Faculdade de Medicina de Olinda 2

10/10


2019

Se essa moda chega ao Brasil!

O prefeito da cidade de Las Margaritas, México, foi amarrado e arrastado por um carro após deixar de cumprir promessas. Segundo a imprensa local, Jorge Luis Escandón Hernández foi retirado do Palácio Municipal à força por moradores e levado até o local. Um vídeo de 17 segundos mostra o momento em que Jorge é amarrado e levado por uma caminhonete.

De acordo com o jornal El Heraldo de Mexico, o prefeito não teria feito as obras prometidas na região, como a substituição do asfalto. A polícia foi chamada e conseguiu salvar Jorge Luis da multidão enfurecida. Ele foi levado para o hospital apenas com ferimentos leves.

Mais de 30 pessoas foram detidas durante o violento protesto. Outras 20 ficaram feridas no confronto com policiais. Após o ataque, o prefeito fez um discurso e disse que não será intimidado pela violência. Além disso, prestou queixa por sequestro e tentativa de homicídio.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detran

10/10


2019

Blog na campanha por crianças com câncer

A rede de supermercados Arco-Mix está realizando uma campanha que vai ajudar centenas de crianças com câncer em todo o Nordeste. Para isso, o leitor pode contribuir comprando um ticket que custa 8 reais e dá direito a 1kg de pão. O ticket pode ser trocado no dia 29 de outubro, em qualquer loja do Arco-Mix!

Os bilhetes estão à venda em qualquer quiosque do IMIP nos shoppings espalhados pelo Recife.Com essa colaboração, você está ajudando a comprar um ultrassom moderno para salvar a vida dos pequenos!

Se o leitor quiser doar este ticket para instituições de caridade estará ajudando em dobro. Basta deixar os tickets com o grupo de pais que o Arco-Mix entrega às instituições. Quem não é do Recife pode ajudar também. É só fazer um depósito na conta do projeto. As informações seguem abaixo.

Dados da conta do projeto:

- Banco: Caixa Econômica Federal (104)

- Agência: 1294

- Conta Corrente: 4446-3 (Operação 003, Pessoa Jurídica)

- CNPJ: 12.859.468/0001-15

- Nome: Fundação Alice Figueira


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

13° Bolsa Familia

10/10


2019

Inovações Tecnológicas é tema do InovaFundaj

A segunda edição do InovaFundaj tratará sobre o tema “Inovações Tecnológicas no Mundo Sem Fronteiras: Perspectivas, Diálogos e Contemporaneidade”. A programação é uma iniciativa da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), por meio da sua Coordenação-Geral de Cooperação e Estudos de Inovação (Cginov), da Diretoria de Formação Profissional e Inovação (Difor). Dessa vez, quem comanda a palestra é o presidente do Fundo Google de Inovação, João Palmeiro. O evento é gratuito e acontecerá na sala Aloísio Magalhães, no campus do Derby da Fundaj, no próximo dia 17, às 19h. As inscrições devem ser realizadas pelo link  https://bit.ly/2OEph3X

Para o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, esse ciclo de palestras do InovaFundaj, iniciado no dia 7 deste mês com o ministro do Tribunal de Conta das União (TCU), Augusto Nardes, abre as portas da instituição para debates urgentes na sociedade. “Estamos trazendo temas atuais, que precisam ser debatidos. Falamos sobre governança, instrumento necessário para a transparência na gestão pública. Agora vamos tratar das inovações tecnológicas, nesse mundo cada vez mais conectado”, ressalta.

O diretor de diretor de Formação Profissional e Inovação (Difor) da Fundaj, Wagner Maciel, destaca que a palestra desta segunda edição abordará o mundo atual e contemporâneo. “Serão vistos a a partir das suas transformações tecnológicas que mudaram os hábitos e a vida de todos. Em especial, o conteúdo falará dos impactos para a sociedade e para a administração pública”.

O palestrante desta edição, João Palmeiro, reitera a necessidade de discutir o tema pela razão de que a tecnologia não deixa ninguém de fora. Segundo ele, pessoas, organizações e Estados criam condições para um verdadeiro caos dialogal com um nível de complexidade, que embora pareça simples, é bastante elaborado.

“Na Europa estão a preparar soluções tecnológicas de tradução automática, como modelo entrópico para fazer fruir todo um continente, toda uma sociedade dos benefícios de acesso cultural e de compreensão da informação em todas as suas dimensões, sejam políticas económicas e sociais”, ressaltou Palmeiro, que é jornalista e presidente da Associação Portuguesa de Imprensa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

10/10


2019

Tire suas dúvidas sobre o coeciente eleitoral

Observando as dificuldades de muitos acerca das alterações na legislação eleitoral, principalmente em relação aos cálculos para o coeciente eleitoral depois da extinção das coligações, Recife sediará o workshop "Eleições 2020. Novas regras eleitorais".

O objetivo é demonstrar como serão realizados os cálculos para as próximas eleições e sanar todas as dúvidas sobre as alterações que serão aplicadas nas eleições do próximo ano.

O evento será realizado no próximo dia 14, às 13h, no Empresarial Jopin, Av. Engenheiro Antônio de Góes, 742, Pina. Os interessados podem realizar as inscrições pelo aplicativo Sympla ou no link: bit.ly/2jZfFnd.

O painel conta com o apoio do meu blog.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Irmã jornalista ganha homenagem

A gerente-executiva do INSS no Recife, Denise Martins, irmã deste blogueiro, receberá o prêmio "Mulheres que mudaram a história de Pernambuco", promovido pela Casa da Imprensa, há 16 anos. O título da homenagem legitima a importância da personalidade feminina no contexto do desenvolvimento do Estado de Pernambuco. 

A homenageada será contemplada com o Diploma de Honra ao Mérito e também fará parte do livro com sua minibiografia. Denise Martins é natural de Afogados da Ingazeira, no Sertão. Atuou, por diversos anos, na Comunicação Social do INSS em Pernambuco, Paraná, Paraíba e Distrito Federal. Desde janeiro de 2018 é a gerente-executiva do INSS em Recife. Também trabalhou em várias emissoras afiliadas da Globo como repórter, apresentadora, coordenadora de produção local e nacional.

A indicação foi do advogado trabalhista e previdenciário, Ney Araújo, membro da comissão de direito previdenciário da OAB/PE, presidente do Instituto dos Advogados Previdenciários PE (IAPE), diretor da Associação dos Advogados Previdenciaristas de Pernambuco, e diretor jurídico e cultural da Casa da Imprensa.

A solenidade de lançamento da 16ª edição ocorrerá no dia 23 de maio de 2020, às 17h, no Teatro Tabocas, Centro de Convenções de Pernambuco. O evento conta com a parceria de várias instituições do Estado, entre elas: Universidade Federal Rural de Pernambuco, Associação dos Defensores Públicos de Pernambuco, União Brasileira de Escritores, Academia Pernambucana de Letras, Associação da Imprensa de Pernambuco, e outras.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

10/10


2019

Serão imigrantes venezuelanos mesmo?

Um leitor do blog enviou a foto captada numa avenida movimentada do Recife com pedintes exibindo cartazes apelando para ajudas se apresentando como imigrantes da Venezuela, país conflagrado por uma crise econômica e social sem precedentes. 

Até então, cenas assim só eram vistas nas ruas de Boa Vista, capital de Roraima, fronteira com a Venezuela. Vale conferir o sotaque para uma simples investigação, porque a malandragem chegou a patamares nunca vistos num país também de desiguais como o Brasil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

10/10


2019

Humberto diz que Dilson foi infeliz e injusto

Blog Cenário

Em entrevista ao programa “Farol de Notícias”, da Rádio Vila Bela FM, o senador Humberto Costa (PT) comentou as falas do secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, direcionadas a deputada federal Marília Arraes (PT). Ele afirma que foram “declarações infelizes” e destaca o histórico de luta do partido em defesa das mulheres. O parlamentar ainda diz que o comentário do seu aliado foi injusto e fez questão de deixar claro que não é um posicionamento do PT e nem da CNB, corrente interna da sigla.

Logo após tomar conhecimento das declarações de Dilson, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, emitiu uma dura nota em nome do partido, na qual repudiou o que ela chama de “ataques pessoais e descabidos”. Outros parlamentares e movimentos internos da legenda também saíram em defesa da petista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


10/10


2019

Pernambuco Independente, potencial de uma Singapura

Por Tonico Magalhães*

Existem questões mal resolvidas que só são vistas e discutidas em livros e discursos eleitorais. O federalismo brasileiro é uma delas. Desde de 05 de outubro de 1988, a aprovação da chamada Constituição Cidadã lacrou a dependência fiscal do  Nordeste em relação ao Governo Central, ampliando as obrigações sem aumentar os repasses. Pela lei maior, o pacto federativo de 88 determina que 55% de tudo que é arrecadado fique com a União, 26% com os Estados e 19% com os Municípios.

Só agora esta questão volta a ser debatida a partir de um fato concreto: a divisão dos recursos do leilão do petróleo do pré-sal. A proposta em tramitação no Congresso aponta a possibilidade de arrecadar no leilão da Cessão Onerosa, previsto para novembro deste ano, R$ 106 bilhões, ficando R$ 33,6 bilhões para a Petrobrás, R$ 49 bilhões para a União, R$ 10,9 bilhões para os Estados e a mesma quantia para os Municípios.   

Um dinheiro novo que excitou os gestores públicos. Os lobos das finanças governamentais já garantiram a maior parte para o Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Ficamos com menos, por conta da falta de articulação política aliada a visão centralizadora que existe até hoje em todos os poderes da Nação.

Mas essa relação pode ser mudada, pelo menos para os pernambucanos. O desejo de um Estado independente do Brasil está arraigado na consciência do nosso povo. Hoje essa questão é vista como um sonho, porém deve ser visualizada como uma possibilidade real mesmo que a caminhada até lá dure décadas.

O escritor brasileiro, radicado nos Estados Unidos, Jonas Correia da Silva Filho, organizou aqui um grupo de estudos e avaliação de um Pernambuco Independente , o GEAPI,  e prepara o lançamento do livro “Os Fundamentos do Nacionalismo Pernambucano”. Na publicação, ele enumera as razões para nosso separatismo.

Jonas Filho vê a centralização histórica do País como um federalismo falho e ineficiente que impede a autonomia legislativa sobre variadas matérias. E também permite o abuso tributário e a complexidade burocrática, que condenam a cadeia produtiva e de consumo, engessando livres iniciativas e promovendo o desemprego.

No entender de Jonas Filho, Pernambuco tem os requisitos para se tornar uma nação próspera, por conta do seu potencial humano, social e econômico. “Com a independência, haverá uma redução drástica de impostos que abrirá portas para que empresas multinacionais invistam sem tributos abusivos de outros países, como o Brasil, por exemplo”.

Na verdade, o Brasil nunca amparou as reais necessidades de Pernambuco desde o tempo das Capitanias Hereditárias. Ao longo da história os pernambucanos sempre procuraram seu caminho independente do Brasil e pagaram caro por sua atitude libertária, vendo suas lideranças serem massacradas pelo poder central e retirados seus territórios.

Hoje, Pernambuco tem o potencial de uma Singapura. Pouco maior que Portugal, temos uma situação geográfica altamente favorável com portos estrategicamente situados no extremo leste da América do Sul acessíveis à costa africana, européia e norte-americana. Para chegar onde chegou a cidade-estado, conhecida como "A Pérola da Ásia", com apenas 5,6 milhões de habitantes, passou por reformas institucionais e comportamentais e é hoje um dos maiores centros financeiros do mundo, o lugar que produz mais milionários, segundo um estudo da Economist Intelligence Unit, unidade de inteligência da revista britânica Economist.

Vê-se logo que  tamanho não é documento.  E até o impedimento constitucional para a separação pode ser superado. Para Jonas Filho, quem tem o mínimo de conhecimento sobre leis sabe que as cláusulas pétreas comportam exceções se constitucionalmente previstas.

“A exceção está no artigo 4º, incisos III e IV, que dizem que a República Federativa do Brasil em suas relações internacionais rege-se pelos princípios da autodeterminação dos povos e da não intervenção. Sob pena de termos uma hipocrisia jurídica, e aí não estaríamos diante de um Estado Democrático de Direito, mas sim de um Estado Hipócrita de Direito, é inadmissível que o comportamento externo seja diferente do interno, assim sendo, o Estado Brasileiro deve respeitar o direito de autodeterminação dos povos que constituem parte do país lhes assegurando voz e direito de se separarem sem que sofram qualquer tipo de intervenção”, avalia Jonas Filho.

É preciso ser adivinho para saber o encaminhamento da questão separatista, mas a discussão ampliada e detalhada, como bem fez Jonas Filho no livro a ser lançado, vale para todos os pernambucanos que não desejam viver sempre num estado de pedintes. Lembrai-vos de 1817.

*Integrante da Cooperativa de Jornalistas de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha