FMO janeiro 2020

09/01


2008

Hubner: não há motivo para alarde sobre energia

O ministro interino de Minas e Energia, Nelson Hubner, disse hoje em entrevista coletiva à imprensa que "não há motivo para alarde" com relação à situação do abastecimento de energia elétrica no País. Segundo ele, o quadro atual é diferente do registrado em 2001, quando ocorreu o racionamento de energia.

"A população brasileira já ficou traumatizada com o que aconteceu em 2001. A situação atual é bem diferente daquela. Nós criamos mecanismos para evitar que aquilo se repita", afirmou. Da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

A solução é chamar o apagado ministro José Joge (filiado ao DEMOS). Ele, com a competência que lhe é peculiar, resolveria tudo, como resolveu na era FHC. Né Zé?

roberto de pessoa

O futuro dirá. É pagar pra ver. Ou não pagar. Afinal quem vai ficar sem energia eletrica, gás, e tudo mais somos nós mesmo.


Prefeitura de Jaboatão

09/01


2008

TSE mantém multa contra Serra

 O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve uma multa de R$ 8 mil contra o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), por publicidade irregular nas eleições de 2006. A decisão, divulgada hoje, foi tomada pelo ministro Gerardo Grossi, que negou no dia 13 o seguimento de um agravo de instrumento ajuizado por Serra.

Serra pedia para o TSE analisar um recurso especial contra o pagamento do valor. Para Grossi, a modificação do entendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, responsável pela aplicação da multa, dependeria do reexame de provas, o que é "inadmissível" em sede de recurso especial".

Em 14 de agosto de 2006, o governador de São Paulo, então candidato, teria discursado num templo. Segundo o TSE, na resolução, o TRE ressaltou que o discurso não foi ostensivamente eleitoral, porém houve referência à eleição. Ainda de acordo com o TSE, Serra teria dito na ocasião que "ela (a eleição) não está decidida, que só se vence no dia da votação" e que, por isso, "precisa de votos". A assessoria da Corte informou que ele deu entrada com um agravo regimental na segunda-feira, no qual pede que o caso seja levado ao plenário do TSE, cujas atividades serão retomadas no dia 1º. Da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo de Santo Agostinho

09/01


2008

DEM e PSDB debatem candidatura nas próximas semanas

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) disse nessa quarta-feira que sua possível candidatura à reeleição será debatida nas próximas semanas com o aliado PSDB, inclusive com a sua participação, se necessário.

"No nosso caso, além do debate interno, partidário, temos o debate da nossa aliança, e é evidente que nas próximas semanas esse assunto será debatido", disse Kassab a jornalistas ao lançar um projeto para as escolas de samba paulistanas.

Agora, o DEM, com Kassab, e o PSDB, com o ex-governador Geraldo Alckmin, planejam disputar a prefeitura de São Paulo, o que ameaça a aliança entre as duas legendas.

A dificuldade leva Kassab a cogitar sua participação direta nas conversas. "Em alguns momentos posso participar, como não. As questões serão debatidas com naturalidade pelos dirigentes do meu partido", afirmou. Do Portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

09/01


2008

TSE recebe mais de 6 mil pedidos para perda de mandato

 De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Justiça Eleitoral recebeu, até o dia 30 de dezembro, 6.300 pedidos de julgamento de perda de mandato para parlamentares que mudaram de partido depois que o TSE se pronunciou sobre fidelidade partidária. Segundo informações do TSE, esse número pode ser ainda maior porque nem todos os Tribunais Regionais Eleitorais (TRÊS) concluíram seu levantamento.

A regra da fidelidade partidária – que definiu que os mandatos pertencem ao partido e não ao parlamentar – foram definidas pelo TSE em março de 2007, para cargos proporcionais (deputados federal, estadual e distrital, e vereador), e em outubro de 2007 para os cargos majoritários (presidente da República, senador, governador, senador e prefeito).

O balanço estatístico do TSE aponta que as primeiras perdas de mandatos por infidelidade ocorreram em Rondônia e no Pará. O Paraná, por sua vez, registrou 1080 processos ajuizados. Do Último Segundo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Vcs conhecem aquela história d As moscas de Lázaro (?). Bem,resumindo: "Lázaro, tange essas moscas, homem, não vês que elas estão te consumindo! - Bem sei, se tangê-las virão as famintas e me consumirão ainda mais." As novas moscas "estraçaiarão" mais ainda os cofres públicos.Não paguem para ver!



09/01


2008

Ministro descarta risco de epidemia de febre amarela

 Segundo Temporão, 2 milhões de doses da vacina contra a febre amarela estão sendo liberadas nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde, que deve garantir o abastecimento dos locais onde há maior procura, como no Distrito Federal.

"No DF existe uma situação bastante singular, específica. É natural que as pessoas tenham procurado pela vacina, mesmo não estando em áreas de risco. Isto levou a um déficit da vacina nos postos. Em linhas gerais, posso garantir que todas as pessoas que precisarem da vacina serão atendidas. Com estas 2 milhões de doses teremos condições de atender toda a demanda", disse.

Segundo o ministro, os habitantes dos estados onde há risco de contaminação de febre amarela silvestre já estão imunizados. "A orientação é para as pessoas que estão se deslocando para estes estados a lazer ou a trabalho. Estas pessoas têm que saber que devem tomar a vacina 10 dias antes. Não há nenhuma necessidade de uma vacinação em massa nestes estados. Não há nenhuma epidemia. O que estamos fazendo é estritamente o necessário", afirmou Temporão. Do Portal IG.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto de pessoa

Com umapopulação de 180 milhões ede pessoas, o que vai fazer duas milhões de doses neste imenso Brasil?

Severino Isidoro Fernandes Guedes

A única febre que vai contaminar Brasília nos próximos dois anos é a febre da mentira, da inveja, do antipatriotismo e da demagogia barata dessa oposição conservadora, rasteira e elitista, que tem horror aos avanços do gov. Lula e a popularidade do presidente, mesmo com tudo de ruim que eles fizeram


Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

09/01


2008

Prefeita de Salgueiro faz cirurgia e passa bem

A prefeita de Salgueiro, Cleuza Pereira (PSB), deixou, hoje, o hospital Alberto Sabin, no Recife. Após ser submetida a uma cirurgia para retirada da vesícula, ficará mais uma semana na capital se recuperando. Antes e depois do procedimento cirúrgico, a socialista  recebeu telefonema do governador Eduardo Campos. Mais uma vez o vice-prefeito Marcones Libório, - candidato natural do partido à sucessão da prefeita - assume o comando da Prefeitura.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Bruno Monteiro

Tia creuza avisa a Cleidinho, que quando a senhora estiver no apartamento eu vou aí te visitar. Melhoras!!!!!!

JOHAN SOLANO DA SILVA

VAMOS LÁ CREUZA RECARREGA ESSAS BATERIAS QUE TEM MUITO SERVIÇO AQUI, SEI QUE A PREFEITURA ESTÁ EM BOAS MÃOS (MARCONES) + VC SABE QUE TODA AJUDA É BEM VINDA. DEUS LHE DÊ BOA SAÚDE E QUE NOSSAS ORAÇÕES A CONFORTEM E FORTALEÇA AINDA + ESTE ESPIRITO DE LUZ. UM GRANDE XEIRO......... JOHAN (BOCÃO), PAZZZZ

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Dona Cleuza é uma mulher de bem e de fibra. Para ela nossas sinceras orações e votos de pronto restabelecimento.


Banco de Alimentos

09/01


2008

Suplentes pedem mandatos dos vereadores no Cabo

 As férias de janeiro (recesso parlamentar) para três vereadores do Cabo de Santo Agostinho serão vividas em grande tensão, sob a ameaça de perda dos mandatos com base na Lei da Fidelidade Partidária. São eles Marcos do INPS, Maria de Zequinha e Luiz Solano (PSB).

Suplentes dos partidos e coligações protocolaram no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na segunda-feira (7), - prazo final - pedidos de devolução dos mandatos. No caso de Luiz Solano, o pedido foi protocolado já no dia 28 de dezembro do ano passado.

Os vereadores terão direito a ampla defesa, mas caso percam os mandatos, o último ano da atual legislatura poderá contar com novos nomes. Entre os suplentes que pedem os mandatos, um deles já ocupou cadeira na Casa Vicente Mendes, o médico João Sávio Sampaio Saraiva. Primeiro suplente da coligação (PRP, PTB), ele pleiteia a vaga de Marcos do INPS, antigo companheiro de bancada.

A cadeira de Maria de Zequinha é pretendida pelo também primeiro suplente Ricardo Carneiro (Ricardinho), da coligação (PPS, PSDB, PHS). Já o pedido para devolução do mandato do vereador Luiz Solano foi protocolado pelo quinto suplente da coligação (PSB, PV, PC do B, PP), Josuel Batista Neves (Irmão Doda).

Isso porque, o primeiro suplente, José Fernandes, recusou-se a solicitar a aplicação da Lei de Fidelidade Partidária, por dela discordar. Os outros três seguintes trocaram de partido. "Voltar à Câmara somente pelo voto do povo", disse Fernandes. Do Jornal Tribuna Popular.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Vcs conhecem aquela história d As moscas de Lázaro (?). Bem,resumindo: "Lázaro, tange essas moscas, homem, não vês que elas estão te consumindo! - Bem sei, se tangê-las virão as famintas e me consumirão ainda mais." As novas moscas "estraçaiarão" mais ainda os cofres públicos.Não paguem para ver!


O Jornal do Poder

09/01


2008

Deputado pede que ministro explique aumento

 O vice-líder do PPS na Câmara, deputado Arnaldo Jardim (SP), pediu ao presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), que o Congresso convoque o ministro Guido Mantega (Fazenda) para explicar sobre a instrução normativa da Receita Federal, que determina que as instituições bancárias e de crédito repassem informações sobre seus clientes, e também sobre o pacote tributário anunciado pelo governo.

Segundo o deputado, Garibaldi disse que precisaria de tempo para responder a seu requerimento. Jardim disse que o presidente do Senado vai consultar a área jurídica da Casa e também os membros da comissão representativa do Congresso --integrada por deputados e senadores.

O parlamentar afirmou ainda que depois do prazo determinado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) de dez dias para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva dê explicações sobre as medidas anunciadas pelo governo que buscam compensar parte da perda da arrecadação causada pelo fim da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), o Legislativo terá de se manifestar. Do Estadão.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto de pessoa

Ora... Se Lula que é o demandador de despesas nã conseguir explicar, imaginem se o Ministro vai. Mais nem por 10 contos e uma cocada.


Potencial Pesquisa & Informação

09/01


2008

PSDB deve recorrer ao Supremo contra aumento de IOF

O PSDB decidiu entrar até amanhã com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo a suspensão do aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) decretado pelo governo na semana passada. Durante reunião da Executiva Nacional, os dirigentes do partido resolveram também conversar com o governo sobre os cortes no Orçamento de 2008, defendendo, porém, a manutenção dos recursos destinados à saúde.

"Estamos abertos ao diálogo e queremos influir na discussão dos cortes", afirmou o líder do PSDB na Câmara, Antonio Carlos Pannunzio (SP), que participou da reunião. Em relação à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), os tucanos condenaram a Medida Provisória baixada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva elevando a contribuição, e prometem votar contra no Congresso.

Ao mesmo tempo, a assessoria do partido está preparando um levantamento sobre o montante de dinheiro do Orçamento de 2007 que foi empenhado e ainda precisa ser executado. O PSDB aprovou também um calendário de viagens dos dirigentes partidários ao Nordeste e Sudeste a fim de preparar o esquema das eleições municipais. Da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Oposiçãozinha rasteira e de m... Não se garante no voto democrático, nem no Parlamento, agora a vida é querer ganhar tudo no tapetão. 2010 vem aí e esses fajutos, espero eu, sofrerão outra derrota acachapante. O povo devia banir esses elitistas e demagogos da vida pública.



09/01


2008

Ministro: cortar emendas é ''sonho de consumo''

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou nesta quarta-feira que as emendas parlamentares também podem ser alvo dos cortes no Orçamento, principalmente as coletivas: "já falei qual é o meu sonho de consumo. E não é um desejo popular dentro do Congresso Nacional. Acho que deve se preservar as emendas individuais e suprimir todas as coletivas, as de bancadas".

Segundo o ministro do Planejamento, é interesse do governo preservar os recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), mas o presidente da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, senador José Maranhão, não descarta cortes nas obras de infra-estrutura. "Dizer que não vamos tocar no PAC seria subordinar a decisão da comissão e do Congresso Nacional ao que, na visão do presidente Lula, se apresenta como um compromisso de honra. Vamos buscar o critério de cortes proporcionais", disse Maranhão. Do Portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha