FMO

16/01


2020

Olha onde mora Ivete Sangalo!

A superstar Ivete Sangalo, com projeção internacional, nasceu em Juazeiro, sertão baiano, mas fez fama em Salvador, de onde nunca saiu. Mora neste lindo espigão defronte à Bahia de Todos os Santos, olhando o mar que estende os braços para a ilha de Itaparica.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Redução nos Homicídios

16/01


2020

Bolsonaro diz que chefe da Secom continua no cargo

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quinta-feira o secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fabio Wajngarten. Bolsonaro afirmou que, pelo que ele analisou até agora, "está tudo legal" com Wajngarten e disse que ele irá continuar no cargo.

“Não vou te responder isso daí”, disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada, questionado sobre se Wajngarten deveria deixar sua empresa. “Se for ilegal, a gente vê lá na frente. O que eu vi até agora, está tudo legal com o Fabio. Vai continuar. É um excelente profissional. Se fosse um porcaria igual alguns que tem por aí, ninguém estaria criticando ele”, disse.

Ontem, o jornal "Folha de S. Paulo" revelou que a empresa da qual Wajngarten tem 95% da sociedade mantém contratos com emissoras de televisão e agências de publicidade que atendem o governo. É tarefa da Secom direcionar os recursos de propaganda do Palácio do Planalto. O caso será analisado pela Comissão de Ética Pública da Presidência da República em sua primeira reunião do ano, no próximo dia 28. O secretário nega ter cometido irregularidades.

Ao ser questionado por uma repórter da "Folha de S.Paulo" sobre a permanência de Wajngarten na chefia da Secom, Bolsonaro afirmou que o jornal "não tem moral para perguntar" e mandou que a jornalista calasse a boca.

“Fora, Folha de S.Paulo, você não tem moral para perguntar, não”, disse Bolsonaro, que após a insistência da repórter afirmou: “Cala a boca!”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

PROPINA no governo Bolsonaro envolve canais de TV.


acolher

16/01


2020

Compositor Luiz Vieira morre aos 91 anos

Luiz Vieira, conhecido por seu trabalho como cantor e compositor, morreu na manhã de hoje. O artista pernambucano de 91 anos, estava internado na Casa de Saúde José, na Zona Sul do Rio, onde foi levado após passar mal, em casa, na noite de ontem, segundo informações do site O Globo.

O cantor e também radialista, se mudou para o Rio de Janeiro quando criança. Ele foi socorrido e hospitalizado ontem, mas faleceu após sofrer com uma complicação respiratória.

Conhecido pelas composições, ele chamou a atenção de vários cantores brasileiros renomados no cenário musical. Caetano Veloso, Rita Lee, Nara Leão e Luiz Gonzaga, foram alguns dos famosos artistas que já usaram de suas letras para cantar e encantar o público.

Dentre os sucessos já compostos por ele, estão na lista Menino de Braçanã (1953) e a música Paz do meu Amor (1963), sendo que a última foi um marco em sua carreira, que de fato, lhe deu maior notoriedade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

16/01


2020

PSOL pede afastamento imediato de Wajngarten

O PSOL entrou, hoje, com um pedido na Justiça para o afastamento imediato do chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fabio Wajngarten, e de seu Secretário Especial Adjunto, Samy Liberman.

A ação é assinada por Ivan Valente, líder da bancada do PSOL na Câmara, e Juliano Medeiros, presidente nacional do partido, e também pede a anulação de todos os atos assinados por Wajngarten à frente de Secom. O pedido vem um dia depois da Folha revelar que a empresa da qual Wajngarten era sócio e da qual se afastou ao ir trabalhar no governo mantém contratos e recebe verba de emissoras de TV e agências de publicidade que recebem recursos da própria secretaria.

“Protocolamos na Justiça do Distrito Federal uma ação exigindo imediata demissão de Fábio Wajngarten, que recebe dinheiro de emissoras e agências contratadas pelo governo Bolsonaro através da FW Comunicação e Marketing, da qual tem 95% das ações. Basta de corrupção!”, disse o líder do partido na Câmara, Ivan Valente, no Twitter.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Com economia, dá para refazer Av. Presidente Kennedy

Por Jorge Federal*

O custo da coleta do lixo é apontado pelos órgãos de controle como uma das principais fontes de desvios de recursos públicos nas gestões municipais. Fiscalizar o contrato de limpeza urbana é uma forma de economizar e garantir recursos para a sociedade.

Em plena véspera de Natal do ano passado, a Prefeitura de Olinda publicou a renovação, pela quinta vez, da dispensa de licitação da coleta de lixo em Olinda com a mesma empresa. O valor total do contrato publicado no Diário Oficial era de R$ 21.762.686,36 para mais um período de seis meses. Ou seja, R$ 3.627.114,33 por mês.

Inconformado com esta repetida dispensa de licitação, que impede a salutar concorrência entre empresas, encaminhei, no dia 3 de janeiro, ofícios ao Tribunal de Contas do Estado e a Procuradoria Geral do Ministério Público de Contas para investigar os fatos.

Após nossa denúncia, a Prefeitura de Olinda, revogando decisão anterior, anulou a dispensa de licitação e abriu concorrência pública para recolhimento do lixo em Olinda no valor de R$ 2.397.247,65 por mês, num prazo de 60 meses, perfazendo um total de R$ 143.834.859,42.

Portanto, entre a anulação da dispensa de licitação e a abertura de uma nova concorrência, o custo mensal da coleta de lixo já apresentou uma economia para o município de Olinda da ordem de R$ 1.229.866,91 (mais de um milhão e duzentos mil) por mês. Essa redução de custo, garante, em apenas um ano o valor suficiente para executar a tão prometida requalificação da Avenida Presidente Kennedy.

Para refazer a Avenida Kennedy – maior corredor de transporte de Olinda com 4,5 Km de extensão – a Prefeitura insiste em tomar um empréstimo na Caixa Econômica Federal, pagando juros e dando como garantia receita do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que, em grande parte, é responsável pelo pagamento da folha dos seus servidores e a Previdência.

Se calcularmos, somente na coleta do lixo, o quanto a Prefeitura de Olinda já desperdiçou em recursos nos últimos três anos da gestão, com a dispensa de licitação, podemos afirmar, com certeza, que daria para refazer a Avenida Kennedy por três vezes. Ou trocando em miúdos, fazer a pavimentação de 27 quilômetros de ruas em todo município.

Precisamos ficar em alerta permanente. Existem outras despesas, como a merenda escolar e aquisição de remédios, tão expressivas como a coleta do lixo, e muito dinheiro pode estar se perdendo pelo ralo numa cidade com tantas carências sociais como Olinda.

*Presidente da Câmara Municipal de Olinda


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

16/01


2020

Experiência fantástica com fé e axé baiano

Acabei de chegar de moto ao hotel em que estou hospedado em Salvador. Não foi fácil cobrir a Lavagem do Bonfim, a maior festa popular religiosa do Nordeste. Fiquei com a mesma sensação de estar nas ruas do Recife sob o frevo rasgado da nossa cultura.

Mas foi bem diferente. É uma mistura do profano com o sagrado, a fé que sai energizada, no grito e no canto dos milhares de fiéis do Senhor do Bonfim. Não dá para calcular, mas falam em dois milhões de pessoas. Elas chegam de todos os cantos e ladeiras de Salvador. Negros, brancos, caboclos, índios, enfim, a mais genuína miscigenação própria de uma Bahia com 80% de almas negras. Depois da África, é na Bahia onde se observa a maior negritude do mundo.

Gente linda e feliz, que irradia uma energia contagiante. Eu já sabia que o baiano era bairrista, porque tenho parentes por cá. Só não imaginava o tamanho sem limite do amor à sua terra, suas raízes e cultura afros.

Teve alguns momentos do percurso que imaginei que não alcançaria a Igreja do Bonfim. A caminhada é de 8 km, que parecem mil, porque o caminhar é lento e em todos os ritmos baianos.

Encontrei até os bonecos de Olinda e não resisti a ensaiar uns passos de frevo tocado por orquestras tipicamente pernambucanas. A procissão é religiosa, mas bem que parece um carnaval fora de época em solo de animação baiana.

Se por um lado as vezes falta ar e o calor é capaz de torrar a cuca, por outro a beleza da chama do amor aceso da irmandade baiana nos prende pelo visgo da magia do axé.

Viva a Bahia!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

16/01


2020

Gravatá lança programa “Toda Semana Tem Obra”

O prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), lança, amanhã, o programa “Toda Semana Tem Obra”. O evento será realizado nos distritos de Uruçu-Mirim, às 14h, no prédio da Escola Intermediária Dom Paulo Hipólito de Souza Libório, e em Mandacaru, às 16h. 

O objetivo do programa é realizar e anunciar novos investimentos em reformas e construções de novos prédios públicos, onde serão ampliados os serviços de atendimentos à população em diversas áreas, com a educação e a saúde, por exemplo. 

Ao todo, os investimentos do projeto giram em torno de 60 milhões de reais  e, só até o primeiro trimestre de 2020, a previsão é que sejam entregues o novo prédio da Unidade Básica de Saúde do bairro da Boa Vista, a reinauguração do Posto I, além da assinatura das ordens de serviço para a construção de creches, escolas e da reforma do Hospital Municipal Doutor Paulo da Veiga Pessoa.

No lançamento de amanhã, já serão assinadas as ordens de serviço que darão início à construção de duas quadras poliesportivas. Uma no distrito de Mandacaru, que contemplará os estudantes da Escola Professor Aderbal Jurema e Intermediária João Paulo I, com um investimento de 770 mil reais. E outra em Uruçu-Mirim, com o investimento de 840 mil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Desvio no Porto Digital socialista

Por Tonico Magalhães*

Calma, pessoal. Este comentário não trata de corrupção ou lavagem de dinheiro no parque tecnológico de Pernambuco, que faturou no ano passado R$ 1,9 bilhão, segundo seu presidente Pierre Lucena, e abriga, nas empresas embarcadas, cerca de 328, em torno de 9 mil especialistas de informática em variados graus de conhecimento. O post foca o desvio de objetivos maiores, não todos, pela administração do Porto Digital.

O porto é uma organização social (OS) que tem benefícios substanciais para fechar negócios com seus patrocinadores “masters”: a Prefeitura do Recife, o Governo de Pernambuco, a administração federal, Finep, CNPQ, Sebrae e BNDES.

Na verdade, esta OS socializou o segmento no Estado com a assinatura de contratos com os órgãos públicos, com dispensa de licitações. Preferiu o caminho mais fácil para se manter como importante parque tecnológico sem uma vontade profunda de entrar na disputa pelos mercados nacionais e internacionais de tecnologia da informação e comunicação (TIC). Pouco se sabe de ações promocionais para vender comercialmente o Porto Digital.

Ocorre que, por conta do baixo custo da mão-de-obra local especializada, o Núcleo de Gestão do Porto Digital vem registrando como vitórias e ganhos no seu portfolio a vinda de empresas de fora para contratar o pessoal daqui. Estimula a prática do chamado body shop, no qual o funcionário presta o serviço no Recife para empresas de fora e a lucratividade pela venda do produto é faturada no Exterior ou em São Paulo, por exemplo.

O Porto Digital trocou, portanto, o ambiente de negócios – onde teria chances reais de ganhos para Pernambuco – pela empregabilidade dos formados nos centros locais de excelência.

E olhe que é uma empregabilidade fajuta. Os baixos salários não atraem mais os jovens profissionais. Recentemente, o Porto Digital divulgou a possibilidade de contratação, ofertando salários entre R$ 2.500,00 e R$ 3.000,00. O público-alvo riu da proposta. Isto ganha um soldador que só faz soldar ferros. Um especialista da área tem variadas funções na TIC. Aqui se paga a metade do mercado de São Paulo, diz um trabalhador da área.

Vindo da área de Educação, Pierre Lucena – ex-reitor da Faculdade Guararapes –, disse na Folha de São Paulo, em setembro do ano passado: “ou a gente faz um grande mutirão pela Educação e pelo emprego ou a gente não vai apontar para o século 21. Não vai se colocar lá. O jogo da transformação digital está começando agora e ainda temos tempo para entrar nesse trem”.

Sintomática, a reflexão de Lucena: ênfase na Educação e não nos negócios, além de observar que o Porto Digital corre o risco de perder o trem do desenvolvimento econômico e tecnológico, entregando-se passivamente ao Poder Público.

Bem..., o Porto Digital tem assegurado outra forma de capitalização: os bens imobiliários doados definitivamente ou em comodato pelo Poder Público. Ele dispõe de 13 imóveis empresariais de porte nos bairros do Recife e em Santo Amaro. Do alto da torre do prédio que foi do Bandepe, no Recife Antigo – a jóia da coroa imobiliária do parque –, o PD cobra aluguel de espaços de cinco imóveis enquanto requalifica para a informática outros oito. Mais renda à vista.

Anos passados investiu erradamente na colocação subterrânea de tubos para cabos de fibra ótica que atenderiam as empresas do Porto Digital. Tentou vender a passagem dos cabos para as grandes operadoras de Internet por um preço absurdo. Resultado: nenhuma empresa se interessou pelo negócio e continuou a colocar cabos aéreos. Hoje, nos tubos subterrâneos, só passam baratas e ratos.

E quando o foco já está desviado não adiantam mais avisos. O ex-ministro Raul Jungmann vem trabalhando muito para trazer mais negócios para o Porto Digital. Ligado ideologicamente aos gestores do PD, só vê no serviço público a possibilidade de captação de novos contratos. Já levou em visita ao PD o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.

Essas iniciativas socializantes não promovem o tecido empresarial e nem fortalecem quem já está instalado. Há, da parte do núcleo de gestão, um competente esforço auto-promocional da instituição Porto Digital que não corresponde totalmente à realidade. Muitas das empresas listadas no portfólio do PD são meros escritórios de representação de empresas de fora ou já não estão mais ativas.

É preciso, portanto, que os pernambucanos conheçam de perto a realidade do Porto Digital. É um empreendimento que custou para sua implantação parte do dinheiro da privatização da Celpe. Dinheiro Azul e Branco. Olho neles. É isso.

*Integrante da Cooperativa de Jornalistas de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

BOMBA: Bolsonaro sabia da corrupção de chefe da SECOM. Seguramente havia rachadinha.KKKK

Fernandes

A mentira foi o grande destaque do primeiro ano do governo Bolsonaro

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Nunca vi comunista entender do empreendedorismo. Só sabem fazer é mamar nos governos incompetentes. Mostre um só desses que tenham sucesso como empresário. O Eike teve por receber bilhões do BNDES para dividir com a corrupta direção petralha. Onde eles põe a mão pode crer que é maracutaia e/ou incompetência.



16/01


2020

Governador louva Bonfim em mensagem ao blog

Convalescendo de uma pequena cirurgia, pela primeira vez o governador da Bahia, Rui Costa (PT), ficou de fora, mas de coração partido, da Lavagem do Bonfim, a maior festa religiosa da Bahia, sendo no Nordeste só comparada ao Galo da Madrugada, no Recife.

Acabei de concluir o percurso da procissão, que arrastou duas milhões de pessoas, etapa de 8 km cheia de muita energia, fé e axé baiano.

Roendo por não estar pelas ruas de Salvador sendo beijado e abraçado pelo povo, o governador acabou de me enviar uma mensagem deixando fluir sua emoção ao ver a cobertura deste blog.

“Caro Magno,

A Bahia tem a honra de te receber. A Lavagem do Bonfim é uma festa dentro do coração dos baianos. Aliás, já virou nacional, assim como o Galo da Madrugada, em tua Recife. Baianos e pernambucanos valorizam a fé, a alegria, a cultura. O Nordeste é assim. Um grande abraço e obrigado por valorizar a nossa cultura e a fé do nosso povo”

Rui Costa

Governador do estado da Bahia


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Os últimos momentos da procissão do Bonfim


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

O autêntico som baiano


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Uma mistura de fé com carnaval


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

É hora de matar o calor


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Uma festa de fé, na paz e sem violência


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Candidato de ACM também fala ao blog


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

Bonecos de Olinda na festa do Bonfim


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

No meio da multidão, prefeito fala ao blog


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/01


2020

O frevo pernambucano na procissão do Bonfim


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores