FMO janeiro 2020

16/10


2021

Fome dói, adoece e mata!

Por Renata Abreu*

Alimentação é um direito social do brasileiro garantido pela Constituição, que, absurdamente, não está sendo garantido. A fome e a pobreza voltaram a assombrar milhões de famílias no Brasil. A fome sempre foi um problema grave, mas a situação piorou muito com a Covid-19.

São quase 20 milhões de brasileiros passando fome!!! Eles não têm o que comer, mostra levantamento feito pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Penssan). O maior número da série histórica do Ministério da Cidadania, iniciada em agosto de 2012. Isso quer dizer que quase 10% da população está subalimentada.

A Penssan apurou também que 116,6 milhões de brasileiros (55,2%) não têm acesso pleno e permanente a alimentos. E que 43,3 milhões não têm alimentos em quantidade suficiente (insegurança alimentar moderada).

Dados de outra pesquisa, coordenada pelo Grupo de Pesquisa Alimento para Justiça: Poder, Política e Desigualdades Alimentares na Bioeconomia, com sede na Universidade Livre de Berlim, mostram 125,6 milhões de brasileiros (59,3% da população) não comem em quantidade nem qualidade ideais desde a chegada da pandemia do novo coronavírus.

Tanto um levantamento quanto o outro mostram dados chocantes, mas a realidade pode ser até mais aflitiva, já que as pesquisas foram feitas antes do aumento da inflação dos últimos meses. Portanto, é provável que a situação esteja pior.

Antes da pandemia, eram 57 milhões de pessoas vivendo em insegurança alimentar; 13,4 milhões de famílias em situação de extrema pobreza, quando a renda per capita é de até R$ 89 mensais, de acordo com o governo federal; e 2,8 milhões de famílias em situação de pobreza, com renda entre R$ 90 e 178 per capita mensais.

A crise humanitária não é de agora. Levamos 10 anos para o País sair do Mapa Mundial da Fome, que é monitorado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), mas estamos de volta. Infelizmente! Um país entra no Mapa da Fome quando a subalimentação afeta 5% ou mais de sua população.

Em 2013, o Brasil teve o melhor nível de segurança alimentar da série histórica (Pnad), com mais de 77% dos domicílios nessa condição. Dados do IBGE mostram que a insegurança alimentar, que caía desde 2004, voltou a subir em todas as suas formas a partir de 2014, por causa da forte recessão de 2015-2016, que encolheu o PIB em 7,2%. Em 2017-2018, a situação de segurança alimentar era vivenciada por apenas 63,3% dos domicílios pesquisados.

Com o passar dos anos fomos caindo. Agora temos um desafio ainda maior. Quem vive precisa comer. E hoje o número de brasileiros que estão pelas ruas é cada vez maior porque o desemprego também é muito grande: 30 milhões sem teto para morar e quase 15 milhões sem trabalho.

Fome dói, fome adoece, fome mata. E muitos brasileiros têm que escolher entre comer e morar. Triste e dolorida realidade. Temos de agir rapidamente para tirar o Brasil da geopolítica da miséria.

Com o fortalecimento do salário-mínimo, geração de empregos formais, política habitacional, saneamento básico, reformas tributária e agrária, projetos de transferência de renda, políticas de promoção da segurança alimentar, além do envolvimento da sociedade em campanhas de doações, combateremos as desigualdades e garantiremos que pessoas em situação de pobreza não passem mais fome no Brasil e tenham um lugar digno para viver.

*Presidente nacional do Podemos e deputada federal por São Paulo


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jaboatão - Família Acolhedora

Confira os últimos posts



27/11


2021

Ladrões assaltam propriedade de empresário em Carpina

Uma propriedade do empresário Miguel Petribu, em Carpina, na Mata Norte Pernambucana, foi invadida por assaltantes hoje. De acordo com uma fonte, os criminosos levaram dinheiro e jóias. Não houve feridos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE - Ações Sociais

27/11


2021

Serra-pau, papai, o Ferroviário e o tempo

Quando garoto em Afogados da Ingazeira, minha terra natal, adorava futebol. Não jogava bem, mas admirava quem tinha o domínio e a arte da bola. Ferroviário, Guarany e Bac eram times da elite do futebol do Sertão, celeiros de craques. Muitos  jogadores já fizeram a última viagem. Outros, continuam cumprindo a sua missão, resistindo a pegar o último pau-de-arara.

Serra-pau, que reencontrei na última vez que estive em Afogados, vivendo de um pequeno comércio na praça ao lado da Catedral, pertenceu à galáxia dos craques. Era zagueiro, beque central como a gente dizia na linguagem amatutada. Duro na queda, daqueles que praticavam a filosofia "do joelho para baixo, tudo é canela".

Pertencia ao Ferroviário, contemporâneo de Colher de Pau, Clóvis de Dóia, Surrão, Biu de Zeca, Lulu Pantera e Antônio Martins. Além de bom atleta, Serra-pau jogava com paixão. Era tanto amor ao time que chorava diante de uma derrota. Bom caráter, leal, amigo e sem nenhum atributo contaminado pelo estrelismo.

Cansei de ver vê-lo chorar nos ombros do meu pai quando o Ferroviário perdia para o Guarany. Papai era presidente do time e as tertúlias do choro se davam na calçada de nossa casa onde hoje funciona o Banco do Brasil. Um casarão, tinha até um vasto salão para a equipe usar como espaço de concentração e vestuário. 

Tempos bons. Nas vitórias do Ferroviário, papai agradava aos jogadores dando uns trocados, dinheiro que tirava do apurado da sua loja comercial sem prestar contas a mamãe, cuja firma estava registrada no seu nome. Papai enrolava, mas se dava mal. Quando ela descobria o "rombo" no caixa, braba como um leão, mamãe esbravejava, enquanto ele negava na maior cara de pau.

Papai era um comerciante de miudezas em geral muito bem sucedido em Afogados da Ingazeira. Mas jogou muito dinheiro pela janela na política  - foi vereador por quatro mandatos e vice-prefeito - e no futebol. Seu "sócio" no poço sem fundo do Ferroviário era o juiz Virgílio Amaral, igualmente doente pelo time. 

Serra de Pau é um símbolo de um passado impregnado nas memórias dos meus anos dourados. No espelho da vida, revejo mil rostos, alguns velhos, outros cansados, perdidos em passados distantes. Chego à conclusão que são pedaços de mim que flutuam no tempo, pássaros sem rumo e sem pouso, a buscar seus ninhos no céu da memória.

O jornalismo é feito de histórias e histórias são retratos do passado. Enquanto existir recordações fotográficas sentimentais, o tempo passado, para mim, não morrerá jamais. Hoje, posso dizer que a vida não pode ser rebobinada como uma fita. Cada personagem e cena têm o seu lugar na história. É só não descartar as emoções sentidas nem menosprezar as atitudes escolhidas. O tempo não cura as feridas. Elas ficam ali para que a gente sempre se lembre do que passou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

26/11


2021

Tonca desmente áudio polêmico

Nota oficial

Voltou a circular nas redes sociais um áudio com o título “Tonca resolveu abrir a boca”. Trata-se de um fake requentado.

Registro que, quanto a temas referentes a administrações passadas estaduais, objeto de algumas postagens do passado, estive, voluntariamente, atendendo a convite, no MPF, em 2019, quando prestei os esclarecimentos que achei pertinentes. 

Antônio Campos – presidente da Fundaj


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/11


2021

Governador confirma a Clodoaldo que BEPI fica em Palmares

Durante evento realizado no Agreste Pernambucano, o governador Paulo Câmara garantiu ao deputado estadual Clodoaldo Magalhães que o município de Palmares vai continuar com a sede da 3° CIA do BEPI (Batalhão Especializado de Policiamento do Interior) em seu território. 

“Será muito importante essa permanência para garantir a segurança dos moradores da cidade, que tem sofrido com um aumento considerável de violência nos últimos meses”, confirmou o deputado Clodoaldo. A 3° CIA do BEPI está instalada em Palmares desde o ano de 2015.

Clodoaldo Magalhães participou nesta sexta-feira da comitiva de Paulo Câmara às cidades de Lajedo e Ibirajuba, onde o governo estadual assinou ordens de serviços. As ações estão previstas no Plano Retomada. Os investimentos contemplam áreas como infraestrutura, abastecimento de água, educação, desenvolvimento urbano e social e geração de emprego, além de inaugurações e vistorias a obras em andamento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina outubro 2021

26/11


2021

Nutricionista vai ter sua prótese: só faltam R$ 3 mil

Acabei de receber informações da família da nutricionista Jordânia Filipe, de 34 anos, de Serrita, dando conta que com a entrada deste blog na campanha para arrecadar R$ 41 mil, valor da prótese para substituir a perna perdida, já foram registrados R$ 38 mil. Graças ao bom Deus e ao coração bondoso dos nossos leitores.

Ela teve a perna esquerda amputada após ser picada por uma aranha marrom. O caso ocorreu na praia de Coqueirinho, em João Pessoa, no último mês de maio.

A campanha vai prosseguir para arrecadar o valor da prótese. Veja como ajudar:

Caixa Econômica Federal

Agência: 0776

Operação 013

Conta: 4623-1

Bradesco (Pix):

(81) 9.9825-5087 (celular)

Nome: Socorro Jordânia Filipe da Silva


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

26/11


2021

João Alfredo vai ganhar agência da Caixa Econômica

Uma agência da Caixa Econômica será inaugurada, nos próximos meses, em João Alfredo, anunciou, hoje, o senador Fernando Bezerra Coelho em visita ao município do Agreste pernambucano. Junto com o deputado federal Fernando Filho, o líder do governo no Senado também participou da solenidade de assinatura de ordens de serviço para obras na cidade.

Ao lado do prefeito Zé Martins, os parlamentares assinaram as autorizações para as obras de pavimentação de várias ruas da cidade, a construção de 8 casas populares na comunidade de Pau Santo, em assentamento do Incra, e para a entrega de um caminhão carro-pipa, no valor de R$ 250 mil. Também foi autorizado o funcionamento da Sala de Cidadania do Incra em João Alfredo.

“A gente faz política com trabalho para que os recursos possam chegar na ponta e ajudar o povo a ter uma vida melhor. A agência da Caixa está autorizada e deve ser inaugurada em breve”, destacou o senador, que aproveitou a ocasião para anunciar, ainda, a articulação de recursos para a assistência social do município.

O deputado Fernando Filho, por sua vez, destacou que os investimentos apresentados chegam para a atender a população maltratada pela gestão estadual. “E tem muito mais por vir”, assegurou o parlamentar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Novembro

26/11


2021

Deputada destaca investimento de Bolsonaro em PE

A deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) participou da comitiva do ministro do Turismo, Gilson Machado, em visita ao município de Ipojuca, hoje. Após agenda na Prefeitura, logo pela manhã, a equipe seguiu para uma visita técnica no Convento de Santo Antônio e foram recebidos por músicos da Orquestra Criança Cidadã. A parlamentar reafirmou a importância cultural e religiosa do local.

“É muito importante essa visita técnica do Ministro para observar o local, ver como está sendo feita a preservação e se há melhorias a serem realizadas. Por ser um ponto turístico muito visitado, há a necessidade de uma manutenção permanente por aqui”, explicou a parlamentar.

Em discurso no Convento, Machado reafirmou a importância do templo religioso e pontuou o compromisso do governo com a cultura do país. Segundo ele, os governos anteriores não demonstravam respeito com as religiões.

A visita de Machado finalizou com um encontro com empresários locais, que pontuaram suas necessidades e explicaram os prejuízos sofridos com o fechamento da economia por força da pandemia da Covid-19.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Feira da Sulanca

26/11


2021

Deputado comemora anúncio da pavimentação da PE-158

Após apresentar inúmeros pedidos da pavimentação dos dez quilômetros da PE-158 que ligam os municípios de Calçado e Jupi, o deputado estadual Álvaro Porto (PTB) comemorou o anúncio das obras feito pelo Governo do Estado, ontem.

“Os moradores e lideranças da região vinham fazendo esta reivindicação há anos e ao longo dos nossos dois mandatos insistimos com solicitações encaminhadas ao Governo do Estado e ao Departamento de Estradas e Rodagens de Pernambuco. A pavimentação dos 10 quilômetros foi prometida há oito anos, mas foi mantida no papel”, destacou.

As duas últimas indicações foram apresentadas por Porto em 2019 e 2020. Este ano o deputado fez novo apelo que incluiu reivindicações de restauro em rodovias do Agreste e da Mata Sul.

Na indicação de 2020, Porto lembrou que o anúncio da recuperação trecho entre Calçado e Jupi, em 2013, trouxe esperança e alegria para a população de ambos os municípios que, após vários anos de espera, transitando por uma via sem pavimentação, e em condições precárias, enfim poderiam dispor de uma rodovia pavimentada, com condições satisfatórias de segurança.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde novembro 2021

26/11


2021

Ouça agora o Sextou com Israel Filho

Se o leitor não conseguiu acompanhar a entrevista do cantor Israel Filho ao quadro “Sextou” do programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro e exibido pela Rede Nordeste de Rádio, não se preocupe. Clique no link disponível e confira. Está incrível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

26/11


2021

Médico atesta Europa fechada por 4ª onda da Covid

O médico Gilvaney Silva, de São José do Egito (PE), teve que retornar ao Brasil às pressas diante o avanço da nova variante da Covid-19 na Europa. Acompanhado da esposa, ele conta que antecipou o retorno em dez dias.

"Tive que arcar com os custos do regresso de Lisboa a Recife, orçado em mais uns R$ 13 mil e perda de diárias hoteleiras já pagas na reserva inicial. Tudo devido à quarta onda da pandemia. Portugal com aumento dos casos, Amsterdã e Viena em blecaute, Roma fechada", comenta.

Gilvaney também alerta para a necessidade de o Brasil se proteger desta nova variante, batizada de "ômicron" pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a instituição, a nova cepa surgiu na África do Sul.

"Esperar mais o quê? Brasil que se cuide desta nova ameaça recidiva, que a Anvisa haja rápido no controle aeroportuário dos imigrantes europeus e africanos", conclui.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro