Faculdade de Medicina de Olinda 2

03/09


2007

Congresso do PT: vaiada deputada da dança da pizza

 Nem a eleição de 2010, nem o plebiscito sobre a venda da Vale do Rio Doce, muito menos o debate sobre o socialismo. O momento mais tenso do 3º Congresso do PT ocorreu ontem pela manhã, na discussão de um tema que não estava no script do evento: o aborto. No meio de uma inofensiva resolução sobre as mulheres, um parágrafo deixou o plenário em polvorosa: pedia a legalização (termo depois mudado para descriminalização) do aborto.

Pela defesa da legalização falaram a ministra Matilde Ribeiro (Igualdade Racial) e a deputada federal Iriny Lopes (ES), que alfinetou as alas católicas do PT. "Somos um partido socialista e laico, não podemos nos esquecer disso", disse, sob um misto de vaias e aplausos.

Após outros discursos nervosos e discussões de delegados, chegou a hora da ex-deputada Angela Guadagnin (SP), famosa pela "dança da pizza" na Câmara, durante o escândalo do "mensalão". Ela é da ala contrária ao aborto. "Não podemos impor a todos uma questão que não é consenso entre nós", disse, no início de sua fala.

Neste momento, começaram as vaias. Um grupo de mulheres deu as mãos, formando uma corrente, e virou as costas para a tribuna na qual Guadagnin discursava. A ex-deputada insistiu: "A lei garante o direito à vida desde a concepção". As vaias aumentaram, abafando sua fala. Guadagnin finalmente desistiu e abandonou o local. Os dirigentes da sessão pediram calma e iniciaram a votação. Venceu a proposta pró-aborto, com cerca de 70% dos votos. (Da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

magno bravo dantas

A legalização do aborto vai realmente jogar uma "pá de excremento" nessa participação Petista no palácio do planalto. Aborto sim, mas com muito critério. Não apenas por razões políticas, mas por razões humanitárias.


Detran

03/09


2007

Tese de Lula é derrotada. PT quer candidato em 2010

 No encerramento de seu 3º Congresso, o PT aprovou ontem, três anos e um mês antes da próxima eleição presidencial, uma diretriz que diz com todas as letras que o partido terá candidato à Presidência da República em 2010.

Foi uma derrota para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o grupo mais afinado com o Planalto, que não querem a antecipação do debate sucessório e temem a repercussão desta resolução nos partidos aliados.

O texto, um consenso entre todas as tendências, faz as devidas referências a conversar sobre a eleição com os aliados, mas é claro sobre quem deveria ocupar a cabeça de chapa.

"O PT deve [...] apresentar uma candidatura petista à sucessão de Lula capaz de liderar, juntamente com outros partidos, uma ampla aliança partidária e social e vencer as eleições de 2010", diz a diretriz.
Aprovado o texto pelo plenário, os mais afinados com Lula acharam que o tom precisava ser um pouco amenizado, e fizeram acrescentar mais um parágrafo, que reforça que o a candidatura será "construída" com outros partidos aliados.(Informações da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

magno bravo dantas

Como É que o PT pretende se manter no poder com candidato prórprio.


13° Bolsa Familia

03/09


2007

PT critica generais que defendem regime militar

 Uma moção aprovada ontem por unanimidade no final do 3º Congresso do PT pede a "democratização das Forças Armadas" e critica declarações de generais em defesa do regime militar (1964-1985).
"O PT entende ser uma tarefa urgente do governo brasileiro iniciar um processo de democratização das Forças Armadas, que precisam ser transformadas em instituições a serviço da população e da democracia", diz a moção.


De acordo com o documento, "é inaceitável que alguns generais em postos de comando continuem a fazer manifestações públicas em defesa da ditadura, ou que as instituições militares possam constranger o regime democrático, colocando-se acima da lei ao desacatar decisões judiciais e administrativas legítimas".


A moção pede também a abertura dos arquivos do regime militar e condena a tortura por policiais contra suspeitos de crimes.
"Já há decisões judiciais ordenando a abertura dos arquivos militares, decisões essas desrespeitadas tanto pelo governo quanto pelas Forças Armadas. O governo Lula comprometeu-se a abrir tais arquivos, mas até agora não o fez", diz o texto.

A apresentação de moções tradicionalmente ocorre no fim dos eventos petistas, e ontem não foi diferente. A relativa às Forças Armadas é uma exceção, uma vez que textos como esse geralmente dizem respeito a temas inofensivos ou pitorescos. Eles são consideradas documentos oficiais do partido.


A moção a respeito das Forças Armadas foi apresentada pelo diretório petista de Pernambuco e, segundo a Folha apurou, surpreendeu petistas que tiveram parentes vítimas da ditadura. Alguns manifestaram receio de que o texto acirre os ânimos dos militares e atrapalhe o trabalho da Comissão de Mortos e Desaparecidos.


A respeito das torturas, o partido afirma que há uma "licença para matar concedida tacitamente às forças policiais, sob o beneplácito de determinados governadores".                   (Informações da Folha de S.Paulo)
 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

magno bravo dantas

O regime militar faz parte da história do Brasil. O presidente Lula não deve se manifestar sobre o assunto e sim tomar as medidas cabíveis para solucionar os problemas que ele ainda gera em nosso país.


Prefeitura de Limoeiro

02/09


2007

Para Lula, antes era traição, agora é exemplo de ética

 *Lula em 18 de agosto de 2005, auge do mensalão: “Quero dizer a vocês, com toda a franqueza, eu me sinto traído. Traído por práticas inaceitáveis das quais nunca tive conhecimento. Estou indignado pelas revelações que aparecem a cada dia, e que chocam o país.”

*Lula neste sábado, 1º de setembro de 2007, no 3º Congresso do PT: “É verdade que podemos ter cometido erros [...]. Mas ninguém nesse país tem mais moral e ética do que nós.”

 

*Lula em 18 de agosto de 2005: “O PT deve pedir desculpas [ao país] por seus erros.”

 

*Lula em 1º de setembro de 2007: “Não temos de quê nos envergonhar. Não tenham medo de ser petistas, de andar com a estrela no peito. O PT é um dos grandes responsáveis pelos passos largos do Brasil rumo à dignidade.”

 

Como se vê, o Lula de hoje é bem diferente do Lula de dois anos e treze dias atrás. Em tese, teria até mais razões para cobrar dos “traidores” um “pedido de desculpas”.  Afinal, há quatro dias o STF converteu em ação penal a denúncia contra os 40 integrantes da “quadrilha” do mensalão.

 

Onde Lula vê “erros”, o Supremo enxerga indícios de crimes. Onde o presidente observa “moral” e ética”, o tribunal  procura corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, peculato, gestão temerária e evasão de divisas.

 

O discurso do presidente à militância petista durou 57 minutos e 25 segundos (ouça aqui, se quiser). Não pronunciou uma mísera palavra de reprimenda. Foi, segundo a interpretação do sítio do PT um “discurso para lavar a alma petista e elevar auto-estima.”

 

Só não lavou a imundície concentrada na processo que tramita no STF. Mas quem se importa? José Dirceu, o ex-técnico do time, brindado com duas imputações –corrupção ativa e formação de quadrilha—, acha que Lula expressou o sentimento dos delegados” presentes ao 3º Congresso petista.

 

Para o ex-chefão da Casa Civil, “o partido já fez a autocrítica”. Voltar ao tema do mensalão é, na opinião de Dirceu, “um desvio de foco” que só interessa à direita. O PT, disse ele, “se renova, assume novas bandeiras.” Bandeiras tão oportunas e modernizantes quanto a reestatização da Cia. Vale do Rio Doce.

 

De resto, o petismo cobra do Ministério Público agilidade na denúncia do mensalão mineiro. Bom, muito bom, ótimo. Mas desnecessário. O procurador-geral Antonio Fernando de Souza está na bica de levar o tucano Eduardo Azeredo ao STF. Aparentemente, não precisa de estímulos externos.

 

Engraçado mesmo vai ser ouvir o petismo cobrando do tucanato a punição de Azeredo. O ex-governador mineiro alega que, a exemplo de Lula, “não sabia” que o gestor de suas arcas eleitorais, Cláudio Mourão, servira-se de verbas sujas coletadas por Marcos Valério. Uma desculpa esfarrapada. Só é aceitável se analisada segundo os padrões éticos e morais do PT.

 

(Do Blog de Josias de Souza)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Kigrer

O Inácio é a simbiose perfeita entre a desfaçatez e a falta de caráter!



02/09


2007

PT encerra seu congresso, mas tema ''mensalão'' foi tabu

O PT encerrou na tarde deste domingo (2) o 3º Congresso Nacional do partido sem levar ao encontro a discussão sobre os envolvidos no esquema do mensalão. O tema chegou a ser abordado em alguns momentos do congresso, como no discurso que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez na manhã de ontem (1), mas sem ser aprofundado. No discurso, o presidente afirmou que ''os erros serão apurados'', enfatizando que ''ninguém tem mais ética e moral do que o PT''.

Na última terça-feira, o STF (Supremo Tribunal Federal) concluiu o julgamento da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra os 40 envolvidos com o escândalo do mensalão. A Corte aceitou denúncia contra todos os acusados.

Entre os réus no processo estão alguns petistas, como os ex-ministros José Dirceu (Casa Civil), Luiz Gushiken (Comunicação do Governo), além dos deputados José Genoino (PT-SP) e João Paulo Cunha (PT-SP).

Resoluções

Entre as resoluções aprovadas neste último dia de Congresso, está antecipação do próximo PED (Processo de Eleições Diretas) interno para os dias 2 e 16 de dezembro, a tática eleitoral do partido nas eleições de 2008 e de 2010 e a redução do mandato do próximo presidente do partido de três para dois anos. A criação de uma corregedoria interna no PT, que também seria discutida hoje, foi adiada.

O presidente do PT, deputado federal Ricardo Berzoini, entende que o principal resultado do Congresso diz respeito à coesão do partido, tido por ele como heterogêneo. ''Na questão interna do PT, conseguimos construir bons acordos no sentido de aperfeiçoar o funcionamento e assegurando que o convívio interno entre as diversas forças políticas sejam capazes de construir uma unidade partidária'', disse Berzoini.

Código de Ética

Durante o último dia de Congresso, o PT também aprovou, por unanimidade, a criação de um código de ética para o partido, ainda a ser elaborado.

De acordo com Berzoini, o diretório nacional definirá um conjunto de normas que permitirão visibilidade para o filiado em relação aos atos dos dirigentes do partido e caberá à comissão de ética aplicá-lo. ''A comissão de ética tem condições de executar esse papel, de maneira bastante ampla e de maneira, principalmente, democrática.''

O ex-ministro José Dirceu, diz que concorda com a criação de um código de ética para o partido e, mesmo com a criação do código, não se sente ameaçado de expulsão do partido por conta do seu possível envolvimento no caso do mensalão.

''Não vejo por que o PT deva, antes que a Justiça, condenar alguém. (...) Eu não só tenho direitos políticos como sou filiado ao PT, como também tenho o apoio da maioria dos petistas para ser petista'', disse o ex-ministro da Casa Civil. (Informações da Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JARBASTA

O Magno e tu acha que o PT ia fazer o jogo dessa direita nojenta?

EDSON COSTA DE SIQUEIRA

É POSSIVEL QUE A CÚPULA PETISTA BUSQUE INSPIRAÇÃO EM “EPIMETEU”. OU SEJA, AGIR PARA DEPOIS PENSAR. SEM SOMBRA DE DÚVIDA ADRIANA VANDONI TEM RAZÃO NO SEU DESABAFO DIVULGADO ONTEM.


Magno coloca pimenta folha

02/09


2007

STF: ''Vaidade dos holofotes também é corrupção'', diz juiz

 ''Nunca vi na história do STF um desgaste público entre ministros, a ponto de um proclamar a intenção de acionar judicialmente o outro. Já houve um lamentável incidente anterior entre um ministro e um ex-presidente do STF. É incrível coincidência, mas essas coisas só estão ocorrendo, nessa desmedida proporção, no governo Lula''.

A opinião é do desembargador Augusto Francisco Mota Ferraz de Arruda, do Tribunal de Justiça de São Paulo, que comentou a resultado do julgamento do Mensalão em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Para o desembargador Augusto Arruda, “ceder à vaidade dos holofotes também é forma esmaecida de corrupção”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Verdadeirammente o Brasil está MERECENDO há muito tempo de uma cruzada de Educação, Moral e Civismo.Isso também para as nossas instituições.A vaidade é prima-irmã da inveja, da covardia e da arrogância. O Mota Ferraz também tem essas qualidades.Só quer ser!

Paulo Kigrer

Após FHC, que tem os dois testículos revestidos de pura vaidade, surge agora um vaidoso mais perfeito: Nelson Jobim, o gabola-mor desta pífia republiqueta governada por um imprudente conhecido por Inácio

roberto lima

Até os ministros do stf que o pres. lula nomeia dá "problemas"


Banner de Arcoverde

02/09


2007

Polícia Federal: fim do aparato

 O delegado Paulo Lacerda promete, como seu último ato à frente da Polícia Federal, editar o Manual de Planejamento Operacional da instituição, que se propõe a dar um basta na chamada pirotecnia exibida em grandes operações, publica o Estadão. Pretende com isso acabar com a exposição de presos em situações vexatórias, uma das principais críticas à sua gestão.

O manual impede a exibição de presos diante de câmeras, restringe o uso de algemas a casos indispensáveis e cria mecanismos para proteger a imagem de acusados em início de investigação, sem rol de culpa formado. “A idéia é evitar exageros, mas sem prejuízo ao direito de informar da imprensa”, explica Lacerda.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/09


2007

Betinho Gomes troca PPS pelo PSDB

O ex-deputado estadual Betinho Gomes, do PPS de Pernambuco, anunciou a sua saída da legenda. Vai se filiar ao Partido da Social Democracia Brasileiro (PSDB). Ele deixa o partido no qual militou por 11 anos. ''O PPS representa causas que devem ser cultivadas pelos políticos brasileiros: Ética, respeito à democracia, respeito às liberdades individuais, desenvolvimento sustentável, proteção ao meio-ambiente, igualdade de gêneros, igualdade racial entre outras causas'', lembra Gomes.

Segundo ele, ''é necessário um movimento tático que fortaleça nossa oposição ao governo autoritário e fascista do prefeito Lula Cabral, essa, aliás, é uma tarefa que requer máxima prioridade uma vez que o Cabo de Santo Agostinho perdeu o rumo e a capacidade de oferecer serviços públicos de qualidade, sobretudo na área da Saúde, Educação e Promoção social. Hoje, o Cabo de Santo Agostinho vive sob a égide do obscurantismo e do cerceamento a liberdade,  Pernambuco precisa saber disto'', denunciou.

Os partidos PPS, PSDB e PSDC discutem a possibilidade de apoiar a candidatura de Betinho Gomes à Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho. O DEM está analisando o apoio e conversando com o PMDB para unificar as forças de oposição.

O ato de filiação de Betinho Gomes será no dia 14 de setembro, às 19h, na Câmara do Cabo de Santo Agostinho. A ficha será abonada pelo Senador Sergio Guerra e pelo presidente Estadual do PSDB, Pedro Eurico.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

GILSON SOTERO DA SILVA JUNIOR

Ôh coitado....



02/09


2007

Supremo Tribunal Federal: o direito de ser conservador

 Em entrevista dada ao jornal Folha de S. Paulo, o novo ministro do Supremo Tribunal Federal, Carlos Alberto Direito, reagiu à crítica de ser excessivamente conservador com uma pergunta: "Teria eu o direito de ter vergonha ou de pedir desculpas pela minha fé católica?". Paraense que chegou ao Rio aos três anos de idade, Direito é membro da União dos Juristas Católicos do Rio e admite que é muito emotivo.

Reservado, dorme três horas e meia por noite, faz meditação, ioga e é fascinado por psiquiatria. Uma novidade e tanto num Supremo conflagrado por divisões internas e pela troca de e-mails e telefonemas comprometedores. Casado, com três filhos e seis netos, ele toma posse na próxima quarta e completa 65 anos três dias depois.(Inoformações do site Consultor Jurídico)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Direito tem o direito, e até obrigação de ser isento.Não aceitar faca no percoço e denunciar os faquistas. Se ele for mesmo fascinado por psiquiatria vai conhecer, só de ver, que tem essa tendência. Mas tem que denunciar. Está claro?

roberto lima

Se o estado é "laico", o supremo tem de "pensar" como se fosse tb laico mas nada impede que seus membros tenha religião.Só não pode confundir as coisas e aí é que é dificil... muito difícil.(a começar por um símbolo religioso na sala do plenário)



02/09


2007

Erros ou crimes?

Ao exortar os companheiros a terem orgulho da estrela vermelha, o presidente Lula admitiu: "É verdade que podemos ter cometido erros e os erros cometidos estão sendo apurados como precisam ser apurados". 
 
Bondade de Lula. Mais que erros, os seus companheiros do PT estão sendo acusados de terem cometido crimes cabeludos. Nesse tom, ele dá a entender que já perdoou os que antes havia acusado de traição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Erros não cometeram. Cometeram CRIMES . Enganaram e enganam a população sobretudo a menos informada. Manipulam as instituições como se fossem o fundo do quintal da casa deles.



02/09


2007

Ética e moral

Palavra atualmente fora de moda, na prática e na retórica, a ética foi proclamada nos últimos dias por dois expoentes desta República de mensaleiros, vampiros, sanguessugas e outros bichos. Ao participar em São Paulo do 3o. Congresso do PT, o presidente Lula garantiu, com todos os sons, que "ninguém tem mais ética e moral do que o PT".

Foi  aplaudido delirantemente pela galera do PT, inclusive a maioria dos personagens tornados réus pelo Supremo Tribunal Federal em crimes apontados pelo procurador-geral da República.       

Em resposta ao livro "Direito à memória e à verdade", no  qual integrantes das Forças Armadas são apontados como responsáveis por casos de tortura e assassinatos nos tempos da ditadura militar, o comandante do Exército, general de quatro estrelas Enzo Martins Peri, depois de mencionar a Lei da Anistia como "parâmetro de conciliação nacional",  afirma que "não há Exércitos distintos.
 
Ao longo da História, temos sido sempre o mesmo Exército de Caxias, referência em termos de ética e de moral, alinhado com os legítimos anseios da sociedade brasileira".  A nota do Alto Comando do Exército é de 31 de agosto, sexta-feira, e a  declaração do presidente Lula foi feita no dia seguinte, 1 de setembro. Por uma coincidência  sintomática, ambos falam em ética e moral. Você decide, cidadão brasileiro. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/09


2007

PT descobre que não tem Código de Ética. Vai ter

 Terminou o 3º Congresso Nacional do PT. Como previsto, a maioria logrou manter trancafiadas no armário as perversões de 2005. Para não dizer que não falou de flores, o petismo aprovou neste domingo (2) proposta que prevê a elaboração de um código de ética para o partido.

 

Sim, sim. Exatamente. O campeão da moral e da ética, segundo a definição de Lula, não tem um código de conduta próprio. Natural. A virtude suprema, ainda que questionada pelo Supremo, dispensa manuais. Fez-se uma mera concessão à formalidade.

 

Nos próximos meses, um grupo de trabalho do partido vai à mesa, para tentar construir um texto consensual. Prevalecendo o dissenso, a encrenca do código será transferida para um encontro nacional que o PT planeja realizar para 2009. Sem pressa.

 

A adoção do manual de princípios éticos foi sugerida pelo grupo do ministro Tarso Genro (Justiça). Não era uma idéia solteira. Compunha uma espécie de pacote anti-mensalão: criação de uma corregedoria partidária, instituição de um conselho fiscal e aperfeiçoamento dos sistemas de controle e da comissão de ética.

 

Que foi feito de todo o resto? Nada. Ou, por outra, empurrou-se o debate com a barriga. Os temas talvez voltem à pauta naquele mesmo encontro previsto para 2006. Nada de pressa.

 

Afora a passada de mão na cabeça dos seus réus no STF e a cobrança de rigor em relação ao candidato a réu do PSDB, o PT decidiu, como previsto, podar o mandato do atual presidente da legenda, Ricardo ‘Dossiêgate’ Berzoini. Anteciparam-se para dezembro deste ano as eleições para a recomposição da direção partidária, antes marcadas para o final de 2008.

 

Os candidatos têm até o dia 2 de outubro para inscrever as suas chapas. Por ora, os nomes que despontam no gramado são os da líder do PT no Senado, Ideli Salvati (SC), e o do deputado e ex-ministro Antonio “Caseirogate” Palocci (SC).

 

Em relação à sucessão presidencial de 2010, o PT afinou o seu discurso com o tom da viola de Lula. Há dois dias, a maioria do partido tendia à defesa intransigente da candidatura presidencial própria. A rigidez foi amaciada.

 

O partido de Lula informa agora que se julga em condições de apresentar o nome de um bom presidenciável. Mas admite submeter sua escolha a um debate com as demais legendas associadas ao consórcio governista. Berzoini festejou a unidade do PT.

(Do Blog de Josias de Souza)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/09


2007

Dirceu: "PT vive outro momento e tem nome para 2010"

O ex-ministro José Dirceu afirmou hoje, durante o 3º Congresso Nacional do PT, que há intenção do partido em apresentar um candidato à reeleição da presidência da República em 2010. Mas, na opinião dele o partido tem de servir primeiro ao Brasil, depois a um projeto político e por fim a si mesmo.

 "O PT tem nomes importantes que podem disputar a eleição presidencial. São os nomes que vocês citam. A ministra Dilma, o Tarso Gernro, Suplicy, Mercadante, Marta, Jaques, Marcelo Deda, inclusive alguns como a ex-prefeita Marta suplicy, que passa de 15% nas pesquisas nacionais. Assim como o PSB tem um excelente nome que é do Ciro Gomes. Esta conosco desde o segundo turno de 2002. É leal, foi excelente ministro do presidente Lula e nós temos necessidade de nos aproximar do PSB e do PC do B. O PMDB, como um grande partido, tem direito de apresentar um nome também. Acho que os partidos precisam apresentar propostas, projetos...", diz.

Segundo ele, o PT já mudou muito e o Congresso confirmou as mudanças. "Esse Congresso confirmou a política de aliança, as mudanças programáticas, confirmou o rumo que o PT teve enquanto eu fui presidente. Fez mudanças de renovação, que são importantes e nós estamos vivendo outro momento, outras tarefas", disse Dirceu.

"Acredito que o PT vai sim evoluir para isso (para a possibilidade de apresentar um vice). Eu particularmente vou lutar para isso. Não significa que o PT não queria ter um candidato ou uma candidata, já que nós temos duas companheiras na chapa como prováveis candidatas, tanto a ministra Dilma (Rousseff) como a ministra Marta (Suplicy). Mas o partido tem de servir primeiro ao Brasil, depois a um projeto político e depois a si mesmo".(Informações do Portal Terra)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Dr. José Dirceu entregou sua juventudo, s/vida em prol do Brasil.É mais q justo q seja declarado inocente e ser reabilitado para suceder o Condor das Américas, q já fez e está fazendo muito p/Brasil. Lula estará hoje em Pernambuco para alavancar a Refinaria Abre e Lima,q muitos do contra ñacreditam.

Se for feita Justiça em 2010 voce Dirceu estará em cana.

milton tenorio pinto junior

Isso é que é uma leitura errada, de alguém desesperado, querendo chão para pisar. Teu tempo acabou Dirceu , tu te perdesse na vala da mediocridade, na pequenez de teu caráter, na ganância de teu partido. Acabou Dirceu, acorda pra real. Tu vai ser julgado pelo STF e tomara que sejas condenado.

Cátia Santos

O PT tem mais esses candidatos: JOSÉ DIRCEU, O GENUINO, LULINHA, MARCO VALÉRIO, ETC... Para dar continuidade as IMORALIDADES QUE ESTAMOS A ATRAVESSAR... CANSEI!!!



02/09


2007

Governo orgulhoso da "nova classe média" que criou

 A onda agora dentro do governo é falar sobre o surgimento de uma nova classe média. O assunto tomou as conversas da reunião do presidente Lula com seus ministros, na quinta-feira, organizada para "afinar a viola" dos discursos governistas. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Vox Populi decretou a morte da classe E no Brasil e o aparecimento de uma classe C emergente, pessoas que ganham entre R$ 2 mil e R$ 2.500 por mês. É esse dado que está levando Lula a comparar seu governo ao do ex-presidente Getúlio Vargas, que promoveu um ciclo de industrialização no país entre 1930 e 1945.

- Na Bahia, nós já verificamos claramente a importância dessa nova classe média. Isso é um fenômeno que está mudando o Nordeste, o país inteiro. São 8 milhões de famílias que ascenderam à economia formal. Não é brincadeira! - comemora o ministro da Integração, Geddel Vieira Lima, uma das raposas políticas do PMDB, que comandou o apoio do partido aos dois governos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

(Do Blog dos Blogs - Tales Faria) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

ACM tinha razão em ser inimigo político desse Geddel. Sem dúvida uma raposa felpuda.



02/09


2007

PT terá candidato em 2010 "para vencer a eleição"

 O Partido dos Trabalhadores (PT) aprovou na manhã deste domingo a apresentação de uma candidatura prória à sucessão de Lula, ''capaz de liderar, juntamente com outros partidos, uma ampla aliança partidária e social para vencer as eleições de 2010''. O partido também aprovou a criação de um conselho de ética para analisar os casos de desvios éticos e morais de integrantes do partido.

Na prática, o partido prevê a indicação de candidato à presidência, mas permite espaço para negociação com os demais partidos da base aliada. O documento diz ainda que o PT deve organizar um amplo proceso de debate interno para formular um programa de mandato para o período de 2014 e que o partido deve se colocar à frente da condução do processo sucessório presidencial.

- Temos de preservar a coalizão governamental, aperfeiçoar e ampliar essa base de sustentação, sem esquecer a defesa intransigente dos interesses do PT, dos trabalhadores e dos movimentos sociais que nos sustentam - diz o texto.

Com relação a possíveis coalizões para disputar a Presidência em 2010, o documento afirma que o PT apresentará uma candidatura a ser estudada com outros partidos e assim formar uma aliança programática partidária e social capaz de, nas eleições de 2010, impedir o retorno do neo-liberalismo. (Informações do JB Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JARBASTA

2010, 2014...nunca mais..nunca mais..Aquela raça que espoliou o povo brasileiro durante longos 500 anos voltarão ao Poder.

milton tenorio pinto junior

O poder cega. Já dizia o poeta: A arrogância enche a imaginação dos homens.

Cátia Santos

Deve ser o JOSÉ DIRCEU, O GENUINO, LULINHA, MARCO VALÉRIO, para dar continuidade as IMORALIDADES QUE ESTAMOS A ATRAVESSAR... CANSEI!!!

Cátia Santos

Quanta NOJEIRA. onde vamos parar?????

Cátia Santos

IMPRESSIONANTE como estes PETISTAS estão confiantes numa vitória!!! Será que ''ELES'' pensam que todos nós compactuamos com essas nojeiras explicitas, em que nós, pessoas de bem, nem sabemos o que dizer aos nossos filhos, SOBRE MORAL E ÉTICA. afinal, hoje não vemos mais isso no PAÍS...