Jaboatão e Rotary fazem primeiro acordo do País para enviar estudantes ao exterior

Este sábado (7) foi marcado pela assinatura do acordo de cooperação entre a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, o Rotary Club do Jaboatão e o Distrito 4500 (PE, PB e RN), através do qual estudantes da rede municipal participarão do programa de intercâmbio no exterior, promovido pelo Rotary Internacional. Esta parceria, inclusive, é a primeira no País entre o Rotary Club e uma prefeitura, que beneficia um grupo de alunos da rede pública. O prefeito Mano Medeiros e o presidente do Rotary Jaboatão, Arthur Sena, assinaram o acordo durante a Feira das Nações, que o Rotary Internacional promoveu na Escola de Aplicação do Recife Fcap/UPE.

Dos cerca de seis mil alunos que participam do Programa Jaboatão Prepara, os 18 que alcançaram as melhores notas no simulado, realizado no mês de setembro, foram escolhidos para estarem presentes na Feira das Nações. Deste grupo, serão escolhidos os seis que farão a viagem para fora do Brasil, conforme os critérios estabelecidos no acordo de cooperação. A viagem será no próximo ano e o destino ainda será definido.

O prefeito Mano Medeiros classificou o acordo com o Rotary como mais um marco do Programa Jaboatão Prepara, que em 2019 foi premiado pela ONU. “O Jaboatão Prepara é uma referência internacional e agora chegou a vez dos nossos alunos conhecerem o mundo. Esse acordo de cooperação nos enche de orgulho porque Jaboatão é o primeiro município brasileiro a participar, além de ser um grande incentivo para estudantes da nossa rede de ensino. Será uma excelente oportunidade para terem acesso a experiências que levarão para o resto da vida”, ressaltou.

Arthur Sena, que preside o Rotary Jaboatão desde o mês de julho deste ano, disse que essa iniciativa partiu da sua própria experiência. “O Rotary há tempos envia jovens das comunidades para outros países. Eu participei desse programa de intercâmbio e devo muito a isso. Quando assumi a presidência em Jaboatão, conseguimos as bolsas, a Prefeitura tornou-se a grande parceira e assim fizemos o primeiro acordo de cooperação do Brasil que inclui estudantes da rede pública no programa de intercâmbio internacional do Rotary”, contou.

Os estudantes ainda tiveram a oportunidade de interagir com jovens dos Estados Unidos, Canadá, México, Peru, Argentina, Dinamarca, Finlândia, República Tcheca, Eslováquia, França, Polônia, Bélgica, Zimbabue e Taiwn, que participaram da Feira das Nações. E conversaram, via ligação de vídeo, com Acauã Victor Mendes Barbosa, que estudou na Argentina através do intercâmbio promovido pelo Rotary Internacional e atualmente é empresário na área de tecnologia. Acauã falou direto da Argentina e relatou sua experiência para incentivar os alunos jaboatonenses a seguirem em frente.

Veja outras postagens

O governo colombiano decidiu suspender o envio de mais uma missão de observação à Venezuela para acompanhar as eleições presidenciais do próximo domingo (28), informou a rádio Caracol.

A decisão foi tomada logo após as autoridades brasileiras adotarem uma medida semelhante devido a ataques do presidente venezuelano cessante e candidato ao terceiro mandato, Nicolás Maduro.

Nos últimos dias, o atual líder venezuelano criticou, sem fornecer provas, a falta de transparência dos sistemas eleitorais do Brasil e da Colômbia, onde, segundo o líder chavista, “nenhuma cédula é verificada”.

O ministro das Relações Exteriores de Bogotá, Luis Gilberto Murillo, lideraria a missão colombiana.

Com informações do Portal UOL.

O ex-secretário da Receita Federal José Tostes irá prestar depoimento à Polícia Federal nesta quinta-feira no inquérito que apura o monitoramento ilegal realizado por servidores da Agência Brasileira de Investigação (Abin). O auditor será questionado sobre a menção ao seu nome feita durante uma reunião entre o então chefe da pasta Alexandre Ramagem e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), em agosto de 2020.

Na ocasião, Bolsonaro teria sugerido que advogadas do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) falassem com Tostes e com o então chefe do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), estatal de processamento de dados do governo, sobre o caso das “rachadinhas” envolvendo o filho 01 na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). “É o caso de conversar com o chefe da Receita”, disse.

A fala se deu após as duas citarem supostas irregularidades cometidas por auditores da Receita na elaboração de um relatório de inteligência fiscal que originou o inquérito. A conversa teve o áudio gravado por Ramagem. O arquivo foi identificado pela PF após a apreensão de seu celular e computador, em janeiro desse ano.

Os investigadores pretendem perguntar a Tostes se ele foi procurado após esse encontro. Durante a gravação, Ramagem afirmou que “seria necessário a instauração de procedimento administrativo” contra os auditores, “visando anular a investigação, bem como retirar alguns auditores de seus respectivos cargos”.

O áudio foi encaminhado ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), há duas semanas e deverá passar por uma perícia por profissionais do Instituto Nacional de Criminalística (INC) para ser transcrita a íntegra da reunião, de 1h e 8 minutos de duração, inclusive quando há sobreposição de vozes.

O inquérito da PF visa apurar a espionagem irregular de autoridades da cúpula do Legislativo e do Judiciário, além de desafetos políticos e jornalistas, no esquema que ficou conhecido como “Abin paralela”.

Com informações do Jornal O Globo.

Por Roseann Kennedy para a Coluna do Estadão

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, pediu ao governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, para entrar em campo na disputa pela presidência da Câmara, de acordo com relatos feitos ao Estadão. Na avaliação do ministro, deputado federal licenciado pelo Republicanos, o governador — que é filiado ao partido — pode ajudar na campanha do presidente da legenda, Marcos Pereira, à sucessão de Arthur Lira (PP).

Se o pedido do ministro for atendido, Tarcísio, contudo, entrará em rota de colisão com os planos de seu secretário estadual de governo, Gilberto Kassab, que é presidente nacional do PSD e tenta emplacar o deputado baiano Antonio Brito (PSD) como próximo presidente da Câmara. Procurados, Costa Filho e Tarcísio não retornaram.

Um endosso de Tarcísio a Marcos Pereira, só deve prosperar se o governador permanecer no Republicanos. A expectativa no bolsonarismo é que, após as eleições municipais, ele migre para o PL — sigla que caminha para apoiar Elmar Nascimento (União Brasil) na disputa interna da Câmara.

O pré-candidato à Prefeitura de Caruaru, Armandinho do Acordeon (Solidariedade), anunciou nas redes sociais que Karla Vieira será sua pré-candidata a vice-prefeita. Empresária e ex-Secretária de Ordem Pública, Karla também foi presidente da DESTRA (Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes) em Caruaru de 2017 a 2020.

Com 27 anos de experiência no serviço público, ela já atuou em cargos como Superintendente de Recursos Humanos na Assembleia Legislativa de Pernambuco e Secretária de Segurança Cidadã em Recife e Jaboatão.

Formada em Comunicação Social e com pós-graduações em Gestão de Pessoas e Gestão Pública, Karla Vieira também é especialista em Segurança Pública, tendo prestado consultoria em vários estados. Recentemente, deixou um cargo na Polícia Civil da Bahia para se dedicar à pré-candidatura. Karla fundou o Grupo Bella Vita, que atua nos segmentos de ótica, estética automotiva, vestuário e consultoria para empreendedorismo.

No próximo dia 2 de agosto, a partir das 18h, na quadra da Escola Modelo Professor Antônio Benedito da Rocha, em Garapu, o partido Solidariedade oficializará a candidatura de Lula Cabral a prefeito e de Jamerson Batera (PSB) a vice-prefeito do Cabo de Santo Agostinho. Na mesma ocasião, serão homologadas mais de 150 candidaturas de vereadores que irão compor a Frente Popular do Cabo, formada pelos partidos Solidariedade, PSB, Republicanos, Podemos, MDB, PMB e Agir.

Lula Cabral já foi prefeito da cidade por três mandatos. “O povo do Cabo reconhece o nosso trabalho e sabe que a realidade do município precisa mudar. Me dói ver a nossa cidade abandonada e esquecida. O município tem muito potencial e precisa voltar a se desenvolver. Estamos prontos para enfrentar esse desafio com compromisso e seriedade”, destacou ele.

A convenção municipal que oficializará as candidaturas de Jorge Alexandre (Podemos) para prefeito e Renê Cabral (UB) para vice-prefeito de Camaragibe será realizada nesta quinta-feira. O evento começa às 18h, em arena montada na Avenida Belmino Correia, em frente ao Mercado Público. Estarão presentes lideranças dos partidos da coligação União e Trabalho: Agir, União Brasil, Avante, PRD e Mobiliza.

“A nossa convenção sela a vontade da oposição e do povo de mudar Camaragibe. Não por acaso somos a maior bancada de oposição da história. A cidade clama por mudanças com responsabilidade e experiência”, declarou Jorge Alexandre. O pré-candidato administrou o município entre 2013 e 2016.

Único representante de Pernambuco na Olimpíada Internacional de Matemática, João Pedro Bandeira, de 18 anos, conquistou a medalha de prata no evento realizado em Londres, onde competiu ao lado de cinco colegas brasileiros. A competição reuniu jovens de mais de cem países no último fim de semana.

Aluno do terceiro ano, João Pedro celebrou o resultado com grande entusiasmo: “Foram muitas horas dedicadas aos estudos, com sessões intensas de até doze horas seguidas. É uma conquista pessoal, mas também um reflexo do apoio da equipe do GGE e de todo o estado”, afirmou.

Agora, um dos focos do jovem de 18 anos é tentar ingressar no curso de Engenharia Aeroespacial no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos (SP), conhecido por ter um dos vestibulares mais desafiadores do país.

O paulista Felipe Makoto Shimamura Silva conquistou a medalha de ouro, enquanto a Seleção Brasileira, com duas pratas e um bronze adicionais, alcançou o 20º lugar geral na IMO.

Outro destaque pernambucano foi Márcio Gomes, professor de matemática, que atuou como coordenador da equipe nacional. “Foram dias intensos de preparação, muitas noites sem dormir. Estávamos completamente focados nesse desafio, considerado a prova de matemática mais difícil do mundo”, comentou Gomes.

Do JC.

O Solidariedade homologou a candidatura de Flávio Nóbrega à Prefeitura de Surubim na noite de ontem. Ele, que já foi prefeito do município, tem como companheira de chapa a Sargenta Priscila Santana (Avante). A convenção municipal contou com as presenças da vice-presidente nacional do SD, Marília Arraes, e do presidente estadual do Avante, Sebastião Oliveira, além de lideranças políticas da cidade e do Agreste.

“Hoje é um dia muito especial. Com a experiência e a consciência tranquila de quem já esteve no comando de Surubim por dois mandatos, chego a esta convenção com a certeza de que estamos no caminho certo. Ter a liderança e a confiança de Marília, que vem levando o Solidariedade para os quatro cantos de Pernambuco, é motivo de alegria e orgulho”, declarou Flávio.

Com informações do Blog Dantas Barreto.

O juiz Guilherme Eduardo Martins Kellner, da 2ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa, Lavagem de Bens e Valores da Capital, condenou o ex-gerente do Banco do Brasil Paulo Cézar Zucchi Kosmack a três anos e quatro meses de reclusão – pena convertida em prestação de serviço à comunidade – e ao pagamento de 10 salários mínimos por ter desviado um total de R$ 2,1 milhões do sistema bancário entre 2007 e 2013. Ele pode recorrer junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

De acordo com os autos, Kosmack desviou R$ 1,1 milhão para a própria conta, valores para contas de parentes e uma aplicação em empresa. “A imputação de peculato na denúncia é sustentada pela confissão do acusado, sendo necessária sua condenação pelo desvio de R$ 2.106.682,89 pertencentes ao Banco do Brasil”, citou o magistrado na sentença proferida na segunda-feira, 22. Kosmack trabalhou no BB de 1981 até se aposentar em 2013. Em depoimento, admitiu os desvios por problemas de saúde, dificuldades financeiras e pressão no ambiente de trabalho. Ele negou ter fraudado o sistema. Afirmou ainda ter se arrependido dos saques irregulares e, caso pudesse, devolveria os valores.

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) ainda pediu a condenação do ex-servidor por peculato digital (313-A do Código Penal), o que foi descartado pelo magistrado.

“Não há motivo para condenação pelo delito descrito no artigo 313-A do Código Penal, pois a inserção de dados falsos nos sistemas informatizados do Banco do Brasil teve como objetivo exclusivo desviar dinheiro da instituição financeira para si próprio, sendo essa conduta absorvida pelo crime fim de peculato”, registrou em outro trecho da sentença.

Lavagem de dinheiro também foi descartada pelo juiz. Para ele, os depósitos feitos em forma de investimento constituem apropriação e “não uma ação posterior que configuraria lavagem de dinheiro”.

Do Blog do Fausto Macedo para o Estadão.

Por Raphael Guerra para o JC

O governo de Pernambuco promoveu dois tenentes-coronéis acusados de darem ordens para a sequência de assassinatos ocorridos em Camaragibe, no Grande Recife, após as mortes de dois PMs em setembro do ano passado. Os nomes de Fábio Roberto Rufino da Silva e Marcos Túlio Gonçalves Martins Pacheco fazem parte de uma lista de 34 promoções publicadas na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira.

Na época do crime, que ficou conhecido nacionalmente como a Chacina de Camaragibe, Fábio era comandante do 20º Batalhão da PM, responsável pelo policiamento ostensivo na cidade. Já Marcos Túlio ocupava o segundo posto de comando da inteligência da PM.

Ambos são réus por triplo homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e sem chance de defesa das vítimas) e estão afastados das funções públicas por determinação da Justiça.

No Diário Oficial consta que as promoções ao posto de coronel foram “requeridas” pelos militares.

A defesa de Fábio afirmou, em nota, que a promoção faz parte da rotina da Polícia Militar. “Não é um prêmio. Eles pediram passagem para a reserva, por haverem completado o tempo de serviço. E, nesse caso, têm direito à promoção para o posto seguinte”, afirmou.

Em março deste ano, Fábio Roberto negou qualquer participação na sequência de assassinatos. “A verdade irá chegar”, declarou na ocasião.

A assessoria de comunicação da Secretaria de Defesa Social (SDS) também foi procurada para comentar as promoções, mas ainda não se pronunciou.

O município de Cabo de Santo Agostinho, que ocupava a 5ª posição entre as cidades mais violentas do Brasil em 2023, deixou de figurar no ranking das 10 mais perigosas, conforme o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2024. O prefeito Keko do Armazém destacou que a cidade registrou uma redução de 25,7% nos homicídios de 2020 a 2023.

“É importante lembrar que em 2020, o Cabo de Santo Agostinho ocupou o segundo lugar no ranking das cidades brasileiras com maior incidência de homicídios. Os dados relativos ao CVLI (Crimes Violentos Letais Intencionais) indicam que a cooperação entre as forças de segurança estadual e o efetivo municipal têm alcançado progressos notáveis desde então”, celebrou o gestor.

A redução dos índices de criminalidade é atribuída a investimentos em tecnologia, aumento do efetivo da guarda municipal, e aprimoramento da capacitação dos agentes de segurança. Além disso, foram adquiridos novos equipamentos e viaturas, e o armamento foi atualizado para modelos de maior poder ofensivo. A Secretaria de Defesa Social do Cabo de Santo Agostinho também tem realizado operações conjuntas com órgãos de segurança estaduais, como parte do programa Segurança Integrada Municipal.

O secretário de Defesa Social, Pablo Carvalho, enfatizou a importância da Patrulha Escolar, que foi revitalizada para focar na prevenção de crimes entre os jovens. As ações incluem palestras educativas, atividades lúdicas e programação de férias, visando estabelecer uma relação de confiança com a comunidade escolar. “Esta é política de segurança que queremos plantar agora para colher no futuro. Precisamos nos aproximar desse grupo e estabelecer uma relação de confiança e parceria e não mais sermos vistos como repressores”, disse.

O Ministério da Gestão e da Inovação afirmou nesta quinta-feira que segue trabalhando para normalizar o funcionamento do Sistema de Informação (SEI), do governo federal. A Polícia Federal foi acionada ontem para apurar um possível ataque hacker.

A pasta também afirmou que parte do problema causado pelo incidente foi solucionado e o sistema Tramita GOV.BR do Processo Eletrônico Nacional (PEN) funciona normalmente. O sistema, que permite diálogo entre órgãos do Governo Federal, estados e municípios, foi restabelecido no final da tarde de quarta-feira.

Os serviços ofertados ao cidadão via GOV.BR não foram afetados. O SEI, que segue fora do ar, é responsável pelo andamento eletrônico de processos administrativos de nove ministério e dois outros órgãos.

Foram afetadas os ministérios e órgãos atendidos pelo SEI multiórgão. São eles:

  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos
  • Ministério da Fazenda
  • Ministério dos Povos Indígenas
  • Ministério do Planejamento e Orçamento
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços
  • Ministério do Empreendedorismo
  • Ministério da Previdência Social
  • Ministério da Igualdade Racial
  • Ministério das Mulheres
  • Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf)
  • Casa da Moeda

O Ministério da Gestão afirma que somente esses foram afetados. O SEI atende mais de 150 órgãos.

A pasta chegou a enviar um comunicado aos servidores sobre um “incidente grave de segurança cibernética”, que deixou indisponível “várias soluções tecnológicas”, como o SEI, e diversas funcionalidades. Além da PF, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) também foi acionada.

Com informações do Jornal O Globo.