Lavareda

30/10


2012

ACM Neto agora quer ser presidente da República

 ACM Neto (DEM-BA), prefeito eleito de Salvador, tem um sonho: ser presidente da República. Foi o que ele disse à Folha em 1999, quando dava os primeiros passos na carreira. "Esse tem que ser o sonho de todo o político." O avô apoiava. "Ele compactua. Se você perguntar isso, ele vai responder a mesma coisa. Que o sonho de todo o político é ser presidente". Neto, que sai da eleição como político de maior destaque e aposta futura do DEM, declarava já então sua vocação. "A política é apaixonante. A política é um caminho irreversível. A gente sabe que entrou e não para. Só para quando Deus quiser."  (De Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Antônio Manuel Silva

Espero que faça um bom governo em Salvador. Foi muito bom ter ganhado do PT. Aliás, o PT não é um partido, mas uma agremiação de larápios.

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

ACMzinho, eu até gostei de te ver ganahndo de um bandido petista, mas daí tu querer ser presidente...Fala sério, "meia-foda".

JORGE GUERREIRO

É ACM Neto, a política é o modo mais FÁCIL de se ganhar DINDIM, é ENGANADO que se RECEBE. hehehehehehe...


ALEPE

30/10


2012

Mesmo condenado, Genoino quer vaga de deputado

Rodrigo Paiva - 28.out.2012/Folhapress
O ex-presidente do PT José Genoino, que causou tumulto ao votar anteontem, em SP
O ex-presidente do PT José Genoino, que causou tumulto ao votar anteontem, em SP


Condenado por corrupção ativa e formação de quadrilha no julgamento do mensalão, o ex-presidente do PT José Genoino ganhou apoio do partido para reassumir uma vaga na Câmara dos Deputados a partir do início de 2013. Ele pretende herdar a cadeira do petista Carlinhos Almeida, eleito para a Prefeitura de São José dos Campos, no interior paulista. Na eleição de 2010, Genoino foi candidato a deputado federal, mas não teve votos suficientes e ficou como suplente do partido.

A cúpula do PT, que já fez desagravo ao ex-dirigente depois das condenações no STF (Supremo Tribunal Federal), já decidiu dar respaldo à sua posse em Brasília.

"O Genoino é o suplente e vai assumir. Sem problema nenhum", disse o presidente do PT, Rui Falcão, na festa da vitória do prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad.(Folha de S.Paulo - Bernardo Mello Franco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

luiz carlos da silva

se dr. lula foi presidente e genoino é um ladrao menor por que nao pode ser deputado. se dr. lula mandou o genoino roubar e o genoino obedeceu. merece ser deputado. estara entre amigos e cumpanheiros.

Antônio Manuel Silva

Esse PT é uma nojeira mesmo! Bandido!

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Não, ele pode ser deputado até porque o que tem de ladrão no congresso é uma festa, só tem que se adaptar a ver o sol quadrado, que por sinal já viu, na época que arregimentava otário para lutar contra o exército e depois corria para sampa. É um imundo!!!

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Não, ele pode ser deputado até porque o que tem de ladrão no congresso é uma festa, só tem que se adaptar a ver o sol quadrado, que por sinal já viu, na época que arregimentava otário para lutar contra o exército e depois corria para sampa. É um imundo!!!

JORGE GUERREIRO

Digo: Esse é o modo PTista de DEMOCRACIA...


O Jornal do Poder

30/10


2012

Para jornais internacionais, Haddad é nova esquerda

Americano "Washington Post" fala da vitória do petista

A vitória de Fernando Haddad (PT) na disputa pela Prefeitura de São Paulo no último domingo (28) foi destaque na imprensa internacional e o destino da população da cidade pelos próximos quatro anos gerou análises em diversos jornais pelo mundo.

Para o "New York Times", o prefeito eleito sela uma nova fase para os partidos de esquerda da região. Segundo um boletim publicado pelo jornal, o petista ganhou a disputa beneficiado pela apatia do eleitor paulistano com a gestão Serra/Kassab. O jornal destacou ainda que, "assim como Lula, Haddad se comprometeu a derrubar o muro da vergonha que separa as partes ricas das áreas pobres de São Paulo".

De acordo com o argentino "Clarín", "A vitória de Haddad em São Paulo muda o cenário político do Brasil nos próximos dois anos. O que chama a atenção é a devastadora derrota de José Serra." O diário argentino destaca, ainda, a declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que fala da necessidade de o PSDB "se reaproximar das necessidades da população".

"Haddad foi um candidato escolhido por Lula em uma operação arriscada, como a que elegeu a presidente Dilma", escreveu ainda o espanhol "El País".

Para o francês "Le Monde", a vitória do petista representa "uma virada à esquerda na maior cidade do Hemisfério Sul" e destaca que o triunfo do PT na cidade desmente a crença de que o partido não vai bem nas grandes cidades brasileiras. O jornal chama a atenção também para a série de vitórias do PSB, presidido por Eduardo Campos, governador de Pernambuco.

Segundo o "Washington Post", "Haddad começou a campanha desconhecido e com tímidas intenções de voto, mas conquistou a prefeitura da cidade com uma campanha agressiva e ajudado por Lula e Dilma".

"Uma das maiores cidades do mundo resolveu trocar de comando", resumem as linhas iniciais de uma reportagem do diário suíço "Thurgauer Zeitung". Segundo a publicação, Haddad representaria tanto a maturidade do Partido dos Trabalhadores quanto o esvaziamento dos partidos de centro e de direita no Brasil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pádua

Haddad é nova esquerda, junto a MALUF! kkkkkkkk


Abreu no Zap

30/10


2012

PT diz não estar nem nunca esteve no banco dos réus

 Um dia depois da vitória de Fernando Haddad, o PT de São Paulo divulgou uma nota para afirmar que, na eleição, “a sociedade falou em alto e bom tom que o PT não está e nunca esteve no banco dos réus”. “As urnas falaram alto, abafando as vozes que tentaram fazer do julgamento do Supremo Tribunal Federal um instrumento de desgaste e até, como muitos alardearam, de destruição do PT”.

Ainda segundo a nota, “setores da Imprensa que partidarizaram a leitura dos fatos também saíram derrotados”. O documento faz parte de uma campanha, estimulada pelo ex-presidente Lula, em resposta ao julgamento do mensalão. A cúpula do PT irá divulgar nesta quinta-feira uma resolução em que chama de “injusta” a condenação de ex-dirigentes petistas. 

“A despeito da campanha de tentativa de criminalizar o PT, fomos o partido que teve o maior número de votos no primeiro turno e somos o partido que vai governar o maior número de eleitores a partir de 2013”, afirmou Falcão. “Vamos nos manifestar agora que passou a eleição e essa fase do julgamento”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Roberto Teixeira

Verdadeiramente vergonhoso como os dirigentes petistas insistem em defender o indefensável, e com isso, subestimar a inteligência do povo brasileiro, chega a ser uma provocação imaginar que alguém ainda acredita na inocenciado ex presidente Lula. Aos poucos serão todos banidos da vida publica do paí

Bartholomeu Nery da Fonseca Filho

Esse canalha tal de Rui Falcão deveria tambem estar na cadeia,bandido,calhorda,ladrão

JORGE GUERREIRO

Vão todos comemorar há VITORIA de SÃO PAULO, no Presidio da PAPUDA, inclusive o Bandido-Mor LULA da SILVA. 2014 vem aí. Fora PTralhas!!!

Ricardo Olicarv

Estes PETRALHAS DEVIAM CRIAR VERGONHA NA CARA, ainda acham que não manchou em nada o PT devia ir pra cadeia também.



30/10


2012

A PF e os mensaleiros: pelo sim, pelo não, olho neles

 Só quando retornar da Alemanha o ministro Joaquim Barbosa se pronunciará a respeito da iniciativa do Procurador Geral da República de confiscar os passaportes dos 25 mensaleiros já condenados ou em vias de ser, pelo Supremo Tribunal Federal. Sempre haverá, na teoria, a hipótese de alguns cederem à tentação de mandar-se para o estrangeiro, fugindo ao cumprimento das penas.

Pelo sim, pelo não, a Polícia Federal anda monitorando os réus, devendo estar a fotografia de todos em algum balcão de aeroporto. Se por acaso alguém tentar escafeder-se, será mais um argumento em favor de sua condenação, pois viver no exterior, só para quem dispõe de muito dinheiro.(Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

30/10


2012

Marta ainda tripudia: ''''Derrota dura e merecida''''

 “Tive de conviver muito tempo com as mentiras que ele falou do meu governo, com as inverdades, com as apropriações de coisas que eu fiz e que ele disse que eram dele. Foi muito difícil ter de conviver com tudo isso e não ter como fazer as pessoas acreditarem que ele não falava a verdade”.

O desabado é da ministra da Cultura, Marta Suplicy, ainda tripudiando de seu velho adversário tucano José Serra, o qual, no entender dela, teve uma “derrota muito dura e merecida”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jorge Carlos Fonseca Filho

E ainda tem gente que dá o voto a uma mulher dessa... sai fora tu também Marta.

luiz carlos da silva

dona marta num é quenga nao. quando muito é mulher de diversos menbros. isso é uma santa. vive da cama pra o trabalho do trabalho pra cama. entrou na campanha de hadad ganhando um ministerio. fez por amor a sao paulo. muito amor que ela faz em sao paulo. isso é uma santa.

JORGE GUERREIRO

Essa GAEIRA tá mais para DONA de CABARÉ. hehehehe...

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

E essa quenga de argentino fez alguma coisa que preste em São Paulo?

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

E essa quenga de argentino fez alguma coisa que preste em São Paulo?



30/10


2012

Em busca de outro poste

CARLOS CHAGAS

 O ex-presidente Lula não brinca em serviço. Há dias que vem pensando em quem poderá ser seu candidato ao governo de São Paulo, daqui a dois anos. É mais provável estar atrás de outro poste, como no caso da prefeitura paulistana. Se Haddad iluminou a cidade, porque não encontrar quem ilumine o estado?

Nessa hora, suam frio Aloísio Mercadante e Marta Suplicy. Os dois tem luz própria, mesmo submetida a apagões recentes. Alexandre Padilha e Luis Marinho não seriam postes, talvez lamparinas. No PT, há esperanças de que o primeiro companheiro venha a selecionar um candidato até agora sem qualquer cogitação. Se deu certo com Dilma e com Haddad, por que não daria com alguém da mesma forma jamais submetido ao voto popular? Quem quiser que arrisque palpites, estando o leque completamente aberto para surpresas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Porque não apoia o "cumpanheiro" Maluf? Mensaleiro safado!!!



30/10


2012

Maluf na festa de Haddad: ‘olê, olê, olá, Lulá, Lulá

Acusado de crimes financeiros, lavagem de dinheiro e crimes contra a administração pública, o deputado federal Paulo Maluf (PP) participou ativamente do festejo da vitória do petista Fernando Haddad em São Paulo. Maluf, que exigiu que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Haddad fossem até sua casa para pedir seu apoio nas eleições municipais, disse ter sido fundamental para a vitória do PT.

- A pesquisa Datafolha mostrou que 12% da população votaria no candidato que eu apoiasse – gabou-se Maluf, no QG petista. O deputado subiu ao palco do PT mesmo sem ter sido chamado e entoou as palavras de ordem do partido com desenvoltura. – Olê, olê, olê, olá, Lulá, Lulá – cantou Maluf.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JORGE GUERREIRO

Olê,Olê,Ola,LULÁ,LULÁ...No Presídio da PAPUDA...hehehehehehe...Fora PTralhas!!!

Ricardo Olicarv

Estes tem que estar É juntos mesmo são todos PETRALHAS.



30/10


2012

A vitória de Haddad e o destino de Serra

 

DO BLOG TRÁGICO E CÔMICO - DIOGO SALLES - JT

Por que Haddad ganhou a eleição? Ora, porque Serra entrou na campanha com uma missão impossível: defender a atual gestão, reprovada com louvores pela população. Tudo o que Haddad tinha a fazer era se colocar como “o novo” — coisa que ele não é — e correr para o abraço. Ajudou muito o fato de que o peso que ele carregou (Marta) já ficou um pouco distante da memória do eleitor, enquanto que o peso do Serra (Kassab) é o pesadelo do qual ainda não acordamos.

E sejamos francos aqui. Serra perdeu para um adversário duríssimo nesta eleição: ele mesmo. Mas o que vai acontece com ele agora? Desidratado depois de duas campanhas desastrosas, dificilmente consegue se eleger para outro cargo no executivo. Se for esperto, concorre ao senado em 2014 e se torna o cacique de si mesmo. Um Sarney do PSDB, se preferir.

Agora a bola tá com o Haddad. Desejo boa sorte a todos nós. Principalmente àqueles que acham que alguma coisa vai mudar…


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores