Blog do Magno
"Os bastidores do poder e da política em primeira mão"
Jaboatão Refis

Coluna da quinta-feira

Turbulências na disputa proporcional

A batalha nos bastidores por uma vaga na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa de Pernambuco provoca efeitos nas campanhas das chapas majoritárias pelo Governo do Estado e Senado. Considerada uma das disputas mais acirradas dos últimos tempos, os candidatos proporcionais têm dado mais prioridade às suas respectivas campanhas e isso vem incomodando os majoritários.

Estes, por sua vez, ao não empolgarem o eleitorado, estão causando o chamado “efeito caranguejo”, puxando a votação dos proporcionais para baixo das metas de cada partido e federação. O PSB, do candidato a governador Danilo Cabral, iniciou a campanha entusiasmado com a possibilidade de eleger de cinco a seis deputados federais.

Mas a soma, na conta de alguns socialistas, já caiu para três a quatro cadeiras, no máximo, tendo em vista que a chapa majoritária está patinando nas pesquisas de opinião pública e isso implica em perda de votos para os proporcionais no curso da campanha. O cálculo serve também para quem disputa uma vaga de deputado estadual.

A entrada de última hora de Luciano Bivar como candidato a deputado federal pelo União Brasil mexeu no tabuleiro eleitoral do candidato a governador Miguel Coelho, até então preocupado com os seus índices de crescimento junto ao eleitorado, mas navegando em águas tranquilas na gestão de sua chapa proporcional.

O movimento inesperado de Bivar na disputa criou mal-estar inesperado, porque pode atingir as pretensões de dois nomes de peso na aliança: Fernando Filho e Mendonça Filho, mesmo estando com seus praticamente assegurados. A tucana Raquel Lyra, igualmente, está sendo obrigada a administrar burburinhos indesejáveis envolvendo o candidato a deputado federal à reeleição Daniel Coelho.

Os concorrentes de sua chapa proporcional têm reclamado da candidata “preferência exagerada” para reeleger Coelho e “abandono” aos demais. Em troca, estão fazendo “corpo mole” para propagar o nome de Raquel nas ruas. Os ruídos nas campanhas de Anderson Ferreira e de Marília Arraes ainda não foram detectados até o momento.

Provavelmente, porque as duas candidaturas iniciaram a campanha sem muitas expectativas em relação à disputa proporcional. Mas na medida em que a campanha avançar, sobretudo com o início do guia eleitoral, no próximo dia 26, essa aparente calmaria tende a sofrer turbulências.

Incomodado – O ex-presidente Lula (PT) observou o presidente Jair Bolsonaro (PL) “muito incomodado” durante a posse do ministro Alexandre de Moraes, na presidência do Tribunal Superior Eleitoral, terça-feira passada, por causa do discurso em defesa do processo eleitoral e da democracia. “Bolsonaro estava muito incomodado porque ele ouviu tantas vezes a palavra democracia, tantas críticas ao autoritarismo, tantas críticas às fake news, que ele estava muito incomodado”, disse.

Travessia penosa – O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (União Brasil), não se deu bem na travessia do palanque de Miguel Coelho para Marília Arraes. A mais prejudicada foi a sua esposa Socorro, que tenta voltar à Assembleia Legislativa. Perdeu o apoio da prefeita de Trindade, Helbinha Rodrigues; dos ex-prefeitos Brivaldo Alves e Túlio Alves, de Bodocó; do ex-prefeito de Serrita, Carlos Cecílio, além do Doutor Diego, que disputou a Prefeitura de Tupanatinga, no Agreste. Calculam, por baixo, algo em torno de 15 mil votos jogados pela janela. 

Deus em vão – O candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) se manifestou sobre as divergências de narrativas entre Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre religião. Ele usou um post de Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, para afirmar que os adversários “estão se tornando iguais” ao usarem o nome de Deus “em vão”. Na publicação da deputada, lê-se a frase “Bolsonaro usa Deus, Deus usa Lula!”. O tom religioso tem sido frequente na campanha de reeleição do atual mandatário, principalmente por meio da figura da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Fim da máscara – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou por unanimidade, ontem, a suspensão da obrigatoriedade do uso de máscara facial em aeroportos e aeronaves do Brasil. A proteção compulsória foi implementada em dezembro de 2020, auge da pandemia do coronavírus no País. O entendimento é de que a máscara facial ainda é recomendável em espaços públicos como aeroportos e aeronaves, mas não mais obrigatória. Assim, ela passa de uma medida de saúde coletiva para um “compromisso de responsabilidade individual”, segundo os técnicos.

Afogados dividida – O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, não conseguiu unir a sua tropa em apoio ao candidato do PSB ao Governo do Estado, Danilo Cabral. Também ex-prefeito, Totonho Valadares, cujo filho Daniel é vice-prefeito de Sandrinho, sucessor de Patriota, preferiu apoiar Marília Arraes. Para o Senado, apoia André de Paula, enquanto Patriota e o prefeito vão de Teresa Leitão (PT).

CURTAS

NO DEBATE – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve participar do 1º debate presidencial organizado em conjunto pela Band, Folha de S.Paulo, TV Cultura e UOL, que será realizado em 28 de agosto. A informação foi confirmada pela assessoria do petista ao Poder360. Entretanto, bastidores da campanha dizem que ainda é necessário acertar detalhes para a participação do candidato.

SEGURANÇA – O candidato do Partido Liberal (PL) ao Governo de Pernambuco, Anderson Ferreira, participou, ontem, de um encontro com representantes de entidades que representam policiais científicos. Na agenda do seu segundo dia de campanha, Anderson afirmou que a segurança pública precisa de investimento em tecnologia.

Perguntar não ofende: A renovação na bancada federal de Pernambuco passa dos 50%?

A Polícia Federal afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o presidente Jair Bolsonaro cometeu incitação ao crime ao associar a vacina contra a Covid-19 ao risco de desenvolver Aids. A relação que o presidente fez não corresponde à verdade. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e outras autoridades de saúde já esclareceram que as vacinas não trazem doenças. Pelo contrário, evitam contaminação.

Bolsonaro fez a associação falaciosa entre vacina da Covid e risco de desenvolver Aids em uma live nas redes sociais no dia 21 de outubro do ano passado. No relatório enviado ao STF, a PF escreveu que a conduta de Bolsonaro levou os espectadores da live a descumprir normas sanitárias estabelecidas pelo próprio governo. Nesse caso, tomar a vacina.

A delegada Lorena Lima Nascimento, responsável pelo caso, pediu autorização do STF para indiciar Bolsonaro e o ajudante de ordens tenente Mauro Cid, que ajudou o presidente produzir o material divulgado na live. No Código Penal, incitação ao crime é conduta ilegal que pode dar prisão de três a seis meses.

Bolsonaro citou na live supostos relatórios oficiais do Reino Unido. Para a PF, o presidente “disseminou, de forma livre, voluntária e consciente, informações que não correspondiam ao texto original de sua fonte, provocando potencialmente alarma de perigo inexistente aos espectadores”. A PF pede ainda que seja autorizada a tomada de depoimento de Bolsonaro.

A chapa majoritária encabeçada pela candidata ao Governo de Pernambuco pelo Solidariedade, Marília Arraes, recebeu, na tarde de hoje, uma importante adesão. O grupo “Panelas é pra Já”, que faz oposição a atual gestão municipal, declarou apoio a Marília. Anteriormente, as lideranças estavam no palanque de Raquel Lyra.

O encontro para oficialização do apoio aconteceu no Recife e contou com a participação do empresário Jackson Alexandre, do vice-prefeito Genilson Lucena; dos vereadores Pierre Logan, Mano de Boca Da Mata, Joelmo do Alfaiate e Testinha; dos ex-vereadores Mica e Everaldo Cordeiro e dos suplentes Karine Rodrigues, Gleice e Jorge Alves.

“O nosso objetivo é apresentar a população candidatos que assumam de fato o compromisso de nos ajudar a socorrer Panelas, que diante de uma gestão omissa, vê seus índices de pobreza aumentarem, nós apresentamos o nosso projeto e de pronto a candidata Marília assumiu o compromisso de nos apoiar nesta luta”, afirmou o empresário Jackson Alexandre, líder do grupo de oposição.

Mesmo com um aparato policial cedido pelo Governo do Estado para o super show do cantor João Gomes, hoje, no Marco Zero do Recife, o blog recebeu registros de assaltos e arrastões no local do evento. Os tumultos aconteceram em praticamente todas as ruas que dão acesso ao Marco Zero, em um dos vídeos, é possível ouvir disparos efetuados pela polícia para dispersar a multidão. Segurança zero.

Toritama Exemplo de Educação

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) retirou, hoje, a obrigatoriedade do uso de máscaras em aeroportos e aeronaves. A agência segue recomendando o uso nesses ambientes.

O uso de máscaras em aviões e aeroportos era exigido desde 2020. A retirada da obrigatoriedade passou a valer no começo da noite desta quarta, quando a resolução da Anvisa foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

A diretoria da agência – o relator, Alex Machado Campos, e os diretores Daniel Pereira, Rômison Rodrigues Mota, Meiruze Sousa Freitas e Antônio Barra Torres – foi unânime ao votar pela retirada da regra.

Segundo a agência, o cenário epidemiológico atual permite que algumas medidas sanitárias sejam atualizadas, como o uso obrigatório das máscaras. No entanto, reforça que o uso de máscaras faciais e o distanciamento físico são medidas efetivas de mitigação do risco de transmissão da doença e continuarão a ser recomendadas.

“Diante do atual cenário, o uso de máscaras, adotado até então como medida de saúde coletiva, é convertido em medida de proteção individual”, diz o documento.

Em maio deste ano, a Anvisa liberou o serviço de bordo em aeronaves, mas manteve o uso de máscaras em aviões e áreas restritas de aeroportos. Na época, o retorno do uso da capacidade máxima para transporte de passageiros também foi autorizado. A Anvisa manteve as seguintes medidas:

  • Disponibilização de álcool em gel em aeroportos e aeronaves
  • Procedimentos de limpeza e desinfecção
  • Sistemas de climatização
  • Desembarque por fileiras
  • Avisos sonoros com adaptações, recomendando o uso de máscaras, especialmente por pessoas vulneráveis

Atualmente, países como Estados Unidos, França, Reino Unido e Portugal não exigem o uso de máscaras em aeroportos e aeronaves.

Belo Jardim

O piloto Ricardo Bandeira de Melo participará da quarta etapa do campeonato da categoria Turismo Light. Ricardo, que estreou em 2022, será um dos representantes do Estado de Pernambuco na competição e pilotará seu Fusca 1.600cc na cor Miami Blue. A corrida acontecerá no Autódromo Internacional da Paraíba, no próximo domingo (21), a partir das 9 horas.

Arcoverde IPTU prorrogado

Por Roberto Vieira

Desculpe, Clarice, nada tenho contra João. Nem conheço as músicas dele. Quer dizer, já ouvi duas músicas dele. Mas é que conheço teus livros e conheço a casa onde você viveu aqui em Recife que está caindo aos pedaços. Disseram que estão fazendo licitação para casa não cair. Que bom, né, Clarice?!

Mas aí me chega a notícia desse show no Marco Zero. Mais de três milhões de reais do Governo para o show de João. Desculpe, Clarice, mas será que não dava para gastar 1% dessa dinheirama em algum conserto para tua casa?

Não sei. Talvez a música de João seja mesmo mais importante que uma casa velha onde morou Clarice Lispector. Deve ser. Abraço fraterno, querida Clarice.

PS: Para muita gente você é mais importante. A gente só não tem a chave do cofre.

O show do piseiro João Gomes, que ocorre, neste momento, no Marco Zero, centro histórico do Recife, conta com apoio extravagante e abusivo da Prefeitura. O prefeito fechou o centro, impedindo o acesso de automóveis, o que gerou uma onda de protestos.

Não se sabe o que está por trás deste evento para a Prefeitura atrapalhar a rotina da população. O Governo do Estado, por sua vez, também exagerou na dosagem. Disponibilizou mais de 200 policiais para garantir a segurança do público.

O prefeito justifica o apoio sob o argumento de que o evento vai “divulgar o centro histórico, movimentar o turismo e a economia da região”, o que não é verdade. Promoveu até uma coletiva só para explicar o apoio à gravação do DVD do artista.

Apesar de já ter recebido altos cachês pelos shows realizados no Estado, de acordo com o portal da transparência da Prefeitura do Recife, não há nada oficial de apoio em relação à verba pública para o artista. Mas a estrutura montada chama atenção, até porque seus trabalhos foram coordenados pelo Gabinete do prefeito.

Do Estado, só neste ano, João Gomes já recebeu R$ 2.460.000,00 de sete prefeituras de Pernambuco. Dada a questão, a mobilização que o espetáculo está causando na cidade e a presença de lideranças políticas no evento, como o prefeito João Campos, que fez questão de publicar um vídeo com o cantor em seu Instagram, fontes do blog opinaram que a situação se trata de um showmício para promover a imagem do PSB.

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi sobre o show milionário do cantor João Gomes no Marco Zero do Recife e a farra com o dinheiro público para promoção do evento. Vale a pena conferir!

Por Lara Calábria – especial para o Blog

A candidata do PSDB ao Governo do Estado, Raquel Lyra, participou, na tarde de hoje, da sabatina da Rádio Folha, no Recife. Ela falou sobre a sua trajetória política e respondeu perguntas relacionadas a infraestrutura, educação, desigualdade social, desenvolvimento econômico e políticas partidárias.

Um dos temas presentes no debate foi a mobilidade na Região Metropolitana. A tucana se comprometeu com a criação de soluções para os problemas do metrô do Recife, que atualmente enfrenta um sucateamento, faltando com os mais de 200 mil usuários que precisam utilizar o sistema diariamente.

“O transporte metropolitano precisa ser revisto. Duzentas mil pessoas usam o metrô por dia. Está sucateado, quebra todo dia e não tem qualquer projeto de expansão. No primeiro dia de governo, enviarei uma solicitação ao presidente da República para tratar de alguns temas, um deles é o metrô do Recife”, declarou.

No entanto, a candidata não resumiu a questão ao governo federal. “O que tem a ver com o povo de Pernambuco, tem a ver com o governador de Pernambuco. Uma revisão radical do plano de mobilidade, das integrações do sistema de transporte e com alinhamento dos modais, que são metrô e sistema de ônibus”, destacou.

Sobre políticas partidárias, Raquel respondeu sobre sua passagem pelo PSB e criticou o atual governador do estado. “Fui participante do PSB na época que as coisas aconteciam e todo mundo sente saudade, do tempo de Eduardo, quando Pernambuco realmente tinha um líder. Paulo Câmara é ausente dos principais temas do nosso estado, não fala sobre segurança, emprego, saúde pública, desde os municípios aos empresários”, disse.

O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira Totonho Valadares – uma das mais importantes lideranças do Sertão do Pajeú – declarou apoio à chapa majoritária da coligação Pernambuco na Veia, encabeçada pela candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes (SD). Militante histórico do PSB, Totonho deixou a legenda em 2016 depois de divergências com a cúpula estadual do partido. Ex-secretário de Agricultura do governo de Miguel Arraes, Totonho já havia declarado apoio à candidatura do presidente Lula no primeiro semestre de 2022.

Marília e o candidato ao Senado, André de Paula, enfatizaram a alegria de receber o apoio do ex-prefeito. “Ter Totonho Valadares ao nosso lado é muito bom. Ele esteve ao lado de Arraes. Conhece Pernambuco e a nossa gente é tanto que se afastou deste Governo porque sabe que a prioridade deles nunca foi o povo”, destacou Marília. “A capacidade de Marília de agregar pessoas e forças, mais uma vez trouxe para junto de nós, para o palanque do povo, uma liderança tão importante como Totonho Valadares”, completou André de Paula.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Pernambuco (Fecomércio-PE) realiza, nos próximos dias 23, 24 e 25 de agosto, sempre no horário das 10h às 11h, o I Debate com Candidatos ao Governo de Pernambuco, no auditório da Casa do Comércio, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Federação (www.youtube.com/FecomércioPernambuco).

As sabatinas serão comandadas pelo presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac PE, Bernardo Peixoto, com mediação da cientista política Priscila Lapa e da chefe da Divisão de Relações Institucionais (DRI) da CNC, Nara de Deus. A ideia é discutir as propostas dos 5 candidatos mais bem avaliados nas pesquisas com o eleitorado. Até o momento, Raquel Lyra, Danilo Cabral e Miguel Coelho confirmaram presença para os dias 23, 24 e 25, respectivamente. Os demais foram convidados, mas ainda não confirmaram participação nos debates. O evento é aberto para jornalistas e diretoria da Federação.

Além do debate, a Fecomércio-PE e a CNC entregarão a cada candidato a Agenda Institucional do Sistema Comércio e o documento regional do Projeto Vai Turismo, que, juntos, reúnem uma série de demandas e sugestões dos setores representados pelo Sistema Comércio. Entre os temas abordados pelos documentos destacam-se o Comércio Exterior, o Bem-estar Social, a Macroeconomia, a Educação, a Infraestrutura, os investimentos convergentes, o incentivo ao Turismo, a oferta qualificada e a Governança.

“Tanto a Agenda Institucional quanto o Movimento Vai turismo surgiram como uma forma do Sistema Comércio estar mais próximo dos Poderes Executivos e Legislativos, ajudando a criar e fomentar propostas que sirvam para fortalecer ainda mais o setor do comércio de bens, serviços e turismo. Além, também, de mostrar ao poder público, imprensa e sociedade os seus principais pleitos, principalmente pós-pandemia, onde tivemos um grande impacto negativo, tanto no âmbito local quanto no nacional. Por isso, queremos ouvir e debater as propostas dos candidatos ao Governo Estadual, mas também, em simultâneo, levar as deliberações e propostas dos setores que mais movem a economia local, tanto nos pequenos quanto nos grandes centros”, comenta Bernardo Peixoto, presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac.

Coluna do Blog

Programa Frente a Frente

TV Blog do Magno

Jaboatão Refis

Opinião

Apoiadores



Parceiros


Categorias