FMO - Previnir é a melhor forma de lutar

26/10


2021

Heinze chama de absurdo indiciamento na CPI

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) disse considerar um "absurdo" a inclusão de seu nome na lista de indiciados da CPI da Covid. A ação se deu hoje, após sugestão do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) ao relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL).

Ao Portal G1, o político gaúcho afirmou que irá imprimir 284 pesquisas que alega comprovarem suas ideias, como a defesa da cloroquina e do chamado "tratamento precoce" de pacientes com Covid (já cientificamente comprovado como ineficazes contra o coronavírus), e entregar para a CPI. Esses estudos estão em um relatório paralelo feito pelo parlamentar.

"Absurdo. Eu tenho direito a falar. Eu não estou só falando, estou comprovando", afirmou.

Estudos mostram que medicamentos como hidroxicloroquina/cloroquina, ivermectina e azitromicina, incluídos no chamado "kit Covid", não possuem eficácia científica comprovada contra a Covid. A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Ministério da Saúde e entidades de classe como Associação Médica Brasileira são contrários ao uso desses remédios no atendimento de pacientes com coronavírus.

Ao ser incluído na lista, Heinze se torna o 81º indiciado, ao lado de outras 78 pessoas e duas empresas. Ao justificar o indiciamento do senador, Renan Calheiros afirmou que o colega foi reincidente na apresentação de informações falsas.

"Pela maneira como, apesar das advertências, o senador Heinze reincidiu aqui todos os dias, apresentando estudos falsos, logo negados pela ciência, e pela maneira como incitou o crime em todos os momentos, eu queria nesta última sessão, dar um presente a vossa excelência. Vossa excelência será o 81º indiciado dessa CPI", disse Renan.

O senador Alessandro Vieira, eleito por Sergipe, mas natural do RS, observou que as opiniões de Heinze repercutem entre o eleitorado gaúcho.

O parlamentar rebateu o comentário, dizendo não estar "espalhando fake news". Ao ser questionado se acredita que a lista de indiciados será aceita pela CPI, Luis Carlos Heinze afirmou que "a decisão é deles", em referência aos demais senadores integrantes da comissão. "É um absurdo, mas vou me defender", comentou.

Luis Carlos Heinze assumiu uma vaga na CPI da Covid após a nomeação do titular, Ciro Nogueira (PP-PI), como ministro da Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Nas sessões da comissão, o senador do RS demonstrou seu alinhamento com o governo, fazendo a defesa de pautas do Palácio do Planalto no combate à pandemia.

Além da defesa da cloroquina, Heinze sustentou outras posições consideradas equivocadas pela ciência. O senador do PP levantou dúvidas, por exemplo, sobre a origem do novo coronavírus e afirmou que a CPI ignorou indícios de que a proliferação da Covid-19 pudesse estar associada a um suposto "terrorismo biológico".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Eu também acho, deveria ir para cadeia!


Jaboatão - Mutirão de Vacinação

26/10


2021

Eduino Filho confirma pré-candidatura à Alepe

Em entrevista à Rádio Independente FM, em Arcoverde, o ex-candidato a vice-prefeito nas eleições de 2020, Eduino Filho, confirmou sua pré-candidatura a deputado estadual nas próximas eleições. Apesar de correr em faixa própria, o jovem disse que espera ser acompanhado pelo seu parceiro de chapa e o seu grupo.

“Nas conversas em 2020, ficou claro que esse grupo não lançaria candidato a deputado estadual. Por isso, uma parte do grupo foi apoiar um deputado de fora, talvez pela demora das decisões. Sempre fui fiel ao grupo, mas acredito que chegou a hora de colocar nosso nome. Acredito que não exista motivo algum para o grupo não seguir minha pré-candidatura”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

26/10


2021

CPI pede apuração sobre interferência política na Saúde

O relatório final da CPI da Covid, apresentado hoje pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL), pede ao Tribunal de Contas da União (TCU) que apure se houve interferência política na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), órgão consultivo do Ministério da Saúde.

A votação do relatório está marcada para esta terça. Entre outros pontos, Renan propôs o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro e de mais 81 (entre pessoas e empresas) por supostos crimes relacionados à pandemia. Se aprovado, o documento será enviado à Procuradoria Geral da República (PGR).

A Conitec tem entre suas atribuições a incorporação e a exclusão de novos medicamentos em protocolos do Sistema Único de Saúde (SUS). No último dia 7, o órgão tinha uma reunião marcada para votar um relatório contrário ao uso de drogas comprovadamente ineficazes para a Covid. A votação, contudo, foi adiada.

No último dia 21, a Conitec voltou a se reunir e decidiu votar o relatório. A votação terminou empatada por 6 votos a 6. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), um dos órgãos que compõem a comissão, não votou, mas votaria contra.

Com o empate, o relatório seguirá para consulta pública. De acordo com nota divulgada pela Anvisa, somente após a consulta e nova votação é que o documento será liberado para análise final.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina setembro 2

26/10


2021

Oásis no Sertão, Triunfo volta a investir em café


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/10


2021

Falece o cartunista Lailson de Holanda

O cartunista, chargista, desenhista e músico Lailson de Holanda faleceu, na tarde de hoje, por complicações decorrentes da Covid-19. O artista estava internado em um hospital particular do Recife e chegou a ser intubado na Unidade de Terapia Semi-intensiva, mas não resistiu. As informações são do Diário de Pernambuco.

Após ter melhoras em seu quadro respiratório, ele apresentou uma piora nas funções renais no último final de semana. Ele não havia tomado as duas doses da vacina para a Covid-19.

Desde a última terça-feira (19), Isabela Holanda, filha de Lailson, vinha atualizando seu estado de saúde por meio das redes sociais do cartunista. O artista nos deixa aos 68 anos.

Lailson de Holanda Cavalcanti foi um dos mais notórios humoristas gráficos brasileiros, atuando não só como artista, mas também como curador e pesquisador.

Já adaptou clássicos da literatura brasileira e portuguesa para os quadrinhos. Em Pernambuco, foi um dos fundadores do Papa-Figo, além de ter publicado charges no Diário de Pernambuco.

Também trabalhou em títulos como O Pasquim e a edição brasileira da revista Mad, sendo vencedor de prêmios importantes, como o Salão Internacional do Humor de Piracicaba e cinco HQMix por seu trabalho como curador. Na música, foi responsável, ao lado de Lula Côrtes, pelo disco Satwa, lenda da música psicodélica pernambucana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

26/10


2021

Governador do AM é incluso nos pedidos de indiciamento

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), incluiu entre os pedidos de indiciamento do relatório final o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o secretário de Saúde do estado, Marcellus Campelo.

Com isso, Renan encerra a controvérsia com o senador Eduardo Braga (MDB-AM). Braga, integrante titular da CPI, queria o indiciamento dos dois. Mas os nomes não constavam em versões do relatório final apresentadas por Renan. Braga disse que, se o relatório não incluísse o governador e o secretário, votaria em um relatório separado.

Agora, a versão mais atualizada do relatório final tem 80 pedidos de indiciamento. Entre eles, o do presidente Jair Bolsonaro.

“Como o relator acolheu em completo o adendo apresentado por nós, inclusive o indiciamento do governador e do secretário estadual, eu posso retirar meu voto em separado que acatava todo o relatório de vossa excelência e apenas aditava a questão do indiciamento”, afirmou Braga.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Outubro

26/10


2021

STF marca retorno de atividade presencial

O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu, hoje, a volta das atividades presenciais na Corte a partir do dia 3 de novembro, com a exigência de apresentação de um certificado de vacinação do Ministério da Saúde para acesso do público.

As regras foram editadas em uma resolução assinada pelo presidente do STF, ministro Luiz Fux, e determina que todos os frequentadores do STF, tanto o público interno quanto o público externo, deverão apresentar comprovante de vacina.

Quem não estiver vacinado terá que apresentar um teste negativo para Covid realizado até 72 horas antes. O uso de máscaras de proteção facial e o distanciamento social vão continuar obrigatórios.

De acordo com a norma, será barrada a entrada de quem não se enquadrar nos critérios e ainda tiver identificação de temperatura corporal acima de 37,7 graus Celsius ou apresentar sintomas sugestivos de infecção pela Covid-19.

As sessões serão retomadas no dia 3 de novembro de forma presencial, no plenário da Corte. Só serão autorizados os ministros, representantes do MP e da advocacia e servidores autorizados.

A Secretaria de Serviços Integrados de Saúde do Supremo vai monitorar os casos de Covid e divulgará, semanalmente, um Boletim Epidemiológico com a taxa de incidência de infecções no Distrito Federal.

O retorno foi decidido diante da cobertura vacinal de servidores e colaboradores, que alcança 95%, e pela faixa etária dos funcionários que majoritariamente está entre 21 e 45 anos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Transparência em 1° Lugar

26/10


2021

Estado e municípios antecipam salários para o Dia do Servidor

FolhaPE

O Governo de Pernambuco e as prefeituras do Recife, de Olinda e de Jaboatão dos Guararapes irão antecipar o pagamento da folha salarial do mês de outubro para esta quinta-feira (28), Dia do Servidor Público.

Além disso, tanto o Estado quanto as três cidades irão transferir o ponto facultativo da data para a próxima segunda-feira (1º), véspera do feriado de Finados.

"A medida é mais uma demonstração de valorização das pessoas e reconhecimento pelo empenho dos profissionais que prestam serviços ao povo de Pernambuco", disse a Secretaria de Administração (SAD) do Governo do Estado, por meio de nota.

Em publicação no Diário Oficial do Estado de hoje, a Casa Civil anunciou que, por determinação do governador Paulo Câmara, o ponto facultativo será transferido para a segunda-feira.

A mudança vale para repartições públicas e entidades da administração direta e indireta, com exceção dos serviços cujo funcionamento seja indispensável.

Recife

O Recife informou que injeta R$ 190 milhões na economia da cidade com a antecipação dos salários, feitos a 39 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas da administração direta e indireta. O ponto facultativo de segunda-feira será válido para todos os setores da Prefeitura do Recife, exceto as atividades consideradas essenciais.

Olinda

Em Olinda, os quase 6 mil servidores também receberão o salário de outubro na quinta-feira. A medida, segundo a prefeitura, vale para efetivos, cargos comissionados, aposentados e pensionistas. O ponto facultativo também será adiado para a segunda-feira (1º).

Jaboatão dos Guararapes

A cidade de Jaboatão dos Guararapes informou que os servidores receberão o salário de outubro na quinta-feira e que o ponto facultativo será transferido para a segunda-feira (1º). Cerca de 13,5 mil servidores, entre pessoal da ativa e aposentados, compõem o quadro da cidade. A folha de pagamento é de R$ 48 milhões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

26/10


2021

Renúncia de Anderson é uma vitória para Jaboatão

Por Daniel Alves*

São muitas as vantagens da anunciada renúncia do prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira. Entre elas, destaco que o município está se livrando de um gestor desastroso que não tem identidade com a cidade, não gosta dos cidadãos e não tem "cheiro" de povo. Em cinco anos de sua administração, não temos uma obra estruturadora. Os poucos equipamentos entregues foram herança do então prefeito Elias Gomes.

O que essa atual gestão sabe fazer é apenas publicidade. Seu governo teve contratos com irregularidades, suspensos pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE). Um prefeito com altíssima rejeição dos jaboatonenses, que foi reeleito com muita dificuldade. O sentimento é de que "ele já vai tarde".

Deixará no seu lugar o vice-prefeito, que é seu concunhado, uma pessoa arrogante e forasteira. Não sei até onde esse será pau-mandado. Quando estiver com a caneta na mão e o poder subir-lhe à cabeça, certamente, vai romper com o projeto de poder da família Ferreira.

Por último, gostaria que os pernambucanos soubessem realmente qual o jeito de governar de Anderson Ferreira, é simples: basta perguntar a um jaboatonense.

*Presidente do MDB em Jaboatão


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

26/10


2021

Aprovado pedido de banimento de Bolsonaro das redes

Senadores da CPI da Covid-19 aprovaram, hoje, extra pauta, dois requerimentos relativos às declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) associando a vacina contra a Covid-19 à Síndrome da Imunodeficiência Humana (Aids). Apenas o senador governista Jorginho Mello (PL-SC) anunciou voto contrário aos dois. As informações são do Portal Metrópoles.

Um dos requerimentos prevê o envio de medida cautelar ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que pede o banimento do presidente Jair Bolsonaro das redes sociais. O pedido será enviado ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news, para que ele tome “ciência da reiterada e flagrante conduta potencialmente criminosa do presidente da República”.

Outro requerimento prevê solicitação ao STF que exija retratação de Bolsonaro, sob pena de multa de R$ 50 mil por dia em caso de descumprimento.

“Eu acho que o Congresso deveria se posicionar quanto a isso. É muito grave. A Presidência é uma instituição, não é um cargo de boteco que você fala o que quer como se tivesse tomando cerveja e comendo churrasquinho”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). “Os fatos são maiores do que qualquer argumento que possa se escrever”, acrescentou.

A comissão realiza, nesta terça-feira, a votação do relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL), de forma nominal, e será o verdadeiro teste da unidade do grupo majoritário na comissão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Claro, não apenas das redes sociais, mas da história política desse país, bem como os lambe-botas imbecis que ascenderam com ele.


SESC Outubro 2021

26/10


2021

2022 igual a 2006: Miguel e Raquel lideram na oposição

Por Ítala Alves*

A um ano da eleição ao Governo de Pernambuco, uma acirrada disputa surge entre as duas principais lideranças do campo de oposição no Estado. Os prefeitos Raquel Lyra (PSDB), de Caruaru, e Miguel Coelho (União Brasil), de Petrolina, se fortalecem para o confronto com o candidato da situação, deixando pouco espaço para o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), também da oposição, em um processo semelhante ao de 2006, quando o processo se afunilou com Eduardo Campos e Humberto Costa à frente das oposições.

É o que mostra a segunda pesquisa publicada ontem por este blog, realizada pelo Instituto Opinião, de Campina Grande (PB). Em relação à primeira pesquisa, realizada em maio deste ano, Raquel cresceu dez pontos percentuais, Geraldo Júlio (PSB), que é o nome da situação, avançou oito, Miguel sete e Anderson um. Dissecando os números, constata-se que o percentual de crescimento de Raquel e Miguel é o mesmo, 221% para ambos. Já no caso de Anderson Ferreira, o crescimento foi de apenas 15%. Para Geraldo, que surfa sozinho no campo situacionista, o crescimento foi de 214%.

Comparando os quatro pré-candidatos em relação aos seus respectivos redutos eleitorais, a pesquisa aponta dados curiosos: na Região Metropolitana, Geraldo, que foi prefeito do Recife por duas oportunidades, aparece com 24%. Anderson Ferreira, no comando do segundo maior colégio eleitoral do Estado, com apenas 17%. Já Raquel tem forte desempenho na sua região, o Agreste – que é o segundo maior colégio eleitoral regional de Pernambuco, atrás apenas da RMR. A prefeita tucana pontua com 44% das intenções de votos.

Mas é no caso de Miguel Coelho que vem o melhor desempenho. Na sua região, o Sertão de São Francisco, ele pontua com muita força, atingindo a impressionante marca de 82% das intenções de votos. Logicamente, que cada região tem seus diferentes pesos, mas o que fica claro é que, no caso de Raquel e mais acentuadamente no de Miguel, os números traduzem o sentimento de que quem conhece o trabalho desenvolvido por estes gestores tem grande disposição para votar neles.

Corroborando com esse raciocínio, vale trazer à luz os resultados eleitorais dos quatro pré-candidatos, tendo em vista que todos já foram reeleitos, sendo Geraldo em 2016 e Anderson, Miguel e Raquel em 2020.

Anderson obteve 54,28% dos votos dos eleitores de Jaboatão numa disputa com Daniel Alves, que ficou com 30%. Geraldo teve 61,30% dos votos dos eleitores do Recife, numa disputa direta com João Paulo, que alcançou 38%. Já Raquel alcançou 66,86% dos votos dos caruaruenses, contra 19% do Delegado Lessa. Miguel atingiu 76,19% dos votos dos petrolinenses, contra apenas 9% de Júlio Lóssio Filho.

Como a pesquisa quantitativa é um dado científico e o resultado de uma eleição é uma constatação, podemos traçar um paralelo correlacional entre o resultado deste levantamento e o resultado das reeleições dos quatro pré-candidatos, chegando a uma conclusão: a proporção de aceitação deles, em cada respectivo reduto, bate com o resultado estratificado da intenção de votos, reiterando de forma cristalina a força de Raquel e Miguel no campo oposicionista.

2022 será muito diferente de 2014 e 2018

Já tem um bom tempo que o cenário não é tão favorável aos pré-candidatos fincados no campo da oposição. Primeiro porque em 2014, no ápice da ampla liderança do então candidato Armando Monteiro, veio o trágico acidente que vitimou Eduardo Campos, impulsionando como um foguete a candidatura do seu sucessor Paulo Câmara. A comoção que tomou conta do Estado embalou o sentimento majoritário de homenagear Eduardo, dando a vitória pela Frente Popular a Paulo Câmara.

Em 2018, contra o mesmo Amando, Câmara sagrou-se vitorioso ainda no 1º turno, com cerca de 550 mil votos de maioria para Armando. A fragilidade da oposição por ter apenas o nome de Armando como um candidato forte no pleito e o fator Lula foram decisivos no resultado.

2022 será muito semelhante a 2006

Na eleição de 2006, três candidatos travaram uma bela disputa pelo Governo do Estado. Mendonça Filho, Eduardo Campos e Humberto Costa obtiveram 39%, 33% e 25% respectivamente.

Mendonça estava indo para a reeleição sentado na cadeira de governador, contra dois fortes candidatos da oposição, ambos curiosamente apoiados pelo então presidente Lula. E aqui um parêntesis: Armando Monteiro manteve-se como pré-candidato até março daquele ano, quando foi levado a optar pelo apoio a Humberto Costa.

Passaram para o segundo turno Mendonça e Eduardo. O resultado teve um detalhe interessante: Mendonça obteve menos votos no segundo turno do que no primeiro, já Eduardo praticamente dobrou seu desempenho no segundo turno.

Quando afirmo que o pleito do próximo ano se assemelha fortemente ao de 2006, é que para Raquel e Miguel, líderes na oposição, fica o indicativo de que a melhor estratégia para findar o reinado do PSB no Estado é o de duas candidaturas fortes de oposição, unidas em um eventual segundo turno, assim como em 2006.

Nas agitadas águas do mar eleitoral de Pernambuco, está cada vez mais evidente que as pré-candidaturas estão ganhando a cada dia mais musculatura.

Percorrer cada quilômetro do Estado, celebrar estrategicamente as alianças, conversar com o eleitorado e apresentar a vitrine de suas gestões, bem como ter propostas críveis e sintonizadas com os anseios do povo é uma tarefa urgente. Quem souber como executar de forma eficiente tal estratégia, dará um salto em direção ao Palácio do Campo das Princesas.

*Editora do Blog do Magno


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes outubro 2021

26/10


2021

Parceria garante investimentos para Timbaúba

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) tem destinado investimentos para o município de Timbaúba. Em 10 meses de gestão do prefeito Marinaldo Rosendo (PP), o parlamentar já investiu três milhões de reais para a saúde, encaminhou emenda para a construção de uma quadra poliesportiva e tem viabilizado a liberação de recurso para a construção de uma nova escola. Para a população da zona rural, a perfuração de 10 poços artesianos já tem sido garantida, além da entrega de uma retroescavadeira. Ao lado do prefeito, o deputado afirma que os investimentos não vão parar por aí.

“Esse é só o começo de muitos recursos que ainda iremos destinar para os moradores de Timbaúba. Marinaldo é um grande prefeito, que vem mostrando muito trabalho para organizar o município. Com a parceria dele, iremos continuar transformando a história dessa querida cidade”, registrou Eduardo da Fonte.

Além dos recursos destinados para as áreas da saúde, educação e infraestrutura, o deputado e o prefeito têm construído um projeto que promete melhorar ainda mais a vida da população. Trata-se da implantação de uma cooperativa de costura no município. O objetivo é gerar mais emprego e renda para os habitantes, o que irá fortalecer o desenvolvimento econômico de Timbaúba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros