Gravatá IPTU 2019 Prorro

22/04


2019

CNJ vê auxílio-alimentação de juízes em Pernambuco

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deve analisar nesta terça-feira um aumento de R$ 1.068 para R$ 1.561,80 no auxílio-alimentação de juízes do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE).

O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, abriu caminho para o reajuste, mas depois suspendeu o pagamento concedido para driblar as perdas com as regras do auxílio-moradia.

Enquanto isso, especialistas do FBI e da Polícia Federal e dirigentes do Facebook, Google, Twitter e WhatsApp vão participar do seminário internacional “Fake News e Eleições”, que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai promover nos dias 16 e 17 de maio, em Brasília.  (Coluna do Estadão – Alberto Bombig)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Congresso Nordestino de Educação Médica

22/04


2019

PSB retoma aposta em candidatura de Joaquim Barbosa

Em gesto de reaproximação, ex-presidente do STF vai integrar conselho de política internacional da legenda

Sérgio Roxo – O Globo

Apesar de ter se decepcionado com a desistência de Joaquim Barbosa em disputar a eleição do ano passado, o PSB voltou a investir na tentativa de construir uma candidatura presidencial do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal. A avaliação é que o ex-ministro pode se tornar uma alternativa para eleitores de centro-esquerda decepcionados com o PT.

No final do mês passado, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, almoçou com Barbosa em Brasília. Siqueira afirma que o objetivo foi convidar Barbosa para integrar o conselho de política internacional da legenda.

— Ele aceitou participar. Nós vamos discutir os grandes temas da conjuntura mundial nesse conselho — disse o presidente do PSB.

De acordo com Siqueira, a legenda quer Barbosa mais atuante na vida partidária.

— É importante incluí-lo nas atividades do partido— afirmou Siqueira.

O ex-ministro do Supremo se filiou ao PSB em abril do ano passado. Por um mês, manteve o suspense sobre a sua candidatura. Ele chegou a aparecer em terceiro lugar nas pesquisas. Mas, no começo de maio, anunciou, pelo Twitter, que não entraria na disputa.

Mesmo após a desistência, Barbosa continuou filiado ao PSB, o que é lido como um sinal de que ele não descarta disputar eleição no futuro.

— Candidatura é uma questão que vai ser discutida no momento oportuno. É muito cedo para tratar disso — declarou Siqueira.

Procurado por meio de sua assessoria, Barbosa informou que não iria se pronunciar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Trabalha PMR

22/04


2019

Alvo de Receita e Supremo dá aulas a Bolsonaro

Ministro Augusto Nardes foi chamado para palestras sobre boas práticas de governança

Camila Mattoso e Fábio Fabrini – Folha de S.Paulo

Investigado sob suspeita de envolvimento na compra de decisões no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) e cobrado pela Receita Federal por impostos de suposta propina, o ministro Augusto Nardes (Tribunal de Contas da União) tem sido chamado pelo governo de Jair Bolsonaro para dar aulas sobre boas práticas de governança. 

Autor de um livro sobre o assunto, Nardes deu palestra para o próprio presidente e seus ministros em 14 de março, no Palácio do Planalto. Em 26 do mesmo mês, esteve em evento em Brasília com os superintendentes da Polícia Federal, um dos órgãos que o investigam. 

Ligado ao ex-ministro Eliseu Padilha, ele já dava aulas para autoridades no governo de Michel Temer

Leia matéria na íntegra clicando ao lado:  Alvo de Receita e Supremo, ministro do TCU dá aulas a Bolsonaro ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Olinda 2019

22/04


2019

Imagens não revelam autor de fraude no Senado

Transcorridos dois meses e meio, o mistério sobre os 82 votos para a presidência do Senado ainda não está perto do fim. Em reunião na semana passada, o corregedor da Casa, Roberto Rocha (PSDB-MA), foi pressionado pelos colegas a apontar um responsável pelo voto a mais na urna, como forma de responder à opinião pública e evitar agravar o desgaste do Senado.

Mas, pelas imagens analisadas até o momento, não é possível identificar com clareza o autor. “Se não tiver 100% de certeza, não vou apontar o dedo para ninguém”, afirma Rocha.

Caso a apuração do episódio chegue a um nome, ele será levado ao Conselho de Ética. Se o autor da infração for um senador, o parlamentar está sujeito até à cassação.(Coluna do Estadão – Alberto Bombig)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/04


2019

Guerra atiçada por Bolsonaro divide militares

Marcos Augusto Gonçalves – Folha

O investimento incessante do governo Bolsonaro em desinteligência, provocação e cizânia não se volta apenas contra os inimigos externos –a esquerda e os defensores de direitos civis e princípios civilizatórios, vistos como feiticeiros macabros do marxismo cultural e do globalismo.

A luta é travada também dentro de casa, sem cerimônia, com a característica rudeza da direita das cavernas que está no poder.

É o que se vê nas disputas acaloradas entre os chamados olavistas, em referência aos seguidores do ideólogo Olavo de Carvalho, e o grupo de generais que integra a administração, a começar pelo vice Hamilton Mourão.

O confronto vem de longe e é atiçado pelos filhos de Bolsonaro os fiéis seguidores do santarrão da Virgínia. Steve Bannon, o estrategista alt-right demitido por Trump, mas paparicado pela família presidencial, já sugeriu que o vice renunciasse. E os arranca-rabos entre Olavo e generais tornaram-se rotineiros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

22/04


2019

Sarney, Jucá e Eunício mantém poder e cargos

Caciques da política seguem com influência em cargos federais nos estados

Aliados de antigas lideranças como Eunício Oliveira, Romero Jucá e José Sarney mantêm chefias regionais

Amanda Almeida, Natália Portinari e Bruno Góes - O Globo

Cobrado por parlamentares a nomear apadrinhados para órgãos federais em troca de apoio , o governo Bolsonaro mantém, quase quatro meses após assumir o comando do país, indicados de caciques longevos na política em cargos comissionados nos estados.

Apelidados nos corredores do Congresso como “esqueceram de mim”, afilhados de antigas lideranças como Eunício Oliveira (MDB-CE), Romero Jucá (MDB-RR), José Sarney (MDB-AL) e Garibaldi Alves (MDB-RN) permanecem em chefias regionais de órgãos federais.Parte superior do formulário

Essa sobrevida tem frustrado parlamentares rivais desses grupos, que, ao ver os caciques derrotados nas últimas eleições, criaram expectativas de assumir postos do Executivo federal nos estados. Nos últimos dias, integrantes da equipe do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) têm afirmado que há vários nomes em “estágio avançado” de avaliação.

A nova promessa é que as nomeações indicadas por parlamentares comecem a sair no início do mês que vem. Sobre os indicados por antigos políticos, pessoas próximas a Onyx dizem que “afilhados de presidentes de partido serão considerados com carinho”. Jucá é o atual presidente do MDB.

Leia matéria na íntegra clicando ao lado: Caciques da política seguem com influência em cargos federais nos ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

22/04


2019

Ataques de Olavo a militares: Bolsonaro estimula

Jair Bolsonaro estaria estimulando ataques de aliados contra o vice-presidente Hamilton Mourão, segundo o colunista de O Globo, Lauro Jardim. Em uma série de áudios obtidos pelo jornalista, Bolsonaro supostamente incentivaria um aliado que informou estar fazendo ataques contra Mourão nas redes sociais.

Em outro áudio, o presidente indicaria que as divergências com o vice irão durar pelos próximos três anos, mas que “em 2022 haverá uma surpresinha”.

Já o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) quer explicações do ministro Paulo Guedes após a informação de que os estudos que embasaram a criação da proposta de reforma da Previdência foram classificados como sigilosos pelo governo. (Estadão – BR 18)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/04


2019

Olho: militares querem saber onde Olavo quer chegar

Os militares evitam repercutir as ofensas de Olavo de Carvalho publicamente, mas reconhecem que não sabem “onde ele quer chegar com esse tipo de coisa”.

“Com sua mente brilhante e festejada, ele nunca fez nada além de proselitismo. Continuamos aguardando o que [Olavo] vai produzir de concreto pelo Brasil”, disse um general. 

fato de o canal do próprio presidente ter sido usado para veicular o filme foi poupado de críticas. O gesto foi relevado sob o discurso de que Bolsonaro nem sempre concorda com o que sai em suas contas. Recentemente, ele disse ter 100% de responsabilidade sobre o que é divulgado. (Painel -FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 3