FMO janeiro 2020

08/07


2020

Bolsonaro com Covid: Planalto não afasta servidores

O Palácio do Planalto informou em nota que não orientou o afastamento de servidores que tiveram contato próximo com o presidente Jair Bolsonaro. O presidente anunciou, ontem, que está com Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma pessoa infectada pode começar a transmitir o vírus nos seis dias anteriores ao início do aparecimento dos sintomas. Bolsonaro disse que sentiu febre na segunda (6). Em toda a semana passada, ele trabalhou normalmente, fez reuniões e recebeu políticos e autoridades.

A OMS também diz que uma pessoa que tiver contato próximo com algum infectado deve ficar 14 em isolamento social e afastada do local de trabalho.

Na nota, o Planalto disse que o procedimento que adota com relação à Covid-19 é orientar os servidores a buscar serviço médico quando tiverem sintomas. A Presidência informou ainda que casos suspeitos são orientados a ficar em casa, mas que o "simples contato" com infectados não é o suficiente para o afastamento.

"Não há protocolo médico, seja do Ministério da Saúde ou da OMS, que recomende medida de isolamento pelo simples contato com casos positivos. A orientação que damos aos servidores é procurar assistência médica quando apresentarem sintomas relacionados à Covid-19, para avaliar necessidade de testagem. Nos casos considerados suspeitos, os servidores são orientados a ficar em casa até o resultado do exame", afirmou o Planalto em nota.

A Presidência disse ainda que segue uma instrução normativa do Ministério da Economia editada em 12 de março, ainda no início da pandemia no país. A instrução normativa estabelece orientações para servidores civis da administração federal. O texto não menciona afastamento de servidor que tenha tido contato com infectados pelo coronavírus.

Já uma portaria conjunta do Ministério da Saúde e do Ministério da Economia, publicada em junho, apresenta orientações para ambientes de trabalho de organizações em geral. Diz ainda que as orientações devem ser obrigatórias para a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, e para o Ministério da Saúde.

A portaria determina que as organizações devem afastar "imediatamente" do trabalho presencial os infectados, os casos suspeitos e também as pessoas que tiverem tido contato com infectados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

08/07


2020

Leitor indignado com estradas abandonadas

O leitor sertaniense Alex Ferreira enviou, há pouco, ao blog, um vídeo demonstrando toda sua indignação com o descaso do Governo Paulo Câmara com as estradas do interior do Estado. Alex fez imagens cobrando ao DER e a Secretaria de Infraestrutura algum posicionamento sobre a quantidade de buracos na PE-336, que liga os municípios de Inajá e Ibimirim, no Sertão do Moxotó.

Há relatos de que as rodovias PE-270, entre Tupanatinga e Itaíba, a PE-300, entre Itaíba e Manari, e a PE-345, entre Inajá e Tacaratu, se encontram na mesma situação. Confira as imagens.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

08/07


2020

Cantor Daniel Bueno sofre aneurisma

No programa de Geraldo Freire, na rádio Jornal, o médico Paulo Brayner confirmou, há pouco, que o cantor Daniel Bueno, de 60 anos, natural de Carnaíba, no Sertão do Pajeú, sofreu um aneurisma cerebral, está fora de risco, mas requer cuidados. Está internado no Hospital da Restauração. Daniel é meu amigo, contemporâneo de infância e adolescência em Afogados da Ingazeira. Também jornalista, atua por muito tempo na equipe de Geraldo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

08/07


2020

Bolsonaro veta obrigatoriedade de leitos para índios

Estadão

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com muitos vetos, a lei que define medidas para combater o avanço do novo coronavírus entre indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais. Bolsonaro vetou obrigações do Poder Público com esses povos durante a pandemia, como garantir o acesso universal a água potável, distribuir gratuitamente materiais de higiene, de limpeza e de desinfecção das aldeias, e ofertar leitos hospitalares e de unidade de terapia intensiva (UTI) e ventiladores e máquinas de oxigenação sanguínea.

Para vetar esses trechos, a Presidência alegou que as propostas instituem obrigação ao Poder Executivo e cria despesa obrigatória ao Poder Público, sem apresentar o demonstrativo do respectivo impacto orçamentário e financeiro. Segundo dados da entidade Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), mais de 10 mil casos de covid-19 foram confirmados entre indígenas até o último dia 2, com 408 mortes.

Bolsonaro ainda barrou o dispositivo que obrigava a União a liberar, de forma imediata, dotação orçamentária emergencial para priorizar a saúde indígena em razão da pandemia. Com isso, a União ficou dispensada da exigência de assumir as despesas do Plano Emergencial criado pela lei, por meio de abertura de créditos extraordinários, e também desobrigada de transferir aos entes federados recursos para apoio financeiro à implementação do plano.

A lista de vetos ainda impede que a União assegure a distribuição de cestas básicas, sementes e ferramentas agrícolas diretamente às famílias indígenas, quilombolas, de pescadores artesanais e dos demais povos e comunidades tradicionais.

A lei sancionada considera esses povos "como grupos em situação de extrema vulnerabilidade e, portanto, de alto risco e destinatários de ações relacionadas ao enfrentamento de emergências epidêmicas e pandêmicas". Pelo texto, a coordenação do plano emergencial para proteger essas comunidades deve ficar com a União, que trabalhará em conjunto com Estados, municípios, instituições e os povos indígenas para a execução das medidas "com urgência e de forma gratuita e periódica".

O texto sancionado tem origem em projeto de autoria do Congresso, aprovado em meados de junho. A lei e os vetos estão publicados no Diário Oficial da União (DOU) de hoje.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/07


2020

Vice-líder do Governo xinga Moraes: “canalha, lixo”

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), pastor evangélico e um dos vice-líderes do governo Bolsonaro na Câmara, publicou um vídeo em suas redes sociais atacando e xingando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. O parlamentar critica Moraes pela decisão que libertou o blogueiro Oswaldo Eustaquio, mas o proibiu de usar as redes sociais.

No vídeo, publicado na última segunda-feira, Otoni chama Moraes de "lixo", "tirano" e "canalha", entre outros.

"Por isso é chamado de cabeça de ovo, porque respeito, Alexandre de Moraes, não se impõe, se conquista", diz trecho do video. "Você é um lixo, você é o esgoto do STF, a latrina da sociedade brasileira". O deputado também faz ameaças ao ministro do STF.

Alexandre de Moraes é o relator do inquérito que apura a divulgação de fake news e do que investiga financiamento de manifestações antidemocráticas. Otoni de Paula é um dos alvos do inquérito das manifestações antidemocráticas.

O vídeo chocou integrantes do STF e do próprio governo por ter sido publicado no momento em que o Planalto prega a mudança de tom de Bolsonaro com o STF. O Planalto está preocupado com o avanço de investigações na corte que atingem o próprio governo, aliados e familiares.

A avaliação nos bastidores da corte, compartilhada por ministros do governo que pregam a diminuição do tom de Bolsonaro nas agressões, é a de que se trata do vice-líder do governo, e, portanto, um cargo de confiança do presidente da República. Ao todo, são 14 vice-líderes escolhidos pelo presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

08/07


2020

Doriel Barros promove debate com pré-candidatos

A crise sanitária vivenciada pelo mundo, por causa da pandemia do novo coronavírus, e suas consequências sociais, políticas e econômicas para o País, o estado e, principalmente, para os municípios fazem com que as Eleições 2020 tragam, para as candidaturas, um conjunto de novos desafios. Atento aos questionamentos vindos de sua base, o deputado Doriel Barros promoverá, hoje, às 16h, uma videoconferência com os pré-candidatos apoiados por seu mandato. O objetivo é discutir: “Que eleição é essa?” O debate contará com a contribuição do diretor da Escola Nacional de Formação do PT e ex-ministro do Governo Lula, Gilberto Carvalho.

Com o tema: “Fortalecer os municípios para transformar o país”, a atividade irá abordar como as Eleições deste ano podem e devem influenciar 2022. Na ocasião, prefeitos e vereadores com mandato irão apresentar suas experiências no trabalho de combate ao Coronavírus, destacando a necessidade de planejamento para o enfrentamento dos desafios de uma gestão ou mandato parlamentar, especialmente em momentos de crise.

A videoconferência, que reunirá lideranças de todo o estado, será a primeira de várias rodas virtuais de diálogo planejadas pelo deputado Doriel Barros. “Queremos contribuir para que esses homens e mulheres, que estão colocando seus nomes a serviço de um projeto político de inclusão social, possam aprofundar temas importantes para a realização de uma campanha vitoriosa e futuros mandatos populares e participativos”, destaca o parlamentar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/07


2020

Paulo Varejão reafirma candidatura em Jaboatão

O pré-candidato a prefeito de Jaboatão dos Guararapes pelo PT, Paulo Varejão, recebeu, ontem, a presidente do Partido dos Trabalhadores do município, Maria Auxiliadora de Souza, e o pré-candidato a vereador Thiago Gomes. O objetivo do encontro foi debater os projetos políticos para a cidade, tendo em vista as eleições 2020. A pauta ganha maior relevância neste contexto eleitoral por sua colocação como segundo maior colégio eleitoral do estado de Pernambuco, ficando atrás apenas da capital Recife. As informações são do Portal FolhaPE.

Na oportunidade, o jaboatonense e ex-procurador Geral de Pernambuco reafirmou sua disposição de seguir com a pré-candidatura a prefeito da cidade.

“Nosso projeto de trazer dias melhores para o povo jaboatonense segue vivo e firme rumo à convenção partidária, da qual sairá fortalecido para vencer as eleições de 2020. Tenho certeza de que o PT sabe da minha seriedade, empenho e compromisso para cumprir essa missão de ser prefeito de Jaboatão, cuja responsabilidade aumenta ainda mais por ser minha cidade natal”, destaca Paulo Varejão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/07


2020

Gravatá 100% transparente nos gastos da Covid-19

O município de Gravatá, no Agreste, se destacou no quesito transparência. A cidade conquistou nota máxima na avaliação do Tribunal de Contas do Estado e é uma das cinco cidades de Pernambuco que conseguiu pontuar 100% no portal da transparência dos gastos com a Covid-19.

Foram nove critérios avaliados sobre a divulgação de dados relativos a contratos e aquisições destinados ao enfrentamento do novo coronavírus e se, durante o período da pandemia, foi garantido à sociedade o acesso à informação por meio de Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão (e-SIC).

“Tão importante quanto fazer é ser transparente sobre o que está sendo feito, garantindo ao gravataense o direito de saber onde é aplicado cada centavo”, disse a Controladora Geral do município, Wedja Martins.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/07


2020

O que faltou dizer da pesquisa em Jaboatão

Por Zeca Martins*

Na virada de hoje para amanhã, a meia-noite, o Blog do Magno vai divulgar a pesquisa que nós da Potencial estamos realizando para avaliar o cenário eleitoral para as eleições municipais de 2020 em Olinda. Será a segunda da série para a Região Metropolitana do Recife. Enquanto ainda estamos na expectativa dos resultados, trago novas análises e considerações finais do estudo realizado para o pleito em Jaboatão dos Guararapes.

Considerando o cenário atual da sua gestão, o potencial eleitoral do prefeito Anderson Ferreira, isto é, aqueles eleitores que votariam com certeza ou poderiam votar nele para um novo mandato de prefeito é de 59%. Uma possibilidade de mais 14 pontos percentuais, o que equivale a um crescimento de 1/3 em relação aos 45% de intenção de voto registrados no estudo. O segundo pré-candidato com maior potencial eleitoral é Ulisses Tenório (PSB), que tem chances de chegar até 20% de preferência entre os eleitores.

Quando consideramos a análise segmentada pela região de moradia do eleitor, o prefeito aparece na frente em todas elas, com destaque para as regionais 4-Muribeca e 7-Guararapes, com mais de 50% de intenção entre os moradores. O menor percentual foi registrado na R2-Cavaleiro (38%). Entre homens e mulheres praticamente não existe diferença estatística entre os percentuais, com respectivamente, 47% e 44%, podemos considerar uma igualdade técnica por conta da margem amostral da pesquisa (4%). O mesmo acontece quando se avaliam os resultados por faixa de renda mensal familiar, 45% (até 2 SM), 46% (entre 2 SM e 5 SM) e 45% (acima de 5 SM). A intenção em votar no Prefeito Anderson Ferreira é de quase 60% entre os mais jovens (16 a 24 anos), de 2/3 entre aqueles com menor instrução e de 44% entre os que têm maior nível de escolaridade (superior).

Chamando a atenção do universo político local, natural e esperado em um ambiente de pré-campanha eleitoral, os resultados evidenciam a gestão desenvolvida pelo prefeito Anderson Ferreira, reconhecida de forma expressiva pela população pesquisada. Em sua coluna de ontem Magno Martins definiu muito bem: “Anderson Ferreira em céu de brigadeiro”, é o que de fato retratam os resultados da pesquisa.

Importante salientar que a parceria entre a Potencial e o Blog do Magno não se deu de forma simplista, foi construída levando em consideração a experiência da empresa realizando estudos em todo o país. A POTENCIAL atua nacionalmente desde 2007, desenvolvendo análises e diagnósticos sobre o ambiente político-eleitoral e de mercado.

Agora é aguardar os resultados da avaliação em Olinda para analisar o cenário político-eleitoral no município.

A pesquisa eleitoral de intenção de voto realizada em Jaboatão dos Guararapes está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º PE- 06059/2020 para o cargo de Prefeito para as eleições municipais de 2020 de acordo com a Resolução-TSE n.º 23.600/2019.

*Diretor da Potencial, professor universitário, estatístico filiado ao CONRE 5ª. Região sob o número 8707, especialista em Marketing Eleitoral, especialista em Pesquisa de Opinião e de Mercado, pós-graduando em Data Science e Analytics pelo SENAI/CIMATEC


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/07


2020

Fundador da Ricardo Eletro é preso em SP

Ricardo Nunes, fundador e ex-principal acionista da rede varejista Ricardo Eletro, foi preso no estado de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (8), em operação de combate à sonegação fiscal e lavagem de dinheiro em Minas Gerais. A força-tarefa é composta pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil.

A filha de Ricardo, Laura Nunes, também foi presa, na Grande BH. Há ainda um mandado de prisão em aberto para diretor superintendente da Ricardo Eletro, Pedro Daniel Magalhães, em Santo André (SP). Até as 8h, ele estava foragido. Um mandado de busca e apreensão foi expedido para Rodrigo Nunes, irmão de Ricardo.

A operação recebeu o nome de "Direto com o Dono". De acordo com as investigações, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos foram sonegados ao longo de mais de cinco anos.

“O investigado se apropriou indevidamente do tributo. Em contrapartida, seu patrimônio só crescendo”, disse o delegado Vitor Abdala.

Além dos três mandados de prisão, a operação cumpre também 14 mandados de busca e apreensão. Em Minas Gerais, os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Belo Horizonte, Contagem e Nova Lima. Em São Paulo, há alvos na capital e em Santo André.

Ainda segundo Abdala, documentos, computadores e celulares foram apreendidos. O superintendente regional da Secretaria de Fazenda em Contagem, Antonio de Castro Vaz, disse que a empresa vinha omitindo recolhimento de ICMS há quase uma década.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha