Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

16/08


2009

México quer ampliara acordo com Petrobras

O México quer ampliar os acordos com a Petrobras para o desenvolvimento de tecnologia de exploração de petróleo e gás em águas profundas, disse hoje (16) o presidente Felipe Calderón durante visita ao Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), no Rio de Janeiro, informou a Agência Brasil.

Calderón revelou que a produção mexicana de petróleo vem diminuindo de forma acentuada, tendo sofrido uma redução nos últimos anos de 600 mil barris por dia, de uma produção total de 3 milhões de barris.

Usando óculos especiais e acompanhado do presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, Felipe Calderón assistiu a um vídeo sobre a exploração de petróleo na camada pré-sal. Ele elogiou a capacidade tecnológica da estatal brasileira, e lembrou que a empresa é recordista na extração em águas profundas. Segundo o presidente do México, enquanto a estatal Pemex só consegue extrair petróleo a até três mil pés, a Petrobras consegue extrair petróleo a dez mil pés de profundidade, em um poço justamente situado no Golfo do México.

Como forma de revitalizar a produção em seu país, o presidente mexicano sugeriu a intensificação de acordos tecnológicos entre as duas empresas.

Depois da visita ao Cenpes, a comitiva mexicana seguiu para Brasília, onde se encontra ainda hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um jantar no Palácio da Alvorada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

16/08


2009

Jornal El País destaca presença feminina nas eleições no Brasil

O site do jornal espanhol "El País" destacou neste domingo (16) que três mulheres devem disputar a sucessão presidencial no Brasil em 2010: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PT) e Heloisa Helena (PSOL), informou o G1.

Com o título "Tres mujeres disputaran el bastón de mando de Lula" - o texto diz que "2010 poderá ser o ano das mulheres presidenciáveis no Brasil. Será uma eleição sem Lula candidato depois de 20 anos e três mulheres".

O jornal diz que "a ex-ministra do Meio Ambiente nos próximos dias abandonará o PT para ingressar no PV. O ''El País'' lembra que a ex-senadora Heloisa Helena foi expulsa do PT e hoje lidera o PSOL, que o jornal classifica como de esquerda.

"Dilma, candidata não oficial, mas que todos dão por candidata, é a atual ministra da Casa Civil, a mulher que lutou contra a ditadura militar, durante a qual foi duramente torturada", diz o jornal.

O "El País" considera também que Marina Silva "poderia ser a grande surpresa das eleições". "Ecologista convencida, política íntegra e austera, de origem pobríssima, de família de trabalhadores de campo, que aprendeu a ler e escrever aos 12 anos", narra o jornal.

Na análise do "El País", "apesar da amizade pessoal com Lula, Marina Silva deixou o governo Lula pela "intransigência" do governo na questão ambiental.

Sobre Heloisa Helena, o jornal citou que ela teve 15 milhões de votos na eleição presidencial de 2006. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, porém, ela teve 6,5 milhões de votos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marco Antônio Alexandre Lundgren de Lima

Juntando as 3 ñ presta uma! 2010 é serra !

Gilson Sotero Jr.

Eu preferiria Aécio.

JARBASTA

Ou melhor, nem se vestindo de mulher, Serra leva essa. Mantém os mesmos 37%, um nome que não empolga, continua do tamanho de 2002 e de 2006 e enfrentando dificuldades para agregar novos eleitores. Os número não mentem.

JARBASTA

Serra só leva essa se ele se vestir de mulher pra enganar os trouxas.

milton tenorio pinto junior

podem disputar , mas quem leva é o Serra.


Abreu no Zap

16/08


2009

Governo boliviano nega expulsão de brasileiros do país

O governo da Bolívia negou neste domingo que expulsará famílias brasileiras que vivem em Santo Inácio de Velasco, no departamento de Santa Cruz, cidade próxima à fronteira com o Brasil, informou o Folha Online.

O vice-ministro de Terras, Alejandro Almaraz, disse, em uma entrevista ao canal estatal do país, que é falsa a informação sobre o despejo à força de moradores brasileiros da cidade no departamento de Santa Cruz.

Almaraz afirmou ainda que as expulsões de cidadãos estrangeiros assentados em povoações fronteiriças durante o mandato de Evo Morales foram realizadas "com pleno respeito aos direitos humanos, de uma maneira razoável e com consideração pelas pessoas".

Ele reiterou que, em outros casos, algumas pessoas tiveram que ser despejadas "porque a situação não admitia maiores demoras" e citou o caso de um empresário brasileiro que explorava madeira em território boliviano ilegalmente.

Almaraz lembrou que a Bolívia e o Brasil coordenam, juntamente com a OIM (Organização Internacional para as Migrações), a recolocação de famílias brasileiras pobres, que vivem em cidades que fazem fronteira com o Brasil, para o departamento amazônico de Pando, no norte do país.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/08


2009

Chávez propõe mudança de data na visita de Lula a Venezuela

O governante venezuelano, Hugo Chávez, propôs hoje que a próxima visita oficial ao país do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, seja realizada dois dias antes ou dois dias depois de 28 de agosto, data prevista inicialmente, informou o Folha Online.

''A data coincidirá com a reunião da [Unasul] União de Nações Sul-americanas, em Bariloche'', para tratar o impacto na região dos novos acordos militares fechados entre a Colômbia e os Estados, para a utilização de até sete bases em território colombiano por soldados americanos, que a Venezuela rejeita por considerá-los uma ''ameaça'' à ''revolução'' bolivariana.

Chávez e Lula realizam reuniões trimestrais desde o final de 2008, para revisar o avanço dos acordos vigentes, em sua maioria alimentícios e energéticos, assim como para buscar novos mecanismos de cooperação bilateral.

Em seu programa dominical de rádio e televisão ''Alô Presidente'', Chávez disse que já propôs a Lula a determinação de uma nova data para a reunião de trabalhos, ''para dois dias antes ou dois dias depois, mas que não vamos passar o encontro para setembro'', porque ''a agenda pode se complicar esse mês''.

Em setembro, será realizada a Assembleia Geral das Nações Unidas, além da 2ª Cúpula América do Sul-África, em Caracas, prevista para acontecer entre os dias 14 e 19 desse mês.

Chávez lembrou ainda que viajará por Moscou, Teerã, Minsk, Damasco e Trípoli em setembro. ''Faço essa viagem todos os anos, para o que chamam de ''eixo do mal'''', ironizou o líder venezuelano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/08


2009

Membro do Banco Central Europeu diz que crise ainda não acabou

O membro do Conselho do Banco Central Europeu (BCE) Axel Weber disse neste domingo que a economia da Alemanha saiu do nível mais baixo de atividade, mas alertou que a crise financeira pode não ter acabado ainda, informou a Agência Esatdo.

O comentário de Weber se alinha às declarações de seu colega do BCE Erkki Liikanen, que disse na quarta-feira que os mercados financeiros se encontram em uma situação melhor do que estavam antes da quebra do banco de investimentos norte-americano Lehman Brothers, em setembro.

A economia alemã cresceu inesperadamente no segundo trimestre, registrando um ganho de 0,3 por cento, que foi impulsionado por expectativas de recuperação econômica na zona do euro.

Weber disse que a economia pode ficar melhor que o esperado no próximo trimestre devido aos pacotes de resgate ao setor financeiro e planos de estímulos econômicos que fizeram efeito, o que deve motivá-lo a revisar para cima suas previsões de contração de 6 por cento este ano.

Preocupações sobre a disponibilidade de crédito para o setor privado, cuja indústria e empresas de pequeno e médio porte têm sido citadas como impedimento para a recuperação, são descabidas, disse Weber.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Deus queira..Ninguém aguenta mais.....

uilma

Graças a Deus, que ta passando essa crise aqui na europa.


Banco de Alimentos

16/08


2009

Reajuste salarial dos aposentados será definido na terça

Ficou para próxima terça-feira (18) a definição do governo sobre o percentual de reajuste que será concedido aos aposentados a partir de janeiro de 2010, informou a Agência Brasil.

Na última quarta-feira (12), representantes de entidades dos aposentados e pensionistas estiveram reunidos com parlamentares e com os ministros da Previdência, José Pimentel, e da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Dulci.

O deputado Pepe Vargas (PT-RS), relator do projeto que propõem o fim do fator previdenciário, explicou que a proposta do governo é juntar os quatro projetos de interesse dos aposentados, que tramitam no Congresso, e elaborar um “substitutivo global”, que atenda as reivindicações da categoria e seja economicamente viável ao governo.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JARBASTA

Enquanto FHC chamou esses mesmos aposentados de vagabundos.

S. C. B. M.

ESTE PT É O P ercevejo DO T rabalhador é o P artido T raidor .

milton tenorio pinto junior

Enquanto isso....no Estado, os aposentados sofrem , levam lapada a muito tempo. Veterinários, Zootecnistas, Agronomos da Secretaria de Agricultura do Estado recebem miseria, e aposentados nem se fala..É uma excrecencia. Cadê os Deputados Isaltino, Tereza leitão para defender esses trabalhadores???

uilma

Que tem haver os federais com os estaduais? nada a ver.

roberto lima

APOSENTADOS! PENSIONATAS! Pergunta ao Serra quantos aumentos ele deu aos aposentados e pensionistas do estado de São Paulo!Parece que nenhum.



16/08


2009

Hamas informou que a Faixa de Gaza está sob controle

O grupo palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, informou hoje que reinstaurou a ordem no território depois de confrontos sangrentos neste fim de semana com o novo grupo fundamentalista Jund Ansar Allah (Soldados dos Parceiros de Deus), inspirado no Al-Qaeda e mais extremista. O porta-voz do Hamas, Ihab Al Ghussien, afirmou que o grupo "não poderia permitir que o caos retornasse a Gaza". As informações são da Agência Estado.

Pelo menos 24 pessoas morreram nos confrontos no sul de Rafah, incluindo o líder do grupo, Abdel-Latif Moussa, que desafiou o Hamas, declarando Gaza como um emirado árabe. A morte de Moussa põe fim ao maior desafio já enfrentado pelo Hamas, desde que o grupo assumiu o controle da região há dois anos, ajudando a distanciar o território de grupos mais radicais que queriam expandir a batalha palestina além de Israel e incluir o mundo ocidental.

As autoridades dos Hamas prenderam mais de 100 pessoas nestes confrontos e continuam em busca de outros membros do Jund Ansar Allah. A batalha reforçou a posição de Hamas em Gaza. Entretanto, um outro grupo chamado Suyouf al-Haq (Espadas da Verdade) soltou comunicado em diversos sites palestinos pedindo vingança ao Hamas e conclamando um boicote às mesquitas da região.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Era isso o que os judeus queriam.

uilma

Imagine se Deus precisa desse tipo de parceiro, um bando de arruaceiros.


Jornao O Poder

16/08


2009

Governo publica medidas para desburocratizar a máquina

O Executivo federal deu mais um passo no sentido de desburocratizar as relações do cidadão com o Estado, ao editar na última terça-feira (11/08), o Decreto 6.932 que reduz e até elimina as exigências documentais supérfluas e procedimentos desnecessários no atendimento público de órgãos e entidades do governo federal. As informações são do Correio Braziliense.

Publicado na quarta-feira no Diário Oficial da União, o decreto presidencial atende a algumas reivindicações antigas da sociedade, segundo o secretário de Gestão, Marcelo Viana Estevão de Moraes, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

O objetivo do decreto, segundo ele, é simplificar as relações do cidadão com o Executivo federal, além de iniciar um processo pelo qual os órgãos e entidades públicas vão ter que estabelecer uma relação direta entre si para troca de informações, por meio da articulação dos diferentes serviços de dados, de modo a racionalizar, tanto quanto possível, o atendimento do cidadão.

Além de priorizar a presunção de boa-fé nas relações com o cidadão e de facilitar o dia a dia do brasileiro nas repartições públicas, Marcelo Viana disse que o decreto obriga que cada órgão edite carta de serviços com a respectiva relação dos atendimentos de que dispõe, e essa carta terá que ser aperfeiçoada, quando necessário, para ganhos de qualidade no atendimento.

Com isso, o secretário acredita que o cidadão terá mais meios para fazer frente a arbitrariedades de não cumprimento dos padrões de atendimento previstos. Tendo referência, ele [cidadão] vai saber como reclamar s ouvidorias ou, em última instância, Controladoria Geral da União.

O que se pretende, de acordo com o secretário, não é nada fictício, porque existem órgãos e entidades públicas com esquemas muito avançados de monitoramento. Ele disse que os Correios acompanham em tempo real onde andam e o que fazem seus carteiros, e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) também sabe quantas pessoas aguardam atendimento em cada agência, a qualquer momento, e qual o tempo de espera e a duração do atendimento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

uilma

Aqui na europa è tudo programado, chega uma carta em nossa casa, esse Brasil ainda esta na idade da pedra. viva europa.



16/08


2009

TCU: de cada três obras fiscalizadas, uma não é aprovada

A atuação do Tribunal de Contas da União (TCU) nos projetos de infraestrutura tem tirado o sono do governo federal e das empresas de construção civil. No ano passado, de cada três obras fiscalizadas, pelo menos uma não passou pelo crivo do tribunal por apresentar indícios de irregularidades graves - classificação que recomenda a paralisação da obra.

Parte dos empreendimentos consta do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), comandado pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e considerado peça-chave nas eleições presidenciais de 2010. Em 2008, 88 obras do pacote foram fiscalizadas e, neste ano, 90 já passaram por auditorias.

No total, 153 projetos de infraestrutura, que somam R$ 26 bilhões, foram auditados em 2008 e 48 apresentaram problemas. Dessa lista, algumas obras continuam paradas, com recursos bloqueados no orçamento anual. Outras já atenderam às exigências do TCU - como revisão de preços e rescisão de contratos - e foram liberadas. Há ainda aquelas em que as irregularidades não se confirmaram, conforme constata um relatório elaborado pelo escritório de advocacia Emerenciano, Baggio e Associados.

As principais razões que levam o TCU a propor a paralisação das obras são sobrepreço, superfaturamento e irregularidades nas licitações. ''Mas tudo isso só ocorre por causa da deficiência ou inexistência dos projetos básicos feitos pelos órgãos do governo'', afirma o secretário de Fiscalizações de Obras do TCU, André Luiz Mendes. Segundo ele, as fiscalizações feitas em 2008 evitaram prejuízos potenciais da ordem R$ 2 bilhões aos cofres da União, o dobro do valor apurado em 2007.

Até agora, no entanto, os números não convenceram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tem demonstrado irritação com as intervenções do tribunal, especialmente nas obras do PAC. Mas, se depender do TCU, o presidente ainda terá muita dor de cabeça. A expectativa é que o Tribunal faça este ano 219 fiscalizações - número 48% superior ao de 2008 - num total de R$ 30 bilhões.

Caso não haja acordo, a solução seria a rescisão de contratos com as construtoras. Mas isso pode dar origem a uma série de outros problemas, como a disputa judicial. É o que tem ocorrido, por exemplo, no Aeroporto de Guarulhos, cujo contrato para revitalização, recuperação e ampliação dos sistemas de pistas e pátios foi rescindido em junho deste ano. Os envolvidos contestam a decisão na Justiça. As obras, paradas desde março de 2008, deverão ser repassadas ao Exército.
As informações são do jornal O Estado de São Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha