FMO janeiro 2020

27/02


2009

Governo ouve sermão de Gilmar, não gosta, mas silencia

 Criticado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que classificou como ''ilegal'' o repasse de recursos públicos para movimentos sociais que ocupem terras, o governo preferiu o silêncio oficial. Mas assessores do Planalto consideram inadequado o comportamento de Gilmar Mendes, salientando que, agora, além de opinar fora dos autos, o presidente do Supremo sugere como as ações devem ser feitas e ainda cobra atuação do Ministério Público contra os invasores, o que consideram uma postura descabida.

Para o governo, não há nada de ilegal no repasse dos recursos para o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Assessores palacianos lembraram ainda que, quando houve denúncia semelhante, anteriormente, todos os levantamentos realizados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) comprovaram que não houve nenhum repasse irregular ao movimento. O Ministério também optou pelo silêncio.(Tribuna da Imprensa) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raquel Filgueira Cabral

Agora chegou a hora do fanastrão aplicar a ''lei'' que nesse país em sua maioria é só para beficiar uma pequena minoria. Ô país de muitas injustiças! Cadê que o Sr. Jarbas defende essa bandeira... É muito polêmica e os meios de comunicação não apoia e é controlado por quem? Só demonizão a causa do MST

S. C. B. M.

SR. GILMAR, BASTA QUE SE CUMPRIR A LEI, E O BRASIL LHE AGRADECE.CHEGA DE TANTA FALCATRUA COM O DINHEIRO PÚBLICO (NOSSOS IMPOSTOS).ENQUANTO A SAÚDE ENCONTRA-SE NO ESGOTO.

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

Sr. Gilmar Mendes, não adianta só falar , V. Exª, tem instrumento para coibir, então use, não seja omisso, o STF, a corte suprema da nação, também não age, só falar, eu também sei falar, Jandilson


IPTU Cabo

27/02


2009

Em nota, MST "repudia" violência no campo

 Após a morte de quatro seguranças no município de São Joaquim do Monte, no agreste de Pernambuco, no último sábado, a direção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem terra (MST) divulgou nota de esclarecimento ontem em que ''repudia a violência como solução para os conflitos no campo''. Reafirma que o que ocorreu em Pernambuco foi motivado por legítima defesa dos trabalhadores e reivindica a ''desapropriação imediata'' das fazendas Consulta e Jabuticaba. Na nota, o MST frisa que ''conforme já comprovou o Incra, elas são improdutivas e não cumprem sua função social''.

Não é o que afirma o superintendente do Incra em Pernambuco, Abelardo Siqueira. Segundo ele, a Fazenda Consulta não é mais passível de desapropriação, porque sua a área foi dividida, em cartório, por quatro herdeiros e se tornaram propriedades de médio porte. Segundo ele, também há indícios de que a área é produtiva, com criação de gado.(Tribuna da Imprensa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Decimo Terceiro

27/02


2009

Rainha: "Denúncia é porque assentados votam em Dilma"

 José Rainha, que é citado de passagem no levantamento inicial da Procuradoria da República sobre desvio de verbas públicas para o movimento dos sem-terra, disse ontem que não teme ser investigado pela Polícia Federal e que o montante das verbas repassadas é insignificante. ''É uma merreca, se comparada aos R$ 50 milhões que o governo federal repassou para o Itesp (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo) nos últimos dois anos'', afirmou. ''Acho que o Ministério Público deveria investigar também onde o Itesp gastou esse dinheiro, pois aqui no Pontal não foi.''

Segundo Rainha, a denúncia de irregularidades nas contas das entidades teve motivação política. ''O pano de fundo de tudo isso é o fato de que, em 2010, todos esses assentados vão votar na ministra Dilma (Rousseff), a candidata do Lula.''

Segundo ele, não há nada irregular com as prestações de conta. ''Estão tentando é barrar o projeto do biodiesel porque é um projeto do governo Lula. O secretário Marrey (Luiz Antonio Marrey, da Justiça) disse que não dará verba, mas os assentamentos são do Itesp, da Secretaria dele. São 5.500 famílias que ele deixa de assistir. Isso nos obriga a ir buscar dinheiro do governo federal.''    (Informações da Tribuna da Imprensa Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

Esse Canahlha ja deveria ter sido aniquilado, ele e o stradile.


acolher

27/02


2009

PF investiga desvio de dinheiro público por sem-terras

 A Polícia Federal em Presidente Prudente vai abrir inquérito para investigar "eventual desvio de verbas públicas", repassadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário para organizações não-governamentais ligadas aos sem-terra. O dinheiro deveria ter sido destinado a programas voltados para a produção de biodiesel em assentamentos da reforma agrária naquela região, mas pode ter sido destinado para outras atividades.

Suspeita-se que teriam sido forjadas notas fiscais frias de transporte e alimentação para justificar os gastos. Não se sabe o valor exato das dezenas de repasses. Sabe-se, porém, que apenas três deles - os três mais visados pela investigação - mobilizaram R$ 3,5 milhões.

O inquérito da PF vai focar, inicialmente, três projetos sobre os quais recaem as maiores suspeitas. Eles foram firmados por duas entidades ligadas a José Rainha - o líder dos sem-terra na região do Pontal, ex-integrante do Movimento dos Sem Terra (MST). (Tribuna da Imprensa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/02


2009

Deputado prepara discurso anti-Jarbas na Câmara

Blog de Josias de Souza
Velho adversário de Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) na política pernambucana, o deputado Silvio Costa (PMN-PE) decidiu chamar o senador para a ‘briga’.

 

Em telefonema a Michel Temer (SP), presidente da Câmara e do PMDB, Silvio Costa pediu horário para discursar da tribuna na próxima semana.

 

Afirma que vai “mostrar quem de fato é o senador” Jarbas Vasconcelos. Acusa-o, por exemplo, de ter feito caixa dois no início da década de 90.

 

Nessa época, Silvio Costa era vereador no Recife. E já se estranhava com o prefeito Jarbas.

 

Depois, eleito deputado estadual, Silvio Costa integrou-se na Assembléia Legislativa pernambucana à bancada que fazia oposição ao governador Jarbas.

 

Agora, a bordo de um mandato de deputado federal, Silvio Costa pega em lanças contra o senador Jarbas.

 

Os primeiros tiros do desafeto foram disparados num instante em que Jarbas se encontra em Lisboa.

 

Coube ao também deputado federal Raul Henry (PE), secretário-geral do PMDB de Pernambuco, sair em defesa de Jarbas.

 

Segundo Henry, Costa move-se por encomenda. Estaria a serviço dos opositores de Jarbas na política pernambucana, à frente o governador Eduardo Campos (PSB).

 

Aliado incondicional de Jarbas, Henry diz que Costa “não faz outra coisa em seu mandato que não seja prestar serviço fazendo trabalho sujo”.

 

“Silvio Costa é conhecidamente um político irresponsável e leviano”, disse Raul Henry. “Ele está desqualificado para esse debate [sobre ética]...”

 

“...Tenta atingir moral e pessoalmente o senador Jarbas. Não vamos entrar nesse debate com ele. Ele não merece entrar nesse debate”.

 

Silvio Costa não se deu por achado: “Lamento que o deputado Raul Henry tente explicar o inexplicável...”

 

“...Não fiz nenhuma acusação no campo pessoal ao senador Jarbas. Fiz apenas uma releitura do passado do senador...”

 

“...Proponho ao deputado Raul Henry que fiquemos no debate político. Mas, se ele quiser ir para o campo pessoal, eu jogo qualquer jogo com ele”.

 

Em Brasília, Silvio Costa é fiel soldado do consórcio partidário que dá suporte congressual a Lula. Pega em lanças, sobretudo, nas CPIs.

 

Na CPI dos Cortões Corporativos, por exemplo, foi um dos mais ferrenhos defensores do Planalto e da ministra Dilma Rousseff.

 

Ao manifestar o desejo de ocupar a tribuna da Câmara na semana que vem, Silvio Costa tenta empanar um discurso anticorrupção que Jarbas fará no Senado.

 

A favor do senador pesa um fato: não há vestígio de processo judicial ou de ação do ministério público que tenha Jarbas Vasconcelos como réu ou acusado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

O pior que um homem pode ser, é pau mandado, ser capacho, ser vulgar , ser imbecil, esse deputadinho, e seu e seu João Lindu, eu não sei como filhos deles ainda chaman ele de Pai, pois devem ficarem envergonhados com essas atitutdes, sejam homens em vez de MOLEQUES DE RECADO

Pedro Araújo

Sílvio Costa quer falar do passado de quem? Esse senhor pensa que a vida dele é como um quadro negro? que passa uma esponja e apaga seu passado? Lembra dos anos 90 deputado? lembra das suas dívidas com um cidadão de sobre-nome Valadares? aquilo alí diz quem és, cala-te enquanto é tempo.

marcos

Tem jeito não, esse DEPUTADINHO sem vergonha, pau mandado e mau carater é uma vergonha pra PE. cALA TUA LATRINA IMBECIL

sergio de araujo barbosa

SUGESTÃO: O DEP RAUL H DEVERIA COMENTAR E PROCESSAR O ARTIGO DO JORNALISTA BIONE, ALIAS VOCÊ TAMBÉM, NELE É POSSÍVEL RESTABELECER TODA A VERDADE OU MENTIRA SOBRE O NOSSO nobre senador. ABS, MAGNO

Raffiê Dellon

E tem mais, todos aqui sabemos, que seu filho, o silvo costa filho, na pasta da secretaria de turismo do estado é outro atraso.. Resumindo tudo, tal pai, tal filho!..


Cúpula Hemisférica

26/02


2009

Ministro: "Lula é especialista e não faz propaganda"

 Após negar o uso eleitoral do encontro de prefeitos promovido pelo governo federal, o ministro José Antônio Toffoli (Advocacia Geral da União) descartou nesta quinta-feira a hipótese de recomendar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ter mais cautela, evitando assim novas ações da oposição. Segundo Toffoli, Lula é o maior especialista de direito eleitoral do país.

"Ninguém no país conhece mais o direito eleitoral do que o presidente Lula, que já participou de cinco campanhas presidenciais. O presidente Lula mais do que ninguém conhece direito eleitoral. [O presidente Lula] sabe o que pode e o que não pode fazer. O presidente Lula não fará nenhum tipo de propaganda durante seu governo", disse Toffoli.

Ao ser questionado se apesar dos conhecimentos de Lula, Toffoli pretende orientá-lo para evitar acusações da oposição. O ministro negou que pretenda fazer recomendações ao presidente da República. "[O presidente Lula] sabe mais do que eu, como vou orientá-lo?", reagiu.

Para oposição, as menções de Lula a Dilma significam antecipação de campanha eleitoral. Mas Toffoli afirmou que essa acusação da oposição, na prática, favorece à ministra.

"Aliás a oposição acaba é ela fazendo campanha da ministra Dilma, quando dá esse enfoque", disse Toffoli. Em seguida, ele defendeu a colega. "A ministra está fazendo ações de governo, ela coordena o principal programa de governo, que é o PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], portanto está fazendo o ato de governo, que é o gerenciamento do PAC."

Repetindo o raciocínio do ministro José Múcio Monteiro (Relações Institucionais), Toffoli reiterou a defesa do governo. "Se fazer ato de governo é fazer campanha eleitoral, teria então de parar o governo. Então, como disse o ministro Múcio, teríamos governo funcionando em ano ímpar e governo não funcionando em ano par", disse. (Folha Online) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Roberval Dias de Oliveira Sobrinho

Mas são um bando de descarados mesmo, do presidente Luladrão, passando pela ministra Dilma Não Serve até esse tal ministro e outros picaretas da era petista. Uma vergonha mesmo esse país

Raffiê Dellon

O que resumiria esse descaso do governo lula, é o fato da grandiosa mentira, sobre o custo que o evento arcou. Lula atraso do Brasil, lula atraso de Pernambuco!.


Prefeitura de Serra Talhada

26/02


2009

Polícia concluíu inquérito sobre a morte de advogado

 A polícia paraibana concluiu nesta quinta-feira (26) o inquérito que apura o assassinato do vice-presidente estadual do PT de Pernambuco, o advogado Manoel Matos. Cinco pessoas foram indiciadas.

Das cinco pessoas indiciadas pela polícia paraibana, quatro estão presas. O único foragido é Sérgio de Souza Azevedo. Entre os presos estão Cláudio Roberto Borges, suspeito de planejar o assassinato, e seu irmão José Nílson Borges, dono da arma usada no crime.

Além deles, também estão detidos José da Silva Martins, que teria atirado no advogado, e o acusado de ser mandante do crime, o policial militar Flávio Inácio da Silva, que está no Batalhão da PM em João Pessoa. Todos tiveram a prisão preventiva decretada e devem ficar detidos na Paraíba até o julgamento.


CRIME

Manoel Mattos foi morto na noite do dia 24 de janeiro, quando bebia com parentes e amigos  em Pitimbu, no litoral da Paraíba. Ele foi assassinado por dois homens encapuzados, com um tiro no peito e outro na cabeça.

O advogado foi testemunha na CPI que investigou a existência de grupos de extermínio no Nordeste de 2003 a 2005, e recebia ameaças há quatro anos. Ele chegou a receber escolta da Polícia Federal (PF). De acordo com a PF, a proteção deixou de ser feita porque Manoel Mattos desobedecia às ordens de segurança.(Portal pe360graus)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

REVERENDO

TEM QUE INVESTIGAR!!!!!!!!!!!!


Prefeitura de Limoeiro

26/02


2009

MST justifica mortes em PE como legítima defesa

 O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) divulgou nota, nesta quinta-feira, alegando legítima defesa nas quatro mortes ocorridas no último sábado, na zona rural de São Joaquim do Monte, no Agreste de Pernambuco. Segundo o MST, pistoleiros e milícias armadas rondavam dois acampamentos nas fazendas e os sem-terra "tiveram de recorrer para evitar mais um massacre".

Segundo o MST, os pistoleiros entraram armados no acampamento Consulta, depois de reocupado pelas famílias, e passaram a agredir um trabalhador, até levá-lo ao chão. "Um dos pistoleiros chegou a sacar uma arma para atirar, e foi nesse momento que os acampados reagiram, em legítima defesa. No desfecho da situação, quatro pistoleiros morreram e um trabalhador foi baleado. A Polícia Militar foi chamada para registrar a tentativa de massacre, e prendeu dois Sem Terra sem averiguar a denúncia feita pelas famílias", diz a nota.

No comunicado, o movimento solicita a "defesa da vida das famílias acampadas e a desapropriação imediata das duas fazendas, que, conforme já comprovou o Incra, são improdutivas e não cumprem sua função social".(Portal Terra)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

suricato

Mas é de uma desfarçatez tremenda essa.Quer dizer que sujeito invade minha propriedade , armado,e isso prova que já estão mal intencionados e alegam LEGÍTIMA DEFESA?Esses bandidos já não tem mais o que iventar .

Pedro Batista Filho

Ñ tem essa de "Se fosse o contrário", se estiverem errados têm é q ser punidos, assim como devem ser fazendeiros mandantes de crimes. Assassinato é assassinato, ñ importa quem o pratique, se ñ foi em legítima defesa, cadeia neles.

francisco sales

a pergunta é : e se fosse o contrário ?


Banner de Arcoverde

26/02


2009

TRT convocará Embraer para audiência

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas (SP) vai convocar a direção da Embraer para uma audiência de conciliação na próxima quinta-feira com os representantes dos trabalhadores da empresa, que demitiu na semana passada 4.270 funcionários por carta. A assessoria de imprensa do TRT-Campinas informou que até amanhã o presidente da instituição, desembargador Luis Carlos Candido Martins Sotero da Silva, julgará se aceita um pedido de liminar movido pela Força Sindical e Conlutas, solicitando a reintegração dos empregados dispensados até que ocorra a reunião no TRT.

Se a liminar for deferida pelo presidente do TRT-Campinas, os 4.270 trabalhadores voltarão a ser funcionários da Embraer. Caberá à audiência de conciliação tentar encontrar uma solução satisfatória para os trabalhadores e a empresa. Se não for firmado um acordo no encontro da próxima semana, o caso irá para julgamento por uma sessão de dissídio coletivo, que poderá ocorrer duas semanas depois e contará com 12 desembargadores do TRT. (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/02


2009

Parlamentares querem criar movimento contra a corrupção

As críticas à classe política feitas pelo senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) em entrevista à revista Veja da semana passada não devem cair no esquecimento. É o que promete um grupo de parlamentares articulado pelo senador que quer criar um movimento para debater a desmoralização da política e combater a corrupção. As diretrizes e os objetivos do grupo serão traçados numa reunião na próxima terça-feira, dia 3, em Brasília.

 

De acordo com o deputado federal e integrante do grupo, Raul Henry (PMDB-PE), a idéia de formar o grupo surgiu dos próprios parlamentares que procuraram o senador Jarbas para repercutir a entrevista. “Não queremos deixar esse assunto morrer com  a entrevista. Vários parlamentares que procuraram o senador pediram para que a entrevista fosse o início de um movimento para levantar esse tema, porque a sociedade quer debater essa desmoralização da política que fragiliza a democracia e as instituições”, explicou.

 

Questionado se a formação do grupo poderia ganhar conotação eleitoral, já que o nome de Jarbas foi ventilado para compor a vice na chapa presidencial do tucano José Serra, nas eleições de 2010, Raul Henry descartou a hipótese, alegando que a composição do movimento é suprapartidária e que ele está sendo formado num ano não-eleitoral. “Estamos apenas reunindo pessoas que querem trabalhar com um movimento nessa direção”, disse. (Pernambuco.com) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

É um tal de mexe, mexe...em que tudo muda para não p.... "nienta"...É como falar: TUDO COMO ANTES NO QUARTEL DE ABRANTES. - Por falar em Abrantes, Jarbolas se encontra em Portugal cuidando do seu patrimônio d''além mar, com sócios portugueses com interesses em Pernambuco, em Porto de Galinhas...

Francisco Antonio Ramos

Jarbas lançou a semente para o nascimento de um novo partido. Quem viver verá.

fernando gordinho

este movimento precisa ser maior que um smiples discurso contra a corupição, precisa ser um movimento a favor da transparencia e contra todo sistema que levar a corupição. precisamos para de ser demagogos e criarmos um sistema que possar para de vez com a em moralidade.

Roberval Dias de Oliveira Sobrinho

Ô meu Deus, ninguém entende esse povo, se o senador Jarbas estivesse metido em corrupção, seria pau em Jarbas, se querem criar essa frente (que diga-se de passagem é uma maravilha para o país) é pau em Jarbas também..ô povinho..mas isso é a cara da esquerdinha medíocre e imcompetente do nosso Estado

Ivan Câmara de Andrade

Deu no Painel da FSP de hoje: Uma ala do PMDB desencava munição contra o correligionário Jarbas Vasconcelos, segundo quem "boa parte" do partido "quer mesmo é corrupção". Um dos casos a ser resgatado é a CPI da Queiroz Galvão, que nos anos 90 investigou doações a Jarbas quando prefeito de Recife.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores