Governo de PE

26/04


2008

Coluna de hoje na Folha

       O estilo Nilton Carneiro

Encontrei casualmente, ontem, o prefeito de Jaboatão, Nilton Carneiro (PRB), candidato à reeleição. Estava deixando o shopping Guararapes, onde foi pagar duas contas de luz atrasadas de eleitores. Fez questão de me mostrar cópia de uma delas, no valor de quase R$ 300,00, em nome de Liete Maciel, a quem identificou como parente do senador Marco Maciel.

“Vou procurar o senador. Se estou ajudando a família dele aqui, acho que ele tem que me ajudar na eleição”, brincou. De paletó verde, ele exibia uma gravata estampando a seguinte frase: “Nilton Carneiro, prefeito dos pobres. Jaboatão é terra de moças e senhoras bonitas. Por isso, vou ser eleito outra vez”.

Perguntei de supetão: Qual a garantia de que o senhor será reeleito? “O sentimento das ruas”, respondeu. Duas pessoas que estavam chegando ao local fizeram a maior festa com a sua presença ali, dizendo: “Prefeito, conte conosco! O senhor vai ser eleito outra vez. É o povo que quer”.

Não há exagero em afirmar que Nilton quase não vai ao gabinete e que vive na rua, em contato com o povo. Sua ida a um posto da Celpe com apenas um segurança à distância é uma prova disso. Folclórico ou não, o prefeito é uma real ameaça aos candidatos que posam de ultramodernos, mas não têm cheiro de povo como ele.

FRANGOS E OVOS - A comerciante Maria Salete Juvino, da empresa A. Juvino Ltda, rebate a denúncia de cinco partidos de oposição em São José do Egito, de que seria laranja do prefeito Evandro Valadares (PSB) na venda de frangos e ovos à Secretaria de Ação Social. “Vencemos uma licitação com o menor preço. A nossa empresa atua de fato e de direito na atividade de comércio atacadista e de mercadorias desde a sua abertura, em 1973”, diz. A oposição apresentou na PF documentos provando que a empresa não vende frangos nem ovos. E agora, José?

O agressor e o agredido - Se o radialista Denis Araújo foi ameaçado de morte pelo prefeito de Carpina, em Gravatá o também radialista J. Silva está sendo acusado de agredir o popular William Silva. A denúncia chegou ao secretário de Defesa, Servilho Paiva, que mandou abrir inquérito. J. Silva tem ligações políticas com Leo Gestosa, candidato a vereador em Gravatá.

Prefeito ironiza antecessor - O prefeito de Itapissuma, Clóvis Cavalcanti (PDT), ironiza a defesa do prefeito de Itamaracá, Paulo Volia (DEM), que, na condição de ex-prefeito daquele município, culpou os ex-prefeitos pela sua condenação no TJ. “Será que é culpa dos antecessores também a rejeição de suas contas de 2003, quando foi obrigado a devolver R$ 101.908,37, fruto de irregularidades”, provocou.

Chuva impiedosa - As chuvas torrenciais no sertão causaram prejuízos da ordem de R$ 2 milhões a Cabrobó, segundo disse, ontem, no Recife, o prefeito Eudes Caldas (PTB). Em audiência com o governador Eduardo Campos (PSB), ele conseguiu recursos para restaurar as estradas, pontes e ainda 102 casas que foram destruídas.

Saída paliativa - Ao invés de editar uma MP proibindo a venda de bebidas alcoólicas nas estradas, o Governo deveria, na opinião do deputado Edgar Moury Fernandes (PMDB), enviar ao Congresso um projeto com alternativas que reduzissem os altos índices nas BRs mais movimentadas do País. “Proibir bebida é um paliativo”, diz.

Curtas

CORREDOR - Pelo menos se depender do seu bom humor, o candidato do PSDC a prefeito do Recife, Clóvis Corrêa, parece extremamente competitivo. Já apelidou de “Corredor da Peste” o Corredor Leste da Conde da Boa Vista.

HUMILDADE - Na conversa com os servidores que ocupam cargos de confiança, Eduardo Campos pediu para que evitassem chá de cadeira nas pessoas humildes e cobrou mais entrosamento com o pessoal que serve o cafezinho.

O INFIEL - Chama atenção no Vale do São Francisco o namoro do prefeito de Santa Maria da Boa Vista, Leandro Duarte (DEM), com o deputado Gonzaga Patriota (PSB). Até porque, Leandro sempre votou em Osvaldo Coelho. 

''Os planos dos bons trazem felicidade; o que os maus planejam produz ódio''. (Provérbios 11-23)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues de Freitas

Nilton Carneiro, prefeito dos pobres? Piada!Jaboatão, Jaboatão vê se acorda!Os crimes contra o erário fala por si só.Quem rouba do município rouba dos pobres.E ve se não votam emAndréCampos,outro ladrão de carteira!

milton tenorio pinto junior

..Cadeia para qualquer agressor. A lei é pra ser cumprida. Infelizmente nesse país ....

milton tenorio pinto junior

Achar que a direita estimula a violência é substimar a nossa inteligência. Aquele que é violento é violento , independente de posição social, de partido politico ou qualquer outra coisa que seja. A morte de Celso Daniel , não explicada até hoje foi a direita também? Tenha paciência.

guilherme alves

Todo mundo critica a violência, porém a direita braba a estimula. Só ler comentários. Quanto ao Newton, que se diz pobre, de onde tira dinheiro para pagar tantas contas dos pobres?

guilherme alves

Clóvis Correia é o chacrinha da politica pernambucana. Quer espaço e não vai a canto nehum. Só chegou ao TRT porque foi nomeado sem concurso.


Governo de PE

26/04


2008

Mendonça lucra com eterna divisão do PT

 As eleições municipais no Recife serão marcadas pela falta de unidade, tanto por parte do grupo de sustentação do atual prefeito João Paulo (PT) quanto da oposição. Diante do quadro de fragmentação das forças partidárias da cidade, a grande disputa promete se dar em torno de uma cobiçada vaga no provável segundo turno.

Por enquanto, é o ex-governador José Mendonça Filho (DEM) que sai na frente, liderando com cerca de 30% das intenções de voto em todas as sondagens realizadas por institutos de pesquisa até o momento. Mendonça era o vice do ex-governador do estado e hoje senador, Jarbas Vasconcelos (PMDB). Em 2006, ganhou o cargo quando Jarbas decidiu se candidatar ao Senado e precisou se afastar. Concorreu naquele ano ao governo estadual, mas foi derrotado no segundo turno por Eduardo Campos (PSB).

Apesar do histórico de aliança, Jarbas, importante cabo eleitoral em Recife, apoia a candidatura do deputado federal Raul Henry (PMDB). Henry, além da vantagem óbvia de ser cria do partido, também havia sido secretário estadual durante a gestão de Jarbas. Aparece com 7% das intenções de voto. Mas conta com o apoio do PSDB, o que deve lhe dar generoso espaço de propaganda eleitoral. Completa ainda o quadro de candidatos próximos a Jarbas o também deputado Raul Jungmann (PPS). O presidente do partido de Jungmann, o ex-deputado Roberto Freire, é suplente de Jarbas no Senado.

Prestígio político

Mas não é só o apoio do senador pemedebista que poderá ser fundamental para alcançar o segundo turno. O grupo que hoje comanda a prefeitura de Recife também possui trunfos poderosos para apresentar. O prefeito João Paulo, o governador Eduardo Campos e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva gozam de enorme prestígio político.

Tudo indica que a base terá dois candidatos: João da Costa (PT), secretário de Planejamento Participativo municipal é um deles. O outro deve ser o atual vice-prefeito de Recife, Luciano Siqueira (PCdoB).

Nenhum dos dois é o candidato dos sonhos do conjunto da atual base. A forma pela qual o nome de Costa foi imposto pelo atual prefeito João Paulo desagradou algumas lideranças de partidos que hoje compõem a administração do atual prefeito. Já Luciano Siqueira não desperta simpatia entre aqueles que enxergam que sua candidatura não é competitiva e que serve somente para rachar o grupo governista.

Siqueira oscila ao redor de 3% das intenções de voto. João da Costa chega aos 10%. E já angariou o apoio de PDT, PTB e PSB. Siqueira corre o risco de entrar no primeiro turno isolado e com escasso tempo de televisão para construir sua candidatura.

A pressão por parte do PT para que o vice-prefeito desista da iniciativa é grande, mas até o momento os partidários de Siqueira não demonstraram disposição nenhuma para fazê-lo. Pelo contrário, afirmam constantemente que não abrirão mão da candidatura própria.

Numa linha mais independente, aparece ainda o deputado federal Carlos Cadoca (PSC). Candidato ligado à juventude, Cadoca também já comandou secretaria estadual durante o governo de Jarbas Vasconcelos. Concorreu contra o atual prefeito nas eleições de 2004 representando o grupo de Jarbas. Mas rompeu com o senador porque não queria seguir a linha de oposição ao governo Lula.

O deputado federal aparece bem cotado nas sondagens até o momento, com pouco mais de 20% das intenções de voto. Contudo, caso não consiga ultrapassar Mendonça Filho e seja varrido por João da Costa e seus puxadores de voto poderosos, exercerá importante papel ao decidir sobre quem apoiar no segundo turno. Como a briga com Jarbas foi feia, a tendência é de que Cadoca se junte ao grupo petista.       (Jornal do Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

marcelo deve ser do gabinete apinhado de pastor do João Paulo Finatec Lindu.

Cátia Santos

DEIXO AQUI UM DITADO POPULAR: "QUEM RIR POR ÚLTIMO, RIR MELHOR", porém com bastante humildade e acreditando e confiando NA VITÓRIA DE UM HOMEM SÉRIO E HONRADO, QUE EM SUA TRAJETÓRIA NÃO SE OUVIU FALAR EM MARACUTAIAS E NEM ROUBOS...

marcelo mauricio borba costa

Recife não era um,recife não caduca,recife não mede ação,RECIFE É JOÃO

marcelo mauricio borba costa

LULA É JOÃO,RECIFE É JOÂO

Raimundo Eleno dos Santos

Quem mata um PEBA derruba um JACARANDÁ, UM CEDRO, UMA AROEIRA, UM PAU-D''ARCO... UMA FLORESTA, se lhe derem tempo e moto-serra. UM INFELIZ DESTRUIDOR DO ECOSSISTEMA. DEPOIS FICA FALANDO DA CHEIA DO PAJEU...


Congresso Nordestino de Educação Médica

26/04


2008

PSDB defende prefeito que perseguiu radialista a foice

 Em nota enviada à Imprensa, o presidente estadual do PSDB, Evandro Avelar, sai em defesa do prefeito de Carpina, Manoel Botafogo. O documento explica que o tucano não teve a intenção de agredir ninguém e enfatiza que a Rádio 106 FM é comandada pelo pré-candidato a prefeito de Carpina, Giney Francisco (PR), que seria “um dos principais opositores ao atual prefeito”. “Diante do clima existente, de clara conotação político-eleitoral, o PSDB está requerendo proteção policial para o prefeito Manoel Botafogo, esperando que, com a presença de força policial, os ânimos sejam serenados”.

É colocado que Botafogo encarou “de forma tranqüila” as “agressões verbais” de ontem, mas “a gota d’água” teria sido as investidas a um soldado da Guarda Municipal. “O carro (de Botafogo) foi atingido por pedras atiradas pelos manifestantes, ele foi chamado de negro safado e ouviu ataques à sua família. Foi informado que, naquele mesmo momento, um guarda municipal tinha sido agredido pelos manifestantes, o prefeito, temendo pelo pior, em ato de legítima defesa, saiu do veículo levando em uma das mãos um instrumento de trabalho agrícola - um facão de cortar cana - que estava no seu carro e que é utilizado em serviços gerais da Prefeitura”, ressalta a nota.

Por conta da divulgação irregular de propagandas contendo números e nomes de pré-candidatos, a promotora Rosângela Furtado expediu uma recomendação às rádios Alternativa, FM 106, Nova Carpina FM e Divulgadora do Povo, solicitando que se abstenham de realizar a veiculação de material com cunho eleitoral. (Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

O PSDB está com a mesma eficiência dos advogados do pai e madastra da menina Isabella, ou seja, tentando desmistificar as provas. No caso do prefeito a prova é visual e mostrada pelo mundo via internet. É por essas coisas que tudo no país se banaliza, e não dar em nada.

Cátia Santos

FOI ARMAÇÃO SIM E ISTO VAI SER COMPROVADO...

Manoel Tomaz Vilanova Filho

Me desculpe o presidente do PSDB, Evandro Avelar, homem do qual eu tenho respeito e admiração. Mas dizer que Botafogo "não teve a intenção de agredir ninguém", nao existe. Ninguem corre atras de alguem com uma foice para brincar.

joao daniel neto

Botafaca tá é de parabéns é pra furar esses vagabundos que fala o que quer,respita a puliça rapai....

Ivan Câmara de Andrade

Com essa, Botafogo cavou a própria sepultura para se transformar num cadáver político. Acabou-se o político. O destempero e o desequilíbrio são parceiros de uma derrota anunciada. Lembrai-vos de Roberto Magalhães na campanha para a PCR. Aguardem as eleições.



26/04


2008

PF já sabe quem fez dossiê contra Fernando Henrique

 A Polícia Federal interrogou na quinta-feira e ontem dois dos seis servidores da Casa Civil encarregados de montar o dossiê com gastos com cartão corporativo e contas tipo B feitos durante a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Depois de firmar um acordo de confidencialidade com o delegado Sérgio Menezes, que conduz o inquérito, os dois servidores do Palácio do Planalto fizeram importantes revelações.

Para a polícia, com o testemunho dos dois, o caso está praticamente esclarecido. O minucioso relato dos dois servidores permitiria ao delegado Menezes traçar o caminho percorrido pelo dossiê, da extração de informações no banco de dados da Casa Civil até as páginas da imprensa.(O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

COM CERTEZA QUEM QUER SE COMPARAR COM UM CHEFE DE NAÇÃO QUE NUNCA OUVIU,NUNCA VIU E NÃO SABE DE NADA DO QUE ACONTECE EM SEU GOV..SÓ TEM ESCANDALOSA UM APOIS OUTRO, QUE TEM ESTE GOV. PARA ALGUM EX. GOVERNANTE TER INVEJA.PARABÉNS PELAS PRIVATIZAÇÕS, FIM DOS CABIDES DE EMPREGOS,NÃO ME AFETOU NADA.

Pedro Batista Filho

... nem cor, nem crença.

Pedro Batista Filho

Hitler foi um dos maiores lideres de massa q o mundo já viu e deu no que deu. Viva o retirante nordestino, sem diploma, monoglota, cujo governo em todas as comparações possiveis é infinitamente superior ao do "Rei da Soberba". Eu como matemático, jamais brigarei c/os números, pois eles ñ têm partido

Ivan Câmara de Andrade

De que adianta ostentar um título entre os 100 intelectuais do mundo se fez um governo medíocre? Um governo que botou as sujeiras em baixo do tapete, que destruiu o patrimônio nacional. Perde feio para um presidente de origem nordestina, um pau-de-arara como eles dizem. Essa é a maior inveja de FHC

S. C. B. M.

O FHC ESTA ENTRE OS 100 MAIORES INTELECTUAIS DO MUNDO. O ANTES E O DEPOIS, TEM MUITA DIFERENÇA. A DIFERENÇA ATUAL É E N O R M E .VIVA O BRASIL



26/04


2008

BNDES: Paulinho da Força Sindical entre investigados

 Evidências obtidas pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal devem levar à inclusão do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT), o Paulinho, presidente da Força Sindical, nas investigações sobre o esquema fraudulento que desviava parte de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). (O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Quem mata um PEBA derruba um JACARANDÁ, UM CEDRO, UMA AROEIRA, UM PAU-D''ARCO... UMA FLORESTA, se lhe derem tempo e moto-serra. UM INFELIZ DESTRUIDOR DO ECOSSISTEMA. DEPOIS FICA FALANDO DA CHEIA DO PAJEU...

joao daniel neto

Cadeia nesse sindicalista vagabundo....

roberto lima

se ABRIREM o leque (como se gosta de dizer por aí) corre-se o risco de FECHAR o congresso, ja que quase todos e todas irão para o xilindró.


ArcoVerde

26/04


2008

Quadrilha de filho do governador denunciada pelo MP

 O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF-ES) denunciou pelo crime de tráfico de influência cinco pessoas investigadas pelo envolvimento com uma organização criminosa que atuava na importação subfaturada de automóveis e mercadorias de alto luxo. Entre os denunciados estão os empresários Adriano Scopel, apontado como o chefe da quadrilha, e Ivo Junior Cassol, filho do governador de Rondônia, Ivo Cassol.

A quadrilha utilizaria o Terminal Portuário de Peiú, um dos mais importantes da região metropolitana de Vitória, como pátio de negócios. O detentor da exploração da concessão do terminal de Peiú é o pai de Scopel, o empresário Pedro Scopel, sócio do filho na empresa. O prejuízo causado pela atuação da suposta quadrilha, segundo o MPF, foi de pelo menos R$ 7 milhões, só no último ano, em impostos que deixaram de ser recolhidos. (JB Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

se forem descobrir todas as quadrilhas com politicos e seus parente, vai sobrar quase nada .


Asfaltos

26/04


2008

Desvio no BNDES: quadrilha, prostituição e lavagem

 A Polícia Federal trabalha com a hipótese de que 200 prefeituras possam estar envolvidas no esquema de formação de quadrilha por suposta ação de prostituição, lavagem de dinheiro e desvio de verbas públicas, desbaratado quinta-feira na Operação Santa Teresa, em São Paulo. Segundo a PF, a suposta quadrilha obtinha recursos de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e aplicava em atividades ilegais, entre elas a prostituição. Dez pessoas foram presas. As informações são da Rede Globo.

De acordo com a emissora, ainda não há indícios de participação de funcionários do BNDES. Os presos já começaram a ser ouvidos. Dois empréstimos, o primeiro concedido a uma prefeitura do Estado no valor de R$ 130 milhões e o segundo cedido a uma grande rede varejista, de R$ 220 milhões, possuem provas de irregularidades, segundo a PF. Outros empréstimos também serão analisados pela polícia.

De acordo com a PF, a casa de prostituição envolvida no esquema recrutava mulheres por meio de agenciadores que atuavam inclusive fora do Estado. Ao menos cinco mulheres foram enviadas para fora do país, inclusive, para a Suíça. A PF não informou o nome dos presos porque o caso corre em segredo de Justiça. Entre os detidos, está o advogado Ricardo Tosto, que faz parte do conselho de administração do BNDES e possui entre os clientes, o deputado federal Paulo Maluf. Em nota, a assessoria do advogado nega as acusações.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/04


2008

Alckmin não recua e disputa Prefeitura contra Kassab

 O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin não vai abrir mão da disputa pela prefeitura da capital. Ele não se manifestou sobre acordo fechado entre o DEM e o PMDB - o PMDB vai apoiar a reeleição de Gilberto Kassab -, mas pessoas próximas a Alckmim afirmam que ele usará a aliança para tentar convencer a base e a cúpula tucana da necessidade de apresentar um candidato próprio ao cargo. O ex-governador deveria se encontrar nesta sexta com vereadores tucanos, porém, desistiu do compromisso após saber que ouviria pedidos para que desistisse de concorrer em favor de Kassab.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcelo mauricio borba costa

LULA DE NOVO COM FORÇA DO POVO

joao daniel neto

Kasab já deveria ter tirado o c.. dele da goteira...

joao daniel neto

Só se for na tua casa babaca o exército já mostrou pra que veio la na Raposa Serra do Sol....

marcelo mauricio borba costa

serra e alckmim ta fazendo papel de mané pq vem ai LULA de NOVO


bm4 Marketing 4