ArcoVerde

18/01


2019

Prefeito de Toritama tem aprovação recorde de 90,2%

Em tempos de descrédito nos políticos e na política, quem confirma esta aprovação é o Instituto Opinião, de Campina Grande, que realizou, em parceria com este blog, pesquisa quantitativa de opinião pública e socioeconômica, que teve como objetivo realizar a avaliação da gestão e a satisfação da qualidade dos serviços públicos prestados pela Prefeitura de Toritama.

As entrevistas foram realizadas nas seguintes localidades: Antão, Arlindo, Areal, Buraco Quente, Campo Alegre, Centro, COHAB, Deus é Fiel, Duque de Caxias, El Shaday, Independente, Izídio Tavares, Mangas, Novo Coqueiral, Planalto, Príncipe da Paz, Santa Maria, São João, São Benedito, Serra do Poste e Valentim. Foi utilizada uma amostra probabilística casual simples, estratificada proporcionalmente à densidade populacional das áreas pesquisadas, com controle das variáveis: sexo e faixa etária, estratificadas de acordo com os dados obtidos junto ao IBGE. Foram realizadas 400 entrevistas.

O intervalo de confiança estimado é de 90% e a margem de erro máxima é de 4,1 pontos percentuais para mais ou para menos. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados.

A pesquisa mostrou que, além de uma aprovação surpreendente de 90,2%, a atual gestão vem acertando no caminho escolhido, pois 91% dos entrevistados afirmaram que Toritama está no caminho certo (progredindo), atestando dessa forma o modelo de gestão orientado para resultados.

Quando a pergunta foi que nota daria a administração do prefeito de Toritama, Edilson Tavares (MDB), a média ponderada cravada pela maioria dos entrevistados foi de 9,0 (nove).

Quando se perguntou sobre a avaliação geral da gestão, 36,5% avaliaram como ótima a administração; 45,1% disseram que é boa; 13,5% regular; 2,3% ruim e apenas 1,3% péssima. 1,3% não responderam ou não sabem. Diante desse quadro a avaliação da gestão chegou ao patamar 81,6% de índice ótimo e bom.

A pesquisa perguntou ainda sobre a qualidade dos serviços públicos prestados, e os resultados confirmaram a avaliação geral. O bom desempenho da gestão foi desdobrado em todas as áreas. A nota geral da educação foi de 8,5. A qualidade da merenda escolar foi apontada por 86,3% dos entrevistados como ótima e boa.

Em 2018, foram entregues a população da Toritama três novas escolas e um Centro Municipal de Educação Infantil. Foram mais R$ 11 milhões em investimentos com recursos próprios. A educação de Toritama avançou 40 posições no IDEB, saindo da incômoda penúltima colocação (2015). Para 87,2% dos entrevistados a qualidade de ensino nas escolas de Toritama melhorou.

A nota geral da saúde foi de 8,4. Em 2018 foram entregues a Unidade Básica de Saúde na comunidade do Deus é Fiel, a requalificação da Policlínica, a nova Casa de Apoio em Recife e a Central de Abastecimento Farmacêutica (CAF). O atendimento prestado pela equipe de enfermagem foi apontado como ótimo e bom por 91,4% dos usuários. Os serviços odontológicos foram aprovados por 90,4%. O atendimento de emergência do hospital é considerado ótimo/bom por 85,6% das pessoas que recorreram àquela unidade. 

Com estes números positivos, o prefeito Edilson Tavares segue tranquilo para o pleito do próximo ano, onde tentará a reeleição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

18/01


2019

Bolsonaro se reúne com Onyx e Moro

Um dia depois de o ministro do STF Luiz Fux ter determinado a suspensão das investigações relativas a movimentações financeiras do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz, o presidente Jair Bolsonaro conversa, na manhã de hoje, com os ministros Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, e Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública. Bolsonaro reservou a primeira agenda do dia para os dois ministros. Até agora, o Planalto não se pronunciou oficialmente sobre a suspensão das investigações, informou o Broadcast Político.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula recebeu propina pela obra da Usina Hidrelétrica Belo Monte, no Pará. A Odebrecht destinou R$ 15 milhões a Lula Isso é um pequeno Pixuleco. kkkk

Fernandes

Fux é o juiz… O juiz é pai da Mariana… era sócia no escritório de Gustavo… Gustavo é presidente do PSL… PSL é partido do bozo… bozo é pai de Flávio… Flávio é patrão de Queiroz… Queiroz é investigado bingo!



18/01


2019

BNDES divulga lista com os 50 maiores clientes do banco

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou, hoje, a lista dos seus 50 maiores clientes e todas as operações com eles realizadas nos últimos 15 anos.

De acordo com o banco, os dados já estavam no site, mas as informações estavam fragmentadas em diversas páginas, separadas por linhas de financiamento, disponíveis de uma "maneira difícil para a maioria das pessoas". Agora os dados estão concentrados em um único link.

Criado durante o governo de Getúlio Vargas, em 1952, o banco estatal tem como objetivo financiar o desenvolvimento da economia, e historicamente tem oferecido empréstimos de longo prazo e taxas de juros mais favoráveis tanto para empresas como para governos estaduais e municipais. O BNDES gere recursos públicos e tem o Tesouro Nacional como seu acionista.

Desde 2004, figuram entre os cinco maiores clientes do banco: Petrobras, Embraer, Norte Energia, Vale e a construtura Odebrecht, envolvida em escândalos de corrupção na Operação Lava Jato.

De acordo com os dados divulgados pelo BNDES, a construtura fechou empréstimos no valor de R$ 18 bilhões nos últimos 15 anos. O maior tomador de recursos é a Petrobras: 62,429 bilhões desde 2004.

Segundo o BNDES, o objetivo da mudança é "tornar a navegação mais amigável e acessível", conferir mais transparência e facilitar ao público entendimento sobre as operações e investimentos do banco.

"A disponibilização da lista, com acesso a um grande número de detalhes de cada operação, é parte do esforço de transparência que o Banco tem feito e que deve ser a marca das suas ações sempre", informou o banco por meio de nota divulgada hoje.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2019

Coluna da sexta-feira

Maia em busca do PSB

Por Arthur Cunha – especial para o blog

Antes mesmo de almoçar com bancada federal pernambucana, ontem, no Recife, o presidente da Câmara e candidato à reeleição, Rodrigo Maia, foi ao Palácio do Campo das Princesas fazer uma visita de cortesia ao governador Paulo Câmara, vice-presidente nacional do PSB. Maia sabe que o apoio formal dos socialistas é fundamental para a sua vitória ainda em primeiro turno. Daí a opção de procurar o governador, dado o peso e a influência que a ala de Pernambuco terá na definição do partido, marcada para a próxima semana. Paulo e Maia têm uma excelente relação, que surgiu de um amigo em comum, o deputado Fernando Monteiro, um dos principais articuladores do carioca.

A tarefa de Maia de convencer o PSB não é fácil, mas está longe de ser impossível. Sinal disso foi a presença de três socialistas – Tadeu Alencar, Danilo Cabral e João Campos – no almoço que sucedeu a ida do presidente da Câmara ao Palácio. Os três chegam juntos ao ato, em um gesto simbólico. No final, Maia conversou em separado com Tadeu e João. Ainda faltariam, em tese, dois votos do PSB de Pernambuco: Gonzaga Patriota, que não participou do almoço, mas que deve seguir o partido; e Felipe Carreras, que já adiantou voto no colega de legenda JHC, que, por sua vez, estará hoje no estado – visita o governador às 9h.

Ao final da primeira agenda, Maia se mostrou otimista. “Estamos conversando, dialogando. O PSB é um dos grandes partidos que a Câmara tem. Um partido histórico, com grandes quadros. Infelizmente, tomou uma posição divergente, mas esperamos que a gente possa, dialogando, trazê-lo de volta, como foi na eleição de 2017. Mas, independente disso, a gente respeita a posição do PSB. Vai continuar contribuindo para o Parlamento, como contribuiu nos últimos anos”, destacou, em tom elogioso.

Um dos empecilhos à chancela do PSB foi a aproximação do presidente da Câmara com o PSL, do presidente Jair Bolsonaro, que elegeu 52 parlamentares. O presidente da Câmara, no entanto, minimizou afirmando que se tratam de dois posicionamentos diferentes. “Acredito que a gente não pode misturar o processo da Câmara com o processo eleitoral de 2018. Não há nenhum acordo da minha candidatura que eu construí com o governo”, comentou Maia, que segue na busca por apoios.

Prestigiado – O almoço do presidente da Câmara com a bancada pernambucana foi bastante prestigiado. Participaram, da vice-governadora Luciana Santos, presidente nacional do PCdoB, a deputados que não se reelegeram, e, portanto, não podem nem votar no democrata, a exemplo de Mendonça Filho, Silvio Costa, Carlos Eduardo Cadoca, Jorge Côrte Real e Betinho Gomes. Maia estava à vontade; o clima era de descontração. A deputada Shéridan Oliveira, de Roraima, conhecida como a musa da Câmara, também participou.

Ao lado – Presente ao almoço, o senador eleito Jarbas Vasconcelos foi reverenciado pelo presidente da Câmara, que fez questão de acompanhá-lo até a porta na hora de o ex-governador ir embora. Jarbas, por sinal, sentou-se ao lado de Mendonça Filho, seu ex-aliado, com quem chegou a se desentender na campanha – os dois disputaram o Senado. Ontem, o emedebista já havia dividido o mesmo espaço com o senador Fernando Bezerra Coelho, com quem briga pelo MDB. Já Fernando Filho e Raul Henry também se sentaram próximos e conversaram.

Contabilidade – A contabilidade no almoço era que Rodrigo Maia já tem 15 dos 25 votos possíveis entre os pernambucanos. O democrata, porém, só pode chegar a 21 apoiadores no estado, já que Marília Arraes, Carlos Veras, Eduardo da Fonte e Felipe Carreras não votam nele. Daqui, Maia seguiu para o Rio Grande do Norte, onde cumpriu agenda de campanha.

Sensação – A sensação do almoço, claro, foi Silvio Costa, muito querido por todos os presentes. Silvão contou piada e tirou onda com os colegas de outro partido. Também revelou “em out” um monte de bastidor que ele pretende tornar público um dia. Silvio Costa Filho brincou que o pai teria ligado para Maia dizendo que seria o coordenador de campanha do democrata. Após, educadamente, ter sua ajuda negada, Silvão, então, teria resolvido trabalhar para eleger um adversário do carioca. Pense numa figura!

CURTAS

CONTA RACHADA – A conta do almoço de Rodrigo Maia com a bancada pernambucana, realizado em um restaurante de um empresarial famoso no Pina, teve a sua conta rachada pelos parlamentos. Cada deputado pagou a sua. Quase isso. Teve gente que saiu de fininho na hora de passar o cartão.

NADA A VER – O deputado Fernando Filho negou que seu grupo esteja se reaproximando politicamente da Frente Popular, conforme circula nos bastidores. O parlamentar justificou a presença do pai, o senador Fernando Bezerra Coelho, em agenda no Palácio, como um posicionamento institucional. Ele próprio irá quando for a vez da bancada federal.

AUSÊNCIAS – Alguns potenciais votos de Rodrigo Maia não estavam presentes no almoço, a exemplo de Daniel Coelho, Sebastião Oliveira e Túlio Gadelha. André Ferreira justificou a falta. Fora Túlio, que está na dúvida, todos os outros devem optar pelo atual presidente da Câmara.

Perguntar não ofende: Rodrigo Maia gostou da agenda no Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Lula pede para mostrarem as provas. Flávio Bozo pede para esconderem as provas. Viram a diferença? Faz arminha, faz?

marcos

Quem é mais Ladrão Flávio, Queiroz ou Lula?

Fernandes

Cadê o ministro Moro, que é contra foro privilegiado?

Fernandes

Quando eles chamam o Palocci é porque a coisa ficou difícil...

Fernandes

Lula botou um par de chifres no Palocci, e ai pra se vingar ele acusa o grande Lula.



18/01


2019

Frieza Maia-Lorenzoni preocupa Bolsonaro

Os articuladores políticos de Bolsonaro andam preocupados com a relação ainda fria e distante entre o ministro Onyx Lorenzoni e Rodrigo Maia.

Os dois não têm se falado e, caso Maia se eleja, caberá a ele conduzir a tramitação da reforma da Previdência

Aliás, o PSL pediu a relatoria da reforma do INSS quando negociou apoio à Maia para a presidência da Câmara.  (Coluna do Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Por defender o petróleo da Venezuela, Maduro é ditador. No Brasil, aqueles que roubam e entregam as nossas riquezas são patriotas.

Fernandes

Adélio da facada… Retirado processo! Queiroz o laranja... Investigação Suspensa. Psiu!.. Nem todo brasileiro é burronaro !



18/01


2019

Fux coloca Flávio Bolsonaro no olho do furacão

A defesa de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi surpreendida com a decisão do ministro Luiz Fux de suspender a investigação que envolve seu cliente. O advogado Paulo Klein soube da decisão pelo Estado.

Pessoas próximas a Queiroz avaliam que o despacho de Fux tira o ex-assessor e coloca o senador eleito Flávio no olho do furacão. Um ministro do STF ironiza, em referência ao caso Collor: “O motorista chegou cedo.” Na Corte, a decisão foi reprovada.

Hugo Mendes Plutarco, o advogado que impetrou a reclamação para suspender as investigações contra Flávio Bolsonaro, teve entre seus clientes o ex-ministro petista Aloizio Mercadante. (Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula recebeu propina pela obra da Usina Hidrelétrica Belo Monte, no Pará. A Odebrecht destinou R$ 15 milhões a Lula. Isso é um pequenino Pixuleco. kkkk

Fernandes

Fux é o juiz… O juiz é pai da Mariana… era sócia no escritório de Gustavo… Gustavo é presidente do PSL… PSL é partido do bozo… bozo é pai de Flávio… Flávio é patrão de Queiroz… Queiroz é investigado bingo!

Fernandes

Por defender o petróleo da Venezuela, Maduro é ditador. No Brasil, aqueles que roubam e entregam as nossas riquezas são patriotas.

Fernandes

Adélio da facada… Retirado processo! Queiroz o laranja... Investigação Suspensa. Psiu!.. Nem todo brasileiro é burronaro !



18/01


2019

"Collor é candidato?"

Sigla de vice-presidente quer Collor no comando do Senado

Embora o entorno de Jair Bolsonaro declare que o presidente não vai se intrometer nas eleições dos comandos do Congresso, seus aliados identificaram a atuação de pessoas ligadas ao PRTB, partido do vice, Hamilton Mourão, em prol da candidatura de Fernando Collor (PROS-AL) à presidência do Senado. Ao menos cinco senadores relataram ter recebido telefonemas do brigadeiro Átila Maia, filiado à legenda, pedindo votos para o senador alagoano, em nome de Mourão. Procurado, o vice repudiou a ação e disse que Átila “não pertence à sua equipe”.

Foi essa movimentação que motivou o bilhete de Jair Bolsonaro ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, durante evento no Ministério Público Federal. Fotógrafos registraram a pergunta: “Collor é candidato?”

Com a palavra. Mourão diz não fazer “militância”. Já o presidente do PRTB, Levy Fidelix, não retornou às ligações e Átila Maia não foi localizado.  (Coluna do Estadão – Andreza Matais)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2019

Para ministro filho do presidente fez confissão de culpa

Ministro do STF afirma que pedido de Flávio Bolsonaro sobre motorista foi uma confissão de culpa

Senador eleito recorreu a corte para suspender investigação contra Fabrício Queiroz

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

O pedido feito pelo senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) para suspender a investigação criminal sobre movimentações financeiras de seu ex-assessor Fabrício Queiroz foi considerado uma “confissão da culpa” por um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo o magistrado, o caso ficou ainda mais grave e a atitude é uma confissão de que o envolvido é o senador eleito e não o motorista. O ministro Luiz Fux acatou a petição do senador nesta quinta (17). 

Outros ministros da corte acreditam ainda que, se a questão for aberta no STF, o presidente Jair Bolsonaro também será investigado, já que existem movimentações financeiras ligadas à primeira-dama Michelle. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

STF manda suspender investigação de Queiroz. Mais uma bofetada na cara do povo.


Bm4 Marketing 2