O Jornal do Poder

14/03


2011

Obama e o pré-sal

 Segredo não é o fato de que tanto os Estados Unidos quanto a China vem carreando há  meses dezenas de milhões de dólares para os  cofres da Petrobrás, com base no compromisso de receberem como pagamento  vastas parcelas do petróleo ainda escondido nas profundezas do litoral brasileiro. São contratos a prazo futuro, que  não nos farão perder a soberania dessa  imensa riqueza posta à nossa disposição pela natureza. O problema é que extrair petróleo nas camadas inferiores custa muito  caro. A Petrobrás dispõe da tecnologia necessária para a operação mas anos ainda vão decorrer até que ela se torne rentável.

Nessa hora é que a presença de Barack Obama no Brasil se torna mais do que oportuna. Ele vem disposto a estimular grande aumento da produção de etanol para exportação  ao seu país,  mas poderá sensibilizar-se para uma parceria ainda  maior na exploração do petróleo do pré-sal. Por certo que exigirá compensações, e muitas. Por coincidência, está prevista para abril a ida da presidente Dilma Rousseff à  China. Dá para entender...   (Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

14/03


2011

EUA usa TVs para atrair multidão ao discurso de Obama no Rio

 "Barack Obama domingo que vem no Brasil, falando para a galera no Rio de Janeiro". Foi nesse tom informal que o apresentador Fausto Silva anunciou ontem a visita do presidente americano, Barack Obama, ao Brasil, informa a Folha de S.Paulo. O anúncio no programa do Faustão faz parte da ofensiva de relações públicas de Washington para turbinar a visita do presidente ao Brasil e atrair uma multidão para o discurso que o americano fará no Rio no domingo.

"Barack Obama vai fazer um discurso direto para o povo brasileiro, com telões para a galera acompanhar. A equipe de jornalismo da Globo vai divulgar nesta semana o horário e o local", disse ele. A Casa Branca escolheu programas populares de TV como o "Domingão do Faustão" e o "Fantástico", na Globo, e o "Domingo Espetacular", na Record, para promover a visita do presidente. Obama chega a Brasília na sexta-feira à noite e segue para o Rio na noite de sábado. Segundo a Folha apurou, o objetivo da campanha é atingir todas as camadas da população brasileira. Obama pretende que a visita ao Rio seja de contato intenso com o povo brasileiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

14/03


2011

Brasil é modelo para Oriente, diz Lula em palestra no Qatar

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem, durante evento promovido pela rede de TV Al Jazeera em Doha (Qatar), que o exemplo brasileiro de democracia pode servir de modelo ao Oriente Médio. Sem citar diretamente as revoltas populares no mundo árabe (que já derrubaram dois ditadores e puseram a Líbia em estado de guerra civil), Lula saudou a sede por mudanças na região.

Ele fez de seu discurso de cerca de 40 minutos, em que quase não houve improviso, um pequeno resumo de seus oito anos na presidência. Como habitual, Lula falou sobre a necessidade de se construir "uma nova ordem política e econômica" e criticou a composição do Conselho de Segurança da ONU, por "não respeitar a nova geopolítica mundial".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Acidente nuclear no Japão acende alerta em Angra

A tragédia nuclear japonesa acendeu um alerta nas usinas Angra 1 e 2, no Estado do Rio de Janeiro. Mas, se no Japão a população já estava instruída e tinha infraestrutura para esvaziar a área com segurança, no Brasil é diferente. A reportagem de O DIA percorreu neste domingo o trajeto entre Angra dos Reis e a capital e constatou que as rotas de fuga não são apropriadas para que a população da Costa Verde consiga escapar em caso de acidente, e a população não é treinada adequadamente. A BR-101, que liga as cidades, além de mal sinalizada, tem trechos com quedas de barreiras em obras desde o Réveillon de 2010, quando a chuva fez centenas de mortos na região.

O tipo de reator da usina japonesa tem diferenças do modelo brasileiro, segundo o físico Luiz Pinguelli Rosa, da Coppe/UFRJ. ''Nosso sistema apresenta vantagens, mas tem a proximidade do mar. Uma tsunami não é provável, mas estamos vulneráveis''. (De O DIA)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Jovens de SP formam grupo político para "endireitar" o Brasil

 ''''Houve uma demonização da direita no Brasil, e isso nós queremos corrigir. Queremos reabilitar o nome ''direita'''', afirma o advogado Gastão de Souza Mesquita Filho, 32. Munidos desse pensamento e da ideia de que pessoas bem-sucedidas devem lutar pela ''moralização da vida pública'', jovens paulistanos como Mesquita Filho juntaram-se em 2006 para criar o Movimento Endireita Brasil. São advogados e empresários que defendem o objetivo de ''endireitar o Brasil'', comprometidos com a ''luta pela diminuição do Estado e pelo fim de todos os mecanismos que limitam ou ferem a liberdade do cidadão''. Eles reconhecem que a luta não é fácil.

''Não temos apoio ideológico de ninguém. Nas últimas eleições, quando lançamos candidato pelo DEM, fomos aconselhados por gente do partido a largar o nome ''direita'''', diz Mesquita Filho. Ricardo Salles, o candidato que o MEB apresentou na campanha eleitoral de 2010, conquistou cerca de 25 mil votos e não conseguiu se eleger deputado estadual.Para Roberto Pitaguari Germanos, 31, a dificuldade que seu grupo enfrenta pode ser explicada em parte pelo estigma criado pela ditadura. ''Há duas confusões. A primeira é a associação automática entre direita e conservadorismo: há pessoas de direita que não são conservadoras. A segunda é a identificação da direita com a ditadura, o que não faz sentido.''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos Odair da Luz Sá

Direita paulista associada ao DEM para endireitar o Brasil??? E vcs ainda falam que Tiririca é que é piada sem graça????



14/03


2011

Vetos de Dilma e da base atrasam nomeações para 2º escalão

 O prazo dado por Dilma Rousseff -- depois do Carnaval -- acabou, e os partidos aliados voltam nesta semana a Brasília dispostos a cobrar uma definição sobre os postos-chaves no segundo escalão da máquina federal. PMDB e PSB lideram a lista de indicações represadas na Casa Civil de Antonio Palocci. Além das restrições da presidente a indicações políticas para cargos de perfil técnico, uma rede de vetos dentro da própria base ajuda a atrasar as nomeações. Os três nomes mais estrelados da lista de desejos do PMDB enfrentam restrições de ambas as naturezas. Além dos vetos, Dilma tem repetido a interlocutores que não gostaria de ver políticos nos bancos federais. ''Ela vai levar a sério esse critério'', aposta um ministro.

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, derrotado para o governo da Bahia e indicado para a vice-presidência de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal, sofre veto do governador Jaques Wagner. Contra José Maranhão pesa a campanha feita pelo seu sucessor no governo da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).Para Maranhão o PMDB pediu a sensível vice-presidência de fundos e loterias da Caixa, foco de escândalos recentes, como o caso Waldomiro Diniz, em 2004.

O terceiro nomeado pelo PMDB para um banco federal --o ex-vice-governador do Paraná Orlando Pessutti, indicado para a diretoria de agronegócio do Banco do Brasil - sofre veto do ex-aliado Roberto Requião.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Um Magalhães para Dilma

Abadá - Na Bahia, a dissidência no DEM deve levar os deputados Paulo Magalhães, primo do líder ACM Neto, e Fernando Torres, que acompanharão o vice-governador Otto Alencar rumo ao PDB e à base de apoio a Jaques Wagner e Dilma Rousseff.

Quer apito - Indio da Costa ainda não decidiu se embarca no partido de Kassab ou se aceita convite de seu ex-companheiro de chapa José Serra para comandar o PSDB no Rio e disputar a prefeitura no ano que vem. (Painel - Folha de S.Paulo - Renata Lo Prete)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Adilson Lira

Não me surpreende em nada ver chargges desse tipo nesse blog! Afinal, quando a oposição se resume a figuras como Jarbas Vasconcelos, realmente precisam da "imprensa", tal qual esse blog, para fazer seu papel (oposição). Nada de velho, nada de novo! E tenho dito.

Jarbas Pacheco Freire Junior

Gostei do desenho Magno!!! Típico de um blogueiro oposicionista, o que está bem claro, mas fazer o que? Jarbas e Serra já perderão as eleições.



14/03


2011

O lobo e as ovelhas

 A coluna Holofote, da Revista Veja deste domingo, traz a revelação de que a presidente da República, Dilma Rousseff, endureceu o jogo com a mineradora Vale. Ou ela paga R$ 7 bilhões em tributos devidos, ou perderá a sua mais lucrativa lavra de licença de exploração, a de Carajás - que, aliás, até esta sexta estava suspensa judicialmente.

Dilma incumbiu seu ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, de tratar do assunto. Aí surge das profundezas do subsolo eleitoral um agravante. Reeleito senador pelo Maranhão, Lobão recebeu da mineradora nada menos que R$ 2 milhões em doação para a campanha, segundo a revista. O dinheiro foi depositado para o PMDB há poucos dias, e repassado para... Edison Lobão.

Cabe a mais normal pergunta de um cidadão: e como fica nessa contabilidade a conta da receita da União, tutelada pela chefe do ministro? 
(Informe JB - Leandro Mazzini)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

Quer acabar com a Vale? Destruir , fazer tremer a Bolsa de Valores? Essa Senhora bebeu? Quem bebia era o outro...



14/03


2011

Tucanos em revoada

São mínimas as possibilidades de os tucanos se acomodarem no ninho.  Estão e continuarão em revoada sem rumo por motivo com data marcada: outubro de 2014, quando da próxima sucessão presidencial.  José Serra, candidatando-se ou não ao trampolim que seria a prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin e Aécio Neves são pretendentes irremovíveis a subir a rampa do palácio do Planalto, tanto faz se tiverem de  enfrentar Dilma ou o Lula.

O governador de São Paulo  dispõe de estrutura sólida, além da alternativa de poder concorrer outra vez ao cargo  que exerce.  O ex-governador de Minas  estará no  meio de seu mandato de senador e o candidato derrotado no último  outubro pode argumentar com o raciocínio de que o Lula  perdeu três disputas, ganhando na quarta e na quinta, ao tempo  em que  ele só perdeu duas. No PSDB, há quem sustente a necessidade da antecipação da escolha do  candidato, claro que não este ano, mas no próximo, de modo a reordenar suas esquadrilhas destroçadas num único plano de vôo.(Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2011

Mais pânico no Japão: novo tremor, explosão e alerta de tsunami

Explosão Fukushima Usina Terremoto Japão - Antes e Depois (Foto: AFP)

A população japonesa voltou a viver momentos de pânico após um novo tremor de 6,2 graus na escala Richter sentido em várias cidades, incluindo Tóquio, e que gerou um alerta de tsunami, desfeito em seguida. Quase ao mesmo tempo, uma nova explosão aconteceu no complexo nuclear de Fukushima, que enfrenta o risco de vazamento de material nuclear na atmosfera em grandes proporções.

O novo terremoto foi sentido esta segunda-feira (hora local) por volta das 10h da manhã no Japão (22h de domingo, hora de Brasília), menos de três dias após o sismo mais forte da História do país, de magnitude 8,9. O nível do mar se alterou levemente, e pouco depois o alerta de tsunami foi desfeito. Ao mesmo tempo, não houve relatos de maiores danos causados pelo novo terremoto.

Por outro lado, a situação no complexo nuclear de Fukushima, no nordeste do país, continua crítica. Fontes oficiais do Japão afirmam que a nova explosão provocou apenas o vazamento de hidrogênio líquido, com quantidade pouco significativa de material radioativo. Na explosão, porém nove pessoas ficaram feridas.(Informações de O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/03


2011

EUA alerta a seus cidadãos que evitem viagens ao Japão

 O Departamento de Estado dos Estados Unidos despachou um alerta de viagem neste domingo, que recomenda que os cidadãos norte-americanos evitem viajar ao Japão devido ao forte terremoto de dois dias atrás. O departamento pediu que pessoas do governo que não fossem indispensáveis adiassem viagens e recomendou que cidadãos americanos evitassem turismo e viagens ao Japão que não fossem extremamente necessárias.

O alerta também dizia que era provável que ocorressem réplicas após o terremoto que ocorreu no norte do Japão.

Voos foram retomados em todos os aeroportos que haviam sido fechados pelo terremoto, com exceção do aeroporto na cidade costeira de Sendai, que permanece alagado, disse o departamento.

Em Tóquio, a maior parte do transporte público, incluindo trens e metros, estavam funcionando, segundo o departamento. Porém, muitas estradas foram prejudicadas em Tóquio e no norte do Japão. No distrito de Iwate, situado mais ao norte, as vias estão restritas a veículos de emergência, segundo o alerta.(Agência Reuters)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha