O Jornal do Poder

27/01


2012

Uma vassourada agora de baixo para cima

 A presidente Dilma Rousseff encontrou uma forma de fazer uma intervenção branca nos órgãos e empresas de segundo escalão, subordinados a ministérios sob comando de partidos aliados. Depois de um ano marcado por denúncias de desvios ou direcionamento partidário dos recursos públicos, Dilma está instalando técnicos de sua confiança, sem vinculação partidária, em postos chaves do segundo escalão.

O exemplo mais recente foi a troca do diretor administrativo-financeiro do DNOCS – Departamento Nacional de Obras contra a Seca, Albert Gradvohl, por um economista de carreira da Controladoria Geral da União, Vítor de Souza Leão. Com a medida, a presidente evita o confronto direto com aliados que detêm o comando do órgão, e, simultaneamente, bloqueia a possibilidade de controle político-partidário das verbas. (Do blog de Christina Lemos)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

27/01


2012

Alves, presidindo a Câmara, expulsa Dilma do cargo

 Um peemedebista traduz a situação ddo deputado Henrique Eduardo Alves, que vinham se colocando acima de Deus(Dilma) na engrenagem do governo: ''''Se agora que mexeram num indicado insignificante já acontece isso, imagina como será na presidência da Câmara? Ele vai mandar a mulher levantar da cadeira''''. O fato é narrado por Lauro Jardim, na sua coluna de Veja, para quem, no Planalto, a leitura é simples: quem compra briga com Dilma Rousseff, compra briga com a base governista. Em outras palavras, além de ficar mal com o PMDB, Henrique Eduardo Alves tornou nebuloso o seu próprio projeto de presidir a Câmara, em 2013. Tudo por conta de declarações desafiadoras a Dilma que levaram o palácio a dar o golpe de misericórdia em Elias Fernandes no Dnocs.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Dilma tem que frear essa quadrilha do PMDB, apinhada no poder a vários governos. Será que não roubaram o suficiente ? Já estão milionários e a hora é de devolver, isto se a justiça funcionasse !!!


Banco de Alimentos

27/01


2012

Battisti enfurece petistas aparecendo à vontade no RS

A aparição surpresa do italiano Cesare Battisti em Porto Alegre incomodou petistas que acompanham a presidente Dilma Rousseff no Fórum Social, informa Bernardo de Mello Franco, no blog Poder Online,  adiantando que o ex-ativista, que motivou uma disputa diplomática entre Brasil e Itália no governo Lula, tenta usar o encontro para divulgar o livro ''Ao pé do muro''. Battisti foi anteontem ao Palácio Piratini cumprimentar o governador Tarso Genro, que comprou briga com o STF (Supremo Tribunal Federal) para evitar a sua extradição. Ontem, programou uma sessão de autógrafos no campus da UFRGS, uma das sedes do evento.

''Ele sabe que causou desgaste ao governo e ainda quer desviar o foco do Fórum para vender o livro. Está se comportando como um elefante numa loja de louças'', reclama um petista da comitiva de Dilma.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

Ei magno, isto é um esacárnio, , é uma vergonha, é uma desmoralização, esse bandido GENRO e esse que ele aapiia e ninguem faz nada, esita Pais desmoralizado meu.



27/01


2012

Só Serra salva: tucanos apelam por sua candidatura

 Tucanos ligados ao governador Geraldo Alckmin pretendem se reunir com o ex-governador José Serra ainda esta semana. A missão é tentar, mais uma vez, convencê-lo a ser o candidato do PSDB a prefeito de São Paulo. O movimento acontece dias depois da entrevista do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso à revista britânica The Economist, na qual afirmou que o senador Aécio Neves é o candidato óbvio à Presidência em 2014. A declaração foi vista pela cúpula tucana como uma forma de emparedar o ex-governador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2012

Queria esticar a corda em Dilma: caiu numa armadilha

 A eleição do líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), para a Presidência da Câmara subiu no telhado. Apesar de ser um decano da Casa, na qual ingressou em 1971 – ou seja, há mais de 40 anos –, o parlamentar caiu numa armadilha ao esticar a corda com o Palácio do Planalto em defesa de seu afilhado político, Elias Fernandes Neto, do Dnocs, que a presidente Dilma Rousseff mandou demitir. Este raciocínio é Luiz Carlos Azedo, no Correio Braziliense, com o qual concorda praticamente todo o mundo político da capital federal, para quem o lider peemedebista na Câmara não terá bons dias pela frente ante o efeito desastroso e demoralizante do episódio para ele.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/01


2012

Está só iniciando a briga do PMDB com o governo Dilma

O episódio da demissão do diretor do Dnocs e sua repercussão política intensa não sinaliza que dá por encerrada a briga do PMDB com o governo Dilma Rousseff. Esse é entendimento de Lauro Jardim, externado na sua colulna de Veja. Ele narra o que está se aprontando para vir à tona nos próximos dias, envolvendo Dilma e o PMDB, partido que vinha se julgando o osso duro que Dilma não iria conseguir roer:

''''Depois do Dnocs, a próxima crise do PMDB com o governo será a substituição do superintendente da Sudene, Paulo Sérgio Fontana. Ele é apadrinhado do peemedebista Geddel Vieira Lima, atual vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa. A maioria dos atuais diretores do Dnocs, da Sudene e da Codevasf vem do governo Lula. A bancada do Nordeste sugeriu nomes, ano passado, para a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais), mas nada aconteceu. ''O pior de tudo é a não definição. Ficar com interinos gera lentidão na tomada de decisões'', disse o senador Wellington Dias (PT-PI). A presidente Dilma quer nomes técnicos.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/01


2012

PSB de Garanhuns dá ultimato ao governador

Rivânia Queiroz

O PSB está com um grande pepino nas mãos. Tem até a próxima segunda-feira para encontrar uma solução plausível para a candidatura do partido à sucessão de Garanhuns, no Agreste pernambucano. Chamado às pressas para uma reunião a portas fechadas, que durou mais de cinco horas, a Comissão Provisória daquela cidade colocou o presidente do diretório estadual, Sileno Guedes, contra a parede.

Na verdade, Sileno convocou o encontro para exigir que os membros da comissão cessassem o fogo amigo contra o pré-candidato imposto pelo Palácio do Campo das Princesas, Antônio João Dourado, no que surtiu efeito contrário. Na oportunidade, os correligionários de Sileno avisaram que não iriam engolir goela abaixo o nome de Dourado e aproveitaram para propor uma pesquisa para ouvir o desejo da população.

Sileno não só rejeitou como avisou que o assunto estava encerrado. Revoltado com o que chamou de autoritarismo do companheiro, o ex-vereador e pré-candidato também pelo PSB à sucessão municipal, Givaldo Calado de Freitas, se dirigiu ao Palácio, com uma carta nas mãos, para entregar ao governador Eduardo Campos.

“Isso é autoritarismo e não vamos aceitar tal postura. Falo em nome do povo de Garanhuns. Por isso fiz um documento e fui até o Palácio entregar ao governador, o qual estava despachando e não pôde me receber. Deixei na Casa Civil e avisei ao secretário (Tadeu Alencar) que só espero até segunda, quando entregarei a carta à imprensa”, antecipou Givaldo.

O socialista ressaltou sua história no partido e disse que ela deve ser respeitada. “Espero que o governador leia minha carta e reflita. Essa ideia do partido não faz sentido (pré-candidatura de Dourado). Acredito que é uma coisa do PSB. Não acho que passa pelo governador. Agora, se Eduardo corroborar essa ideia ficará numa situação muito difícil em Garanhuns”, alertou o ex-vereador.

A reunião no diretório estadual do PSB teve início às 9h e só acabou por volta das 14h. O clima foi tenso e houve discussões acaloradas. Nos bastidores, a informação é que João Dourado havia pedido esse encontro para que Sileno convencesse os membros da Comissão a acatar a decisão do PSB em lançar a sua pré-candidatura à Prefeitura de Garanhuns.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Arnaldo Amaral

Givaldo pisou na bola.Com bravatas não se faz Política. Eduardo Campos vai entender loguinho que a terra de Aluisio Pinto, Amílcar Valença, Zé Cardoso, Luis Souto Dourado e tantos outros líderes decentes não aceitam o João de Lajedo. Ivan é a dignidade pela Unidade...Avante, Garanhuns !

José Bartolomeu da Costa Cabral

Meu DESUS, ainda tem governante com esse pensamento? Que democracia é essa que o governador diz que pratica? O povo de Garanhuns deve tomar um posicionamento sério. Será que de tantos políticos que governaram essa cidade não tem nenhuma com capacidade? Que vergonha.... Reajam..coragem.

FRANCISCO JOSÉ DE LIRA

O "CORONEL" governador submeteu os CONCURSANDOS A AGENTES PENITENCIÁRIOS A + DE 8 MESES SEM EMPREGOS,lEVOU PARA IMPRESSA QUE NOMEOU TODOS, MAS, RESTAM 277 OS QUAIS SE COMPROMETEU DE NOMEÁ-LOS ATÉ 31 DE JANEIRO, ATÉ AGORA NADA!! SOCIEDADE a nomeção dos 277 AGENTES PENITENCIÁRIOS É URGENTE!!!

Luiz Arnaldo Santos

Acho que quem deveria levar ultimato é esse aí teve 400 votos e diz que pode ser prefeito, pelo Amor de Deus viu, é cada uma que se escuta

marcos

Meu Deus, como um Governador pode ser tão prepotente e arrogante como esse DITADOR Eduardo Campos, Givaldo vc que é uma pessoa inteligente e de muitas amizades tem o dever e obrigação de iniciar um movimento pra o BRASIL conhecer esse DITADOR



26/01


2012

Jungmann encontra-se com Serra e ouve experiências

 

 

 

 

 

 

 

Dando continuidade à série de encontros que vem mantendo com prefeitos e ex-prefeitos de capitais, com o objetivo de colher subsídios para um possível programa de Governo para o Recife, o ex-deputado federal e ex-ministro Raul Jungmann, do PPS, esteve reunido na tarde desta quinta-feira, com José Serra, do PSDB, ex-prefeito de São Paulo e ministro da Saúde do Governo Fernando Henrique Cardoso.

Com Serra, Jungmann buscou informações sobre experiências bem sucedidas na área da saúde, uma vez que o tucano implantou uma série de programas que passaram a ser referência nacional e internacional. O encontro entre os dois aconteceu na residência de José Serra, no bairro de Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

“Uma das coisas mais importantes na saúde é buscar parcerias com instituições que tratam desta questão, ou seja, que são gestoras de saúde, mas que são instituições privadas da sociedade e sem fins lucrativos. Estas instituições são fundações, centros ou outros tipos de entidades, podem ajudar o governante a gerir a unidades de saúde, como forma complementar para o conjunto da saúde pública de uma cidade”, pregou Serra, explicando uma de suas experiências como prefeito da capital paulista.

Raul Jungmann prometeu levar as experiências de Serra para o Recife. “A saúde do Recife está um caos absoluto. No posto Lessa de Andrade, na Madalena, por exemplo, as pessoas dormem ao relento, passam a noite na rua, na frente daquela unidade de saúde, para poder conseguir pegar uma ficha para serem atendidas no dia seguinte. Um absurdo. O prefeito João da Cota não está olhando para a saúde de nossa cidade”, contou Jungmann a José Serra.

O dirigente do PPS vai terminar o seu périplo desta semana, com um encontro na manhã desta sexta-feira, com a jornalista Soninha Francine, que é pré-candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo. O encontro entre os dois vai acontecer durante o café da manhã, no hotel onde Raul Junmann está hospedado, no centro de São Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

FRANCISCO JOSÉ DE LIRA

PRECISAMOS DE APOIO POLITICO PARA JUNTO AO GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS COBRAR A NOMEAÇÃO DOS 277 AGENTES PENITENCIÁRIOS RESTANTES. TODAS ESTAS FAMILIAS A + DE 8 MESES SEM EMPREGO.

IVANISE GONZAGA ALVES

Será que ele conversou sobre a fortuna originada da Privataria? Ou será que ele também foi beneficiado? Será que ele pensa que a privataria não foi roubalheira? Será que ele não sabe que Serra é um dos maiores corruptos que o Brasil tem?Será mesmo?

milton tenorio

KKKKKKK..Esse viaja demais...Só vive nas nuvens..Não sabe que seu tempo na politica passou...

Flávio Fernando da Silva

Está com a pessoa certa para saber como não ser candidato,kkkk.



26/01


2012

Dilma se solidariza com vítimas de desabamento no Rio

 

 

 

 

 

 

 

 


A presidente Dilma Rousseff manifestou, nesta quinta-feira, em Porto Alegre, solidariedade com as vítimas do acidente em que prédios desabaram no centro do Rio de Janeiro. "Me solidarizo com a população do Rio de Janeiro, principalmente com as famílias daquelas pessoas que foram atingidas por essa catástrofe, que foi a derrubada do edifício e depois dos outros dois. Tenho certeza, um local em que a população gaúcha se une a mim para se solidarizar com a população carioca", afirmou durante solenidade no Palácio Piratini, em Porto Alegre.

Segundo auxiliares da presidente, Dilma tem mantido contato com as autoridades municipais e estaduais e também vem recebendo informações de funcionários da administração federal sobre o acidente, que deixou ao menos cinco mortos e 18 desaparecidos. "A população gaúcha se une a mim para se solidarizar com a população carioca. Acompanhei no dia de hoje com o prefeito Eduardo Paes e o governador Sérgio Cabral todo o esforço do governo e do município e transmiti minhas esperanças de que sobreviventes sejam encontrados após esse esforço para resgatar os que estão soterrados", disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/01


2012

Órgão do governo escolhe Lula como presidente de honra

O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) escolheu o ex-presidente Lula como presidente de honra do órgão, informou na quinta-feira (25) a Presidência. Criado em 1994, na gestão do ex-presidente Itamar Franco, o Consea foi fechado no ano seguinte, mas reativado em 2003, durante a primeira gestão de Lula.

De acordo com o médico e professor da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) Malaquias Filho, conselheiro do órgão e autor da indicação, a luta contra a fome no Brasil determinou a escolha, feita por aclamação durante a 26ª Reunião Plenária do Conselho, realizada em dezembro. “É um reconhecimento a tudo que ele fez pela causa da segurança alimentar e nutricional no Brasil e no mundo. Lula colocou a segurança alimentar e o nosso país na agenda global.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

FRANCISCO JOSÉ DE LIRA

SÓ RESTA AGORA APELAR PARA LULA A NOMEAÇÃO DOS 277 AGENTES PENITENCIÁRIOS APTOS A TRABALHAR,POIS, A + DE 8 MESES E NENHUMA DEFINIÇÃO. EDUARDO O FIM DE JANEIRO TÁ PRÓXIMO.

Marcos Antonio da Silva Néri

São verdadeiros puxa-saco. Que vergonha.

Gustavo Lopes

Mais fez!!!

lino perrelli

Se algo fez foi pouquíssimo, ao tantíssimo necessário ser feito.