Sudene garante recursos para Turismo e produção de energia limpa

Portal MaisPB

O superintendente da Sudene, Danilo Cabral, garantiu recursos para o próximo ano para investimentos no Turismo, produção de energia renovável, polo de calçados e têxtil. Ele participa, hoje, da eleição do Consórcio Nordeste, em Recife.

Segundo ele, os investimentos ocorrem em áreas estratégicas com o intuito de reduzir as desigualdades na região Nordeste. “Esses recursos são distribuídos de forma isonômica, todos os estados, inclusive é uma diretriz prevista no FNE, eles têm um percentual de equilíbrio, até para a gente ter um equilíbrio na execução desses recursos, para que nenhum estado tenha mais do que o outro dentro daquela realidade. A Paraíba faz parte desse esforço também. Já tem investimentos hoje na área de infraestrutura, temos muitos recursos sendo investidos em energia limpa na Paraíba, esse que é o grande vetor de desenvolvimento hoje da nossa região”, disse o superintendente Danilo.

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, militante histórico comunista, hoje filiado ao PDT, prestigiou o lançamento da biografia de Marco Maciel, há pouco, na capital sergipana, ao lado de vários políticos, jornalistas e formadores de opinião. Em entrevista, afirmou que quando vice-prefeito do ex-prefeito Marcelo Deda, já falecido, se inspirou no estilo de Maciel como vice de FHC. Na noite de autógrafos, a presença do procurador João Bandeira de Melo, filho de Francisco Bandeira, um dos aliados mais fiéis do ex-vice-presidente da República.

A TV Sergipe, afiliada da Globo em Sergipe, abriu espaço para anunciar a noite de autógrafos do livro “O Estilo Marco Maciel”, que acontece daqui a pouco, no Museu da Gente Sergipana, o Instituto Banese. A TV Atalaia, afiliada da Record em Sergipe, também me entrevistou ao vivo. Confira as duas reportagens!

Participação na TV Atalaia

Entrevista na TV Sergipe

Por André Barros

Almoço bem divertido com o jornalista Magno Martins, que está nos visitando em Sergipe. Martins veio lançar o livro com a biografia do ex-vice presidente Marco Maciel, no Museu da Gente Sergipana. Na foto, com os amigos Luiz Carlos Focca e Luciano Milstein.

Por André Barros

Chamou a atenção, durante a cerimônia de Financiamento dos Bancos Públicos para investimentos nos Estados, a conversa ao pé de ouvido do presidente Lula com o governador Fábio Mitidieri (PSD). Antes de posarem para a foto oficial, Lula papeou com Mitidieri com sorrisos e apertos de mão. Relação harmoniosa!

Ainda bem que o senador Rogério Carvalho limitou ao Estado de Sergipe a necessidade de as pessoas de relevância do PT, que se aproximarem do governador Mitidieri, terem que se justificar à militância do partido aqui em Sergipe… Já imaginou Lula tendo que se justificar?

O Conselho Federal da OAB elegeu, ontem, a lista sêxtupla para o preenchimento da vaga destinada à advocacia no Tribunal Superior do Trabalho. A eleição, que teve advogados inscritos de todo o Brasil, foi uma das disputas mais acirradas de todos os tempos na OAB, chegando à formação da lista sêxtupla após constantes adiamentos.

Pela primeira vez na história, a OAB Sergipe tem uma mulher advogada na lista, com Rose Morais. Além de Rose, compõem a lista sêxtupla os advogados Adriano Costa Avelino (OAB/AL), Antônio Fabrício de Matos Gonçalves (OAB/MG), Emmanuel Campelo de Souza Pereira (OAB/RN), Natasja Deschoolmeester (OAB/AM) e Raimar Rodrigues Machado (OAB/RS). As informações são do portal AJN1.

Ao defender sua candidatura durante a sabatina, Rose Morais ressaltou a importância de o espaço ser ocupado por uma mulher, advogada e sergipana: “Sinto-me muito confortável em ocupar essa tribuna, porque aqui é a minha Casa. Foi neste lugar de luta institucional, ao lado de mulheres e homens valorosos, que vivi os últimos 18 anos da minha vida. Sou a primeira, mas tenho certeza que não serei a única. Agora, todas as mulheres do meu estado sabem que este lugar também é nosso”.

Na OAB/SE, Rose participou de diversas comissões, exerceu os cargos de Conselheira Seccional por dois mandatos, Secretária Geral Adjunta (2013-2015), Corregedora da OAB (2013-2015), Ouvidora Geral (2022), Coordenadora Geral das Comissões (2022).

No Conselho Federal, participou do Comitê de Funcionalidades do PJE e representou o Conselho Federal da OAB junto ao Comitê Gestor do PJE no TST. Também foi professora da Escola Superior da Advocacia. A partir de 2022, passou a presidir a Comissão Especial de Criptomoedas e Blockchain, por designação do presidente Beto Simonetti.

Para o presidente da OAB/SE, Danniel Alves Costa, esse foi mais um passo para recuperar o protagonismo da Ordem em âmbito nacional. “Hoje a advocacia sergipana está em festa, porque a OAB/SE cede o que tem de melhor para o Conselho Federal. No entanto, ainda mais importante é ver o desfecho desse processo eleitoral que foi, talvez, o mais disputado da história. Com estratégia, articulação e com a confiança da diretoria da OAB Nacional, conquistamos este importante espaço para nosso Estado”.

Em Brasília, a candidatura de Rose Morais foi conduzida pelo presidente Danniel Alves Costa e pelo presidente da Comissão de Assuntos Institucionais e Membro Honorário Vitalício, Carlos Augusto Monteiro Nascimento.

Agora, a OAB deve entregar a lista sêxtupla ao TST, que designará sessão específica para a formação da lista tríplice a ser entregue ao Presidente da República.

Na condição de conselheiro, o empresário sergipano Emanuel Oliveira participa, neste momento, em Brasília, de reunião especial do Conselho Econômico e Social. Durante o momento, que conta com a participação do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, e dos ministros Simone Tebet, Alexandre Padilha, Welington Dias, Fernando Haddad, Margareth Menezes e Márcio França, estão sendo discutidos, entre outros pontos, a criação de rotas para importação e exportação.

Também na pauta, estão temas como a conscientização da necessidade do crescimento da indústria e o estabelecimento de juros de 4% para implantação de empresas no setor de inovação, pesquisa e tecnologia no Brasil. “Importante dizer que todos os itens já estão em construção e/ou liberados nos bancos brasileiros para implementação. O Brasil vai avançar”, afirma Emanuel Oliveira.

O cantor de forró João Lacerda, filho do saudoso Genival Lacerda, recebe, na próxima segunda-feira (18), às 14h, na Assembleia Legislativa da Paraíba, a medalha Augusto dos Anjos. A honraria, que ocorre durante sessão especial da Casa em homenagem ao Dia Nacional do Forró, se dá em reconhecimento à trajetória trilhada por João Lacerda há mais de 30 anos na cultura do forró.

Por Arnaldo Santos*

No curso do Advento, primeira quinzena de dezembro de 2023, decidiu o Criador que os leitores do nosso País experimentassem o ensejo de acolher, feito extremado regalo natalino, esta maravilha dupla, conformada na obra O Estilo Marco Maciel, e de agricultura do celebrado escritor, festejado jornalista afogadense (Afogados de Ingazeira – PE) Magno Martins, pós-graduado em Ciência Política e produtor exímio de dez obras de alçada estimação para o Conhecimento Histórico e a Literatura pátrias, bem assim, de todos os continentes e ilhas da Geografia global.

 O conjunto sob relação se enuncia magnificamente nutrido de multíplices informações, dilatadas e precisas, recolhidas, principalmente, no convívio íntimo, em seu mister de periodista, com a personalidade retratada nesta sua Magnum Opus – pois, no meu sentir, desbanca, sem o deslustrar, é claro – seu recente exemplar Histórias de Repórter (2021) – máxime em razão da matéria de cobertura, de universo mais ampliado, do livro ora sob glosa.

Expresso-me como leitor frequente desse grandioso Autor, bem assim de acompanhante, na minha carreira de cidadão e jornalista, do estalão de pessoa fotografada, Marco Antônio de Oliveira Maciel (1940-2021), e em exemplar didático tão espesso, ex-vi da massa de razões passíveis de propagação coletiva.

Assim, o dúplex portento da edição, consoante sugerido no título deste comentário, repousa no fato de serem considerados dois motos para avaliação da história aqui reproduzida: a) a personalidade do primeiro MM, Magno Martins – e b)  a extraordinária estampa do segundo MM, Marco Maciel – espelho de nobreza humana em todos os sentidos e cânone de político/homem público que desempenhou variadas funções e exerceu todos os múnus de celagem federativa possíveis de exercício por um brasileiro, inclusive de Presidente da República, provisionalmente, por cerca de oitenta ocasiões.

Evidentemente, por ser despropositado, o leitor não aguarda que eu forneça detalhamentos atinentes à peça inteligente agora editada, o que lhe retiraria o apetite da leitura. Impõe-se, todavia, evidenciar os adornos adicionados a esta singular produção do compositor de Reféns da Seca, os quais lhe conferem valia remanescente de imensa consideração, segundo configuram os aditamentos capitulares:

a) A Lição do Doutor Marco, da assinatura do jornalista Marcelo Tognozzi; b) Marco Maciel, o Grande Líder da Transição Democrática, firmado pelo ex-governador de Santa Catarina, ex-senador e ex-ministro da Educação, Jorge Bornhausen; c) Maciel, um Gigante de Perfil e Honradez Multidimensional, com a chancela do homem de jornal e escritor de Pernambuco, Luís Costa Pinto; e d) Marco Maciel, um Conciliador, módulo subscrito por parte de Houldine Nascimento, profissional dos veículos de propagação coletiva.

No meio de centenas de informes de sobeja relevância, o primeiro MM, em transparente elocução, dotado da profundez dos literatos de mister, aplicando português escorreito, nobre e assente na veracidade das narrações, patenteia o completo argumento de vida do outro MM, o qual mourejou na Política por mais de cinquent’anos, nos contextos do Estado de Gilberto Freyre, do qual foi Governador (1979-1982), e do Brasil feito um todo, Vice-Presidente do sociólogo de escol, Prof. Dr. Fernando Henrique Cardoso, de 1995 a 2003.

Que os leitores se dirijam, obstinadamente, à decodificação deste extraordinário impresso de 218 páginas, em letra miúda, uma das mais valiosas e necessárias edições que agora adentram, ad aeternam, o recheio das bibliotecas e lugares de registros eletrônicos, para consultas ininterruptas pelo povo de nossa Nação e dos estrangeiros que preservam simpatia por Pátria tão distinta – desde que avessa a atos impatrióticos, inditosamente tão comuns no tempo fluente.

Na qualidade de cidadão interiorano, também (Juazeiro do Norte-CE), congratulações dirijo ao meu colega e amigo, demandista de O Nordeste que Deu Certo, medida-padrão da atividade jornalística e da intelectualidade nacionais, pela continuidade de sua já bem cerrada e valorosa operação literocientífica, cuja continuação parece explícita, haja vista a multiplicação constante e tematicamente diversificada do seu produto editorial.

*Jornalista e sociólogo. Doutor em Ciência Política pela Universidade Nova de Lisboa. Pós-doutorando em Ciência Política pela Universidade Federal do Ceará.

Na peregrinação pelas capitais nordestinas, o livro O Estilo Marco Maciel terá noite de autógrafos hoje em Aracaju, charmosa capital de Sergipe. O evento está marcado para o Museu da Gente Sergipana, o chamado Instituto Banese, no centro da cidade, a partir das 18 horas. Clique e veja a reportagem que a TV Pajuçara, afiliada da Record, fez ontem no lançamento da obra em Maceió.