%
- Priscila Krause (DEM) – 24%
- Geraldo Julio (PSB) – 22%
- Daniel Coelho (PSDB) – 21%
- Poderia votar em todos – 3%
- Não sabe/não respondeu – 4%


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Pereira da Silva

E ai petralhada vagabunda algum comentário? onde estão os fdp que diziam que o dentadura de cavalo com a força do PT, do Luladrão, e toda quadrilha venceria no 1º turno. Agora é só chorar, pois, o sonho de mamar nas tetas da prefeitura acabou. Eu vou providenciar um jumento Canindé para vocês mamarem por quadro anos. hahahahahahahahahahahahaha

marcos

Silvinho faz um show fantasma e chama Lula que João da Dentadura melhora na pesquisa.

Valeriano

E Surubim, sairá alguma pesquisa de intenções de votos ???


Odonto Personalité

29/09


2016

Ângelo abre vantagem de 14 pontos em Sertânia

      Por Houldine Nascimento

      Da equipe do blog 

O candidato do PSB a prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira, abriu uma vantagem de 14 pontos percentuais sobre o seu adversário, o prefeito Guga Lins, do PSDB, e deve ser eleito no próximo domingo. Se as eleições municipais fossem hoje, o socialista teria 50,3% dos votos ante 36,3% do tucano. Em terceiro lugar, o candidato do Psol, Júlio César, ficaria com apenas 4% dos votos. Brancos e nulos representam 1,4% e indecisos estão na casa de 8%.

Ângelo também lidera na espontânea (46,9%), enquanto o candidato à reeleição registra 36%. Júlio César é lembrado por 2% dos entrevistados. O índice de brancos e nulos permanece 1,4% e os indecisos sobem para 13,7%. Quando é traçado o cenário de rejeição, Guga Lins aparece no topo. Entre os entrevistados, 35,1% disseram que não votam nele de jeito nenhum.  Em seguida, vem Ângelo Ferreira com 26,6%. Já o representante do Psol tem a recusa de 10,9% dos eleitores. Somente 5,4% disseram rejeitar todos os candidatos e 22% afirmaram não rejeitar nenhum deles.

O Instituto Opinião aplicou 350 questionários entre os dias 19 e 20 de setembro nas localidades de Albuquerque Né, Algodões, Alto da Conceição, Alto do Cemitério, Alto do Céu, Alto do Rio Branco, Carolina, Centro, COHAB I e II, Cruzeiro do Nordeste, Ferro Novo, Ferro Velho, Henrique Dias, Imaculada Conceição, Maniçoba, Maria Melo, Moderna, Pedra Grande, Pernambuquinho, Presidente Vargas, Rio da Barra, Rua da Cerâmica, Rua da Cruz, Rua do Juá, Rua dos Currais, Treze de Maio, Umburanas, Valdemar Siqueira e Vila dos Motoristas. O levantamento está registrado no TRE sob o número PE-04871/2016.

A pesquisa conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 5,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificando o levantamento, o candidato do PSB aparece melhor situado entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (54,4%), entre os eleitores com grau de instrução superior (54,5%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e dois salários mínimos (51,4%). Por sexo, 55,6% dos seus eleitores são mulheres e 44,7% são homens.

Já o prefeito aparece melhor situado entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (42,9%), entre os eleitores com grau de instrução entre a 6ª e 9ª séries (42,6%) e entre os eleitores com renda acima de dois salários (50%). Por sexo, 38,2% dos seus eleitores são homens e 34,4% são mulheres.

Gestão reprovada

A consulta também trouxe a avaliação dos eleitores sobre as gestões municipal, estadual e federal. O prefeito Guga Lins tem a desaprovação de 48% e aprovação de 41,7% dos entrevistados. O governador Paulo Câmara (PSB) conta com aprovação de 43,4%, enquanto 33,1% desaprovam. O presidente Michel Temer (PMDB) tem a reprovação de 58,6% e aprovação de 13,1%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Naipes

29/09


2016

Matuto abre frente de 25 pontos sobre Sérgio em Paulista

Houldine Nascimento

Da equipe do blog

Se as eleições fossem hoje, o prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), seria reeleito com 39,6% dos votos, abrindo uma frente de 25 pontos percentuais ante o candidato do PDT, Sérgio Leite, que aparece com 14,2%. Em seguida, aparece Severino Ramos, do PTB, com 13,3%, Gilderley Alves, do PMN, registra 1,8%, Cleide Andrade (Psol) 0,9% e Gilberto Sabino (Rede) 0,7%. Brancos e nulos somam 13,8% e os indecisos são 15,7%.

Na espontânea, Matuto praticamente repete a diferença. Aparece com 33,8% dos votos e o pedetista com 9,1%, seguido por Ramos, com 8,4%. Gilderley foi lembrado por 1,1% dos eleitores, enquanto Cleide tem a preferência de 0,7% e Sabino apenas 0,2%. No quesito rejeição, o prefeito aparece no topo. Dos entrevistados, 25,1% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Sérgio Leite vem logo atrás com 19,8%. Severino Ramos tem a rejeição de 6,7% dos entrevistados e Cleide Andrade tem a negativa de 2,7%.

Gilberto Sabino não seria votado por 2,2% dos eleitores e Gilderley é rejeitado por apenas 1,6%. Dos entrevistados, 12% disseram rejeitar todos e 29,9% declararam não rejeitar nenhum dos candidatos. Em Paulista, o Instituto Opinião aplicou 450 questionários entre os dias 23, 24 e 25 últimos, nas localidades de Arthur Lundgren I e II, Centro, Engenho Mamanguape, Fragoso, Jaguarana, Janga, Jardim Mamanguape, Jardim Paulista, Jardim Velho, Mamanguape I e II, Maria Farinha, Mirueira, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora do Ó, Nobre, Paratibe, Parque do Janga, Pau Amarelo, Tabajara e Torres Galvão. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE-02186/2016.

O levantamento conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 4,6 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificando a pesquisa, Júnior Matuto tem melhor desempenho entre os eleitores jovens, de 16 a 24 anos (54,8%), entre os eleitores com escolaridade até o 5º ano (43,6%) e entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (48%). Por sexo, 44,5% dos seus eleitores são homens e 35,6% são mulheres.

Sérgio Leite se sai melhor entre os idosos (17,7%), entre os eleitores com grau superior (17%) e entre os eleitores com renda familiar abaixo de dois salários mínimos (15,2%). Por sexo, 14,8% dos seus eleitores são mulheres e 13,5% são homens.

Ramos tem melhor cenário entre os eleitores de 35 a 44 anos (17%), entre os eleitores com escolaridade do 6º ao 9º ano (13,3%) e entre os eleitores com renda de até dois salários (15,2%). Por sexo, 15,6% do seu eleitorado são mulheres e 10,5% são homens.

Gestão avaliada com desconfiança

O Instituto Opinião também perguntou aos entrevistados a avaliação que fazem do prefeito, do governador e do presidente. A administração de Júnior Matuto é reprovada por 48,4% dos eleitores e aprovada por 42,2%, enquanto 9,4% não souberam responder ou não opinaram. O governador Paulo Câmara tem a aprovação de 50,2% e desaprovação de 29,6%, já o presidente Michel Temer tem 59,8% de reprovação e 13,1% de aprovação. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ariadne Morais Dias

Essa pesquisa feita dentro do gabinete do prefeito Junior Matuto, seria trágica se não fosse cômica! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK



29/09


2016

Izaías cresce e vantagem agora é de 58 pontos

Se as eleições fossem hoje, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), estaria reeleito com 69,5% das intenções de voto, vantagem avassaladora em relação ao candidato do PPS, Sivaldo Albino, que tem 11,3%, segundo nova pesquisa do Instituto Opinião. A candidata Claudomira Morais (DEM) surge com 3% e Paulo Camelo (PCB) tem 2%, à frente de Valter Couto (PDT), com somente 0,5%. Brancos e nulos registram 3,3% e os indecisos são 10,4%.

Em relação ao levantamento passado, entre os dias 5 e 6 de setembro, Izaías cresceu dois pontos – estava com 67,3% - e Sivaldo também avançou dois pontos – se situava na casa dos 9,8%. Paulo Camelo se manteve com o mesmo percentual, Valter Couto também se manteve em 0,5% e Claudomira subiu um ponto e meio – estava com 1,8%.

Na pesquisa espontânea, Izaías também desponta com índice expressivo de 64%, abrindo grande margem de 56,7% sobre Albino (7,3%). O candidato comunista registra 1,8%, a democrata tem 1,3% e Couto repete os 0,5% das intenções. Brancos e nulos caem para 2% e o número de indecisos sobe para 23,1%.

No quesito rejeição, o postulante do PPS parte na frente com taxa de 20,5%, enquanto Camelo tem 17,3%. O atual prefeito soma 11,8% de rejeição, já Claudomira aparece com 7,3% e o pedetista não seria votado por 5% dos entrevistados. Apenas 3% disseram rejeitar todos e 35,1% não rejeitam nenhum dos candidatos.

O Instituto Opinião aplicou 400 questionários entre os dias 22, 23 e 24 de setembro, nas localidades de Aluísio Pinto, Baixa da Telha, Boa Vista, Brasília, COHAB I, II e III, Estrela, Heliópolis, Indiano, Iratama, João Capão, José Maria Dourado, Magano, Manoel Xéu, Massaranduba, Miracica, Nova Heliópolis, Parque Fênix, Santo Antônio (Centro), São Carlos, São José, São Pedro, São Vicente e Várzea. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE-05153/2016.

O levantamento conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificando a pesquisa, Izaías Régis se sai melhor entre os eleitores na faxa etária acima de 60 anos (73,3%), entre os eleitores com grau de instrução no ensino médio (72,7%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e dois salários (73,9%). Por sexo, 70,6% dos seus eleitores são homens e 68,6% são mulheres.

Sivaldo Albino tem melhor atuação entre os eleitores na faixa etária faixa etária de 35 a 44 anos (15,5%), entre os eleitores com grau de instrução do 6º ao 9º ano (15,8%) e entre os eleitores com renda familiar de até um salário (12,1%). Por sexo, 12,7% dos seus eleitores são mulheres e 9,4% são homens.

Gestão com aprovação recorde

O prefeito Izaías Régis apresenta índices de aprovação que causam inveja a qualquer administrador. Segundo pesquisa do Instituto Opinião, 81,8% dos eleitores aprovam sua gestão e apenas 12,5% reprovam. Entre os garanhuenses, o governador Paulo Câmara computa 49% de desaprovação e 30,3% de aprovação. O presidente Michel Temer apresenta reprovação de 65,3% e aprovação de somente 16,3% dos entrevistados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/09


2016

Danilson abre vantagem de 12 pontos em Feira Nova

Houldine Nascimento

Da equipe do blog

O candidato a prefeito de Feira Nova pelo PSD, Danilson Gonzaga, desponta na corrida eleitoral com 50,3% das intenções de voto e deve vencer o pleito, segundo pesquisa do Instituto Opinião. O representante da oposição abriu uma distância de 12,3 pontos para a sua adversária, Juliana Chaves (PSB), que figura 38%. Brancos e nulos são 3,1% e indecisos somam 8,6%.

No levantamento espontâneo, Danilson se distancia ainda mais da opositora, chegando a abrir uma vantagem de 13 pontos. Aparere com 47,7%, enquanto Juliana tem 34,3% dos entrevistados. Brancos e nulos representam 3,1% e os indecisos são 14,6%. No quesito rejeição, a socialista aparece com 36,3%, enquanto o representante do PSD possui taxa de 28,9%. Somente 3,1% dos entrevistados rejeitam os dois postulantes e 31,7% não rejeitam nenhum dos candidatos.

O Instituto Opinião aplicou 350 questionários entre os dias 26 e 27 de setembro, nas localidades de Açudinho, Augustinho, Augusto Pedro, Barragem, Biu Caçu, BNH, Cachoeira Salobra, Cebo, Cemitério, Centro, Chaves, COHAB, Gonzaga, Jovelino, Lagoa dos Cavalos, Lamoeiro, Manjola, Poças, Quatro Contas, Queimadas, Ricardo, Santa Rosa, São José da Cachoeira, Sérgio, Sítio Novo e Vila do Ouro. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE-06739/2016.

O levantamento conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 5,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Quando a pesquisa é estratificada, constata-se que Danilson Gonzaga tem a preferência dos eleitores jovens, de 16 a 24 anos (58%), dos eleitores com grau de instrução superior (66,7%) e dos eleitores com renda familiar acima de dois salários mínimos (62,5%). Por sexo, 50,3% dos eleitores são homens e 50,3% são mulheres.

Juliana Chaves é a favorita entre os eleitores idosos (44,3%), entre os eleitores com ensino médio 43,4% e entre os eleitores com renda de até um salário (39%). Por sexo, 38% dos seus eleitores são homens e 38% são mulheres.

Administração

Em seu segundo mandato, o prefeito Nicodemos Ferreira (PSB) tem a aprovação de 53,4% e reprovação de 36,3% dos eleitores, de acordo com a consulta do Instituto Opinião. Dos entrevistados, 10,3% não souberam opinar ou não responderam. O governador Paulo Câmara é aprovado por 40,3% dos entrevistados e 32,3% desaprovam seu trabalho, enquanto o presidente Michel Temer tem a reprovação de 46,9% e a aprovação de 22% dos eleitores feira-novenses.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOAO PAULO SILVA DE LIMA

Coloca a pesquisa de Surubim Magno


Bm4 Marketing 7

29/09


2016

Vavá Rufino abre vantagem de 36 pontos em Moreno

 

 

 

 

 

Houldine Nascimento

Da equipe do blog

Se as eleições fossem hoje, o candidato do PTB a prefeito de Moreno, Vavá Rufino, seria eleito com uma grande margem de votos em relação aos seus adversários. Segundo pesquisa do Instituto Opinião, o trabalhista teria 53,7% dos votos, uma frente de 36,6 pontos percentuais ante o candidato do PMN, Edmilson Cupertino, que aparece com 17,1%. Em terceiro lugar, numa posição bem distante, a candidata do PSB, Patrícia Brasil, apoiada pelo atual prefeito, Adilson Gomes Filho, tem apenas 8,3%, enquanto o Professor Erigerson (PSol) desponta em último com 4,3%. Brancos e nulos somam 6% e os indecisos são 10,6%.

Vavá também tem larga vantagem na pesquisa espontânea, quando os eleitores lembram o nome dos candidatos sem consultar os dados do questionário. O postulante registra 48,3%, enquanto Edmilson surge com 14%. A candidata socialista tem 7,4% e Erigerson soma apenas 2%. Brancos e nulos caem para 5,1% e os indecisos representam 23,2%.

No quesito rejeição, Patrícia é “campeã”, com 31,1% das intenções. Já o prefeiturável petebista tem 16,3%, o candidato do PSol soma 10% e Professor Edmilson aparece com 9,1%. Somente 6,3% rejeitam todos e 27,2% dos eleitores não rejeitam nenhum dos candidatos.

O Instituto Opinião aplicou 350 questionários entre os dias 26 e 27 de setembro, nas localidades de ABC, Alto da Liberdade, Alto das Estrelas, Alto do Santo Antônio, Bela Vista, Bonança, Cambogi, Capim Canela, Caraúna, Centro, Cidade de Deus, COHAB, CSU, Cumarú, Galinha D'água, Jaboatãozinho, João Paulo II, Mangueira, Massaranduba, Maternidade, Mato Grosso, Miguel Arraes, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora de Fátima, Olaria, Pedreiras, Penoso, Serraria, Taboatá, Terra Nossa, Vila Holandesa e Xingú. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE- 03314 /2016.

O levantamento conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 5,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificando a pesquisa, Vavá Rufino é o favorito dos eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (56,8%), entre os eleitores com escolaridade até o 5º ano (56,9%) e entre os eleitores com renda familiar de até um salário mínimo (62,7%). Por sexo, 56% dos eleitores são mulheres e 51,2% são homens.

Edmilson Cupertino tem melhor atuação entre os eleitores de 35 a 44 anos (30,3%), entre os eleitores com grau superior (25%) e entre os eleitores com renda de um a dois salários (21,1%). Por sexo, 20,5% dos seus eleitores são homens e 14,1% são mulheres.

Gestão com grande índice de reprovação

O mau desempenho da candidata Patrícia Brasil é reflexo da avaliação que os eleitores morenenses fazem da administração do prefeito Adilson Gomes (PSB). Dos entrevistados, 74,9% desaprovam sua gestão e só 17,4% aprovam. Apenas 7,7% não opinaram ou não souberam responder. O governador Paulo Câmara também foi analisado, com taxa de aprovação de 42% e reprovação de 31,7%, já o presidente Michel Temer tem a desaprovação de 63,4% e aprovação de 12,9% dos eleitores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

claudio francisco ferreira

Agora quero ver se o governo de marciano do 40, vai ter poderes de ressuscitar O ex-governador e o ex-senador de Pernambuco, para intervir no diretório municipal do partido de Vavá Rufino e impugnar sua candidatura. Agora sim é 14. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.


Márcio Calheiros

29/09


2016

Coluna da quinta-feira

     Lula, um fardo pesado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou no Nordeste na semana passada jurando que não perdeu a majestade. Alvejado pela Operação Lava Jato, Lula, que corre risco de frequentar os corredores da cadeia em Curitiba, prometeu vitória aos candidatos petistas às prefeituras do Recife, João Paulo, e de Fortaleza, Luizianne Lins.

 Em Fortaleza, Luizianne oscilou negativamente. Passou de 16% para 15%, segundo pesquisa Datafolha, registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) sob o número CE-02799/2016. Ela está em terceiro, atrás de Roberto Cláudio (PDT), com 34%, e Capitão Wagner (PR), com 28%.

 No Recife, João Paulo caiu de 29% para 26% após a passagem do ex-presidente à capital de Pernambuco. Candidato à reeleição, Geraldo Júlio permanece líder absoluto, com 38% das intenções de voto, segundo pesquisa Datafolha, registrada no Tribunal Regional Eleitoral Pernambuco (TRE-PE) sob o protocolo PE-08704/2016.

Nem mesmo a popularidade de Lula, que deixou a Presidência da República, em 2010, com aprovação de 80% é pário para a Operação Lava Jato, que colocou o petista no banco dos réus. Aliados de Lula o querem longe dos palanques nesta reta final das eleições. Lula um dia foi rei, mas virou bobo da corte.

Casa mal-assombrada - Uma maldição ronda os ministros da Casa Civil nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff: todos se envolveram em escândalo de corrupção. Todo-poderoso sob o comando de Lula, José Dirceu foi condenado no mensalão e preso na Lava Jato. Dilma Rousseff, considerada ótima gestora, perdeu o mandatou, neste ano, após aprovação do impeachment. Dilma foi substituído por Erenice Guerra, que caiu acusada de tráfico de influência a favor da família. Eleita presidente, Dilma nomeou Antonio Palocci para a Casa Civil, preso pela Lava Jato sob a acusação de extorquir R$ 128 milhões da Odebrecht. Em seguida, vieram Gleisi Hoffmann, suspeita de ter recebido R$ 1 milhão de propina, Aloizio Mercadante e Jaques Wagner. É uma casa mal-assombrada.

Pouca margem de mudança - Nem mesmo acabaram as eleições municipais e o presidente Michel Temer anda focado na aprovação das reformas no Congresso. Nesta semana, Temer intensificou os debates com os líderes aliados a fim de aprovar, em outubro, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que impõe um limite de gastos públicos. Trata-se de resposta ao mercado financeiro, que reivindica ajuste fiscal para voltar a injetar dinheiro na economia brasileira. Com as reuniões, espera-se chegar a consenso sobre o texto final. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, acredita que não há “muita margem para mudanças”. 

Pedra 60... - O ministro das Cidades, Bruno Araújo, azeitou a relação com o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, definido no Palácio do Planalto como principal voz entre tucanos e peemedebistas no governo Michel Temer. A dupla anda afinada, compartilhando informações sobre dados do governo. Solicito, Terra ganhou um apelido carinhoso: “Terra é 60”. Trata-se de alusão à soma dos dois partidos nas urnas: 15 (PMDB) e 45 (PSDB).

Cobertor curto - Com o fim do financiamento privado de campanha, os candidatos não encontram solução para custear os altos custos das eleições. Passado o pleito deste ano, o Congresso pretende discutir nova maneira para arrecadar recursos. Entre os tucanos, a ideia é fazer um modelo híbrido, que misture financiamento público com privado – desde que tenha um teto destinado pelos empresários. Os partidos, no entanto, apostam que o caminho é aumentar o fundo partidário, que gastou R$ 819 milhões em 2016. Em tempo de crise, o distinto contribuinte pode pagar a conta da eleição de suas excelências.

Bom e próspero quadro – Entrevistado no Frente a Frente de ontem, abrindo a série dos candidatos a prefeito de Olinda, Guga Rosas, do PV, impressionou pelas respostas inteligentes, seguras e, principalmente, pelo preparo intelectual. Médico por formação, Guga tem uma proposta impactante na área ambiental para Olinda, é um estudioso do setor de segurança pública, também, e conhece a Marim dos Caetés como ninguém. Pena que não tenha tido uma boa mídia e espaço na propaganda eleitoral para difundir as suas ideias.

 

CURTAS

Barrado - Eunício Oliveira (PMDB-CE) é o principal candidato à Presidência do Senado, em 2017. Desfrutando de prestígio com seus pares, Oliveira não foi convidado para o primeiro jantar realizado no Palácio da Alvorada, na terça-feira (27). Questionado sobre o motivo, ele foi lacônico: “Pergunte para eles”.

Casa nova - O presidente Michel Temer decidiu se mudar para o Palácio da Alvorada com a mulher Marcela Temer. Desconfiados desde a queda de Dilma Rousseff, o casal só se convenceu após autorização da primeira-dama, que visitou a residência oficial da Presidência na semana passada.

Perguntar não ofende – Como Palocci conseguiu enriquecer da noite para o dia? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Achamos o Juíz, Ricardo Levandowski. Ele é uma mistura de PT com padeiro, adora FATIAR !

Nehemias Fernandes Jaques

Destruir o último líder popular a qualquer preço. Em todos os momentos graves, a ruptura – ainda quando uma exigência histórica – cedeu espaço à concordata pois o essencial foi sempre a conservação dos donos do poder no poder. Da Colônia ao Império, do Império à República, e até aqui.

Nehemias Fernandes Jaques

Procura-se um juiz que não seja do psdb, pmdb que seja corajoso, imparcial, julque com justiça, e não seja espetaculodo e que se orgulhe da toga

Nehemias Fernandes Jaques

interessantíssimo e ridículo; o \"quem mandou\"... você um tricha pena, que mandou mau pra burro, se soubessem o que estavam fazendo, bem mandariam! (riso ignorantes)

lino perrelli

Interessantíssimo e ridículo; o \"quem mandou\"... pena, que mandou mau pra burro, se soubessem o que estavam fazendo, bem mandariam! (riso ignorantes)



29/09


2016

Mãe de Wesley Safadão fica inelegível

O prefeito de Aracoiaba (CE), Antôno Cláudio Pinheiro (PSDB), e a vice dele, Maria Valmira Silva de Oliveira (PR), tiveram seus mandatos cassados e ficaram inelegíveis por oito anos por decisão do Tribunal Regional Eleitoral.

Valmira, conhecida por Dona Bill, é mãe do cantor Wesley Safadão.

A sentença foi dada pela juíza Cynthia Nóbrega Pereira Franklin Thomaz, da 67ª zona eleitoral, cabendo ainda recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral.

Pinheiro e Dona Bill foram denunciados por abuso de poder econômico e político.  (Do Diario de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores