FMO janeiro 2020

24/09


2006

Lula diz ter mais ética do que um balaio de opositores

 Num discurso predominado por críticas aos tucanos e à imprensa, mas sem fazer nenhuma citação direta ao ''dossiêgate'', o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem, em comício em Araraquara (SP), ter mais ética e moral do que todos os adversários juntos. ''Se colocar todos eles num balaio, não valem o que eu valho.

Do ponto de vista moral e ético.'' A única menção indireta à crise do dossiê contra tucanos, que atingiu em cheio a campanha petista à Presidência e ao governo de São Paulo, ocorreu logo no início do discurso para cerca de 7.000 pessoas, segundo a assessoria do presidente.

Usando a ironia e o duplo sentido, o presidente falou dos tucanos (as aves propriamente ditas) para atacar os adversários do PSDB. Disse que vê na Granja do Torto que as aves são ''predadoras'' e comem os filhotes e os ovos de outras aves. ''Por trás daquele bico bonito, tem coisa ruim. É importante a gente admirar a beleza, mas tomar cuidado. E muito cuidado. Eles [do PSDB] pregam praticamente o ódio contra o PT e contra os partidos de esquerda. Nós não precisamos responder com mesmo ódio.''

O presidente também fez um crítica indireta ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em referência à carta aberta. ''Eles consideram nosso povo cidadão de segunda classe. Os deles, são de primeira classe. Quando as pessoas começam a imaginar ter um povo melhor, a partir da lógica deles, nós vamos terminar no [líder nazista, Adolfo] Hitler, que queria um povo superior. Por isso fez o que fez com a humanidade'', disse. ''Que democrata é esse?''. Lula disse que recebe tratamento diferente da imprensa do que recebia FHC, que, segundo ele, foi poupado durante as privatizações. ''Ai de quem ousasse falar do governo naquela época. O outro era pensamento único favorável, eu virei pensamento único contra.''

O presidente afirmou não querer uma imprensa chapa-branca, mas um tratamento justo. Não estava presente no evento o candidato a deputado federal Antonio Palocci, da região.  (Folha de São Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos

Ridículo, grotesco e indecente! Fora mentiroso! Fora súcia petista! Brasil urgente/Geraldo presidente! (Parafraseando um antigo grito do miliantes, ops, militantes)

Paulin de Caruaru.

Mais uma vez tudo é fruto de um complô da imprensa com a elite.É vergonhoso pro Brasil ter um presidente desse.


IPTU Cabo

24/09


2006

No Orkut, Saulo se declara um "um homem de guerra"

Para sua comunidade no Orkut, o empresário Saulo Batista se declara um homem de guerra. Ele provocou o maior rebuliço na campanha de Pernambuco, ao apresentar uma gravação em que o presidente do PSB e candidato a deputado estadual, Milton Coelho, pede uma propina de R$ 1 milhão para negociar um projeto na Petrobras, cujo dinheiro seria revertido para a campanha do candidato a governador, Eduardo Campos.

Veja aqui este diálogo dele com uma amiga de nome Ray: ''Hoje, é sexta-feira 4:09 AM e você ainda não cumpriu sua promessa de que estaria fazendo na quarta-feira... Olha, fica atenta no JC de domingo que você vai ter uma surpresa... Como eu disse... Sou um homem de guerra e comigo não tem essa de ''pode haver paz entre nós''. Hehe..Mas, as coisas são assim mesmo. A 10 dias das eleições, não dá para ser bonzinho, não''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

PSB = "PARTIDO DO SAULO BATISTA".....

Já no blog do magno, em entrevistas, ele diz que não tem nada haver com eleicao... Alguem pode me explicar isso?

COMPLETANDO-> ...entre nos?"...hehe...mas as coisas sao assim mesmo...a 10 dias da eleicao nao da pra ser bonzinho nao...

NUM SCRAP DO ORKUT PARA UMA AMIGA: Saulo Batista: hoje ja é sexta feira e voce ainda nao cumpriu sua promessa de que estaria fazendo na quarta feira...olha, fica atenta no JC de domingo que voce vai ter uma surpresa...como eu disse sou um Homem de Guerra e comigo nao tem essa de "pode haver paz ent

ORKUT: Eles apagaram as postagens, mais não sabem que as mensagens do orkut você não apaga e sim tira da visualização publica. Durante 5 anos o orkut guarda em seu banco de dados todas as mensagens postadas, inclusive as deletadas pelos usuários.



24/09


2006

"Por muito menos o Collor caiu", diz Alckmin

 Com esta frase, o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, iniciou novos ataques ao PT e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva em entrevista ontem na Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele percorreu ruas da favela por uma hora, cercado de crianças, sempre acompanhado do prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), e da candidata do PPS ao governo do Estado, Denise Frossard.

O tucano colocou um boné que recebera de presente com a frase ''100% Favela'' na cabeça, montou na garupa de um mototáxi, assistiu às apresentações de alunos de oficinas de dança e teatro, entrou nas casas, conversou com moradores e fez uma promessa: se eleito, construirá uma escola técnica na região.

Ao comentar o escândalo do dossiê contra tucanos, ele afirmou que a Polícia Federal precisa ''mostrar a verdade''. ''É óbvio que estão procurando esconder a origem do dinheiro. A polícia não é do PT, é do governo brasileiro. O ministério não é do PT, é do governo brasileiro'', declarou. ''O PT quer impunidade. Foram pegos com a boca na botija e aí vêm com essa bobagem de achar que isso aí é golpe. Se há tolerância, essa tolerância foi do Lula.''

Alckmin disse que há uma ''corrosão de credibilidade'' em relação à declarações do presidente. ''Não é possível uma pessoa que nunca sabe de nada, nunca vê nada. Acho que ninguém acredita mais.'' Para o candidato, até hoje não foi explicado de onde vieram os dólares que seriam usados para pagar o dossiê, como eles entraram no país de forma ilegal e quem é o dono desse dinheiro. ''As pessoas que foram presas são bagrinhos. Nada foi explicado até agora.''

O tucano afirmou que um governo que tem corrupção tem que ser autoritário para esconder o corruptor. ''Se há governo autoritário, é o governo Lula. O mensalão o que é, você subjugar o poder legislativo ao executivo. E a Ancinav, o controle sobre a imprensa.'' (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

NO GOVERNO FHC PERDEMOS A CONTA DO TANTO DE CPI''S ARQUIVADA A TOQUE DE CAIXA. PERDÃO DE BILHÕES EM DÍVIDAS DE RURALISTAS, PROER, PASTA COR DE ROSA E AINDA UM ARQUIVADOR GERAL DA REPÚBLICA. SÓ QUE AS COISAS ERAM FEITAS AS CLARAS, COM A CONIVÊNCIA DA IMPRENSA. JÁ O LULA É AMADOR

Carlos

É isso aí Geraldo. A mídia terá que apagar todo o histórico de torcida pela reeleição do Lula. Agora é 45!!! Para cima e para o alto! Geraldo presidente!!!!


acolher

24/09


2006

Heloisa intensifica ataques a Lula e Alckmin

 Com apenas uma semana para as eleições, a candidata do PSOL à Presidência, Heloísa Helena, aproveitou para atacar tucanos e petistas em comício realizado neste sábado, debaixo de chuva, no centro de Guarulhos (15 km a norte de SP).

Para ela, o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição, representam a ''mesma moeda podre, cínica e delinqüente do país.''

''Eu espero que o povo reconheça que a nossa candidatura [do PSOL] seja a superação dos dois lados podres representados pelas candidaturas do PT e do PSDB'', afirmou.

Segundo Heloísa, Lula e Alckmin ''patrocinam a roubalheira dos cofres públicos e o parasitismo da máquina pública'' com a montagem de ''gangues partidárias.''

A candidata do PSOL também combateu o modelo de governo que, de acordo com ela, é representado pelas duas legendas. ''Felizmente, há aqueles que não perderam a vergonha e querem superar a farsa técnica e política que é o projeto neoliberal'', disse.

''Golpismo da Oposição''

Heloísa Helena rebateu ainda críticas do presidente Lula de que haveria um clima de ''golpismo da oposição'' nas denúncias de suposta compra de dossiê contra tucanos pelo PT.

''Eu acho que quem está golpeando a democracia brasileira é o presidente. Ele que precisa explicar a origem de tanto dinheiro. Qualquer pessoa pobre que fosse achada com alguns reais iria apanhar em uma penitenciária.''

A própria candidata, no entanto, supôs a procedência de ''tanto dinheiro em espécie'' encontrado com ''pessoas ligadas ao PT.''

''Ou vem do narcotráfico, ou do crime organizado, ou dos cofres públicos, que podem liberar dinheiro sob a intermediação de alguma entidade, ou do caixa dois, via alguma empresa.''

Disputa

Ainda otimista com a possibilidade de disputar o segundo turno, a candidata do PSOL repetiu em comício a mesma mensagem de sua propaganda eleitoral na TV. ''Vamos conseguir mais dois votos e chegar ao segundo turno.''

Heloísa ainda brincou com militantes e disse que se conseguisse cinco votos, a eleição iria ficar ''sem graça''. ''Temos que enfrentar a majestade barbuda [presidente Lula].''

Sobre sua campanha nos últimos dias que antecedem o pleito, ela foi categórica. ''Vou continuar trabalhando muito para chegar até o final'', afirmou. (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/09


2006

Serra vence em São Paulo no primeiro turno

 O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, ampliou em cinco pontos sua vantagem sobre Aloizio Mercadante, do PT, e mantém a chance de vitória no 1º turno, revela pesquisa Datafolha realizada na sexta-feira.

O tucano passou dos 48% para 51% das intenções de votos. Já o candidato petista caiu dois pontos e foi para 21%.

Se a eleição fosse hoje, Serra venceria com 59% dos votos válidos, excluindo brancos, nulos e indecisos. Mercadante teria 24%.

O candidato do PMDB, Orestes Quércia, se mantém com 9% das intenções de votos.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cúpula Hemisférica

24/09


2006

Cesar Maia: Classe média mudará voto para Alckmin

 O prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, afirmou neste sábado que o episódio sobre a suposta compra pelo PT de um dossiê contra tucanos mudará o voto da classe média a favor do candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin.

Segundo ele, o impacto do caso ainda não pôde ser medido completamente nas pesquisas. ''Quando alguém tem uma decisão de voto e surge um fato, ela não muda instantaneamente, ela resiste um pouquinho.''

Maia disse que existem três tipos de eleitores: aquele em que a informação sobre o dossiê já é conhecida, aquele que ainda está começando a conhecer o caso e um último que está mais distante e não terá acesso ao episódio.

''Os dois primeiros públicos vão ser atingidos. O [presidente Luiz Inácio] Lula [da Silva] vai perder votos na classe média e isso vai ser suficiente para ter segundo turno'', concluiu.(Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

24/09


2006

Dossiê: Envolvidos terão as contas devassadas pela PF

 A Polícia Federal vai pedir a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico de Oswaldo Bargas, ex-coordenador do programa de trabalho e emprego do governo Lula, Expedito Veloso, ex-diretor de risco do Banco do Brasil, e Jorge Lorenzetti, que cuidava do setor de espionagem conhecido por ''SNI do PT''.

Os três estão sendo investigados por envolvimento no escândalo da compra de um dossiê contrário ao candidato tucano ao governo de São Paulo, José Serra.

A PF espera ainda para os próximos dias informações pormenorizadas de autoridades americanas sobre a origem dos US$ 248 mil destinados à compra do suposto dossiê contra tucanos. As informações incluirão o nome de quem sacou o dinheiro e os documentos relacionados à retirada. A PF já sabe que o dinheiro não chegou a circular e que faz parte de uma remessa diretamente fornecida pela Casa da Moeda dos EUA.

Os policiais federais também já conseguiram localizar as contas e as agências de onde a parte em reais (R$ 1,168 milhão) foi sacada. Na avaliação da PF, a identificação da origem do dinheiro é crucial para que as investigações a respeito da suposta operação de compra do dossiê por integrantes do PT ganhem novo fôlego. (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Se alguem souber me responda: o que vcs acham de um partido que tem Severino e o Gago , o outro Frangocinha e Frangonção e o ultimo Vanpiragem, pernambuco como fica?


Prefeitura de Limoeiro

24/09


2006

Lula foi se queixar ao bispo

 Diante da dificuldade em explicar a participação do PT no escândalo da montagem de um dossiê contra os tucanos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi jurar inocência e reclamar do caso para o bispo de Uberlândia, o progressista d. José Alberto Moura. "Até agora não estou acreditando nisso", afirmou o presidente, sentado numa cadeira ao lado do bispo, na sala Vip montada atrás do palanque. A conversa dos dois foi ouvida apenas por ministros que estavam em campanha.
À época do Brasil Colônia, a expressão "Vá reclamar para o bispo" era usada para dizer que só a autoridade religiosa, o ouvidor da vila, poderia resolver o problema de colonos e colonizados. Desde que a Polícia Federal prendeu acusados de vender para um grupo de petistas dossiê contra o candidato ao governo de São Paulo José Serra (PSDB) e o ex-ministro tucano Barjas Negri, Lula rifou o coordenador da campanha dele pela reeleição, deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), e negou qualquer ligação com citados no escândalo, inclusive o churrasqueiro preferido dele, Jorge Lorenzetti. Como nos comícios e entrevistas, o presidente não poupou os acusados na conversa com o bispo d. José Alberto Moura. "Foi uma imbecilidade, eles (petistas acusados de participar do esquema) foram primários e arrogantes", disse o presidente. "Quem tiver responsabilidade tem de pagar por isso", acrescentou. O bispo, que foi ao comício por iniciativa própria, deu apoio ao presidente, segundo pessoas que ouviram a conversa.

A diocese de Uberlândia responde por comunidades católicas de nove municípios do oeste mineiro, área onde vivem 665 mil pessoas, segundo dados do IBGE.

Pessoas próximas do presidente avaliam que Lula, além de estar se redobrando para rebater críticas da opinião pública e da imprensa, está preocupado com a imagem que sempre o uniu a antigos aliados - padres progressistas, sindicalistas e professores universitários, o político que sempre cobrou ética dos adversários e se colocou contra montagem de dossiês.

Lula, para garantir a bênção do bispo, chegou a dizer que a Polícia Federal está atuando com autonomia no caso. "A Polícia Federal é uma instituição respeitada e está fazendo o trabalho dela", afirmou. Depois, o presidente disse ao d. José que faz um governo para a população mais pobre. "É por este povo que a gente governa, dom José". E o bispo deu um longo abraço no presidente.

Mais animado e tentando demonstrar não ter culpa nesse episódio terreno, Lula, então, disse que precisa do apoio de todos os aliados para ganhar as eleições. Ao bispo, reclamou também da imprensa por interpretações que, na visão dele, estão equivocadas. Criticou especialmente manchetes dos jornais de sábado que sugeriam que ele admitia o segundo turno.

"Os companheiros da imprensa não estão percebendo. Eu nunca disse que não iria para o segundo turno", afirmou. "Vencer no primeiro turno é maravilhoso, mas se tiver segundo turno, vamos disputar com a mesma alegria, disposição e paixão", completou. "Estou falando o que falava no início da campanha, estamos disputando o jogo democrático." (Estadão.com)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

24/09


2006

Militares criticam sucessivos escândalos políticos

 Os militares já dão os primeiros sinais de que não estão gostando do festival de escândalos de corrupção que assolam o país. Os presidentes dos três clubes militares decidiram emitir uma nota oficial, na qual se queixam da situação política nacional.

Citam o escândalo do mensalão como o ponto de partida de uma série da fatos desagradáveis, que provocariam um ''perigo iminente à Democracia''. E afirmam ter esperanças de que as próximas eleições sirvam como um ''instrumento à disposição do povo brasileiro para o saneamento da vida política nacional''. Leiam a íntegra da nota:

''Nota dos Clubes Militares

Em meados de 2005, explodiu o escândalo do chamado ''mensalão'', a partir do flagrante preparado contra um funcionário desonesto e das denúncias abertas de um Deputado ameaçado pela armação que se preparava para fazê-lo o ''bode expiatório''.

A Nação a tudo assistiu, aturdida pela desfaçatez de homens públicos e membros do governo.

A partir de então, todos os dias são tornados públicos novos escândalos, sempre envolvendo pessoas próximas ao Governo, ao Presidente ou ao seu Partido.

As demissões, forçadas pelas circunstâncias e pelo constrangimento político, nunca foram acompanhadas de completa apuração e das punições necessárias.

A sucessão de casos escabrosos e de atos de corrupção já não surpreende o brasileiro honesto.

Nesta semana, surge outro escândalo. Uma tentativa de comprometimento de dois candidatos a cargos executivos com o ''caso da compra das ambulâncias'', mediante a negociação fraudulenta de suposto ''dossiê''.

Chantagem ou denúncia, mas com a evidente intenção de desqualificar concorrentes eleitorais. Novamente, envolvendo assessor do Presidente, pessoas importantes na hierarquia do seu Partido e dinheiro de procedência duvidosa.

Já se torna evidente que a corrupção não é somente um ilícito do qual se beneficiam pessoas e grupos, mas sim algo que se transformou em meio de conquista e manutenção do poder.

A sensação é de perigo iminente à Democracia. Por isso os Clubes Naval, Militar e de Aeronáutica, por seus Presidentes, sentem-se no dever de manifestar, publicamente, sua indignação com esse estado de coisas e de ressaltar a importância das próximas eleições como instrumento à disposição do povo brasileiro para o saneamento da vida política nacional.

Almirante Esq José Julio Pedrosa
Presidente do Clube Naval

Gen Ex Gilberto Barbosa de Figueiredo
Presidente do Clube Militar

Ten Brig Ivan Moacyr da Frota
Presidente do Clube de Aeronáutica''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Realmente nossos militares estão corretissimos. Apesar de alguns comentários abaixo, feitos por pessoas que aprovam a bandidagem do PT e seus aliados, o país vive uma desagregação ética e moral jamais vista na história.

José Carlos-Serra Talhada

Ivan, Manere a barra pode ser que o Gago consiga algo como o bolsa familia para vc e sua familia,pois isso é o maxímo que ele pode te dar, e no minimo se o magno comunicar a o memso vc levar uma Sova.

José Carlos-Serra Talhada

Não sei como esse primo do Gago ainda não foi repreendido pelo mesmo, pela sua rebeldia, pois ser parente e votar contra o Gago é um Desafio. sei que esse coitado nem Bolsa Familia recebe,pois a revolta com o primo é tanta que já imagino o que seja: Só bondade por parte do Gaguinho

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

E TODA VEZ QUE SE FALA EM AUDITORIA DA DÍVIDA EXTERNA ESSES MESMOS MILICOS CHIAM, PORQUE 90% DA DÍVIDA É PRIVADA. FOI PRO BOLSO DE "EMPRESÁRIO" E A VIÚVA É QUEM PAGA COM IMPOSTOS DA PATULÉIA, COMO DIZ ELIO GASPARI.

José Carlos-Serra Talhada

Continência para os militares, pois seus pares nunca erram e nunca ofuscaram os brasileiros, foi só alegria no tempo da ditadura, parabéns, nem parecem serem terraqueos por serem tão perfeitos.



23/09


2006

Ibope mostra que segundo turno está mais próximo

 A pesquisa Ibope para a disputa presidencial, divulgada no jornal O Estado de S.Paulo deste domingo, mostra que diminuiu a vantagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição, em relação aos seus adversários. Ele seria reeleito ainda no primeiro turno com 47%. Geraldo Alckmin (PSDB) aparece em segundo lugar, em ascendência, com 33%.

Heloísa Helena (Psol) caiu para 8%. Cristovam Buarque (PDT) manteve 2%. Ana Maria Rangel (PRP), 1%. Os demais candidatos não alcançaram 1%. Votos brancos e nulos somam 4%; indecisos, 5%. A pesquisa ouviu 2.002 eleitores em 141 municípios brasileiros entre os dias 20 e 22 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 18767/06.

Na contagem dos votos válidos, Lula tem queda e apresenta 52%, correndo o risco de perder a vantagem de vencer no primeiro turno. Os demais candidatos, juntos, têm 48%. Alckmin alcança 36%.

Na simulação de um segundo turno, Lula venceria com 50% dos votos, contra 41% do candidato tucano. O resultado mostra que o petista só consegue agregar 3 pontos percentuais além de sua votação no primeiro turno, enquanto que Alckmin recebe 8 pontos.

A rejeição a Lula também cresceu. Agora, 30% dos eleitores afirmam que não votariam no atual presidente. Enquanto que o candidato do PSDB teve a rejeição reduzida, para 19%.  As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Não adianta mais polemizar com esse besta, até parece que recebeu aula do Gago

José Carlos-Serra Talhada

E agora Inojoso? abra a boca, vc pediu confusão e está encontrando,nunca pensou que por ser governistra poderia ter desafetos, que foi o que criou muito aqui no blog , fique de cabeça baixa e recolha-se a sua insignificância. Agora dê seus commentários idiotas e deixe o dos outros otario.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

NO GOVERNO FHC PERDEMOS A CONTA DO TANTO DE CPI''S ARQUIVADA A TOQUE DE CAIXA. PERDÃO DE BILHÕES EM DÍVIDAS DE RURALISTAS, PROER, PASTA COR DE ROSA E AINDA UM ARQUIVADOR GERAL DA REPÚBLICA. VAI LER UM POUCO INOJOSA. OS SANTOS QUE TU DEFENDE NÃO TEM DIFERENÇA DE MARCOLA.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

EITA INOJOSA, TU TEM A MEMÓRIA CURTA MESMO. ESTE CONGRESSO SEMPRE FUNCIONOU A TOQUE DE CAIXA. NO GOVERNO SARNEY TEVE ATÉ CPI DE CORRUPÇÃO ARQUIVADA POR MEU PRIMO INOCÊNCIO EM TROCA DE UM CANAL DE TV. TINHA DEPUTADO, ROBERTO CARDOSO ALVES, QUE DIZIA QUE É DANDO QUE SE RECEBE. VC SÓ VÊ O PRESENTE

militância firme e forte para a nossa vitória no primeiro turno e Eduardo no segundo turno com Mendonça Filho, vencermos essas eleições e levar Pernambuco para o topo no nordeste.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores