FMO janeiro 2020

05/09


2006

Jornalistas criticam censura do Governo Aécio Neves

 A suposta atuação do governo Aécio Neves (PSDB), candidato à reeleição, para cercear a liberdade de imprensa em Minas Gerais gerou uma guerra de versões na internet. A briga opõe os vídeos ''Liberdade, essa palavra'', projeto final do curso de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais de Marcelo Baêta, e ''Liberdade de Imprensa em Minas'', produzido pela campanha de Aécio.


O vídeo de Baêta trata de cinco demissões de jornalistas entre 2003 e 2004 que teriam sido causadas por pressões do governo Aécio. Ouvidos por Baêta, o ex-diretor de jornalismo da TV Globo Minas Marco Nascimento, o ex-editor do ''Estado de Minas'' Ugo Braga e os apresentadores Ulisses Magnus (ex-TV Minas) e Paulo Sérgio (ex-Rádio Itatiaia) relacionam suas demissões com a veiculação de informações que teriam desagradado o governo. Nascimento relata reclamações contra uma reportagem feitas pela irmã de Aécio, a jornalista Andrea Neves.

O caso do radialista Jorge Kajuru -demitido da TV Bandeirantes após transmissão em que criticou o governo mineiro- também é citado. Em 30 de agosto, o site do PT nacional publicou notícia sobre o vídeo de Baêta. No mesmo dia, o site do PSDB nacional classificou o vídeo de Baêta como ''falsificação com fins eleitoreiros''. O vídeo ''Liberdade de Imprensa em Minas'' ouve novamente Nascimento e Braga, que negam responsabilidade do governo pelas demissões. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Se fosse o Lula o mundo tinha desabado. Mas é um tucano de alta plemagem. Anos atrás o outro autoritário marconi Perillo de Goiás processou Kajuru, e assim caminha a democracia brasileira. Com senhores autocráticos.

segundo tda a imprensa brasileira esse rapaz é o principe encantado que vem pra resolver tdos os problemas, mas... neto de quem mesmo?tancredo neves?a vida todinha como bom mineiro só em cima do muro?e olha que ele teve sorte, poís morreu, e até hoje é o único presidente q foi sem nunca ter sido.


Jaboatão - Família Acolhedora

05/09


2006

Campanha de Alckmin arrecadou R$ 21 mi só em agosto

 O comando de campanha do tucano Geraldo Alckmin à Presidência da República arrecadou pouco mais de R$ 21 milhões no mês de agosto. De acordo com prestação de contas parcial que será apresentada ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o total de despesas declarado até agora é de aproximadamente R$ 20,5 milhões. O resultado garante à campanha um saldo positivo superior a R$ 700 mil ao longo do mês em questão.


Os números serão disponibilizados amanhã na página do TSE na internet. Na prestação de contas referente a julho -que foi divulgada no dia 6 do mês passado - o comitê financeiro registrou receitas de R$ 1.322.697,68 e despesas de R$ 1.889.387,48. Segundo Paulo Bressan, integrante do comitê eleitoral da campanha de Alckmin, a maior parte dos recursos é destinada a gastos referentes à comunicação eleitoral.


Com o desempenho de agosto, o saldo de campanha fica positivo em cerca de R$ 200 mil. Além disso, lembra Bressan, os gastos da campanha constam das declarações do partido ao TSE mesmo que ainda não tenham sido totalmente pagos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE - Ações Sociais

05/09


2006

Conselho de Ética define relatores

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, Ricardo Izar (PTB-SP), sorteou ontem os relatores dos processos de cassação contra os 67 deputados acusados de envolvimento na máfia dos sanguessugas. Na prática, porém, os trabalhos só vão começar realmente após as eleições de outubro.

O motivo da demora são os prazos regimentais que precisam ser obedecidos. Depois que os parlamentares acusados são notificados pelo conselho, eles têm cinco sessões do plenário da Câmara para apresentarem suas defesas. Esse prazo só será cumprido depois de outubro, já que, após esta semana, o Congresso estará em ''recesso branco'' até depois das eleições.

Envolvidos em suas campanhas, os próprios relatores dificilmente ouvirão testemunhas de acusação no mês de setembro. As testemunhas de defesa só devem ser chamadas depois de cumprido o prazo regimental de cinco sessões. Izar, entretanto, prometeu concluir todos os 67 processos no conselho até o final do ano.

 

Por conta do grande número de investigados -o mais alto da história do Congresso-, 13 integrantes do Conselho terão de relatar três casos ao mesmo tempo. Isso porque o órgão é composto por 30 membros, dos quais 28 podem ser relatores. Cada um dos deputados acusados terá um relatório individual sobre seu caso. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

05/09


2006

Intelectuais criticam Lula e apóiam Heloísa Helena

 Mais de 250 intelectuais de todo o mundo, entre eles o lingüista e ativista americano Noam Chomsky, o sociólogo francês Michael Lowy, o cineasta britânico Ken Loach e o filósofo esloveno Slavoj Zizek, assinaram um manifesto que critica o governo Lula por ter seguido ''um típico curso social-liberal, desapontando milhões de pessoas que votaram nele com a esperança de mudança social e política radical e pessoas do mundo inteiro que esperavam do Brasil novo impulso à luta antiimperialista''.

No texto, o grupo informa que apóia a candidatura de Heloísa Helena, do PSOL, à Presidência por ela ser ''a candidata que levanta as bandeiras históricas do movimento operário brasileiro, dos camponeses, dos pobres e dos oprimidos''. Entre essas bandeiras, citam: a reforma agrária radical, a suspensão do pagamento da dívida externa e a rejeição da Alca. A nota foi divulgada pela campanha de Heloísa Helena. As informações são da Folha de S. Paulo hoje.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Helô-Ternura é séria candidata a presidência de algum órgão internacional. Pode ser que seja algum com missão no oriente, Irão, Iraque, Afeganestão, Turkestão ou na região de fronteira Turco-iraquioana, Kurdestão. Chato é que teria de usar a BURKA. Pelo seu biotipo, não agüentaria.

como diria Joãzinho trinta, quem gosta de miséria é intelectual e a nobresa, e capiba acrescentava:E MIO EU ENQUANTO O GATO NÃO MIA, só uma indagação:pq a PEFELÃNDIA QUE DESDE QUE DESCOBRIU O BRASIL ESTÁ NO PODER, não teve a brilhamente idéia de criar a bolsa família, agora tá um pouquinho tarde.



05/09


2006

Justiça autoriza quebra de sigilo telefônico de Palocci

 A Justiça Federal autorizou a quebra do sigilo telefônico da linha usada pelo ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci quando morava na residência oficial do ministério, em Brasília. A decisão da Justiça ocorreu depois que a Polícia Federal fez o pedido no inquérito que apura a responsabilidade dos envolvidos na quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa, que acusou Palocci de freqüentar casa alugada por lobistas em Brasília.

A PF já requisitou os dados à Brasil Telecom, que devem ser encaminhados entre esta semana e a próxima. A PF identificou que o ex-assessor de Palocci, Marcelo Netto ligou pelo menos três vezes para a redação da revista ''Época'' momentos antes da divulgação, no site da revista, do extrato bancário do caseiro. Um dos repórteres de ''Época'' responsáveis pela matéria veiculada no site confirmou à PF que Netto era sua fonte. Para a PF, é indício da participação de Palocci no vazamento. Netto depôs novamente à PF na semana passada, mas não quis comentar as ligações para a redação da revista. Ontem, a Folha não conseguiu localizar o ex-assessor para falar sobre o caso. As informações são da Folha de São Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fabio Henrique Cavalcanti Pedrosa

A Polícia Federal está fazendo um excelente trabalho. Afinal, é a única coisa que funciona no governo Lula, além da Receita Federal. Para continuar no mesmo caminho, a PF precisa prender esses bandidos que particparam e/ou participam do primeiro escalão do governo, começando por Palocci.

carinha de padre, sorriso amarelo, e uma enorme capacidade de enganar a tdos nós


Petrolina outubro 2021

05/09


2006

Empresas ligadas aos sanguessugas são investigadas

 Um mapa elaborado pela Controladoria-Geral da União, com base no cruzamento de dados das prestações de contas das prefeituras, nas escutas telefônicas e nos depoimentos colhidos pelo Ministério Público Federal e pela CPI dos Sanguessugas, mostra que o esquema das ambulâncias superfaturadas utilizava pelo menos 33 empresas. Controlada pela família Vedoin, a máfia fraudava licitações públicas e superfaturava os preços dos contratos, obtidos por meio de convênios com a União celebrados com verbas das emendas parlamentares individuais.

O quadro com as empresas do grupo Planam e suas associadas, obtido com exclusividade pelo Estado, será um dos fios condutores da maior devassa realizada pela CGU em contratos da área de saúde em prefeituras do País, que foi iniciada ontem. A operação pente-fino desencadeada pela controladoria abrange 600 municípios brasileiros que tiveram licitações vencidas pela máfia dos sanguessugas. O objetivo é identificar o tamanho do rombo deixado nos cofres públicos, seus responsáveis e buscar judicialmente o ressarcimento do dinheiro desviado. A Polícia Federal, que desmontou o esquema em maio por meio da Operação Sanguessuga, estima que a quadrilha movimentou R$ 110 milhões desde 2001.

O mapa divide as empresas em três grupos, conforme o grau de informações já levantadas sobre sua formação societária e a forma de atuação dentro da quadrilha. O primeiro grupo engloba as empresas com participação societária direta e confirmada dos membros da família Vedoin. O segundo grupo é o das empresas em nome de familiares (ativas e não-ativas) usadas exclusivamente para acobertar as fraudes nas licitações, dando aspecto de legalidade aos processos. O último grupo engloba as empresas com indícios de parceria com a Planam, mas contra as quais ainda não há informações que sustentem uma acusação formal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

05/09


2006

Candidata faz campanha dando comida e é presa

 Uma médica candidata a deputada estadual em Roraima foi presa no sábado sob acusação de compra de votos. A prisão ocorreu após denúncia de um eleitor de Boa Vista ao Ministério Público Federal.

Segundo o delegado federal Claudio Lima, a ginecologista Odete Domingues (PFL) foi presa, no sábado à noite, durante uma reunião em uma casa da capital. ''Foram apreendidos 23 formulários com informações sobre eleitores e oito sacos de arroz.''

Um eleitor de Boa Vista, que havia comparecido ao Ministério Público Federal e que não teve o nome divulgado, disse ao órgão que tinha recebido 8 kg de arroz de um intermediário para votar na médica. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Novembro

05/09


2006

Emenda do voto aberto tem brecha

Governo e oposição fecharam acordo para votar hoje, na Câmara dos Deputados, a emenda que retira da Constituição a obrigatoriedade de que cassações de mandato ocorram por meio de votações secretas. Do jeito que estava redigida ontem, entretanto, a proposta mantém brecha para que determinadas votações de cassação continuem sigilosas de forma relativamente simples.


A articulação pela aprovação do ''voto aberto'' ganhou força devido aos escândalos dos sanguessugas e do mensalão. A maioria dos líderes partidários avalia que o voto secreto dá mais chances ao acusado de escapar da punição. No caso do mensalão, dos 14 acusados julgados pelo plenário da Câmara, 11 foram absolvidos.

A proposta original era de acabar com todas as votações secretas no Congresso -além das cassações, a analise dos vetos presidenciais e as eleições dos integrantes das Mesas da Câmara e do Senado. Devido à resistência da oposição, a tendência é que a emenda se restrinja às votações de cassação. As informações são da Folha de S. Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Feira da Sulanca

05/09


2006

Câmara limpa pauta e vota hoje fim do voto secreto

 A Câmara dos Deputados votou na noite de ontem as últimas cinco Medidas Provisórias (MPs) que trancavam a pauta da Casa. Com isto, os deputados devem votar, hoje, a aprovação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acaba com o voto secreto nas votações em Plenário.

O presidente da Casa, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), convocou duas sessões para hoje - a primeira delas às 9h30, para votar os destaques apresentados ao projeto de lei que cria a Timemania, e o projeto de Lei Complementar que trata da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas (Supersimples).

Como se trata de lei complementar, para ser aprovada a matéria precisa de no minimo 257 votos favoráveis. A votação da proposta de emenda constitucional (PEC 349) que acaba com as votações secretas no Congresso Nacional está marcada para a sessão da tarde. Aldo Rebelo ainda busca acordo e são necessários no mínimo 308 votos favoráveis para que o texto seja aprovado em primeiro turno. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde novembro 2021

05/09


2006

SP: Ibope confirma vitória de Serra no primeiro turno

Pesquisa Ibope divulgada, ontem, mostra que o candidato do PSDB ao Governo de São Paulo, José Serra, mantém vantagem na disputa pelo voto paulista e seria eleito no primeiro turno. O panorama considerando os três candidatos mais bem colocados não se alterou, em relação ao último levantamento, feito no final do mês de agosto.

Serra tem 46% das intenções de voto, Aloizio Mercadante (PT) 18% e Orestes Quércia (PMDB), 8%. Carlos Apolinário (PDT) surge com 2%. Plínio de Arruda Sampaio (Psol) e Cunha Lima (PSDC) têm 1%, cada. Fred Correia (PTN), Anai Caproni (PCO), Cláudio de Mauro (PV), Mario Luiz Guide (PSB), Pedro Viviani (PMN), Roberto Siqueira (PSL) e Ruy Renato Reichmann (Prona) receberam menos de 1% das citações, cada.

Sarli Junior (PAN), Eder Xavier (PTC) e Tarcísio Foglio (PSC) não foram citados pelos entrevistados. Votos brancos e nulos somaram 9% e eleitores indecisos, 15%. A margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e ouviu 1.806 eleitores, em 88 cidades, entre os dias 1º e 3 deste mês. O registro do TRE-SP é o de número 748473/2006. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

04/09


2006

Armando: "Mendonça não se emancipou nem no discurso"

Presidente licenciado da CNI e candidato à reeleição na Câmara Federal, o deputado Armando Monteiro Neto (PTB-PE) aproveitou uma conversa com jornalistas, há pouco, no Recife, antes do jantar de adesão em favor da sua candidatura, para dar umas estocadas no ex-governador Jarbas Vasconcelos(PMDB), que carimbou de mentirosos os ex-ministros Humberto Costa e Eduardo Campos, candidatos ao Governo do Estado, respectivamente pelo PT e PSB.

''Jarbas tem um estilo próprio. Ele é autoritário. Talvez ainda esteja na fase de adaptação da era pós-governador. Da forma que ele age, só passa a impressão de que Mendonça Filho (candidato ao Governo pelo PFL) ainda não conseguiu a sua emancipação nem no discurso'', disse, para acrescentar: ''O autoritarismo é um cacoete dele ( Jarbas )''.

E, num tom de ironia, provocou: ''Logo, logo, Jarbas vai se adaptar ao novo papel, que não é mais o de governador. O processo de adaptação, aliás, é muito natural, mas muitas vezes demora demais a ser absorvido por certas pessoas''.

Perguntado sobre a possibilidade de o presidente Lula convocar Jarbas para o seu Ministério, num eventual segundo mandato de um governo de coalizão, Armando disse que via com naturalidade o fato de o presidente buscar a governabilidade no PMDB e até no PSDB. ''Mas, como Jarbas faz parte do PMDB independente e mais duro no combate ao Governo Lula, acho muito difícil que ocorra a possibilidade dele vir a ser ministro'', afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

REVERENDO

BRASILEIROS: O ARMANDO TEM UMA INVEJA DE JARBAS ARRETADA. NÃO CONSEGUIU NEM SER CANDIDATO A GOVERNADOR PORQUE NÃO TEM VOTO. AGORA A INVEJA DELE ESTÁ VIRANDO CONTRA MENDONÇA. ARMANDO VC NÃO PRECISA TER INVEJA, POIS VC É UM GRANDE EMPRESÁRIO E PRESIDENTE DE MAIS IMPORTANTE CONFEDERAÇÃO DO BRASIL.

caca di serrat

jarbas chamou eduardo de mentiroso. é pq jarbas nunca mentiu, se no passado era verdade sobre marco naciel , roberto magalhes ea pefelandia esse jarbas marmelada que eu conheço

DEYVISSON DA SILVA LIMA

Engraçado é a capacidade desse cidadão em mudar de opinião tão rapidamente! Antes queria ser até governador apoiado por Jarbas, como não conseguiu fica falando asneiras, igualzinho ao Inocêncio, outro que sonhava ser governador! Como diz o velho deitado, "Quem tem boca fala o que quer"

Drácula

ARMANDO... VOLTA PRO SEU REDUTO.... VC ESTÁ POSANDO DE TRABALHISTA, COISA QUE NÃO É, HAJA VISTO SER PRESIDENTE DA MAIOR CONFEDERAÇÃO PATRONAL DO BRASIL.....ESTÁ POSANDO DE APOIADOR DE "SOCIALISTA", COISA QUE TAMBÉM NÃO É.... NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE ESTARÁ FORA DESSE CIRCULO....

Mariana

Esse Armando é pura inveja...


SESC - Férias de Janeiro

04/09


2006

Suassuna nega dossiê contra cúpula do PMDB

Acusado de integrar a máfia dos sanguessugas, o senador Ney Suassuna (PMDB-PB) ocupou hoje a tribuna do Senado Federal para rebater reportagem publicada pela revista "Veja", que o acusa de estar ameaçando integrantes do PMDB.

Segundo a reportagem, Suassuna teria em mãos um "dossiê" com informações que comprometeriam a alta cúpula do partido. Se os peemedebistas não lhe apoiassem no processo de perda de mandato, o senador estaria disposto a divulgar as supostas informações.

Suassuna disse não ser "homem de dossiês" e garantiu nunca ter ameaçado nenhum membro do Senado Federal. "A quem interessaria se indispor com os principais líderes do seu partido? Jamais poderia dedicar algo que não lealdade a todos eles", afirmou.

A reportagem afirma que Suassuna teria distribuído "recados ameaçadores" a colegas de partido, incluindo o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, o ex-presidente José Sarney e o relator da CPI dos Sanguessugas, Amir Lando.

Os documentos supostamente comprovariam a participação dos peemedebistas em irregularidades. "Não me bastasse o massacre moral a que fui submetido, ainda tenho que passar por isso", afirmou. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Esse pessoal aprende rápido. Já existe exemplo: A PASTA COR DE ROSA. O estilo é o morde e sopra. Morcego faz assim. Derruba um boi. Ney Sanguessuna tá com a corda toda.

Drácula

UM DIA AMEAÇA.. NO OUTRO TIRA DA RETA... É O ESTILO SUASSUNA... QUE EM TUPI GARANI SIGNIFICA.. SANGUESSUGA.....

roberto lima

ele diz que teve assinaturas em documentos, falsificadas. Foi feita a pericia ? parece que não , pois caso contrario ele apresentaria o laudo. Fica então a pergunta: por que não se fez ainda essa pericia? (exame grafologico é rápido)

José Rodrigues da Silva

Todo castigo prá ... é pouco!


Bandeirantes novembro 2021

04/09


2006

Câmara começa a votar MP´s que trancam a pauta

A Câmara começou, no início da noite desta segunda-feira, 04, a votar as medidas provisórias que estão trancando a pauta do plenário. A votação faz parte do acordo fechado na tarde de hoje entre os líderes dos partidos governistas e os da oposição.

Mais de 260 deputados já registraram presença na Câmara. A última vez em que o plenário da Câmara votou uma medida provisória foi no dia 7 de junho; a última vez em que votou um projeto de lei foi no dia 23 de março.

Desde março, a pauta da Câmara vem-se mantendo trancada por medidas provisórias com prazo de votação vencido. Quando isso ocorre, nenhuma outra matéria pode ser votada antes da apreciação dessas MPs. Informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

04/09


2006

Alckmin sofre derrota no TSE

O candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, sofreu hoje uma derrota no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e corre o risco de ter de ceder espaço no seu horário eleitoral para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se defenda de supostas ofensas veiculadas em um programa do tucano da semana passada.
 
O ministro Marcelo Ribeiro, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu uma liminar proibindo Alckmin de reapresentar o programa questionado por Lula. Na propaganda foram usadas imagens e falas de Lula de 2002. Na ocasião, ele disse que "a cada eleição o PT cresce mais. Porque sabe governar com planejamento, dedicação e, sobretudo, com seriedade e respeito pelo seu dinheiro".
 
Em seguida, um locutor completava: "Mensalão, caixa 2 do PT, corrupção nas estatais, dólar na cueca, máfia das ambulâncias. O Brasil vive a maior crise de corrupção da história. E você ainda acredita no Lula?"
 
Em sua decisão, Marcelo Ribeiro disse que a vinculação da afirmação "maior crise de corrupção de sua história" à credibilidade de Lula parece ofensiva. Sobre a alusão a episódios como mensalão e sanguessuga, Ribeiro afirmou que não ficou impressionado. Segundo ele, são fatos "públicos e notórios". Informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fabio Henrique Cavalcanti Pedrosa

Essa foi a primeria derrota. A segunda será nas urnas, infelizmente.

Dessa forma fica mais fácil chuchuzeiro, se o presidente e futuro presidente Lula ainda terá tempo no seu guia a goleada cada vez mais se consolidará.



04/09


2006

Um ilustre desconhecido

 Um militante petista perguntou a uma mulher que fazia a sua feira semanal no bairro de Areia Branca, em Petrolina: em quem a senhora vai votar para presidente?
 
Desconfiada como todo matuto, ela olhou para o jovem militante a arrematou: "O Lula já conheço de muitas datas e talvez lhe dê a última chance. Esse Alckmin, quem é? Trabalha na televisão?
 
 
 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros