Versão Agreste Central

29/04


2017

O país do "ganha mais quem pode mais"

Rudolfo Lago - Blog Os Divergentes

Qualquer avaliação sobre se foi alta, baixa ou média a adesão à greve geral proposta pelas centrais sindicais vai somente gerar mais uma inútil, improdutiva, guerra de torcidas. Vivemos um tempo em que cada um só consegue enxergar as coisas pelas suas lentes preferenciais. O que não ajuda muito. Por mais que estejamos cada vez mais enfiados nele, o mundo virtual não é o mundo real. E não é no mundo virtual que a vida de fato acontece. A greve houve. Com suas manifestações maiores ou menores dependendo de cada categoria e de cada localidade. Se o protesto teve ou não capacidade para evitar ou modificar as reformas que o governo Michel Temer está propondo, os próximos dias é que dirão.

A observação fica aqui para o fato de a greve e as manifestações de protesto terem acontecido somente um dia depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) ter considerado que os servidores públicos podem receber vencimentos acima do teto salarial. Para o STF, seria possível ao servidor ultrapassar o teto em casos de acumulação de dois cargos públicos. Estamos falando aqui de permitir que as administrações públicas paguem mais de R$ 33,7 mil a servidores. Esse é o valor do teto, que equivale exatamente ao que se paga a um ministro do Supremo.

É meio fora de órbita que tal decisão ocorra somente um dia antes de trabalhadores – de novo, aqui não se discute se muitos, poucos, se com ou sem razão – irem às ruas protestar contra reformas que o governo propõe sob o argumento de que o país passa por uma crise econômica. A solução de tal crise, na argumentação do governo, passaria pela necessidade de flexibilização de pontos que provocam rigidez excessiva na legislação trabalhista e que hoje estariam, de novo na argumentação do governo, impedindo a criação de novos postos de trabalho. Essa a reforma trabalhista. E na necessidade de mudanças nas regras previdenciárias, porque hoje, argumenta o governo, a conta não fecha e tende a ficar cada vez mais difícil de fechar.

Há algo de perigosamente esquizofrênico na associação dos dois episódios. Um reflexo de certo clima de salve-se quem puder no país. Que já se refletia na pressão de certos grupos para conseguirem ficar fora das novas regras previdenciários que estão sendo propostas. Por um lado, há uma argumentação de necessidade de mudanças trabalhistas e previdenciárias porque o país vive uma crise, porque os governos estão sem caixa, porque não há oferta de emprego. Por outro lado, admite-se pagar perto R$ 40 mil ou mais a servidores no mesmo país a certos servidores públicos. Como, se o país vive uma crise, se os governos estão sem caixa, se não há oferta de emprego? Quem paga a conta dos supersalários?

É bom lembrar que boa parte dos beneficiários da decisão do STF está no próprio Judiciário e no Ministério Público. Há uma argumentação da parte dos ministros de que tais acumulações são permitidas e que, se são permitidas, não poderia haver “irredutibilidade do salário”. Mas o restante da população precisa aceitar que terá que pagar pela solução da crise. Eis o risco. O país passar a impressão de que virou a Nação do “ganha mais quem pode mais”…


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do Pajeú

29/04


2017

Nos bastidores, Temer acha que greve foi expressiva

Nos bastidores, o governo tem uma avaliação diferente da feita publicamente. Acha que a greve geral de ontem foi um movimento expressivo, como já era esperado. A paralisação se espalhou por todo o país e teve foco na oposição às reformas trabalhista e previdenciária.

A preocupação do presidente Michel Temer é dar argumentos para a base de apoio no Congresso de que, mesmo diante da oposição de parte da sociedade, é fundamental para o governo votar as duas reformas.

Temer não tem como recuar, apesar de estar ciente de que as dificuldades estão crescendo. O governo avalia ainda que a violência de parte dos manifestantes ajuda no discurso contra os opositores das reformas.

Os principais articuladores políticos do governo dizem, reservadamente, que era preciso transmitir uma mensagem de endurecimento. Daí ter demitido indicados de deputados. No entanto, a intenção é tirar os cargos de alguns poucos parlamentares.

O governo não pode abrir mão de tentar convencer deputados reticentes. Dado o recado, o governo voltará a abrir o balcão para negociar cargos e emendas.  (Kennedy Alencar)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Mata Sul

29/04


2017

Ao furar teto, STF é a falta de sensibilidade social

Governo não deve desprezar temores da população em relação às reformas

Blog do Kennedy

O STF (Supremo Tribunal Federal) agiu com falta de sensibilidade social ao decidir ontem que funcionários públicos das áreas de saúde e educação poderão receber salários acima do teto constitucional. É uma decisão ruim, sobretudo num momento em que se discutem reformas que vão endurecer regras para aposentadoria e flexibilizar direitos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

O governo tem dificuldade para fechar as contas públicas. Só neste ano, a meta fiscal prevê um rombo de R$ 139 bilhões. A equipe econômica já cortou despesas e investimentos e acabou parcialmente com desonerações feitas na gestão Dilma. Mesmo assim, será difícil cumprir a meta, porque a economia não está reagindo como previa o governo. A arrecadação de impostos continua baixa.

Os servidores públicos têm uma média salarial muito superior à dos trabalhadores da iniciativa privada. Para um país desigual como o Brasil, é alto um salário de R$ 33,7 mil reais, o teto constitucional. O STF mantém a tradição de decisões oficiais de transferência de renda dos mais pobres para os mais ricos, algo comum nas políticas públicas do Brasil.

Outras categorias deverão recorrer ao Supremo para reivindicar os mesmos direitos. É comum que magistrados e promotores ultrapassem o teto constitucional com penduricalhos. Receber salário indevidamente é uma forma de corrupção, mas o Supremo começou a dar um jeito de abrir exceções para regularizar algo ilegal e indefensável.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Agreste Meridional

29/04


2017

Imprensa internacional destaca protestos no Brasil

Veja Online

Os confrontos entre manifestantes e a polícia e as cenas de veículos incendiados ganharam as páginas dos jornais fora do país

Desde a manhã dessa sexta-feira, os principais meios de comunicação do mundo noticiaram a greve geral que provocou paralisações e manifestações em todo o Brasil. A cobertura dos veículos continuou com os confrontos entre a polícia e manifestantes e a escalada de violência ao longo do dia. 

A agência de notícias Reuters destacou que manifestantes incendiaram ônibus, entraram em confronto com a polícia em diversas cidades do Brasil e marcharam em direção à residência do presidente Michel Temer em São Paulo. “Os cascos enegrecidos de pelo menos oito ônibus queimados espalhavam-se no centro do Rio de Janeiro, enquanto a polícia lançava bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha contra manifestantes mascarados”, informou. A agência apontou que os sindicatos convocaram a greve geral para “expressar a raiva contra os esforços de Temer para empurrar ao Congresso medidas de austeridade que enfraqueceriam leis trabalhistas e afetariam sistema previdenciário“.

A inglesa BBC informou que o final da primeira greve brasileira geral em mais de 20 anos foi marcada pela violência. A rede de notícias apontou que ônibus e carros foram incendiados e lojas vandalizadas no centro do Rio de Janeiro. “Durante a maior parte do dia, a greve fora pacífica. Muitas pessoas ficaram em casa e lojas, escolas e bancos permaneceram fechados em todo o país”, esclareceu a BBC.

O também inglês The Sun publicou uma galeria de fotos com cenas da violência que irrompeu enquanto “milhares de pessoas inundaram as ruas em protesto contra medidas de austeridade”. O jornal afirmou que “a polícia entrou em confronto com manifestantes em várias cidades e dispararam gás lacrimogêneo enquanto tentava desobstruir estradas bloqueadas por barricadas”.

O jornal suíço Le Matin acompanhou em vídeo os protestos no centro do Rio de Janeiro e chamou atenção para o uso de gás lacrimogêneo e balas de borracha pela polícia. Destacou ainda a reação da ex-presidente Dilma em sua conta na rede social Twitter, em que comentou: “A mobilização em defesa de direitos trabalhistas e previdenciários une os trabalhadores e mostra a força da sua resistência”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/04


2017

"Não haverá recuo", diz Temer sobre reformas

Josias de Souza

Michel Temer disse a auxiliares nesta sexta-feira que não cogita abandonar sua agenda de reformas. “Não haverá recuo”, disse. Mantém o propósito de realizar o que chama de “governo refosmista”. Realça que outros países tiveram que lidar com protestos e incompreensões para realizar reformas. Sustenta que todos os que perseveraram estão economicamente mais sólidos. Repete que o esforço será recompensado com a volta da prosperidade econômica e dos empregos.

A despeito da disposição de Temer, o governo reconhece que ainda não dispõe dos 308 votos de que necessita para aprovar a emenda constitucional que reformula a Previdência. Nesse ponto, houve um ajuste na estratégia. O Planalto desistiu de marcar uma data para a votação. “Vamos votar quando tivermos certeza da vitória”, disse um ministro ao blog.

Depois de aprovar na Câmara a reforma da CLT, o condomínio governista cogitara travar a batalha da Previdência no dia 8 de maio. A data foi abandonada. Avalia-se que ministros e líderes de partidos precisarão de mais tempo para seduzir —na lábia e no fisiologismo— os deputados que ainda resistem em mexer no modelo previdenciário. Os insurgentes perderão benesses como cargos e verbas orçamentárias, ameaça o Planalto.

A flexibilização do calendário não tem relação com os protestos realizados nesta sexta-feira, alega o governo. Ao contrário, o Planalto surpreendeu-se com a dispersão dos opositores das reformas. O próprio governo havia se equipado para enfrentar um movimento mais vigoroso. A percepção de Temer e de seus auxiliares é a de que não houve uma “greve geral”, mas manifestações “dispersas e pontuais”.

“Isso não diminui o nosso desafio”, disse o ministro que conversou com o blog. “Sabemos que não será fácil aprovar a reforma da Previdência. Não era fácil ontem. Não será fácil amanhã. Mas trabalhamos com a convicção de que é o melhor a ser feito. Por isso, achamos que vamos conseguir os votos, mesmo que demore um pouco mais.. Pode ser no final de maio, no início de junho. O que importa é aprovar.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Flamac - 1

28/04


2017

Insatisfeito, Cunha voltar a ameaçar delatar Temer

Insatisfeito com sua transferência para o CMP (Complexo Médico Penal) de Pinhais, na região de Curitiba, e as condições mais duras do presídio, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha voltou a demonstrar que está perdendo a paciência com seus antigos aliados. Aos carcereiros, como quem não quer nada, ele vêm contando uma anedota:

"Era uma vez cinco irmãos. Um virou presidente, três viraram ministros e um foi preso".

Na fala de Cunha, Michel Temer, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e o senador Romero Jucá (ex-ministro do Planejamento), todos do PMDB, figuram como personagens de uma historinha infantil em que o próprio Cunha aparece como o único injustiçado. O relato logo se espalhou como ameaça de delação

Como quem não quer nada,  Cunha (PMDB-RJ), narra a anedota a agentes penitenciários do Complexo Médico Penal (CMP) de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O breve relato logo se espalha como ameaça de delação premiada, mais uma entre muitas já feitas por Cunha.

As informações são de reportagem do Valor.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

FMO

28/04


2017

Moro confisca bens de Lula

O juiz Sergio Moro, que conduz a Lava Jato, confiscou 21 bens que o ex-presidente Lula recebeu de outros chefes de Estado e determinou que fossem devolvidos à União, alegando que servidores públicos não podem receber bens de alto valor.

Entre os bens, semelhantes aos que estão expostos no Instituto FHC, constam itens como moedas, espadas e outros presentes que, geralmente, são trocados por chefes de estado.

Para a defesa, foi mais uma prova da perseguição judicial a que Lula vem sendo submetido por Moro; "O fato de o juiz Sérgio Moro autorizar que seja retirado de Lula parte do seu acervo presidencial é mais uma prova de sua parcialidade e perseguição contra o ex-Presidente", diz o advogado Cristiano Zanin Martins.

Abaixo, a nota do advogado de Lula:

“O fato de o juiz Sérgio Moro autorizar que seja retirado de Lula parte do seu acervo presidencial é mais uma prova de sua parcialidade e perseguição contra o ex-Presidente.

O acervo privado de Lula, composto de documentos e presentes recebidos pelo ex-Presidente durante os seus dois mandatos, é resultado de um processo administrativo que tramitou em Brasília, perante a Presidência da República, e seguiu os critérios da Lei nº 8.394/1991, exatamente como ocorreu em relação a todos os ex-Presidentes da República desde a edição desse ato normativo.

Nenhum ato relacionado ao acervo foi praticado em Curitiba, com confirmou em juízo a testemunha Claudio Soares Rocha, que organizou todo o processo. Além da questão da competência territorial, o tema é absolutamente estranho a uma Vara Criminal. Mais uma vez está-se diante de uma decisão absolutamente ilegítima, que integra o ‘lawfare’ contra Lula.”

Cristiano Zanin Martins


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias

Moro quer os presentes de Lula, e nós queremos explicações do envolvimento da mulher dele nos desvios de dinheiro da APAE!!!


Mobi Brasil 5

28/04


2017

IBGE horripilante: 14,2 milhões de desempregados

Todos prometem 'Renascença', mas os desempregados estão na 'Idade Média'

Josias de Souza

Nesta sexta-feira conturbada, o IBGE deu à luz um dado horripilante: a quantidade de desempregados no Brasil atingiu a constrangedora marca de 14,2 milhões de pessoas no trimestre fechado em março. É para esse público, maior do que toda a população de um país como Portugal, que reformadores e antirreformistas dizem dedicar suas energias.

Deve-se a ruína à gestão empregocida de Dilma Rousseff. Seu vice chamava-se Michel Temer. Tudo mudou na transiçao de uma para o outro, exceto o PMDB, que continua no seu habitat natural: a vizinhança dos cofres públicos. Defensores e opositores das reformas prometem a Renascença. Mas tudo o que o país conseguiu, por ora, foi enviar 14,2 milhões de patrícios para a Idade Média.

Socialistas e liberais defendem com a competência usual os seus pontos de vista. Se perguntarem a um brasileiro mais simples o que acha de tantos conceitos complexos, ouvirão o seguinte: “Tudo o que se diz é muito impressionante. Mas eu ainda prefiro um contracheque que me permita encher a geladeira.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner - Hapvida

28/04


2017

Gilmar Mendes manda soltar Eike Batista

Veja Online

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, mandou soltar nesta sexta-feira o empresário Eike Batista, preso no final de janeiro na Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Lava Jato. O empresário é réu na Justiça Federal do Rio por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

De acordo com a decisão do ministro, Eike deverá ser solto se não estiver cumprindo outro mandado de prisão. Caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, avaliar se o empresário será solto e aplicar medidas cautelares.

Segundo as investigações, Eike teria repassado US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), por meio de contratos fraudulentos com o escritório de advocacia da mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, e uma ação fraudulenta que simulava a venda de uma mina de ouro, por intermédio de um banco no Panamá. Em depoimento à PF, Eike confirmou o pagamento para tentar conseguir vantagens para as empresas do grupo EBX, presididas por ele.

No habeas corpus, a defesa de Eike Batista alegou que a prisão preventiva é ilegal e sem fundamentação. Para os advogados, a Justiça atendeu ao apelo midiático da população .

“Nada mais injusto do que a manutenção da prisão preventiva de um réu, a contrapelo da ordem constitucional e infraconstitucional, apenas para satisfazer a supostos anseios de justiçamento por parte da população, os quais, desacoplados do devido processo legal, se confundem inelutavelmente com a barbárie”, argumenta a defesa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

N. Power

Não é o caso do Min. Mendes, mas muitos \"togados\" irão aparecer nas delações. É melhor ir preparando o terreno.


Asfaltos

28/04


2017

Temer emite nota sobre Greve Geral

Nota oficial

As manifestações políticas convocadas para esta sexta-feira ocorreram livremente em todo país. Houve a mais ampla garantia ao direito de expressão, mesmo nas menores aglomerações. Infelizmente, pequenos grupos bloquearam rodovias e avenidas para impedir o direito de ir e vir do cidadão, que acabou impossibilitado de chegar ao seu local de trabalho ou de transitar livremente. Fatos isolados de violência também foram registrados, como os lamentáveis e graves incidentes ocorridos no Rio de Janeiro.

O governo federal reafirma seu compromisso com a democracia e com as instituições brasileiras. O trabalho em prol da modernização da legislação nacional continuará, com debate amplo e franco, realizado na arena adequada para essa discussão, que é o Congresso Nacional. De forma ordeira e obstinada, o trabalhador brasileiro luta intensamente nos últimos meses para superar a maior recessão econômica que o país já enfrentou em sua história. A esse esforço se somam todas as ações do governo, que acredita na força da unidade de nosso país para vencer a crise que herdamos e trazer o Brasil de volta aos trilhos do desenvolvimento social e do crescimento econômico.

Michel Temer

Presidente da República


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

N. Power

Traidor, traiçoeiro e golpista não pode falar em \"compromisso com a democracia\"


Supranor 1

28/04


2017

Cadê as provas contra o ex-presidente Lula?

Por Silvio Costa*

Mais uma vez quero tentar dialogar com aqueles que odeiam o ex-presidente Lula, cujo ódio é alimentado diariamente por parte da grande mídia brasileira. Há muito tempo que tentam atingir a imagem pública do ex-presidente Lula, porém, quanto mais atacam o ex-presidente mais ele cresce nas pesquisas de intenção de voto no país.

Esse mesmo conjunto de adversários também se articula para exigir do juiz Sérgio Moro que rasgue a Constituição Brasileira e condene o ex-presidente Lula. Escuto, diariamente, a afirmação de que o ex-presidente Lula vai ser preso, que vai ficar inelegível e que não será candidato em 2018.

Tenho certeza que esse conjunto de brasileiros e brasileiras que moram no Leblon, no Morumbi ou em bairros semelhantes pelo Brasil afora, não vai conseguir viabilizar seus desejos cruéis. A Constituição do Brasil diz que o ônus da prova é de quem acusa.

A esses acusadores e paladinos da ética seletiva, eu pergunto: existe algum cartório de imóvel do Brasil que tenha um registro, uma escritura ou qualquer documento provando que o apartamento do Guarujá pertence ao ex-presidente Lula?

O senhor Léo Pinheiro disse ao juiz Sérgio Moro que o apartamento pertencia ao ex-presidente Lula. Então, por que a OAS deu o apartamento em garantia em uma operação financeira? Na verdade, o senhor Léo Pinheiro afirmou, em seu depoimento, que o apartamento está em nome da OAS.

Existe algum e-mail que mostre alguma conversa do ex-presidente Lula pedindo vantagem a algum empresário do Brasil? Existe alguma conversa telefônica entre o ex-presidente Lula e qualquer empresário do Brasil que o comprometa do ponto de vista ético ou penal? Apresentaram alguma conta bancária no exterior em nome do ex-presidente Lula?

Existe algum documento provando que o ex-presidente Lula fez alguma palestra ilegal? Ao contrário, todas as palestras do ex-presidente Lula foram devidamente contabilizadas. Existe alguma prova, algum vídeo, algum áudio de encontro do ex-presidente Lula com os delatores, tendo alguma conversa não-republicana?

O ódio e a vontade de condenar o ex-presidente Lula são tão grandes que já vi muita gente vibrando porque apresentaram um pagamento de dois pedágios de um automóvel do Instituto Lula indo para a praia de Santos. Só faltava essa. Os automóveis do Instituto Lula não têm o direito de ir e vir.

Mas, como sempre acredito que, ao final, a verdade sempre vence, muitos colunistas brasileiros - que também odeiam o ex-presidente Lula - já escrevem artigos e gravam vídeos afirmando que não existem provas contra o ex-presidente.

Portanto, não tenho dúvida que o juiz Sérgio Moro vai julgá-lo à luz da Constituição e vai absolvê-lo das acusações. Até porque, nenhum brasileiro pode ser condenado por conta da vontade de seus inimigos.

*Sílvio Costa é deputado federal e vice-líder da oposição na Câmara Federal


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

N. Power

CAVIAR ESQUERDA (inclui artigo de Jânio de Freitas na FSP) http://caviaresquerda.blogspot.com.br/2016/03/fhc-tem-apartamento-em-nova-york-e-em.html

N. Power

A ex amante de fhc declarou que ele tem apartamento em Paris e NY. Não se fez nenhuma investigação para averiguar as declarações dessa senhora;A imprensa abafou, só poucos veiculos de midia comentaram. http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/fhc-tem-apartamento-em-nova-york-e-em-paris-diz-mirian-dutra/

Nehemias

A pior raça que existe é pobre de direita.

Nehemias

Dória Boiola, é condenado na Justiça do Trabalho por não pagar ex-funcionários. Dória Boiola, tem 6 condenações na Justiça do Trabalho por não pagar ex-funcionários.

N. Power

Por que essa fixação só em LULA? Existem acusações contra Sarney, Collor e FHC que custeou os estudos do filho com uma amante através de uma maracutaia. Ficam todos impunes? No caso dos ex presidentes há provas documentais. No Caso de Lula as provas são testemunhais que são tb chamadas de \"prostitutas das provas\"


ArcoVerde

28/04


2017

Prefeitura de Flores recupera estradas

Passado o período chuvoso, a Prefeitura de Flores, através da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, iniciou, ontem, os trabalhos de recuperação das estradas vicinais que cortam o município.

As primeiras localidades atendidas foram na região do distrito de Fátima, a exemplo de Cafundó, Icó e São Benedito. Os trabalhos foram retomados hoje e seguem até a próxima semana nas localidades de Serra do Zuza, Pitombeira e demais estradas que ligam a Zona Rural ao distrito.

“O nosso objetivo é recuperar nossas estradas e assim garantir o ir e vir dos nossos agricultores e alunos da rede municipal e estadual de ensino”, ressaltou o prefeito, Marconi Santana.

A principal estrada que dá acesso ao  Sítio Riachão também recebeu intervenção da prefeitura hoje e o acesso para o transporte de estudantes foi restabelecido.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Garanhuns

28/04


2017

Gilmar manda soltar Eike Batista

Do BR 247

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar, hoje, o empresário Eike Batista, preso, no final de janeiro na Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Lava Jato. O empresário é réu na Justiça Federal do Rio por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

De acordo com a decisão do ministro, Eike deverá ser solto se não estiver cumprindo outro mandado de prisão. Caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, avaliar se o empresário será solto e aplicar medidas cautelares.

Segundo as investigações, Eike teria repassado US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador Sérgio Cabral, por meio de contratos fraudulentos com o escritório de advocacia da mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, e uma ação fraudulenta que simulava a venda de uma mina de ouro, por intermédio de um banco no Panamá. Em depoimento à PF, Eike confirmou o pagamento para tentar conseguir vantagens para as empresas do grupo EBX, presididas por ele.

No habeas corpus, a defesa de Eike Batista alegou que a prisão preventiva é ilegal e sem fundamentação. Para os advogados, a Justiça atendeu ao apelo midiático da população.

"Nada mais injusto do que a manutenção da prisão preventiva de um réu, a contrapelo da ordem constitucional e infraconstitucional, apenas para satisfazer a supostos anseios de justiçamento por parte da população, os quais, desacoplados do devido processo legal, se confundem inelutavelmente com a barbárie", argumenta a defesa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Naipes

28/04


2017

DER investe na conservação das rodovias

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transportes, segue realizando, no Sertão Central, os serviços de roço e a operação tapa-buracos na PE-475, que vai da BR-116, no município de Cedro, até a divisa com o Estado do Ceará. O trecho tem 26,7 quilômetros de extensão. Essa primeira etapa dos trabalhos está prevista para ser concluída até a próxima quarta-feira.

A iniciativa vai facilitar o escoamento da produção agrícola da região, de serviços e produtos comercializados nas sedes dos municípios próximos à PE-475, uma das rodovias mais importantes do Sertão Central, com um fluxo diário de dez mil veículos. Além disso, vai melhorar o acesso a Cedro e aos pontos turísticos do Crato e de Juazeiro do Norte, no Ceará.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 2

28/04


2017

Célia Sales anuncia secretariado de Ipojuca

A prefeita eleita de Ipojuca, Célia Sales (PTB), anunciou, hoje, o secretariado que vai lhe ajudar a gerir o município pelos próximos três anos e oito meses. Os nomes que vão compor o primeiro escalão da prefeitura foram escolhidos prioritariamente por suas capacidades técnicas, de acordo com Célia. Confira os nomes apresentados para as secretarias:

Vera Dourado – Secretaria Especial de Bem Estar Social

Heleno Alves – Secretaria Especial de Agricultura

Marcos Queiroz – Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico

Sabrina Sibele Rodrigues de Lima – Secretaria Especial da Mulher

George Barros – Secretaria de Defesa Social

Adelaide Caldas – Secretaria de Saúde

Paulino Valério – Secretaria de Planejamento e Gestão

Erivelto Lacerda – Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano

Giuliana Cavalcanti – Secretaria de Infraestrutura

Thiago Santos – Secretaria de Governo

Romero Sales – Secretaria de Educação

Joaquim Serafim – Secretaria de Administração

Marcos Lira – Procuradoria Geral do Ipojuca

Marco Antônio – Gabinete do Prefeito

Maurison Gomes – Secretaria de Finanças

Célia Duarte – Controladoria Geral do Ipojuca


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias

A Greve foi um sucesso!!!

marcos

Pense num secretariado fraco, a Secretária de Saúde é fonoaudióloga, a de infra é especialista em higiene em obras, o secretário de Governo é Engenheiro de Produção, Bem estar e desenvolvimento é reservado para os Usineiros, Agricultura é um Analfabeto, que Deus tenha pena de Ipojuca!!!


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores