Coluna da quinta-feira

Impasses e dramas políticos de Lula (Final)

Frente a tantas incertezas políticas, como o executivo cercado pelo legislativo e o ativismo judicial, a insegurança para investir no Brasil afeta o presente e sobretudo o futuro. Como decidir arriscar num lugar onde não se pode confiar? Isso resulta que, de acordo com dados oficiais do IBGE, no terceiro trimestre de 2023, a taxa de investimento brasileira ficou em 16,6%, menor do que a do trimestre do ano anterior – 18,3%.

A média em outros países da América Latina é de 20% a 25%. Em contraste, a Índia chega a 30% e a China acima de 40%. Isso demonstra a inviabilidade estrutural do Brasil. Se não se investe, como pode haver desenvolvimento? O Brasil é vítima de um sistema político de privilégios e de patrimonialismo. Não existe o mínimo de previsibilidade, especialmente porque as leis e a justiça funcionam apenas para os poderosos que mandam e desmandam em benefício próprio.

O setor privado fica esmagado pela máquina pública numa burocracia corrupta em todos os níveis da federação, a começar pelo governo central, em Brasília. Quem produz vira vítima de um cerco em praticamente todos os setores regulados e mesmo não regulados. Em casa porteira há que se pagar pedágio, de uma maneira ou de outra.

Esta é a realidade nua e crua de um Brasil massacrado, ofendido e humilhado. Quando o exemplo maior, que deveria vir dos dirigentes políticos e estatais, só nos aponta para o uso incorreto dos recursos públicos, o que se esperar do resto da sociedade? Tudo descamba para o famoso “salve-se quem puder”.

O impasse político estrutural que tem no presidente Lula sua maior referência só aponta para um País desequilibrado, corrupto e sem futuro. Não existem planos sérios, nada que dê perspectiva positiva.

Só se observam manipulações, propaganda enganosa, um grande jogo sujo. E a economia sempre reflete essa perspectiva política caótica, sem rumo e sem direção. O que resulta numa sociedade desigual, dominada pela pobreza crônica e sem indicação de saída.  Ainda mais num mundo com mudanças aceleradas pela inteligência artificial que vai exigir ainda mais da população, já tão sofrida e condenada ao esquecimento.

Tudo dominado – É triste e profundamente lamentável, mas a realidade se impõe cruelmente. Esse modelo, que tem em Lula seu maior representante, com o governo despedaçado, loteado entre grupos de tubarões famintos, precisa ser enfrentado. Mas, lamentavelmente, é impossível vislumbrar alternativas, porque tudo está tudo dominado pelo sistema dominante.

Ao Bolsa Família, tudo! – O Bolsa Família terminou sendo incorporado pelo próprio Bolsonaro. Qualquer reflexão minimamente honesta sabe que se trata de esmola e isso não é solução. O Brasil precisa de inclusão produtiva e não mendicância oficial. Ora, são mais de US$ 160 bilhões para programa eleitoreiro, enquanto para investimentos o total do governo federal não chega a R$ 70 bilhões.

Terra em transe – Tristes trópicos narrados por mim nestes últimos três dias, trazendo à luz a minha visão sobre o terceiro e decadente Governo Lula! É de se perguntar com muita propriedade: o Brasil vai escapar dessa sina de autodestruição? O País precisa superar essa fase que tem em Lula sua pior imagem. Mas há de ter coragem para olhar a realidade como ela é e encontrar um caminho realista para vislumbrar algum futuro nessa terra em transe.

8 de janeiro esvaziado – O aniversário de um ano do fatídico dia 8 de janeiro, na próxima segunda-feira, não deve ter manifestação de grande adesão em Brasília. Segundo o site Metrópoles, até ontem não havia nenhum ato cadastrado para ocorrer, seja de bolsonaristas ou de apoiadores do presidente Lula (PT). A inteligência dos órgãos de segurança do Distrito Federal identificou alguns chamamentos isolados para manifestação, mas nenhum teve adesão que preocupasse as autoridades, até o momento.

Oposição da boca pra fora – Na Assembleia Legislativa, o PT virou piada como bancada de oposição. Além de boicotar a coletiva da oposição no primeiro dia útil do ano, terça-feira passada, seus três integrantes – João Paulo, Doriel Barros e Rosa Amorim – viraram os maiores defensores de uma aliança mais estreita da governadora com o Governo Lula e o próprio presidente. Quem te viu, quem te vê, PT!

CURTAS

ACREDITE SE QUISER! – Depois de tanto andar pelo Estado, do litoral ao Sertão, encontrei um gestor feliz da vida com o Governo Raquel e o estilo da tucana: o prefeito de Tuparetama, Sávio Torres, filiado ao Podemos, velho aliado de Armando e hoje bem próximo ao ex-deputado Ricardo Teobaldo.

O MUNDO GIRA – O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PSD), que passou por muito tempo sendo o mais popular do País, aparece agora em sétimo lugar. Os três melhores avaliados são do Nordeste e Norte – João Campos (Recife), o primeiro, Arthur Henrique (Boa Vista) e Davi Almeida (Manaus). O pior é o de Belém, Edmilson Rodrigues (Psol).

Perguntar não ofende: A governadora Raquel Lyra comprou mais uma briga com os prefeitos ao exigir servidores estaduais de volta?

Veja outras postagens

Em entrevista ao Portal de Prefeitura, Antônio Campos deu fortes declarações sobre a presidente estadual do Solidariedade, Marília Arraes.

De acordo com Antônio, Marília – que declarou apoio a pré-candidatura de Mirella Almeida (PSD) à Prefeitura de Olinda, é uma “vendedora de passados” e afirmou que “Olinda quer andar pra frente”. Antônio Campos ainda ressaltou que sua prima quer mostrar “uma importância que já não tem”.

No início de abril, o presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro de Olinda (PRTB) uniu forças com o atual vice-prefeito de Olinda, Márcio Botelho (PP), que é pré-candidato a prefeito do município.

Já Mirella Almeida, que tem o apoio de Marília, também recebeu o apoio do atual prefeito da cidade, Professor Lupércio (PSD).

União familiar

No dia 2 de abril, Marília Arraes declarou em suas redes sociais apoio a pré-candidatura do primo João Campos (PSB), que é o atual prefeito do Recife.

João, que é filho do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, também é sobrinho de Antônio Campos, irmão de Eduardo.

Antônio Campos questiona gratificações a Mirella Almeida

Antônio entrou com uma representação no Ministério Público de Contas contra Mirella Almeida, Secretária de Desenvolvimento, Inovação e Tecnologia de Olinda.

Segundo o advogado, Mirella, que é pré-candidata a prefeita apoiada pelo professor Lupércio, recebe um dos maiores salários da gestão da cidade por conta de uma suposta gratificação ilegal de R$ 11,7 mil, causando prejuízo as contas públicas no valor de R$ 140 mil.

Antônio falou do quadro financeiro de Olinda, afirmando que existe atrasos salariais com servidores, de terceirizados, com fornecedores e outros serviços, além de mudança no calendário de pagamento, deixando uma dívida de R$ 200 milhões.

Campos, junto de Paulo Sales, protocolaram uma representação ao Ministério Público de Contas e ao Presidente do Tribunal de Contas no dia 15 de janeiro, para apurar responsabilidades.

Em novembro de 2023, o advogado entrou com uma representação contra o prefeito Professor Lupércio e Mirella Almeida, apontando propaganda antecipada irregular do atual gestor municipal e da pré-candidata à Prefeitura de Olinda.

A cena a qual Antônio Campos se refere, traz um vídeo em que diz “Mirella vem aí e vai ganhar a eleição”, com cenas de inaugurações da Prefeitura, entre outras irregularidades eleitorais, o que fere o artigo 36, da lei 9.504/97.

“A peça diz que certamente a parte requerida vai dizer que é peça de simpatizante, mas sendo ou não, não pode está circulando nas redes sociais. A guerra jurídica começou em Olinda”, diz Antônio Campos.

Toca Jabô

Um grande ato foi realizado ontem, pelo Avante, em Gravatá, para oficializar a entrada do prefeito do município, Padre Joselito, ao partido. Em seu discurso, o gestor ressaltou a importância do AVANTE como catalisador do progresso municipal e destacou sua visão de colaboração com diversos outros partidos políticos.

Sebastião Oliveira, Presidente Estadual da legenda, não poupou elogios à chegada de Padre Joselito. “Muita gente aí tá falando, ah, por que o Mbappé vai pro Real Madrid? Por que o Endrique vai pro Real Madrid? Mas sabe quem veio pro Avante? O maior craque de todos eles, o Padre Joselito”, disse.

Paulista - No ZAP

Após Raffiê Dellon afirmar que é pré-candidato a prefeito de Caruaru pelo União Brasil, Michel Jean, atual presidente do UB na Capital do Agreste, enviou mensagem ao blog desmentindo a pré-candidatura.

Jean disse ter ficado surpreso. “Vi a entrevista e fiquei surpreso com as palavras de Raffiê. Ele não responde pelo partido e está faltando com a verdade. Em momento algum iremos apoiar a candidatura de Raffiê ou outro candidato do União Brasil”.

Michel Jean destacou ainda que o nome de Raffiê foi vetado pelos diretórios municipal, estadual e nacional do União Brasil. “Estaremos juntos com a candidatura do ex-prefeito José Queiroz para prefeito de Caruaru”, ressaltou. 

Entenda

Ontem, Raffiê havia informado ao blog que a sua pré-candidatura havia sido lançada nas três esferas: municipal, estadual e nacional. “Até porque, quem vem carregando o partido nas costas na cidade sou eu, mesmo tentando desfazerem nossa chapa proporcional, conseguimos, num esforço hercúleo concretizar uma chapa competitiva, sem ajuda externa de ninguém”, disse.

O dito pré-candidato comentou ainda que, no momento, estava em diálogo com os deputados federais Fernando Filho, que apoia o ex-prefeito Zé Queiroz, e Mendonça Filho, que defende a ida do partido para a base do atual prefeito, Rodrigo Pinheiro, na corrida pela reeleição. “É natural que um defenda o alinhamento com o atual governo municipal e o outro com um candidato da oposição. Respeitamos”, disse Raffiê”.

Jaboatão - Toca Jabô

O Irã lançou um ataque com drones contra Israel em um ato de retaliação, neste sábado (13). “Compreendemos essas ameaças e já lidamos com elas no passado”, afirmou o porta-voz das forças armadas israelenses, Daniel Hagari.

Militares israelenses estimam que pelo menos 100 drones foram lançados. Se não forem interceptados no caminho, os drones  devem chegar a Israel nas próximas horas. As informações são da CNN.

Segundo as Forças de Defesa de Israel, a ameaça sobre o espaço aéreo do país já estava sendo monitorada pelas autoridades. Os serviços de GPS devem ficar indisponíveis em algumas áreas do território israelense para que os militares possam lidar com a situação, de acordo com o porta-voz.

“Estejam vigilantes e sigam as instruções do Comando da Frente Interna”, pediu Hagari à população.

Mais cedo, antes das falas do porta-voz confirmando os ataques, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, emitiu um comunicado dizendo que o país estava preparado para eventuais ataques iranianos.

“Determinamos um princípio claro: quem nos ferir, também será ferido. Nos defenderemos contra qualquer ameaça e faremos isso com equilíbrio e determinação”, afirmou o primeiro-ministro.

Em sinal de apoio dos Estados Unidos, a Casa Branca disse que o presidente Joe Biden se reuniria ainda este sábado com sua equipe de segurança nacional para tratar da questão e que o apoio americano ao aliado no Oriente Médio é “inflexível”.

“Os Estados Unidos estarão com o povo israelense e vão apoiar sua defesa contra os ataques do Irã”, frisou a Casa Branca em comunicado.

Netanyahu: “Quem ferir Israel também será ferido”

O Irã lançou drones em direção a Israel, disse um porta-voz das Forças de Defesa de Israel neste sábado (13). Daniel Hagari explicou que eles estavam acompanhando a ameaça em seu espaço aéreo e acrescentou que o ataque levará algumas horas para chegar a Israel.

Mais cedo, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que Israel estava se preparando para um ataque do Irã.

“Nossos sistemas defensivos estão implantados; estamos prontos para qualquer cenário, tanto defensiva quanto ofensivamente. O Estado de Israel é forte. As Forças de Defesa são fortes. O público é forte”, afirmou Netanyahu.

O premiê agradeceu aos EUA, Reino Unido, França e seus outros aliados por “estarem ao lado de Israel”.

Malicioso regime sionista será punido, diz Khamenei

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, disse neste sábado que o “malicioso regime sionista” será punido, após o país lançar drones contra Israel.

A retaliação acontece após o ataque de supostos aviões de guerra israelense que bombardearam o consulado do Irã na capital síria, no dia 1º de abril, num ataque que o Irã disse ter matado sete conselheiros militares.

“Mas o próprio malicioso, que é todo maldade, maldade e erro, acrescentou outro erro aos seus próprios erros ao lançar um ataque ao consulado iraniano na Síria”, disse Khamenei.

Petrolina - Melhor cidade para viver 2024

Querido Magno,

18 anos do blog. Seu comprometimento com o trabalho e as pessoas é motivo de orgulho e inspiração para todos com quem se relaciona. Grandes realizações são feitas por pessoas  como você.

Fisioterapeuta Ana Ney 

Caro Magno, 

Você é um grandioso jornalista, além do tempo, porque sempre foi utilíssimo na transmissão dos acontecimentos mais importantes.

Advogado Maurício Albuquerque

Parabéns, Caro Magno Martins!

São 18 anos de serviços prestados à comunidade pernambucana e do País. 

Renato Casé , Advogado em São Paulo 

Caro Magno,

Claro que não concordo com todos os posicionamentos do excelente blog. Porém, ele me preenche de muitas informações, Cultura e muito mais. Sou Fãnzaço de Vocês.

Choraninguem

Caro Magno,

O blog é a cara da competência de quem o escreve. Parabéns, Deus abençoe sucesso, saúde e paz.

Rildo Belo 

Ingazeira 

Prezado Magno, 

Seu blog chegou à maioridade. Viva. Como leitor e fã, venho cumprimentar a todos os que botam essa máquina pra moer. Quero cumprimentar especialmente Magno Martins por sua dedicação e persistência, trazendo a todo momento fatos e notícias fresquinhas e com credibilidade garantida. 

Parabéns, Magno. 

Grande abraço.

Rui Bandeira

Ipojuca - Minha rua top

O vereador Carlos Bolsonaro (PL-RJ) chamou a operação da Polícia Federal, que investiga uma suposta espionagem ilegal pela Abin (Agência Brasileira de Inteligência), de covarde e traumática.

O filho 02 de Jair Bolsonaro (PL) deu a declaração na última quinta-feira (11), ao lado de Alexandre Ramagem (PL-RJ), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Ambos são investigados no inquérito sobre a chamada “Abin paralela”. Ramagem é pré-candidato à Prefeitura do Rio. As informações são do Poder360.

“Eu jamais pensei que fosse passar por um momento que passei. Uma covardia extrema. Jamais pensei que o Ramagem, como presidente da Abin e então deputado federal, fosse passar pelo que passou”, declarou Carlos.

Ele também afirmou que evitou contato com Ramagem, quando assumiu a direção da Abin. Disse que teve “preocupação” de não demonstrar nenhuma proximidade com o delegado da PF.

“Abin paralela”

Ramagem foi diretor da Abin durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). Ele é alvo de investigação da PF que apura se funcionários do órgão trabalharam para uma “Abin paralela”. A agência teria utilizado o software First Mille, contratado em 2018, para monitorar os celulares de jornalistas, autoridades e funcionários durante meses. As informações seriam encaminhadas a pessoas ligadas a Bolsonaro.

Segundo as investigações da PF, o monitoramento ilícito servia para fornecer informações que beneficiassem os filhos do ex-chefe do Executivo. Relatórios teriam sido enviados para as defesas do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e de Jair Renan Bolsonaro, ambos com inquéritos na Justiça.

Caruaru - Geracao de emprego

Os planos de Arthur Lira (PP-AL) à sua sucessão na presidência da Câmara entraram no pacote de motivos que fizeram o deputado alagoano declarar guerra ao ministro das Relações Institucionais do governo Lula, Alexandre Padilha.

Parlamentares próximos a Lira explicaram à coluna de Igor Gadelha, do Metrópoles, que a movimentação do governo pela manutenção da prisão de Chiquinho Brazão, capitaneada por Padilha, atrapalhou a estratégia de Lira para Elmar Nascimento (União-BA).

Nascimento é o favorito de Lira para sucedê-lo na Câmara. A ideia era fazer o deputado do União aproveitar a semana para fazer gestos tanto ao governo quanto para a direita.

Só que a posição do governo na votação da manutenção ou não da prisão de Chiquinho Brazão, na qual Padilha articulou contra a posição de Elmar, acabou jogando o líder do União Brasil para o lado bolsonarista.

Plano fracassa

O plano começou na segunda-feira (8). Em passagem por Salvador, Elmar deu entrevistas para veículos de imprensa da Bahia elogiando Lula e reafirmando sua vontade de levar o União Brasil a apoiar a reeleição do petista.

Já na quarta-feira (10), a ideia era que o governo não se envolvesse na votação da Câmara sobre a prisão de Brazão. E permitisse Elmar se aproximar de bolsonaristas que queriam derrubar a decisão de Alexandre de Moraes.

Entretanto, a entrada do governo, que articulou contra a posição de Elmar, acabou derrotando a direita. A avaliação é que, sem Padilha, Brazão seria solto. E a imagem do líder do União Brasil não acabaria atrelada com a direita.

Camaragibe Agora é Led

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Ricardo Paes Barreto, está acompanhando diretamente todos os detalhes do processo de alienação do Edifício Holiday, em Boa Viagem. Na manhã deste sábado (13), conforme previsto nos prazos legais, o perito realizou a avaliação do imóvel. 

O trabalho teve o suporte da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Tudo correu normalmente. O leilão do Holiday está previsto para ser realizado de forma eletrônica nos dias 22 e 23 de maio.

O presidente do TJPE, que na semana passada ocupou interinamente o cargo de prefeito do Recife, vem demonstrando grande empenho em resolver o impasse do edifício. Diariamente ele conversa com o juiz que está à frente do processo, Marcos Garcez, para acompanhar os desdobramentos. 

“As pessoas que moravam no local estavam sofrendo com essa situação há mais de cinco anos. Eles merecem pelo menos uma indenização e o juiz Marcos Garcez, que é muito capacitado, foi sensível e definiu o período em que o leilão deverá ser realizado. Esperamos que aquele prédio possa ser alienado por um preço razoável, e com o dinheiro arrecadado, as famílias já cadastradas, que estão desamparadas, recebam suas indenizações. Foram mais de 100 famílias desalojadas, indiretamente muito mais que esse quantitativo”, concluiu.

Belo Jardim - Patrulha noturna

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em discurso nesta sexta-feira (12) que, se pudesse, faria um decreto proibindo a mentira no Brasil. De acordo com o presidente, o país não pode viver “subordinado à mentira, à maldade e à intriga”.

Lula fez a declaração durante uma visita a um frigorífico no Mato Grosso do Sul que foi habilitado a exportar a carne para a China. “Este país precisa de apenas uma coisa: tranquilidade. Tranquilidade e verdade”, afirmou o presidente. As informações são do G1.

“Eu, se pudesse, iria fazer um decreto: é proibido mentir. Quem mentir vai ser preso. Porque a gente não pode viver subordinado à mentira, subordinado à maldade, subordinado à intriga”, completou.

Sem citar nomes de políticos, Lula disse ainda que o país não pode ser governado com mentiras. “Não é possível governar um país do tamanho do Brasil, com 203 milhões de habitantes, com mentiras. Mentira tem perna curta”, declarou Lula.

O presidente também afirmou que sua prisão na Operação Lava Jato, em 2018, ocorreu em razão de uma mentira. Lula foi condenado pelo então juiz Sérgio Moro no processo que investigava se o presidente havia ganhado um triplex no Guarujá em troca de o governo ter favorecido a empreiteira OAS.

“Estava preso por conta da maior mentira contada na história deste país, que a história se encarregará de provar”, afirmou.

Lula também elogiou os irmãos Joesley e Wesley Batista, da JBS, empresa dona do frigorífico. Os irmãos Batista e a JBS também foram investigados pela Lava Jato.

“Eu quero cumprimentar Joesley, Wesley, que são herdeiros responsáveis. Porque essa empresa se transformou na maior produtora de proteína do mundo. Isso para mim é motivo de orgulho”, completou o presidente.

Vitória Reconstrução da Praça

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) fixou entendimento, na sessão desta quinta-feira (11), de que a abordagem policial e a revista pessoal motivadas por raça, sexo, orientação sexual, cor da pele ou aparência física são ilegais. Para o Plenário, a busca pessoal sem mandado judicial deve estar fundamentada em indícios de que a pessoa esteja na posse de arma proibida ou de objetos ou papéis que possam representar indícios da ocorrência de crime.

Ao final do julgamento, o ministro Luís Roberto Barroso, presidente da Corte, destacou a importância do STF definir a tese de que a filtragem racial é inaceitável. “Nós estamos enfrentando no Brasil um racismo estrutural que exige que tomemos posição em relação a esse tema”, afirmou.

Habeas corpus

A decisão se deu no julgamento de um Habeas Corpus (HC 208240) apresentado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo (DPE-SP) em favor de um homem negro condenado a dois anos de reclusão, por tráfico de drogas, pelo porte de 1,53 grama de cocaína. A Defensoria alegou que a prova seria ilícita porque a abordagem policial teria ocorrido unicamente em razão da cor da pele do suspeito.

Local de tráfico

No caso concreto, por maioria de votos, foi mantida a condenação. Prevaleceu o entendimento de que a revista não foi motivada por filtragem racial, mas porque o suspeito tinha uma atitude que indicava oferta do produto em um local conhecido como área de tráfico de drogas. Ficaram vencidos os ministros Edson Fachin (relator), Luiz Fux e Luís Roberto Barroso. Eles consideraram as provas ilícitas, pois a abordagem teria sido motivada unicamente pela cor da pele do suspeito.

Cabo de Santo Agostinho - Refis 2023

Caro Magno, 

Parabéns pelos 18 anos de existência do blog. É uma honra fazer parte desta história, como articulista há quase 10 anos, e poder acompanhar o seu trabalho ao longo dos anos. Que continue sendo uma fonte de informação e inspiração para muitos. 

Obrigado por nos manter sempre atualizados e por contribuir para um debate público mais rico e esclarecedor. Que venham muitos mais anos de sucesso e relevância!”

Diana Câmara 

Advogada, Presidente da Comissão de Relações Institucionais da OAB/PE e articulista do Blog do Magno.

Em mais uma ofensiva para expandir a sua inserção no Estado, o Republicanos declarou apoio, na última sexta-feira (12), à reeleição do prefeito de Moreno, Edmilson Cupertino, e indicou Zé do Ônibus para compor a chapa majoritária como pré-candidato a vice-prefeito.  A indicação de Zé do Ônibus, que já é vice-prefeito do município, para compor a chapa veio no movimento de filiação de Zé ao Republicanos.

“Participar desse ato de consolidação do nosso querido vice-prefeito Zé do Ônibus como novo Republicanos e pré-candidato a vice-prefeito de Moreno na chapa do nosso amigo Edmilson é motivo de alegria. Zé é para gente uma referência de homem público, sério, correto e do bem. Com Edmilson, Zé dará continuidade a todos avanços conquistados na cidade nos últimos anos. Edmilson, conte conosco”, declarou o presidente licenciado do Republicanos, o ministro Silvio Costa Filho.