FMO janeiro 2020

14/03


2012

Prefeito reafirma ser o único "pré-candidato definido"

 Ao comentar as declarações das lideranças do PT pernambucano, contestando sua candidatura como única, o prefeito João da Costa (PT) reafirmou a sua condição de “único pré-candidato definido” para a disputa no Recife. “Se alguém vier a assumir mais tarde, João Paulo, Humberto Costa ou Maurício Rands, a discussão será outra”, frisou. Na avaliação da executiva estadual, João da Costa é apenas mais um nome do partido. “O prefeito diz que é candidato e tem três nomes que são lembrados”, disse o presidente estadual da legenda, Pedro Eugênio, na última segunda-feira, antes de participar da reunião da executiva.(Diario de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

JOÃO DA COSTA,MANDA J. PAULO E HUMBERTO PROCURAR NINHO DE JUMENTO E ALISAR OS OVINHOS.PENSE EM DOIS CARA CHATO HUMBERTO VAMPIRO E JOÃO PAULO FINATEC É UM TESTÍCULO DE ELEFANTE COM HIDROCELE.


Prefeitura de Serra Talhada

14/03


2012

João da Costa é o candidato, diz presidente do PT

 O presidente nacional do PT, Rui Falcão, não mediu palavras ontem para dizer que, até o momento, o único nome oficialmente colocado para disputar a Prefeitura do Recife é o do prefeito João da Costa (PT), pré-candidato à reeleição. De acordo com o dirigente petista, a presença de outros “concorrentes” se restringe apenas a especulações na imprensa. “Pelo que tenho conhecimento, o único nome colocado no Recife é João da Costa”, afirmou, quando questionado sobre as divergências da executiva estadual e o diretório municipal do PT a respeito de quem será o candidato do partido na eleição de outubro.(Do Diario de Pernambuco - Rosália Rangel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

14/03


2012

Gestão de Coelho ainda pauta imprensa do sul-sudeste

 Quando se supunha que o nome do ministro Fernando Bezerra finalmente tinha sido posto à margem do noticiário político negativo que o marcou há um mês atrás, com denúncias de supostas irregularidades na sua pasta -- denúncias das quais ele aparentemente ele teria se saído bem -- volta o assunto que fez a delícia da imprensa do sul-sudeste. Na sua coluna de ontem, na Folha de S.Paulo, Lauro Jardim voltou ao tema, com a nota transcrita abaixo:

"Agora que Dilma Rousseff inaugurou a “demissão surpresa” no governo, tem ministro com medo de levantar da cadeira no fim do dia e não voltar mais. Um ministro fã de BBB brinca dizendo que Dilma adotou o big fone na Esplanada:

- Não dá nem para sair almoçar sem dar adeus à cadeira. Vai que o big fone toca?

Fernando Bezerra e Ana de Hollanda é que devem estar com medo do telefone por esses dias. Quem acompanha o clima no Planalto diz que Ana segue na prancha e Bezerra ainda não saiu da geladeira palaciana.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Justino Zoe Brito

Esse ministrinho, é ávido por dinheiro, não se importando com escrupúlos e princípios de moralidade. Infelizemnte neste país pessoas desta natureza assume os mais importantes cargos da nação. Ele não devia ser nem presidente de associação de bairro, quanto mais Ministro.


Banco de Alimentos

14/03


2012

Novos líderes podem piorar mais ainda a situação

CLÁUDIO HUMBERTO

 A presidenta Dilma acertou, trocando os lideres do governo na Câmara e no Senado, mas poucos apostam no êxito dos substitutos. O irritadiço Arlindo Chinaglia (PT-SP) colecionou desavenças quando presidiu a Câmara, e faltam ao senador Eduardo Braga (PMDB-AM) “jogo de cintura” e experiência. Tidos como arrogantes, eles não conhecem a paciência e a humildade, atributos essenciais a um Líder do Governo. Chinaglia é de uma facção rival à liderada por Lula, no PT, e Eduardo Braga contesta Renan Calheiros, que lidera a maioria do PMDB.

A escolha de Arlindo Chinaglia, político desprezado por Lula, pode agravar o desagrado do ex-presidente com algumas decisões de Dilma. A troca do Líder afrontou José Sarney e Renan Calheiros, cuja força no PMDB e no Senado a presidenta Dilma faz mal em subestimar. Sarney não se conforma: foi o último a saber da troca do amigo Romero Jucá por Eduardo Braga, na liderança do Governo no Senado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2012

PMDB rebelde desafia Dilma, nomeia Jucá e crise segue

 Na crise a aberta entre o Planalto e os aliados, o PMDB do Senado, comandado pelo líder Renan Calheiros, desafiou a presidente Dilma e escolheu como relator do Orçamento o nome que a presidente Dilma Rousseff afastou da liderança do governo na Casa: Romero Jucá, também líder de Fernando Henrique e Lula. Renan disse que o PMDB não foi o único responsável pela recusa, no Senado, da recondução de Bernardo Figueiredo para a ANTT. Na Câmara, Dilma trocou Cândido Vaccarezza por Arlindo Chinaglia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Partido não, quadrilha. O PMDB de Renan, Sarney, Jucá, Cunha, Alves, Barbalho e outros, donos de extensa folha corrida, entocados no fôro previlegiado, respaldados pelos bandidos de toga, assaltam os cofres públicos e privados a décadas, mas, um dia a casa cai !!!


O Jornal do Poder

14/03


2012

SP: juízes intimados a explicar pagamento milionário

 Planilha intitulada “indenizações excepcionais superiores a R$ 400 mil” aponta os valores exatos concedidos a cinco desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo. Os maiores pagamentos foram feitos em favor de dois ex-presidentes do TJ, Roberto Antonio Vallim Bellocchi (2008/2009) e Antonio Carlos Viana Santos (2010), que morreu em janeiro de 2011. Outros três desembargadores fazem parte do rol que o próprio TJ classifica de “casos graves”. Por isso, o TJ decidiu intimar novamente esses desembargadores para que, no prazo de 15 dias, justifiquem desembolsos que teriam autorizado também para assessores no período entre 2006 e 2010. 

Viana Santos e Bellocci receberam durante sua própria gestão na presidência. Bellocci ficou com R$ 1.440.536,91,Vianna Santos ficou com R$ 1.260.369,51, a maior parte (R$ 914.831,91) em 2010. Outros três desembargadores fazem parte do rol que o próprio TJ classifica de “casos graves”. (O Estado de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Lembro-me de que quando presidente Lula falava de uma Caixa Preta no judiciário! Eliana Calmom constatou essa afirmação. É fato, é real! Agora, os poderes do submundo estão em guerra. Não querem ser desmoralizados. Vai ser muito difícil extirpar esse mal. Mas virá o Armagedon, finalmente!



14/03


2012

Dilma encaminha recados a ex-aliados: me aguardem

 Ideli Salvatti recebeu Acir Gurgacz e André Figueiredo no Planalto no começo da tarde de ontem para uma  conversa sobre a novela pedetista na Esplanada, segundo Lauro Jardim,na sua coluna de Veja.

''''Ideli deu dois recados à dupla.

O primeiro foi para Paulinho da Força:

- Quem acha que vai nomear ministro com manchete de jornal está muito enganado.

O segundo foi para o angustiado Carlos Lupi:

- Dilma vai decidir a situação do PDT próximo da viagem para Índia, no fim do mês.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2012

Ministro denunciado ao STF por fraude e desvios

 A Procuradoria Geral da República (PGR) apresentou denúncia contra o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, no Supremo Tribunal Federal (STF) por crimes de fraude em licitação pública e “desvio de recursos em proveito alheio”, em 2004, época em que ele era prefeito de Belo Horizonte. O caso estava nas mãos da subprocuradora da República Cláudia Sampaio Marques, que na última segunda-feira optou por apresentar a denúncia depois de examinar sete volumes e 33 apensos do processo, movido originalmente pelo Ministério Público de Minas Gerais, e petição apresentada por Pimentel ao Supremo em sua defesa.(O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2012

STF: passado de novo líder no Senado já sob ataque

 Uma investigação que envolve o novo líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), foi enviada ao Supremo Tribunal Federal em janeiro. O caso trata de supostos crimes na desapropriação de um terreno quando ele era governador do Amazonas (2003-2010). Atualmente, os autos estão sob análise da Procuradoria-Geral da República, que poderá determinar diligências ou o arquivamento. O terreno havia sido adquirido pela empresa Colúmbia Engenharia por R$ 400 mil.

Três meses depois, o governo estadual pagou R$ 13,1 milhões para desapropriar o espaço, uma "surpreendente e desproporcional valorização", segundo a Procuradoria. O ato de desapropriação foi assinado por Braga.(Folha de S.Paulo - Fernando Mello - Felipe Seligman - Rubens Valente)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2012

Mexeram com Sarney: ele pode mudar a direção do vento

 A bancada do PMDB no Senado está dividida ao meio: metade com Renan Calheiros, metade contra. Eduardo Braga, que virou líder do Governo, é da metade que hoje está contra Renan (mas, parafraseando Chico Buarque, amanhã pode ser outro dia). No momento, portanto, a ala anti-Renan está ganhando a parada. Entretanto, um novo jogador entra em cena: José Sarney, que não apenas fareja para onde o vento sopra como é capaz de mudar a direção do vento. Outro dia, Ideli Salvatti, a ministra das Relações Institucionais, fez comentários desprimorosos sobre Sarney. Ele ouviu, rompeu relações com a ministra e espera que a própria presidente o desagrave. Até agora, ela não o fez. Corre o risco.(Lauro Jardim - Veja)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Não se pode abrir a guarda com esta quadrilha, já passou da hora de dar um basta na roubalheira e nos desmandoos noticiados diariamente, com as bençãos dos bandidos de toga.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores