FMO

22/10


2006

Oposição cobra explicações para o caso "Lulinha"

 A oposição cobrou ontem do Palácio do Planalto explicações sobre denúncias de que o empresário Fábio Luís Lula da Silva, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sócio da empresa Gamecorp, estaria atuando no governo para defender interesses da Telemar, empresa de telecomunicações, e de uma produtora de vídeos.

Reportagem publicada pela revista "Veja" afirma que Fábio, o Lulinha, foi "acionado para defender os interesses da Telemar junto ao governo" e teria ligações com o lobista Alexandre Paes dos Santos, que foi alvo de investigações da PF.

A proximidade do poder justificaria, segundo a revista, o investimento de R$ 15 milhões que a Telemar fez na Gamecorp, empresa cuja sociedade Fábio divide com Kalil Bittar.

Para o coordenador da campanha do tucano Geraldo Alckmin, senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), tanto o presidente como seu filho devem explicações. "Essa questão tem de ser esclarecida. O presidente e seu filho deviam dar um amplo esclarecimento ao país. Não estou prejulgando, mas não compreendo a omissão."

Já o senador Heráclito Fortes (PFL-PI) ironizou. "Esse rapaz é um gênio, cuja genialidade só se manifestou após ele ter um pai na Presidência."

A Folha procurou a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, mas, até o fechamento da edição, não teve resposta.

Conforme a revista, os sócios Fábio e Kalil se reuniram em Brasília com o secretário de Direito Econômica, Daniel Goldberg, em três ocasiões diferentes, para "sondar que posição a SDE [Secretaria de Direito Econômico] tomaria caso a Telemar comprasse a concorrente Brasil Telecom -fusão que a lei proíbe ainda hoje".

Goldberg estava ontem em Bruxelas, para onde viajou a trabalho. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Justiça, órgão ao qual a SDE é subordinada, nos encontros, o assunto tratado foi a indicação de um escritório de advocacia e de uma consultoria em direito tributário para assessorar os sócios na condução dos negócios da Gamecorp.

A reportagem da revista afirma que, quando em Brasília, Fábio Luís e Kallil usavam as instalações de uma sala abrigada no escritório do lobista Alexandre Paes dos Santos, o APS.

Conhecido em Brasília, o nome APS ganhou dimensão nacional em 2001, quando uma de suas agendas, apreendida pela PF com ordem judicial, revelou indicações de que, por meio de lobistas, seriam pagas propinas a políticos.

APS não retornou recados deixados pela Folha na caixa postal de seu celular. À revista, ele confirmou que a dupla ocupava a sala, que lhes fora cedida a pedido da empresária Arlette Siaretta, do grupo Casablanca, um conjunto de empresas que se dedica principalmente à produção de filmes e eventos.

Segundo a revista, o objetivo de Siaretta ao se aproximar do filho do presidente era "abrir as portas do governo" petista, já que ela estava "carimbada" por trabalhos prestados ao PSDB.

A investida, sugere a revista, deu certo, pois a Casablanca "continuou tendo no governo petista a mesma participação que tinha no mercado nos oito anos dos tucanos, algo em torno de 50% de todos os contratos de filmes feitos para as empresas de publicidade que prestam serviço ao governo". Siaretta não atendeu a Folha.(Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

Essa revista não presta.Inventou o escândalo dos correios,o caso do caseiro,mensalão,sanguessuga e ainda disse que Lulinha,monitor de capivara no zoológico tem 15 milhões de reias!!! Vai inventar coisa assim no inferno.

guilherme alves

A ignóbil revitas não devia ser parametro da oposição. Pois suas reportagens deixaram de ser sérias desde o momento que perdeu o monopólio do livro didático que tinha no governo de FHC. Esse é o motivo da ira da Veja. E éw porque defende o livre comércio. Mamou oito anos.

Ivan Câmara de Andrade

A Veja, panfleto da candidatura Geraldo Alckmin, frustra na edição que chegou às bancas. A internet fervia de boatos sobre as bombas que ela detonaria a candidatura Lula. Deu chabu. A capa, sobre o filho de Lula, só contém denúncias requentadas.

Soraya da Cruz Plácido

Deixa o homem lá Rou... Deixa o homem lá RoU...

Ivan Câmara de Andrade

O faturamento da Abril entre o último orçamento do PNLD de FHC e o do ano que vem. Em 2004, as duas editoras de livros didáticos da Abril – Ática e Scipione – ocupavam o primeiro e o quarto lugar entre as maiores fornecedoras, totalizando contratos de R$ 128,7 milhões.


Versão Agreste Setentrional

22/10


2006

O "show" dos números nos debates eleitorais

 Para os candidatos que se enfrentam hoje em debate na TV, leiam as sábias palavras de Elio Gaspari: 

EREMILDO É UM idiota e adora debates eleitorais. Depois de assistir ao dueto Lula-Alckmin de quinta-feira, era outra pessoa. Instruído, foi à geladeira em busca de 8,3 cervejas a uma temperatura 7,5 inferior às da rodada anterior. Estimou que dentro de 125 minutos reteria apenas 1.345 ml, ou 46% da bebida ingerida. Graças a Lula e Alckmin, as cervejas do idiota nunca mais serão as mesmas.
Geraldo Alckmin é um dedicado mastigador de números. Pode cometer uma frase sem verbo, mas sempre que pode enfia uma estatística.
Lula brinca de cabra-cega com o singular e o plural, mas evitava o pernosticismo numérico. Afinal, é capaz de confundir 170 com 170 mil e dívida externa com dívida líquida.
Estimulado por um papelório constrangedor, "nosso guia" combateu Alckmin no campo da mastigação de estatísticas. Referiu-se a um "41 milhões de biodiesel" sem que se possa saber se falava de reais, toneladas ou dossiês. Ao recitatório de Alckmin contrapôs autoexaltação. Se tivessem feito um torneio para mostrar quem decorou mais números de telefones, daria na mesma. (Eremildo lembra de 12.)
À primeira vista, a mistificação numérica do debate é produto de um hábito de Alckmin e de uma tática de Lula. Na segunda vista é bem mais. Os dois caíram na numerologia porque não querem falar de coisa séria. Alckmin não perguntou nem Lula respondeu de onde veio o dinheiro do dossiê Vedoin. Alckmin não deu a menor pista de onde foram parar os R$ 200 bilhões da privataria tucana. Resolveram encenar o papel de candidatos de alto nível. Para evitar temas políticos capazes de dividir o eleitorado, recitaram números desconexos, apolíticos. Não se pode dizer qual foi o melhor, mas pode-se garantir que os dois pensam que são espertos. Como Eremildo sabe que é um idiota, não se incomoda.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

Lula disse no debate que é preciso "rememorizar a cabeça"Ainda hoje tô matutando pra saber o que isso quer dizer.É um nível muito alto.

roberto lima

A expressão "NOSSO GUIA" era usada pelos alemães ao se referir ao ditador Hitler, que em alemão fica " UNSERER FÜHRER" . Qualquer semelhança deve ser mera coincidência, claro.


Versão Sertão Central

22/10


2006

Acidente mata motorista da campanha de Eduardo

Morreu, ontem, num acidente de carro, em Custódia, no Sertão do Estado, a 400 km do Recife, o motorista Ernesto Mariano, 33 anos, que trabalhava na campanha do candidato a governador de Pernambuco pelo PSB, Eduardo Campos.

Ao ser informado da tragédia, em plena carreata do Recife para Olinda, Eduardo suspendeu imediatamente o evento. Amigo de Eduardo há muito tempo, Mariano saia de Custódia em direção ao Recife, ontem de manhã, quando perdeu o controle do carro e capotou.

Ainda chegou a ser socorrido numa UTI aérea para o Recife, mas na altura de Belo Jardim teve uma parada cardíaca e morreu. ''Eduardo suspendeu a carreata e foi prestar solidariedade à família, tendo ficado bastante abalado'', disse o jornalista Evaldo Costa, assessor de Imprensa da campanha.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

PORQUE CAPOTAMENTO SEU IMBECIL... NÃO SE DÁ POR MERO ACASO... E POLÍTICO QUE ABANDONA OS SEUS... É REGRA...OU VC NÃO SABIA DISSO...?

Flávio Zimmerman

Como esse sujeito - o tal "Drácula" - pode fazer um comentário de meu gosto desse? Não sabe como se deu o acidente, não sabe se quem morreu estava dirigindo, não sabe o grau de amizade entre ele e Eduardo - a mãe do falecido é cozinheira de Eduardo, há mais de 20 anos - enfim, cala a boca Drácula!

Soraya da Cruz Plácido

Sensibilizada me solidarizo com a perda de um ser...

Drácula

Sentimentos à família... e que ela não seja abandonada por quem mandou ele correr para não se atrasar....

caca di serrat

meus sentimento a familia imludade meu do deputo estadual sebastiao oliveira jr a familia


Versão Agreste Central

22/10


2006

Um "Coelho" sem patrimônio na Câmara Federal

 Na reportagem da Folha de S.Paulo, também foi identificada a bancada dos ''sem patrimônio''. São parlamentares que apresentaram motivos variados para não registrarem bens em seus nomes, nos seus dados cadastrais eleitorais. Da bancada federal de Pernambuco, apenas um parlamentar eleito foi citado nesta condição: Fernando Bezerra Coelho Filho, que segundo a Folha, por ter 22 anos, ''ainda mora na casa do pai, o atual prefeito de Petrolina, Fernando Bezerra Coelho (PSB)''. Fernando se disse dependente dele. ''Esse é meu primeiro emprego. O carro que dirijo, por exemplo, é do meu pai'', disse o parlamentar ao jornal paulista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

Tem calma, ele vai começar a fazer o patrimônio agora.Primeiro mandato.

Drácula

O POVO CRUEL, ESSE DE PERNAMBUCO....MANDAR ESSE POBRE COELHINHO PARA OS ABUTRES NA CÂMARA FEDERAL??? VCS NÃO TEM CORAÇÃO MESMO HEIM????



22/10


2006

Mais detalhes sobre a bancada milionária da Câmara

  Na principal reportagem da Folha de S.Paulo, que mereceu a manchete do jornal, foi apresentado um levantamento dos novos parlamentares que entraão para a Câmara e declaram ter um patrimônio superior a R$ 1 milhão. No geral, a Folha informa que agora, de cada três deputados, um é milionário. Ao todo são 513 deputados na Câmara  e 165 declararam ter patrimônio superior a R$ 1 milhão. Ainda segundo a folha, o patrimônio médio do parlamentar eleito também aumentou: foi de R$ 2,2 milhões para R$ 2,5 milhões. "No total, os 513 parlamentares têm juntos R$ 1,2 bilhão -R$ 128 milhões a mais que os eleitos para a Câmara há quatro anos", informa o jornal paulista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

helenosilva

foi entao o caso de severino cavalcanti.faltou dinheiro.

milton tenorio pinto junior

José Mendonça com certeza está nessa lista. O BNB que aguenta os trancos!!!!!!

Drácula

ÔPA É A "SELEÇÃO " NATURAL DO ELEITOR... QUE SE VENDE POR CSTAS BÁSICAS ETC E TAL..OK?

Flávio Zimmerman

Nada de novo nesta abordagem da Folha. A tendência é que, a cada eleição, os mais ricos saiam vitoriosos. Só candidatos com grande patrimônio ou com apoio de grandes empresas podem chegar à Câmara Federal - salvo raras exceções. É a "seleção natural" da política.


Versão Sertão de Itaparica

22/10


2006

CPI também quer ouvir Dirceu e Carvalho

  Em Brasília, o Correio Braziliense também deu destaque para o interesse da CPI das Sanguessugas, em ouvir o ex-ministro José Dirceu e o chefe de gabinete do presidente, Gilberto Carvalho sobre o envolvimento deles no episódio do dossiê. "Sub-relator da CPI dos Sanguessugas apresenta amanhã requerimento para convocação (...) Eles terão que explicar os contatos telefônicos feitos com Jorge Lorenzetti, o suposto articulador do dossiê," informa o jornal. 

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Flamac - 2

22/10


2006

Dirceu e Carvalho na mira da Polícia Federal

 O Estado de S.Paulo foi o único dos grandes jornais do país a destacar neste domingo, o escândalo do dossiê em manchete. "O secretário particular do presidente Lula, Gilberto Carvalho, e o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu estão na mira da Polícia Federal. Como o rastreamento telefônico flagrou contatos de ambos com Jorge Lorenzetti, um dos mentores da trama do dossiê Vedoin, a PF quer convocá-los para depor. Carvalho e Dirceu não foram grampeados, por isso a PF não sabe do teor da conversa com Lorenzetti, mas seus números telefônicos aparecem no histórico das chamadas do petista," informa o Estadão em sua chamada de capa. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Mobi Brasil 4

22/10


2006

"Ninguém entende o eleitor brasileiro", diz o JB

  O Jornal do Brasil neste domingo faz uma análise do eleitor brasileiro e o seu humor diante das urnas. Mostra por exemplo, que no primeiro turno, Geraldo Alckmin (PSDB) teve mais votos em São Paulo do que o candidato a governador, José Serra (PSDB). Também aceita passivamente uma aliança política entre Lula e Sarney e encarou normal Collor apoiar o presidente e candidato à reeleição. De quebra, cinco candidatos a governador saíram perdendo a eleição no primeiro turno, mas conseguiram virar o jogo no segundo e estão liderando as pesquisas de intenção de votos. Essa instabilidade do eleitor, lembra o JB, tem tirado o sono de cientistas políticos e marqueteiros nesta campanha.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos Eduardo Vilar

Isso é falta de ideologia política. Ninguém vota por uma linha partidária, os votos são nas pessoas que conseguem fazer o melhor "teatro" isso pode ser visto claramente quando Jarbas é eleito senador facilmente, Lula ganha presidente e agora Eduardo leva o governo apesar de mendonça ser continuidade

Bruno Medeiros

Será instabilidade do eleitor ou dos institutos de pesquisa? Exemplo: como uma pesquisa pode apontar uma vitória fácil do candidato Paulo Souto (PFL) na BA, mas nas urnas é o adversário, Jaques Wagner (PT), que ganha fácil no 1º turno. Será mesmo que os eleitores mudaram de opinião nas urnas?

Drácula

NEM ISSO IRANIA.... EU DIRIA QUE SÃO OS SUJEITOS QUE GANHAM A VIDA..... TENTANDO ENTENDER A VIDA DOS OUTROS... SÃO MEIO PSICÓLOGOS... COM UMA PITADA DE DE SAFADEZA.. PORQUE POLÍTICA SEM SAFADEZA....É COMO CORNO SEM ALMA....HAHAHAHAHAHAHAHA

irania Olivia Benicio

Marqueteiros são sujeitos portadores de sorte relativa, quanto aos "cientistas políticos" esses não existem. Como dizia Trancredo Neves: "fato político é como nuvem, muda a cada instante...". Como fazer ciência com este valor? Estão mais para adivinhos...! Não seriam só sociólogos?


Banner - Hapvida

22/10


2006

Cenário de prosperidade dos candidatos é balela

 O Globo informa neste domingo, que o próximo presidente da República, seja quem for, terá que sair cortando logo de cara nas contas públicas, o montante de R$ 5 bilhões. O arrocho, que contradiz com o discurso de prosperidade para o próximo ano prometida por ambos os candidatos, ocorre em função de que a proposta de orçamento que o presidente Lula encaminhou ao Congresso Nacional superestima receitas e propõe projetos para os quais não há previsão de recursos. O candidato Geraldo Alckmin pretende realizar um choque logo na entrada para conter a sangria. Já o candidato Lula defende um ajuste fiscal gradual. Qual seria a melhor proposta para um Brasil que só cresce 2% do PIB, ficando apenas na frente do Haiti?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

22/10


2006

Os novos deputados milionários da Câmara

A Folha de S.Paulo traz o seguinte destaque na sua edição deste domingo:  "Um em cada três deputados federais eleitos neste ano possui patrimônio superior a R$ 1 milhão.  Dos 513 parlamentares que assumem em fevereiro de 2007, 165 declararam à Justiça Eleitoral um conjunto de bens acima desse valor. São 49 milionários eleitos a mais do que em 2002. Dos 165, 74 são novatos, e 91 estão na atual legislatura".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Supranor 1

22/10


2006

Mendonca x Eduardo: mais um debate insosso?

Hoje, tem novo debate na tevê em Pernambuco entre os candidatos a governador Mendonça Filho (PFL) e Eduardo Campos (PSB). É o segundo do segundo turno em menos de uma semana e será promovido pelo SBT, com mediação da jornalista Graça Araújo.

 

O último confronto está marcado para a próxima quarta-feira, na TV-Globo. Com 28 pontos à frente, o socialista Eduardo Campos está numa situação bastante confortável e, como Lula fez no próprio SBT, quarta-feira passada, deve ter o cuidado apenas de equilibrar o jogo.

 

Já Mendonça tem que aproveitar para tentar desestabilizar o adversário, mas se não levantar algo novo, o que se convencionou chamar de bombástico, terá perdido seu tempo. As pesquisas já atestam que o discurso cobrando explicações sobre os precatórios não resultou em nada.

 

A população já está cheia de debates insossos e mornos. Se o de hoje repetir as mesmas ladainhas, a tendência do telespectador será trocar de canal. Por isso, o melhor seria que tivéssemos um debate quente, revelador, que marcasse, definitivamente, a campanha de segundo turno em Pernambuco.

 

Mendonça ou Eduardo levará alguma bomba para o duelo? A esta altura do campeonato, faltando apenas oito dias para o eleitor exercitar o voto livre e democrático nas urnas, isso parece algo muito improvável.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

EI BRUNO.... VOU USAR A MÁXIMA DO SEU PRESIDENTE...."EU NÃO SABIA DE NADA".......OBRIGADO POR NÃO RESPONDER A MINHA PERGUNTA....HAHAHAHAHAHA...AVALISTA DE MENSALEIRO E MENSALINHO...

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Quem quebrou Bandepe e todos os bancos estaduais foi FHC. E todo mundo sabe disso, menos Soraya. O danado é que Jarbas e Menndonça passaram 8 anos com a folha dos servidores no Bandepe, hoje, Banco Real. devereiam ter gritado, esperneado, mas, só agora? Tá tarde! É LULA E EDUARDO!

milton tenorio pinto junior

Soraya,se você morasse em um condominio,que o síndico não prestasse contas,ele ia ser chamado de que?Imagine Jarbas-Mendonça,passaram 8 anos no poder sem permitir que a Assembleia Leg. do Estado tivesse acesso as contas,isso é correto?

Bruno Medeiros

Outra coisa, as pessoas pedem tanto nível para os debates, pedem propostas, mas só querem ver BOMBA!!! Enfim... a hipocrisia reina.

Bruno Medeiros

Caro Drácula, talvez você possa responder a sua própria pergunta. Pelo que eu saiba, a mairoria dos políticos citados estavam na união por pernambuco até "ontem". Está cuspindo no prato que comeu ou eles não pagaram o empréstimo em que você foi avalista?


ArcoVerde

22/10


2006

SC: Luiz Henrique tem 16 pontos na frente de Amin

A segunda pesquisa do instituto Ibope referente ao segundo turno das eleições para o governo de Santa Catarina mostra crescimento da vantagem do atual governador Luiz Henrique da Silveira sobre o adversário Esperidião Amin (PP). O peemedebista aparece com 58% dos votos válidos.

Amin está com 42%. A margem de erro é de quatro pontos percentuais. Foram ouvidos 1.610 eleitores em 76 municípios, entre os dias 17 e 19, antes da divulgação do apoio do PT ao candidato do PP, nesta sexta-feira. A pesquisa, encomendada pela RBS TV de Florianópolis, está registrada no Tribunal Regional de Santa Catarina (TRE-SC) com o número 21.268/2006.

Na última pesquisa, divulgada no dia 14, Luiz Henrique aparecia com 52% (votos totais) e agora subiu para 53%. Com a margem de erro, ele teria entre 51% e 55%. Amin manteve os 38%. Votos brancos e nulos somam 3%. Não sabem ou não opinaram, 6%. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2006

Alckmin ataca crescimento; Lula fala de saúde

Na propaganda eleitoral na tevê ontem, o candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin, aproveitou as manchetes dos jornais do dia para atacar o baixo crescimento do Brasil e as relações de assessores de Lula com o dossiegate.

"Os jornais de hoje trazem a confirmação de que o Brasil precisa mudar. O Brasil, de novo, cresce menos que o Haiti. Notem, de novo. Na prática, isso é menos emprego para o povo."

Lula, por sua vez, exibiu as pesquisas da semana que o colocam cerca de 20 pontos à frente de Alckmin e aproveitou para mostrar os investimentos de seu governo em saúde, ponto bastante atacado pelo tucano no debate do SBT.

O petista exibiu investimentos do SUS nos hospitais do Rio de Janeiro, que segundo Alckmin, no debate, estão em estado calamitoso. Lula, contudo, negou as afirmações do tucano de que não investiu dinheiro na distribuição de remédios no Estado de São Paulo e afirmou ter investido R$ 190 milhões no Dose Certa, programa implantado por Alckmin quando foi governador. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

BM4 Marketing

22/10


2006

Governadora do RN abre oito pontos de vantagem

Pesquisa Ibope feita no Rio Grande do Norte mostra que a governadora Wilma de Faria (PSB) tem oito pontos de vantagem em relação ao senador Garibaldi Alves Filho (PMDB).

Wilma tem 54% dos votos válidos, contra 46% de Alves Filho. Em relação à intenção de votos (que conta também brancos, nulos e indecisos) a governadora aparece com 50% e o senador, 43%.

Segundo o levantamento, mais da metade (51%) dos eleitores potiguares acham que o governo de Wilma é "bom ou ótimo", 32% o consideram "regular" e 13% acreditam que ele é "ruim ou péssimo". A pesquisa foi divulgada na sexta-feira e registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Estado sob o protocolo 16908/2006.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

O povo acordou. Eduardo aqui, Wilma lá. PSB vai fazer a maior onda. A tsunami do desenvolvimento. O Nordeste está precisando desse gás. E o Lula sendo novamente empossado o Brasil vai entrar no 1º Mundo e suplantar as décadas perdidas dos escravocratas,hoje neo-liberalistas(PSDB/PFL)



22/10


2006

Lula diz que oposição destila ódio

A exemplo do que falou antes, em Curitiba, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reclamou, na passagem por Alvorada e Canoas, cidades da região metropolitana de Porto Alegre, de "um certo ódio espalhado no ar" que o Brasil está vivendo. E acrescentou: "Não podemos perder o bom humor. Temos apenas uma semana para ganhar a eleição".

Na passagem por Alvorada, Lula disse: "Se em quatro anos fizemos mais do que eles em oito, em mais quatro vamos fazer 16 ou 20 [anos]. Eles são incompetentes." O discurso de 25 minutos em Alvorada ocorreu em um comício para 3.000 pessoas, de acordo com a Polícia Militar.

Em Canoas, Lula participou de uma caminhada e fez novo discurso, que durou cerca 20 minutos. Dando um tom mais local a suas declarações, ele condicionou uma dedicação maior ao Estado gaúcho à vitória do petista Olívio Dutra sobre a tucana Yeda Crusius para o governo estadual. "Se eu tiver aqui um governador que seja um companheiro, a gente pode ajudar muito mais o Rio Grande do Sul", disse.

Nos dois discursos, Lula brincou com os militantes petistas ao recomendar que não façam campanha "com o dedo esticado, porque eles [tucanos] podem morder". A frase é uma referência à militante petista, Danielle Tristão, 38, que teve parte do dedo anular esquerdo arrancado, após uma discussão, na madrugada da última segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Lula enfatizou temas como o apagão ocorrido durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, que não atingiu o Rio Grande do Sul, à época governado por Olívio Dutra.

Também voltou a dizer que o candidato à Presidência Geraldo Alckmin e a tucana Crusius vão realizar privatizações. Em Alvorada, houve protestos de cerca de 40 militantes do PSDB, que foram contidos pela Brigada Militar. Os manifestantes estavam a duas quadras do local onde ocorreu o comício.

Acompanharam o presidente os ministros Tarso Genro (Relações Institucionais), Dilma Rousseff (Casa Civil), Luiz Dulci (Secretaria Geral da Presidência), Guilherme Cassel (Desenvolvimento Agrário), e o candidato ao governo do Estado pelo PT, Olívio Dutra. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/10


2006

Dirceu vai ao sacrifício pelo amigão Lula

Da coluna de Cláudio Humberto: "Lula se reuniu em um apartamento dos Jardins, em São Paulo, com o ex-ministro José Dirceu e Márcio Thomaz Bastos após o debate no SBT. O ministro da Justiça saiu no carro com ele e a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil). Fica a suspeita de que o nome de Dirceu surge como cortina de fumaça, até a eleição: ele toparia "ir para o sacrifício" no caso do dossiê".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/10


2006

PF sabe quem vendeu e comprou dólares do dossiê

Os 248,8 mil dólares que seriam usados como parte do pagamento de um dossiê com informações contra candidatos do PSDB foram adquiridos por ''laranjas'' em uma corretora situada em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Os recursos foram retirados na instituição financeira por pessoas humildes de uma mesma família que podem não ter idéia do que estavam fazendo ao sacar os dólares,segundo o delegado que apura o caso.

No início da semana, a PF pretende tentar localizar os sacadores para tomar seus depoimentos. Também deverão ser chamados a prestar esclarecimentos os proprietários da corretora. O nome da empresa está sendo mantido em sigilo para não prejudicar a apuração do caso.

O delegado Diógenes Curado, responsável pela investigação, apontou na sexta Jorge Lorenzetti, ex-analista de risco e mídia da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como a ''pessoa que articulou em âmbito nacional a compra do dossiê''.

No documento, Curado afirma não ter condições de afirmar qual a origem dos 1,1 milhão de reais, além do montante em dólares, que seriam usados na negociação. Informações do JBOnline.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Fernando invejosa disse muito bem "-o Brasil chegou ao funfo do poço."Só q ele esqueceu de pluralizar a palavra poço.Nunca em tempo algum o Brasil chegou a tantos poços,muitos poços de petróleo p/fazer o país superavitário.Estamos batendo todos os recordes em petróleo.É Lula, o Condor das Américas

Milton, uma coisa não justifica outra. O que estamos vivenciando é bandidagem pura. É crime feito por pessoas de confiança do Presidente. Não há justificativa para tamanho absurdo e lamento que pessoas como você achem normal atitude desse tipo. Lulla tem que renunciar, lamentavelmente ele se perdeu

milton tenorio pinto junior

Caro Fernando,tu esquece de Mendonça de Barros? E que tal,te lembrar do Eduardo Jorge,Ex-Secretário de FHC acusado de desviar dinheiro do TRT Paulista! Lembras do Rombo da Sudam?Lembras do escândalo do Sivam?Lembras do escândalo Marka/Fonte Cindam? O PSDB abortou todas CPI`!! O PSDB,JAMAIS!!!

Um dos motivos que o Lulla "gosta" de pobres é que pode usá~los para fazer falcatruas. Depois dessa acho , que em termos éticos, o Brasil chegou ao funfo do poço.

José Rodrigues da Silva

Senhor jornalista e também blogueiro Magno, a repetição dessas cansativas notícias sobre "dossiês", sobre o PT e o Luiz, desqualificam o seu blog como uma leitura interessante. Isso não é objetivo, o bom jornalista transmite a informação como forma de alimento, dossiê é fome!!!



21/10


2006

PT tenta livrar a cara de envolvidos com dossiê

Políticos do PT afirmaram na tarde deste sábado que a divulgação de novas denúncias sobre o caso da compra do dossiê contra os tucanos não refletem culpa dos petistas citados. No relatório parcial apresentado pela Polícia Federal aparecem os nomes de Gilberto Carvalho, assessor especial da Presidência, e do ex-ministro José Dirceu, que teve o mandato de deputado federal cassado durante o escândalo do mensalão.

Segundo o relatório, os dois mantiveram contato telefônico com Jorge Lorenzetti, ex-analista de risco e mídia da campanha de reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que foi apontado como o articulador da compra do dossiê.

Para o senador Aloizio Mercadante (PT), candidato derrotado ao governo de São Paulo, o fato de Carvalho ter feito ligações telefônicas a Lorenzetti no dia em que foi feita a prisão dos petistas Valdebran Padilha e Gedimar Passos, que estavam em poder de R$ 1,7 milhão para supostamente comprar o dossiê, "não caracteriza envolvimento".

"É evidente que ele [secretário de Lula] não participou. O papel dele como chefe de gabinete é informar [o presidente] de fatos que acontecem", afirmou o senador.

O também senador Eduardo Suplicy disse que considerou "satisfatório" o esclarecimento de Carvalho, que teria telefonado a Lorenzetti para obter mais informações a respeito da prisão de Gedimar e Vadebran.

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PC do B), classificou como "desdobramentos políticos da investigação policial" a divulgação do relatório parcial da PF e as especulações sobre a participação de mais pessoas ligadas ao presidente Lula na compra do dossiê. "A investigação policial não chegou a nenhuma conclusão a respeito do envolvimento dessas pessoas."

Os três participam na tarde deste sábado do "Ato Nordestino" organizado pela campanha do presidente Lula em São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo, área que tem grande concentração de nordestinos. (Folha Online)



Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Tanto Mangabeira quanto Alckmin, ambos os dois estão no mesmo patamar de intenções. Um é defensor de Wall street e o outro da Av. Paulista. Nenhum dos dois sabem o que é o nordeste. Ambos os dois conhecem a Floresta Amazônica.Um para comprá-la, o outro para vendê-la.Venderam as Minas,vendem a mãe.

irania Olivia Benicio

Que preconceito bobo contra funcionário público. Basta saber que o Raimundo é do PT, isso sim, o faz corrupto!

Esse Raimundo, caso ocupasse um cargo público, com certeza seria um tremendo corrupto.

José Rodrigues da Silva

Deve ser mesmo um "mixto" Raimundo, igualzinho a você, um misto de cretino com imbecil!

Raimundo Eleno dos Santos

Roberto Mangabeira:Unguer, deve ser esse o nome, é um mixto de brasileiro e estadunidense. De Brasil ele pouco entende, nem o português ele fala direito.Quis ser candidato a presidente, mas o sotaque carregado de ianqui não lhe permitiu.Ele é um tolo capitalista e defensor da wall street noviorquina


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores