Sebrae - Estamos ai

O vice de Gilson ?

Um nome que vem sendo bastante especulado para compor a chapa do pré-candidato a prefeito do Recife pelo PL, Gilson Machado, é o do executivo André Bolota, chefe de gabinete do deputado Alberto Feitosa. Além de agregar o público jovem, Bolota é articulado e experiente na vida pública, tendo ocupado vários cargos.

O que a presidente do PT fez pelo Recife?

Na entrega do título de Cidadã do Recife à presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, quinta-feira passada, na Câmara do Recife, só havia mesmo público no plenário. As galerias ficaram às moscas. Bem-feito! O que esta senhora já fez em favor da capital pernambucana?

Cidadania é um reconhecimento a quem presta relevantes serviços a um Estado ou município. Tenho impressão de que, além de não ter trazido nada que venha acrescentar à melhoria de qualidade de vida do recifense, essa senhora não conhece sequer a Avenida Agamenon Magalhães, símbolo do Recife. Imagine Dois Unidos!

Cidadão é toda e qualquer pessoa que atue na vida da cidade e de alguma maneira tenha contribuído ou contribua com a história do município. Mesmo não sendo um cidadão civil, ser um cidadão honorário não é para qualquer um. Para receber esse título, é preciso que a pessoa tenha realizado algum ato relevante sem visar lucros, interesses pessoais ou profissionais.

Infelizmente, essa honraria se vulgarizou com o passar dos anos. Não sou contra a honraria, até porque já sou cidadão de mais de 70 municípios de Pernambuco, mas tudo em função de bandeiras que defendo com o jornalismo do combate ao bom combate. Neste momento, por exemplo, abrimos uma frente em defesa da Missa do Vaqueiro.

Tem algo mais valioso? Só gostaria de saber, sinceramente, uma causa que esta“nobre” presidente nacional do PT abraçou em favor do Recife, da sua população pobre e esquecida dos morros, dos bairros que se confundem com a história libertária de 487 anos de lutas.

Tenho certeza de que a mandachuva do PT não sabe nem que Recife é a mais antiga entre as capitais estaduais brasileiras, surgida como “Ribeira de Mar dos Arrecifes dos Navios”, no ano de 1537, sendo a principal área portuária da Capitania de Pernambuco, a mais rica capitania do Brasil Colônia, conhecida em todo o mundo comercial da época graças à cultura da cana-de-açúcar e ao pau-brasil.

Não sabe Gleisi que, no século XVII, Recife foi por 24 anos a sede da colônia de Nova Holanda, que teve como um dos administradores o conde Maurício de Nassau. Após a expulsão dos neerlandeses, feita na Insurreição Pernambucana, o Recife emerge como a cidade mais importante de Pernambuco, tendo uma grande vocação comercial influenciada principalmente pelos comerciantes portugueses, os chamados “mascates”.

Foi palco de muitos dos primeiros fatos históricos do Novo Mundo: no Cabo de Santo Agostinho ocorreu o descobrimento do Brasil pelo navegador espanhol Vicente Yáñez Pinzón no dia 26 de janeiro de 1500; na Ilha de Itamaracá estabeleceu-se, em 1516, o primeiro “Governador das Partes do Brasil”, Pero Capico, que ali construiu o primeiro engenho de açúcar de que se tem notícia na América portuguesa.

Dentre as suas muitas alcunhas atribuídas, “Veneza Brasileira” é a mais conhecida. O romancista francês Albert Camus esteve no Recife em 1949 e comparou a capital pernambucana a outra cidade italiana ao descrevê-la, em seu livro Diário de Viagem, como a “Florença dos Trópicos”. O Centro Histórico do Recife — em que pesem as demolições e descaracterizações — representa em conjunto com os sítios históricos de Olinda, Igarassu e dos Guararapes um dos mais valiosos patrimônios barrocos do Brasil.

QUE EXTRAORDINÁRIO ARGUMENTO! – Veja que notável e profundo argumento da autora da proposta, a vereadora Liana Cirne (PT), para justificar o título de Cidadã do Recife à presidente nacional do seu partido, Gleisi Hoffmann: “Quando a gente olha para você, Gleisi, a gente entende que não vamos aceitar ser um milímetro a menos do que sabemos que somos. Você enfrentou o lavajatismo numa época em que queriam caçar o registro do nosso partido. Foi presidente do PT enquanto nosso maior líder (Lula) estava preso”.

Que discurso, dá inveja! – Na síntese do seu “profundo” discurso em agradecimento ao título de Cidadão do Recife, a presidente nacional do PT disse: “É muito significativo para esta paranaense, que vem lá da outra ponta do Brasil, ser acolhida de forma tão generosa pela capital de Pernambuco, terra marcada por sua tradição libertária, cidade sempre rebelde contra injustiça, de gente corajosa, criativa e solidária”.

PT insiste na vice – Na passagem pelo Recife, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, oficializou o nome do ex-vereador Mozart Sales como indicado do partido para ocupar a vaga de vice na chapa liderada pelo prefeito João Campos, que busca a reeleição. “Política é uma construção. Aqui não tem imposição, aqui não tem nenhum método diferente que não seja o da conversa”, disse, ao justificar seu respaldo à tese encampada pelo PT para emplacar a vice de João, que tem amplas chances de ser reeleito e se transformar em candidato natural da Frente Popular a governador nas eleições de 2026.

Ainda há prazo – Ainda sobre o respaldo da direção nacional do PT à indicação do vice de João, Gleisi foi mais além: “A gente teve recentemente essa definição. Então, ficou difícil uma definição do PSB sem uma definição do PT. Acho que, a partir de agora, tendo apresentado os nomes, a gente tem que compor, conversar com essa frente. Então, tem que ter o tempo, agora, para a gente conversar. É natural do processo. Ainda temos um prazo até as convenções para isso”.

E agora, Raquel? – Diante da divisão do PDT em Araripina, só restou ao prefeito Raimundo Pimentel jogar o abacaxi que administra no colo da governadora Raquel Lyra (PSDB). Pelo que deixou a entender, ontem, numa entrevista a uma emissora de rádio, se não conseguir emplacar a sua candidata a culpada será a governadora. “Estamos com o PDT porque a governadora disse que tinha o seu controle e o respaldo do presidente nacional, Carlos Lupi. Esta não é uma questão minha, mas da governadora Raquel Lyra”, disse.

Curtas

POLUIÇÃO – Uma pesquisa do Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação (IATI) mostrou que a praia do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, apresentou a maior quantidade de microplásticos (695 fragmentos no total), superando até mesmo praias com maior atividade turística, como Porto de Galinhas (320 fragmentos).

PEGOU MAL 1- Na passagem, ontem, pelo Sertão do Pajeú, a governadora Raquel Lyra (PSDB) deu uma tremenda pisada de bola ao querer passar a impressão que está atraindo prefeitos do PSB: posou ao lado de Evandro Valadares, de São José do Egito, o gestor campeão em rejeição no Sertão.

PEGOU MAL 2 – Já em Afogados da Ingazeira, a tucana esteve presente no ato de lançamento do pré-candidato Danilo de Gisa, do seu partido, que sequer pontua nas pesquisas. Ali, o favorito é o prefeito Sandrinho Palmeira (PSB), fiel aliado do deputado e ex-prefeito José Patriota (PSB).

Perguntar não ofende: Gleisi Hoffmann sabe onde fica os Torrões?


Após vistoriar o andamento das intervenções no Aeroporto de Patos, na Paraíba, o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, seguiu para o município de Brejinho, no Sertão do Pajeú pernambucano, para inaugurar, nesta sexta-feira (28), a pavimentação asfáltica da Rodovia PE-413, na saída para a cidade de Santa Terezinha. Ao lado prefeito Gilson Bento, Silvio Costa, que enviou emendas parlamentares no valor de quase R$ 5 milhões para a obra, destacou “a importância dessa estrada para o desenvolvimento da região”.

Mais cedo, em entrevista à Pajeú FM, Silvio Costa Filho tratou de investimentos para a região. “Estamos trabalhando no Aeroporto de Serra Talhada. Estamos fazendo investimentos de quase R$ 20 milhões; as obras estão em andamento.”, comentou. “Tenho trabalhado permanentemente para a gente discutir a situação dos aeroportos de Salgueiro e Arcoverde”, concluiu Silvio Costa Filho.

Lideranças políticas da região como o deputado estadual Nino de Enoque (PL), o seu filho, pré-candidato a prefeito de Moreno, Heitor de Enoque (PL), o ex-prefeito do município Edvard Bernardo e o vereador de Jaboatão Neneca do Piston ( PL), entre outros, prestigiaram, na quinta-feira (27) o São João da Casa Azul, onde funciona o Instituto Maria de Fátima, em Moreno. “Foi uma festa linda, animada e muito prestigiada, que celebrou o nosso São João, valorizando a nossa cultura e tradição”, disse Nino de Enoque.


São Paulo será a primeira cidade a receber o lançamento do livro “Ninguém Segura Este Monstro – Manipular, Mentir & Polarizar”, do jornalista Marcelo Tognozzi. O evento vai acontecer em 10 de julho, na Livraria da Vila. Com olhar perspicaz e uma capacidade analítica inigualável, neste livro Tognozzi mergulha profundamente na política contemporânea e na polarização que domina o cenário global.

A obra é uma coletânea de 100 artigos escritos pelo jornalista nos últimos cinco anos e publicador no jornal eletrônico Poder 360. São textos que tratam de cenários e fatos políticos marcantes no Brasil e no mundo, desde a ascensão de Bolsonaro, o ressurgimento de Lula e a eleição de Milei na Argentina; até o Governo Trump, a guerra da Ucrânia, os objetivos de Putin e o eterno conflito entre Israel e o mundo árabe, incluindo até mesmo as inescrupulosas ações do marqueteiro da direita internacional Steve Bannon.

Marcelo Tognozzi é um jornalista reconhecido por sua clareza e objetividade, profundo observador das pessoas e dos acontecimentos, oferecendo um antídoto contra a ignorância arrogante e o desprezo pela verdade que permeiam os tempos atuais.

“Em um momento em que o ódio à imprensa e ao conhecimento prolifera, Tognozzi proporciona lucidez e razão, brindando o leitor com a verdade, com o conhecimento que traz as luzes necessárias para entendermos a fase tormentosa pela qual passa a humanidade”, diz o também escritor e jornalista Nei Lima Figueiredo, autor do prefácio.

Depois de São Paulo, o livro será lançado em Brasília, Recife e Rio de Janeiro.

A festinha pelos 11 anos de João Pedro foi com seus colegas na escola, mas, há pouco, antes de jantar comigo e seu irmão Magno Filho, ele apagou as velinhas e partiu seu bolo.

Se o leitor não conseguiu acompanhar o Sextou do programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro e exibido pela Rede Nordeste de Rádio, não se preocupe. O programa de hoje foi uma homenagem à carreira do sanfoneiro Novinho da Paraíba, que está lançando disco novo. Clique aqui e confira

O prefeito João Campos sancionou, nesta sexta-feira (28), a lei que declara de Utilidade Pública o Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand (IOCFB). A partir de agora, a instituição, localizada na Várzea e que foi fundada pelo renomado artista pernambucano, Francisco Brennand, passa a ter garantida sua função social, com foco no fomento à produção cultural, educacional, social e artística.

“A Oficina Cerâmica Francisco Brennand é um grande patrimônio do Recife e, a partir de hoje, passa a ser também de utilidade pública. Com a sanção dessa lei, nós trazemos ainda mais responsabilidade para cuidar desse patrimônio, entendendo que é do interesse da cidade que ele seja preservado. Dessa forma, vamos avançar ainda mais para preservar a arte e a cultura do Recife”, ressaltou Campos. 

A nova legislação reconhece o IOCFB como uma entidade de grande relevância para o município, destacando seu papel na preservação e divulgação da obra de Francisco Brennand, um dos maiores artistas brasileiros. A lei visa assegurar que o instituto continue promovendo iniciativas voltadas para a comunidade, contribuindo para a manutenção e disseminação da rica herança cultural de Brennand.

Além de preservar e expor as mais de 3 mil obras do acervo de Brennand, o Instituto promove programas educativos que já beneficiaram milhares de alunos da rede pública e capacitaram centenas de professores. O IOCFB também proporciona a inclusão e a democratização do acesso à cultura, com programas educativos que já beneficiaram milhares de alunos da rede pública e capacitaram centenas de professores. 

O entorno da oficina ainda inclui uma área preservada da Mata Atlântica, que está aberta ao público para atividades de lazer e esporte. Trilhas ecológicas e outras iniciativas promovem a integração entre a arte e o meio ambiente, tornando o espaço um ponto de encontro para todos os recifenses.

Francisco Brennand, que iniciou sua carreira artística como pintor e desenhista aos 16 anos, transformou a antiga Cerâmica São João, na Várzea, em um espaço único que combina arte, história e natureza. Durante 50 anos, ele desenvolveu a Oficina Cerâmica, criando um legado que transcende fronteiras e enriquece a cultura local e internacional. Em 2019, Brennand formalizou a criação do IOCFB, garantindo a continuidade de sua obra e de seus ideais.

O dólar fechou em alta nesta sexta-feira (28), encerrando o primeiro semestre de 2024 com alta de mais de 15%. Cotado a R$ 5,59, a moeda americana chegou ao maior valor desde 10 de janeiro de 2022 (R$ 5,6742). O câmbio teve um novo dia ruim após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltar a criticar o Banco Central do Brasil (BC). Em entrevista à rádio O Tempo, de Belo Horizonte (MG), Lula disse que o patamar de juros no Brasil “vai melhorar” quando ele indicar o próximo presidente do BC. As informações são da Folha de S. Paulo.

Luan Aral, especialista em câmbio da Genial Investimentos, afirma que isso traz receio ao mercado, que entende a fala como uma sinalização de que o novo presidente vai promover quedas forçadas na taxa básica de juros, a Selic. Ou seja, vai intervir politicamente no banco Central, que é autônomo.

Ainda no cenário doméstico, o BC divulgou um resultado negativo para as contas do setor público consolidado de maio, com o déficit primário subindo para R$ 63,9 bilhões. Além disso, o mercado repercute a divulgação do índice PCE no país, o indicador de inflação favorito do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e que dá dicas sobre o rumo dos juros por lá. O número recuou ligeiramente em maio para 2,6% interanual, conforme esperado pelo mercado.

Além disso, a divulgação do resultado consolidado do setor público revelou um déficit superior às projeções. Também hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a taxa de desemprego no Brasil foi de 7,1% no trimestre encerrado em maio, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua. Com os resultados, o número absoluto de desocupados teve queda de 8,8% contra o trimestre anterior, atingindo 7,8 milhões de pessoas. Na comparação anual, o recuo é de 13%.

Nesta semana, não foi a primeira vez que as falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repercutiram nos mercados. Ontem, o presidente criticou as perspectivas de investidores e do mercado financeiro sobre uma aposta no enfraquecimento do real e em uma piora da economia brasileira.

Daqui a pouco entra no ar o Sextou, que desta vez homenageará o cantor e sanfoneiro Novinho da Paraíba, um dos ícones do forró no Nordeste. O artista está com novo álbum na praça, com destaque para a música Acorda, povo, em parceria com o notável J. Michillis. Novinho vai falar também de outros grandes sucessos seus, como Quando você quiser voltar, Solidão no peito e Gosto de você.

O Sextou vai ao ar das 18h às 19h, pela Rede Nordeste de Rádio, formada por 48 emissoras em Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Bahia, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM. Se você deseja ouvir pela internet, clique no link do Frente a Frente acima, no alto da página deste blog, ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na Play Store.

Em uma iniciativa inédita, a Sudene, as instituições de ciência e tecnologia na região e o Consórcio Nordeste de Governadores deram o primeiro passo para criação da Rede ICT Nordeste (Redictne), com a assinatura de uma carta de intenções durante reunião realizada nesta sexta-feira (28) na capital pernambucana. O objetivo central da iniciativa é a reafirmação do papel dessas instituições, articuladas para o diálogo com os demais atores político-institucionais presentes na região, para a promoção do desenvolvimento regional.

Tornar a região competitiva, aproveitando a janela de oportunidades a partir da neoindustrialização é o que move a iniciativa.

“Esse é um momento histórico: pela primeira vez a Sudene reuniu aqueles que representam a ciência, a pesquisa e a inovação no Nordeste, para que juntos possamos pensar o Nordeste do futuro, incorporando a pesquisa ao Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), a Nova Indústria Brasil (NIB), ou seja, agregar aqueles que têm conhecimento àqueles que estão formulando os planos para que a gente possa transformar em realidade tudo isso e mudar a vida do povo do Nordeste”, afirmou o superintendente da Sudene, Danilo Cabral.

O gestor ressalta que a melhoria na competitividade da região só pode ser alcançada a partir de investimentos em infraestrutura, avanços na educação e inovação.

Estavam presentes, na reunião, representantes de nove universidades das 20 que integram a Rede Nordeste (Rene) da Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). “Nós temos capacidade técnico-científica de aplicação dos resultados. Não existimos apenas para preencher currículos na plataforma Lattes”, frisou a reitora Ludimilla Oliveira, Universidade Federal Rural do Semiárido, ao falar sobre a contribuição que as universidades podem dar para o aumento da competitividades regional.

De forma prática, espera-se que seja assinado um acordo de cooperação técnica com todos os integrantes da Rede em dois meses, já com a definição do plano de trabalho e as metas a serem alcançadas.

A taxa de desocupação no trimestre encerrado em maio ficou em 7,1%, alcançando o menor patamar para o período desde 2014. O índice representa um recuo em relação ao trimestre móvel anterior, terminado em fevereiro, quando marcou 7,8%. Além disso, fica abaixo do nível registrado no mesmo período de 2023, quando era 8,3%. As informações são da Agência Brasil.

Se comparados com todos os trimestres da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, iniciada em 2012, o indicador é o menor desde o período de três meses encerrado em janeiro de 2015. Na época, a taxa ficou em 6,9%. O menor índice já registrado foi 6,6% no fim de 2014.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento aponta que, em maio, a população desocupada – pessoas com 14 anos ou mais de idade que não tinham trabalho e procuravam emprego – era de 7,8 milhões. Isso representa uma diminuição de 751 mil pessoas em relação ao trimestre encerrado em fevereiro de 2024 e de 1,2 milhão em comparação ao trimestre encerrado em maio de 2023.

A Pnad apura todas as formas de ocupação, seja emprego com ou sem carteira assinada, temporário e por conta própria, por exemplo.

Ocupados
A população ocupada chegou a 101,3 milhões de pessoas, um recorde da série histórica do IBGE. Esse contingente é 1,1 milhão superior ao do trimestre encerrado em fevereiro e 2,9 milhões acima do registrado no mesmo período de 2023.

De acordo com a coordenadora de pesquisas domiciliares do IBGE, Adriana Beringuy, “o crescimento contínuo da população ocupada tem sido impulsionado pela expansão dos empregados, tanto no segmento formal como informal. Isso mostra que diversas atividades econômicas vêm registrando tendência de aumento de seus contingentes”.

Para ilustrar a avaliação, o número de empregados com carteira assinada (38,3 milhões) foi recorde. “Esse recorde não acontece de uma hora para outra. É fruto de expansões a cada trimestre”, diz Adriana Beringuy.

O contingente de empregados sem carteira também foi o maior já registrado (13,7 milhões).

Na passagem de três meses, se destacaram na criação de vagas os grupamentos de administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde e serviços sociais (4,4%, ou mais 776 mil pessoas). Apresentaram redução os setores de transporte, armazenagem e correio (2,5%, ou menos 146 mil pessoas). Os demais grupamentos não tiveram variações significativas.

Recorde na massa salarial
O rendimento médio dos trabalhadores no trimestre encerrado em maio ficou em R$ 3.181, estável em relação ao trimestre anterior (R$ 3.161) e 5,6% maior na comparação anual. Esse valor é o mais alto já registrado para um trimestre encerrado em maio. Quando a comparação é geral, é o maior desde o outubro de 2020.

“Em 2020 havia rendimento elevado, mas com perda de população ocupada”, explica Adriana, se referindo ao período em que a economia sofria efeitos da pandemia, que forçaram o corte de postos de trabalho de menor remuneração e informais, principalmente.

A massa de rendimentos, que é o total de renda que os trabalhadores recebem, atingiu o recorde de R$ 317,9 bilhões. Esse valor funciona como um combustível para movimentar a economia, seja com consumo ou poupança.

A taxa de informalidade foi 38,6% da população ocupada, o que representa 39,1 milhões de trabalhadores informais. No trimestre anterior o índice era de 38,7 % e, um ano atrás, de 38,9%.

Esse grupamento informal inclui, principalmente, empregados sem carteira, empregador e trabalhador por conta própria sem CNPJ.

Contribuição para a previdência
A pesquisa do IBGE revelou que o país alcançou recorde no número de trabalhadores com contribuição para a previdência social. Foram 66,171 milhões no trimestre encerrado em maio. Esse volume tem crescido seguidamente desde o início de 2023.

Esse dado representa que 65,3% dos trabalhadores contribuíram para a previdência no trimestre terminado em maio. O maior patamar registrado foi 66% no início de 2016.

Durante o Primeiro Seminário de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado do Nordeste, realizado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado Coronel Alberto Feitosa apresentou os índices em Pernambuco, divulgados recentemente pelo Atlas da Violência, questionou a postura do atual presidente Lula e cobrou um plano de segurança pública eficaz.

Durante sua fala, “Em um ano e meio não há um plano eficaz. Precisamos cobrar sim um Plano de Segurança Pública que combata os altos índices de violência”, disse Feitosa em resposta a parte da fala do Secretário Nacional de Segurança Pública, Mario Luiz Sarrubo, que abriu as falas do Seminário.

“Falta vontade política. Tem que fazer o que os governadores Tarcísio Freitas (SP) e Robaldo Caiado (GO) estão fazendo com sucesso”, afirmou.

Miguel Gutierrez, ex-CEO da Lojas Americanas, foi preso na manhã desta sexta-feira, 28, em Madri, na Espanha. Ele foi alvo da Operação Disclosure, da Polícia Federal, e tinha mandado de prisão preventiva expedido pela pela Justiça brasileira desde quinta-feira 27. Como não foi encontrado, deve seu nome incluído na lista da Interpol. As informações são do site da revista Veja.

Gutierrez tem cidadania espanhola e estava no país desde o ano passado, seu nome foi incluído na difusão vermelha, a lista de foragidos internacionais da Interpol. Ainda não está definido se ele sexta enviado ao Brasil ou se ficará preso na Espanha, uma vez que o país não extradita seus cidadãos.

Além de Gutierrez, Anna Saicali, ex-diretora do grupo, também foi incluída na lista vermelha. Ambos são acusados de terem participado e encobertado o rombo de R$ 25,2 bilhões na Americanas, o maior caso de fraude contábil do Brasil.

A difusão vermelha é um sistema que permite que a ordem de prisão para pessoas no exterior seja divulgada entre países integrantes da Interpol, para que eles possam, assim, cumprir o mandado e deslocar os alvos às devidas jurisdições. Os mandados de busca e apreensão e prisão preventiva dos dois ex-executivos foram expedidos ontem.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a Polícia Federal afirmou que Gutierrez se desfez de bens, entre imóveis e veículos, e enviou valores a fundos offshore em paraísos fiscais. Gutierrez tem cidadania brasileira e espanhola e estava morando na Espanha após a divulgação da fraude na Americanas.

A obra de ampliação do sistema de abastecimento de água do município de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, foi vistoriada pela governadora Raquel Lyra nesta sexta-feira (28). Com investimento de R$ 20 milhões, serão instalados 42 quilômetros de redes de distribuição, substituindo antigas tubulações que provocavam vazamentos frequentes na rede. A intervenção irá beneficiar cerca de 70 mil pessoas e quando for concluída dará fim ao rodízio de água no município.

O serviço realizado pela Compesa está substituindo tubulações antigas por novos tubos de maior diâmetro, evitando estouramento e vazamento de água. Atualmente, 60% da população recebe água fora de rodízio e 40% está no esquema de cinco dias com água e sete sem. Ao final da obra, serão beneficiados os bairros de Pôr do Sol, São Miguel, São Cristóvão, Melancia, Veraneio, Cohab 2, Cardeal e o Centro do município.

O deputado estadual Kaio Maniçoba acompanhou a visita e lembrou que a obra atende a uma demanda antiga da população. “Cada cidadão sabe da dificuldade que vem enfrentando com a falta d’água. E ter esse bem precioso chegando nas torneiras significa respeito à população, garantindo o básico para que as pessoas possam trabalhar e fazer suas atividades com maior qualidade”, disse.

A expectativa é de que os serviços sejam concluídos em janeiro de 2026, com o objetivo de tirar a cidade de Arcoverde do rodízio, ofertando água diariamente. Até o momento, já foram implantados mais de 3 mil metros da nova tubulação em PVC.

O prefeito de Arcoverde, Wellington da LW, agradeceu a atuação do Governo do Estado. “Esse serviço é de extrema importância porque representa o fim do rodízio, que ainda afeta parte dos moradores da cidade. Água representa vida e temos a felicidade de receber a governadora Raquel Lyra acompanhando de perto esta obra. Estamos gratos por essa iniciativa”, afirmou.

Dentro dos serviços ainda está prevista a reconstrução da Estação Elevatória de Água Bruta, hoje localizada na zona rural de Arcoverde, em um nível mais elevado, para evitar inundações que provocam paradas no sistema e prejudicam o abastecimento. Essa nova estação de bombeamento, que é parte do sistema de Riacho do Pau, contará com equipamentos modernos e sistema de automação, dando mais confiabilidade ao sistema de abastecimento da cidade.

De acordo com o diretor regional do Sertão da Compesa, Guilherme Freire, as iniciativas são essenciais para otimizar a eficiência operacional. “O projeto visa reestruturar todo o sistema de abastecimento da cidade, proporcionando uma distribuição mais equitativa e eficiente para atender às necessidades da população. As intervenções estão com um bom ritmo de andamento para acelerar a entrega desse benefício”, afirmou.

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump (Republicano) foi considerado por 67% dos eleitores norte-americanos o vencedor do debate presidencial contra o atual mandatário, Joe Biden (Democrata). Segundo pesquisa da CNN divulgada nesta sexta-feira (28), só 33% consideraram Biden o vencedor do embate de quinta-feira (27). As informações são do site Poder360.

O levantamento foi encomendado ao SSRS (redefining research). Foram entrevistados 565 eleitores registrados. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos. Apesar de 2/3 declararem Trump o vencedor, o debate não mudou a opinião de grande maioria do eleitoral. Para 81% dos norte-americanos, o embate na CNN não influenciará em seus votos em 5 de novembro. Só 5% disseram ter mudado de ideia, enquanto 14% estão “reconsiderando”.

Em temas mais espinhosos, Trump se saiu melhor ao abordar imigração, economia e política externa, segundo os eleitores questionados. Já Biden se sobressaiu na defesa à proteção federal ao aborto e da democracia.

O saldo total foi negativo para Biden. A visão favorável dos norte-americanos em relação ao democrata caiu de 37% para 31% depois do debate. Já Trump manteve sua avaliação estável –oscilou de 40% para 43%, dentro da margem de erro.

Este 1º debate entre Trump e Biden foi realizado antes da oficialização da candidatura de ambos pelos partidos Republicano e Democrata, respectivamente. Os nomes serão confirmados nas convenções nacionais dos partidos, marcadas para julho e agosto.

Regras

Nos EUA, as regras eleitorais são diferentes do que há no Brasil na hora de definir quem é o candidato a presidente. A lei brasileira dá poder total à legenda para escolher um nome em uma convenção nacional. Já no sistema norte-americano, isso é feito apenas depois de o próprio candidato ter obtido apoios em cada 1 dos 50 Estados.

Pela norma dos EUA, os interessados em concorrer a presidente precisam disputar localmente o endosso nos 50 Estados, por meio de um complexo sistema de eleições prévias locais. Biden já obteve esses apoios para ter seu nome incluído nas cédulas na disputa de 5 de novembro. Isso significa que se torna mais difícil a decisão do Partido Democrata de tentar trocar o candidato a esta altura. Além de ter de convencer Biden a deixar a corrida presidencial, seria necessário reconquistar os apoios estaduais para o novo eventual candidato à Casa Branca.

Uma escolha que poderia parecer natural seria a da atual vice-presidente, Kamala Harris, política liberal de 59 anos e que fez carreira na Califórnia. Só que Harris é vista por parte dos eleitores como excessivamente de esquerda. Tem apresentado em pesquisas uma popularidade menor do que a de Joe Biden. Ou seja, os democratas têm pouco tempo, muitas incertezas e nenhum nome ainda claramente habilitado para ser candidato a presidente no lugar de Biden em novembro.

A convite do meu amigo André Gustavo, conheci, há pouco, o restaurante Xerém Marisqueira, em Boa Viagem, por um simples motivo: o chef é Bigode, que comandou a cozinha do Leite por mais de 30 anos.

A comida, claro, com o toque especial de Bigode, é maravilhosa. O cardápio é bastante variado, vai de carnes a frutos do mar. Recentemente inaugurado, o restaurante é tocado pelos empresários Victor e Vinícius Andrade, ao meu lado na foto com o grande Bigode. O Marisqueira tem uma variedade de pratos que há tempo não se via.

A casa é simples e ao mesmo tempo sofisticada. Vale a pena conhecer. Fica na Rua Dom Estevão Brioso, 139, em Boa Viagem.