Os bastidores do poder e da
política em primeira mão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Jaboatão - Cão Terapia
28.01.2022 18:00

Santos Cruz diz que Bolsonaro sempre foi um covarde

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Revista IstoÉ

Um dos primeiros a deixar o governo Bolsonaro, o ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, prepara-se para entrar de vez na política. Depois de se filiar ao Podemos, mesmo partido do ex-juiz Sergio Moro, o general estuda uma forma de impedir que Lula ou Bolsonaro vençam as eleições de outubro. Uma das alternativas seria a eventual candidatura ao Senado, algo que ele ainda não definiu. Em entrevista à ISTOÉ, o militar disse que seu maior propósito é romper “com o fanatismo que adoece o Brasil e sempre termina em violência”. Ao longo de quase uma hora de conversa em seu apartamento em Brasília, ele atacou as atitudes tomadas por Bolsonaro, em especial quando expôs os nomes dos funcionários da Anvisa, responsáveis pela liberação da vacinação de crianças contra a Covid. “Expor os servidores foi criminoso. Isso é de uma covardia infinita. E Bolsonaro sempre foi covarde”, disparou o ex-ministro, que também chamou o capitão de traidor. “Muita gente que votou em Bolsonaro acreditava no discurso dele. Mas ele é um traidor de carteirinha. Seu governo destruiu a direita e o conservadorismo”.

Qual será o clima das eleições presidenciais deste ano?

Estamos vivendo em um País doente, onde a corrupção está enraizada e há muita gente viciada em dinheiro público. Outro problema é o fanatismo, que já existiu em boa dose na época do PT. Agora, com o governo Bolsonaro, ele virou uma plataforma de governo, fruto de uma ambição pessoal do presidente.

O que Bolsonaro inseriu de novo nesse aspecto?

Um componente muito forte foi a milícia digital. É muito ativa. Uma verdadeira gangue virtual, composta também por pessoas extremistas, que gostam desse tipo de populismo barato que Bolsonaro faz. Gente que aceita o presidente passeando por aí usando dinheiro público. Ou que aceita barbaridades como essa a que assistimos, expondo os funcionários da Anvisa.

O que achou desse episódio na Anvisa?

Uma barbaridade e uma canalhice total. Órgãos técnicos como a Anvisa existem exatamente para fazer com que a sociedade não fique à mercê apenas de decisões políticas. Expor os servidores é uma coisa criminosa. Ao mesmo tempo, Bolsonaro também incentiva ações contrárias a esses servidores. Isso é de uma covardia infinita. Porque o covarde nunca vai junto. Ele estimula sempre alguém a fazer. Vide o que aconteceu na greve dos caminhoneiros. Bolsonaro incentivou a paralisação. E tem gente detida até hoje.

Bolsonaro se acovardou?

Bolsonaro sempre foi covarde. É uma característica dele. Um momento em que isso ficou perceptível foi no Sete de Setembro, quando o presidente fez um chamamento popular, uma bravata absurda na Avenida Paulista. Pouco tempo depois, chamou outra pessoa para escrever meia página para se desculpar. O episódio com a Anvisa também revelou essa parte do perfil dele. Se Bolsonaro não concordava com um parecer técnico, tinha que dizer que discordava, assinar embaixo e se responsabilizar pela decisão. E não fazer o que fez.

Quem tem mais culpa pela crise econômica: Bolsonaro ou a pandemia?

A pandemia afetou todos os países. Mas, aqui no Brasil, não houve liderança nesse processo. Quando há um problema sério assim, a autoridade máxima tinha que assumir as responsabilidades. Tinha que se unir aos governadores para cruzar esse período, apesar das divergências políticas. Um líder faria isso. Mas não. Faltou coragem a Bolsonaro para assumir essa responsabilidade. Faltou capacidade de coordenação. A partir daí, veio uma série de outros absurdos, como a propaganda que Bolsonaro fez de medicamentos ineficazes contra a Covid, como a cloroquina. Isso tudo espanta o investidor, que não quer conviver em um ambiente de insegurança. Isso faltou e ainda está faltando.

Como o País tem enfrentado a crise econômica?

A parte do auxílio aos mais pobres tinha que ser feita. Todos os países fizeram. Só que precisaria ter sido feita com mais critério. As medidas econômicas nesse governo não são bem discutidas, porque Bolsonaro não apresenta nenhum plano de redução dos gastos públicos. Quer aumentar os gastos com auxílio emergencial? Então o governo não pode simplesmente perdoar dívidas de R$ 2 bilhões das igrejas evangélicas, não pode enfiar R$ 16 bilhões em emendas de relator.

Qual a sua opinião sobre o orçamento secreto?

É compra de apoio político, um mensalão de última geração.

Não se trata da tal corrupção que Bolsonaro prometia combater?

Muita gente que votou em Bolsonaro, como eu, acreditava no discurso dele. Bolsonaro é um traidor de carteirinha. Traiu o eleitor, traiu o País inteiro. Quando você é eleito, você é presidente de todo mundo, e não só dos seus eleitores. Bolsonaro não cumpre o que fala, a começar pelo mais simples, como é o caso da reeleição. Ele dizia ser contra.

Como o senhor explica a impopularidade do governo?

As pessoas estão se conscientizando do despreparo de Bolsonaro para a função, marcado pelo populismo e pela vigarice política, que promete uma coisa e depois não sustenta aquilo que prometeu. Outro fator é que Bolsonaro só está fazendo o que sabe: campanha política. Nenhum país aguenta ficar quatro anos desse jeito. Existe um cansaço da população. Mesmo com os problemas financeiros em razão da Covid, você vê farta distribuição de dinheiro para as emendas parlamentares. A pandemia afetou a economia, mas não afetou os R$ 4,9 bilhões para o fundo eleitoral. Não afetou os R$ 36 bilhões de emendas parlamentares. Como é que a pandemia está castigando os mais pobres e para o Congresso continua tudo ótimo?

Bolsonaro se filiou ao PL, que é do Centrão, grupo fisiológico que ele prometeu combater. Seria mais uma contradição?

Isso também se enquadra na traição. Não sou eu quem vai julgar o presidente do PL. Todos os partidos têm pessoas bem intencionadas e pessoas com as quais se discorda. Mas o Centrão tinha sido taxado como criminoso. Tanto que rendeu até musiquinha do general Heleno. Você não pode dizer que não vai ter toma lá dá cá, que a política de conchavos é criminosa, e depois fazer o contrário do que falou. Afinal, que nova política é essa? Bolsonaro abraçou aqueles que criticava de maneira contundente. Isso é traição pura ao eleitorado, aos que acreditaram na sua conversa fiada de fazer política de uma nova maneira.

Como general, o que o senhor acha de Bolsonaro enaltecer sua origem militar?

Bolsonaro não tem nenhuma característica militar. Tanto que foi uma medida acertada na vida dele sair da caserna, porque não tinha característica para estar lá. De equilíbrio, de educação ou de planejamento.

Bolsonaro prejudica a imagem das Forças Armadas?

Sem dúvida. Bolsonaro tenta se apropriar da imagem das Forças Armadas. Ele não tem nenhuma noção de valorização institucional. O Brasil está passando por um período muito ruim nesse aspecto. Em todas as áreas em que o presidente teve maior atuação, as instituições foram desmoralizadas. Na PF, por exemplo, onde houve várias trocas de delegados e de superintendentes, foi muito negativo. Tirou a estabilidade da corporação. O Ministério da Saúde foi estraçalhado. A Anvisa está sofrendo um desgaste bárbaro. As Forças Armadas entram nesse pacote de desrespeito institucional. Convidar militares para o governo não é um problema. O número excessivo deles é dá a percepção de que as Forças Armadas estão institucionalmente engajadas com Bolsonaro. E não estão. Transmitir essa imagem é proposital.

A ideia é tentar usar os militares para intimidar?

Exatamente. Esse governo tem três fases distintas. A primeira foi marcada pela influência muito forte dos extremistas nos primeiros oito meses de governo. Na segunda fase, Bolsonaro tentou abertamente usar as Forças Armadas como ferramenta de pressão política. Não deu certo, porque os militares têm uma cultura muito forte e não vão admitir esse tipo de populismo. E, quando não tinha mais nada, Bolsonaro abraçou o Centrão, que é a terceira fase do governo. Aí vieram as manobras orçamentárias. Só assim ele vem conseguindo sobreviver.

O presidente envergonha as Forças Armadas?

Não vejo que um aventureiro qualquer como Bolsonaro tenha capacidade de quebrar a cultura das Forças Armadas. Elas não têm que se envergonhar de nada. Quem tem que ficar envergonhado é quem tenta desgastá-las. A população pode ter absoluta certeza de que as Forças Armadas não serão usadas no Brasil para golpe nenhum.

Os militares que ocupam cargos no governo vestiram demais a camisa do governo?

Essas pessoas não representam as Forças Armadas. Nem eu quando estava no governo representei. O pessoal da reserva não representa as Forças Armadas. O Heleno não está lá exercendo a função de general, mas a de um ministro qualquer. A expectativa da sociedade é que, por ele ser um general, ele deveria se comportar como tal. E não como um político, como está fazendo. Não foi o Exército que mandou ele para o governo. Foi um convite pessoal do presidente.

Como o senhor classifica o governo Bolsonaro?

É o governo que destruiu a direita e o conservadorismo. O PT destruiu a esquerda. Agora, é a vez de Bolsonaro fazer o mesmo com o outro polo do espectro político. Essa turma que está no Poder não tem nada de direita. O que temos é um show de ignorância. Conservadorismo de quê? Só se for de privilégios. Estão destruindo tudo em nome de interesses particulares.

O senhor já definiu sua candidatura ao Senado?

Ainda não decidi. Meu objetivo é que nosso próximo presidente não seja Lula, nem Bolsonaro. Hoje, meu interesse político é de que nenhum dos dois vença. Lula já teve a oportunidade dele. Não é o caso de voltar. E acho que Bolsonaro, em três anos, conseguiu mostrar que não está preparado para o cargo. É isso o que me motivou a entrar para a política. Algumas outras coisas influenciaram também. Como quando vi o fanatismo tomando conta da sociedade. O fanatismo sempre termina em violência. Passei cinco anos vivendo em ambientes assim, na África e na América Central. Vi muita gente morrer por briga causada por isso.

compartilhamentos

Últimos posts

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Petrolina - São João
Brasil 19.05.2022 18:00

Tyndaro Menezes é demitido da Globo sob suspeita de corrupção

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Tyndaro Menezes, ex-chefe do núcleo de jornalismo investigativo da Globo, é alvo de investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por suspeita de envolvimento com Ângelo Ribeiro de Almeida Júnior, ex-titular da Delegacia Fazendária fluminense, denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro na compra de insumos médicos. De acordo com informações obtidas pelo colunista Lucas Pasin, do UOL, Menezes foi demitido da emissora carioca ontem.

Em trechos de conversas obtidas pelo MPRJ e incluídos em um documento que será enviado ao Ministério Público Federal, o delegado diz que Menezes deve “receber sua parte em dinheiro” apesar de “não integrar nenhuma empresa”.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Ipojuca - Maio 2022
Pernambuco 19.05.2022 17:00

MV Bank vai antecipar recebíveis para setor de saúde

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Em um contexto de carência de parceiros financeiros que trabalham com instituições de saúde, a MV lança amanhã, durante a Feira Hospitalar, em São Paulo, uma “fintech” voltada especificamente para o setor, a MV Bank. Com investimento, nos 12 primeiros meses, de R$ 50 milhões, a plataforma tem objetivo de facilitar rotinas burocráticas, contemplando instituições, profissionais da área e pacientes. A iniciativa é uma parceria com a PeerBnk, empresa de serviços financeiros digitais.

Segundo Paulo Magnus, presidente da MV, que desenvolve softwares para a área de saúde, a fintech atuará, inicialmente, com duas necessidades da área: um serviço de antecipação de recebíveis para profissionais da saúde, que geralmente demoram até 90 dias para receber pagamentos, e a substituição de boletos por PIX.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Caruaru - Aniversário
Pernambuco 19.05.2022 16:45

Isso é cagado e cuspido paisagem do Interior

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Típica família sertaneja em Arcoverde: animal sagrado, conforme canção de Luiz Gonzaga, o jumentinho conduz o pai retirante com os filhos e uma penca de filhotes vira lata. A filha menor, de vermelho, numa mão leva a cachorra mãe, na outra o filhotinho ainda mamando. Poeta e cordelista, Braulio Bessa escreveu:

"Eu lhe digo que aqui no meu Sertão, caráter e honestidade são coisas de criação, tem família que sofre com sede e fome, sem dinheiro, sem luxo e sem “sobrenome”, 12 filhos e nem um vira ladrão".

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Cabo - Unidade de Saúde da Família
Pernambuco 19.05.2022 16:30

Ex-prefeito denuncia perseguição política em Palmerina

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O ex-prefeito de Palmerina Eudson Catão denunciou, hoje, ao blog, uma perseguição política na troca de direção do EREM Regina Pacis, naquele município. Segundo ele, todos os funcionários públicos que não são apoiadores do Governo Estadual estão sendo perseguidos pela atual gestão.

De acordo com Eudson, a Secretaria de Educação e Esportes demitiu o diretor Givaldo Paulo Barbosa e seu assistente que trabalhava na supervisão, José Nilton Ferreira, a pedido, segundo diário oficial, e nomeou Celso Evanderly da Silva Viana. Acontece que, os funcionários em questão negam o pedido de exoneração dos seus cargos, e tinham grande aprovação de funcionários e alunos da instituição. “Isso se deu por mera e completa perseguição política”, declarou o ex-prefeito.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Arcoverde - abril 2022
Pernambuco 19.05.2022 16:00

Marília visita Associação Pernambucana de Cabos e Soldados

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco pelo SD, Marília Arraes, participou de um encontro na Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS-PE), na manhã de hoje, para ouvir as principais demandas da categoria. A pré-candidata foi recebida por Luiz Torres, presidente da associação. O delegado Israel Rubis, vice-prefeito de Arcoverde e pré-candidato a deputado federal, também esteve na ACS.

"Para construir o nosso plano de governo, é preciso ter muito diálogo com as categorias. Eu quero dizer para os policiais que a participação de todos é muito bem-vinda. Queremos muito diálogo e participação", afirma Marília.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Camaragibe - Maio 2022
Pernambuco 19.05.2022 15:30

Miguel quer combater burocracia da máquina pública com transformação digital

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O pré-candidato a governador Miguel Coelho visitou, hoje, a sede do Porto Digital, no Recife. O ex-prefeito de Petrolina conversou com o presidente da instituição, Pierre Lucena, e apresentou parte de suas propostas para modernizar a gestão pública e incentivar a inovação em Pernambuco.

Miguel disse, no encontro, que pretende investir na transformação digital do serviço público para diminuir a burocracia, agilizar o atendimento da população e melhorar a eficiência. “A gente quer acabar com aquela papelada toda, tornar tudo digital, para resolver coisas como tirar um documento, emitir licenças, ter exames médicos pelo celular, de forma rápida. Fizemos em Petrolina e deu certo. Isso reduz burocracia, filas, custos e o aborrecimento do cidadão”, explicou o pré-candidato.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Serra Talhada 2021
Pernambuco 19.05.2022 15:00

Prefeito de Toritama tem contas de 2019 aprovadas por unanimidade

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

A Câmara de Vereadores de Toritama aprovou, por unanimidade, as contas de Governo do prefeito Edilson Tavares, referente ao exercício financeiro de 2019, na manhã de hoje. Em agosto de 2021, o Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) aprovou, também por unanimidade, as contas do prefeito e recomendou, em parecer, a aprovação pelos vereadores.

A sessão contou com o prestígio dos secretários municipais e servidores municipais. Na tribuna, o advogado Walles Couto explanou sobre o cumprimento fiscal da gestão municipal em 2019.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Belo Jardim 1 - Abril
Pernambuco 19.05.2022 14:30

No túnel do tempo

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

A foto é do arquivo do meu amigo Pinga, o empresário recordista de shows com Roberto Carlos. A imagem é de 1973 em Paulo Afonso (BA) na chegada do rei ao show. Se você tem uma foto histórica no seu baú e deseja vê-la postada neste quadro, envie agora pelo WhatsApp: (81) 9.8222-4888.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Bandeirantes Maio 2022
Pernambuco 19.05.2022 14:00

Governo demite filho de vereadora do PSB após anúncio de apoio à Marília

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Marcelo Felipe de Almeida Cardoso, filho da vereadora Célia Galindo, da bancada do PSB de Arcoverde, a 250 km do Recife, foi demitido, hoje, pelo governador Paulo Câmara. Ele ganhava apenas R$ 1.074 e trabalhava pesado numa escola do município. Arcoverde, até as paredes sabem, tem uma ex-prefeita na folha do Estado e um vereador, ambos do PSB, ganhando cinco vezes a mais em relação ao salário de Marcelo, mas nunca deram um dia de expediente. 

Marcelo tem três filhos e não falta um só dia ao trabalho, segundo o diretor da escola Carlos Rios, César Galindo. Seu afastamento foi político. Se deu uma semana após a mãe, decana na Câmara de Vereadores de Arcoverde, declarar seu apoio à candidata do Solidariedade ao Governo do Estado, Marília Arraes.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Nord Hotels
Pernambuco 19.05.2022 13:30

Até em contenção de encosta, Geraldo quer valor sigiloso

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

EXCLUSIVO 

Mais uma licitação por valor sigiloso, na gestão do ex-prefeito Geraldo Júlio (PSB) da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco. Desta vez, a gestão de Geraldo pretende fazer a contratação de serviços para contenção de encosta e drenagem na Vila Gaibu, próximo de SUAPE. O que se destacou na licitação é que, mais uma vez, o valor está contemplado como sigiloso. A justificativa é um artigo da Lei Federal das Estatais. "O Valor será sigiloso conforme art. 34 da da Lei Federal 13.303/2016", diz o edital. No entanto, outros órgãos do Governo do Estado não usam a citada lei, divulgando o valor da licitação com base no princípio da transparência. 

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE SESC - Férias de Janeiro
Pernambuco 19.05.2022 13:00

Nill Júnior é reeleito presidente da Associação das Emissoras de TV e Rádio de PE

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Diretor de jornalismo da Rádio Pajeú, de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, o comunicador Nill Júnior foi reeleito presidente da Associação das Empresas de Rádio e TV de Pernambuco, Asserpe. O novo mandato vai até 2025. A nova diretoria, também eleita consensualmente, tem como vice-presidente de TV, Iuri Maia Leite, da Globo Pernambuco. 

O vice-presidente de Rádio é Cléo Nicéas, do Grupo Nordeste de Comunicação; o vice-Presidente Financeiro é Tony Pereira, da Rádio Metropolitana Caruaru; o vice-presidente Agreste, Júnior Almeida, da Rádio Cultura do Nordeste – Caruaru; o vice-presidente Sertão, Ana Amélia Lemos, da Rádio Grande Rio – Petrolina; e o diretor Secretário é Ivan Feitosa – Rádio Liberdade FM – Caruaru.

...



compartilhamentos
Pernambuco 19.05.2022 12:30

Na comemoração do primeiro ano, Sextou revive Gilliard

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Espaço criado na pandemia, diante da ausência dos shows, dos artistas fora de cena, o Sextou completa amanhã um ano. O primeiro entrevistado foi o cantor e compositor Gilliard, um dos maiores astros do romantismo nos anos 80. Em comemoração à data, o Sextou de amanhã traz a reprise da belíssima entrevista do autor e intérprete de “Aquela nuvem”, dentre tantos outros sucessos.

...



compartilhamentos
Pernambuco 19.05.2022 12:00

Água com mau cheiro alaga corredor do Hospital da Restauração

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Um dos corredores do Hospital da Restauração, na área central do Recife, foi tomado por água suja e com mau cheiro. Funcionários, que pediram para não ser identificados, relataram que um cano no teto, que parecia ser de esgoto, estourou. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o problema aconteceu ontem e foi resolvido rapidamente. As informações são do portal G1/PE.

No começo do mês, placas de gesso que compõem o forro do teto do hospital desabaram e a água de um cano estourado atingiu pacientes da unidade de saúde, que é a maior da rede pública do estado.

...



compartilhamentos