FMO - Previnir é a melhor forma de lutar

21/09


2021

Veja a íntegra do discurso de Bolsonaro na ONU

O presidente Jair Bolsonaro discursou, na manhã de hoje, na 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Foi a terceira vez que Bolsonaro discursou como presidente do Brasil – o representante do país é encarregado de abrir oficialmente a fala dos presidentes mundiais desde 1947.

Leia abaixo a íntegra do discurso de Bolsonaro:

Senhor Presidente da Assembleia-Geral, Abdullah Sharrid,

Senhor Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres,

Senhores Chefes de Estado e de Governo e demais chefes de delegação,

Senhoras e senhores,

É uma honra abrir novamente a Assembleia-Geral das Nações Unidas.

Venho aqui mostrar o Brasil diferente daquilo publicado em jornais ou visto em televisões.

O Brasil mudou, e muito, depois que assumimos o governo em janeiro de 2019.

Estamos há 2 anos e 8 meses sem qualquer caso concreto de corrupção.

O Brasil tem um presidente que acredita em Deus, respeita a Constituição e seus militares, valoriza a família e deve lealdade a seu povo.

Isso é muito, é uma sólida base, se levarmos em conta que estávamos à beira do socialismo.

Nossas estatais davam prejuízos de bilhões de dólares, hoje são lucrativas.

Nosso banco de desenvolvimento era usado para financiar obras em países comunistas, sem garantias. Quem honra esses compromissos é o próprio povo brasileiro.

Tudo isso mudou. Apresento agora um novo Brasil com sua credibilidade já recuperada.

O Brasil possui o maior programa de parceria de investimentos com a iniciativa privada de sua história. Programa que já é uma realidade e está em franca execução.

Até aqui, foram contratados US$ 100 bilhões de novos investimentos e arrecadados US$ 23 bilhões em outorgas.

Na área de infraestrutura, leiloamos, para a iniciativa privada, 34 aeroportos e 29 terminais portuários.

Já são mais de US$ 6 bilhões em contratos privados para novas ferrovias. Introduzimos o sistema de autorizações ferroviárias, o que aproxima nosso modelo ao americano. Em poucos dias, recebemos 14 requerimentos de autorizações para novas ferrovias com quase US$ 15 bilhões de investimentos privados.

Em nosso governo promovemos o ressurgimento do modal ferroviário.

Como reflexo, menor consumo de combustíveis fósseis e redução do custo Brasil,

em especial no barateamento da produção de alimentos.

Grande avanço vem acontecendo na área do saneamento básico. O maior leilão da história no setor foi realizado em abril, com concessão ao setor privado dos serviços de distribuição de água e esgoto no Rio de Janeiro.

Temos tudo o que investidor procura: um grande mercado consumidor, excelentes ativos, tradição de respeito a contratos e confiança no nosso governo.

Também anuncio que nos próximos dias, realizaremos o leilão para implementação da tecnologia 5G no Brasil.

Nossa moderna e sustentável agricultura de baixo carbono alimenta mais de 1 bilhão de pessoas no mundo e utiliza apenas 8% do território nacional.

Nenhum país do mundo possui uma legislação ambiental tão completa.

Nosso Código Florestal deve servir de exemplo para outros países.

O Brasil é um país com dimensões continentais, com grandes desafios ambientais.

São 8,5 milhões de quilômetros quadrados, dos quais 66% são vegetação nativa, a mesma desde o seu descobrimento, em 1500.

Somente no bioma amazônico, 84% da floresta está intacta, abrigando a maior biodiversidade do planeta. Lembro que a região amazônica equivale à área de toda a Europa Ocidental.

Antecipamos, de 2060 para 2050, o objetivo de alcançar a neutralidade climática. Os recursos humanos e financeiros, destinados ao fortalecimento dos órgãos ambientais, foram dobrados, com vistas a zerar o desmatamento ilegal.

E os resultados desta importante ação já começaram a aparecer!

Na Amazônia, tivemos uma redução de 32% do desmatamento no mês de agosto, quando comparado a agosto do ano anterior.

Qual país do mundo tem uma política de preservação ambiental como a nossa?

Os senhores estão convidados a visitar a nossa Amazônia!

O Brasil já é um exemplo na geração de energia com 83% advinda de fontes renováveis.

Por ocasião da COP-26, buscaremos consenso sobre as regras do mercado de crédito de carbono global. Esperamos que os países industrializados cumpram efetivamente seus compromissos com o financiamento de clima em volumes relevantes.

O futuro do emprego verde está no Brasil: energia renovável, agricultura sustentável, indústria de baixa emissão, saneamento básico, tratamento de resíduos e turismo.

Ratificamos a Convenção Interamericana contra o Racismo e Formas Correlatas de Intolerância.

Temos a família tradicional como fundamento da civilização. E a liberdade do ser humano só se completa com a liberdade de culto e expressão.

14% do território nacional, ou seja, mais de 110 milhões de hectares, uma área equivalente a Alemanha e França juntas, é destinada às reservas indígenas. Nessas regiões, 600.000 índios vivem em liberdade e cada vez mais desejam utilizar suas terras para a agricultura e outras atividades.

O Brasil sempre participou em Missões de Paz da ONU. De Suez até o Congo, passando pelo Haiti e Líbano.

Nosso país sempre acolheu refugiados. Em nossa fronteira com a vizinha Venezuela, a Operação Acolhida, do Governo Federal, já recebeu 400 mil venezuelanos deslocados devido à grave crise político-econômica gerada pela ditadura bolivariana.

O futuro do Afeganistão também nos causa profunda apreensão. Concederemos visto humanitário para cristãos, mulheres, crianças e juízes afegãos.

Nesses 20 anos dos atentados contra os Estados Unidos da América, em 11 de setembro de 2001, reitero nosso repúdio ao terrorismo em todas suas formas.

Em 2022, voltaremos a ocupar uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU. Agradeço aos 181 países, em um universo de 190, que confiaram no Brasil. Reflexo de uma política externa séria e responsável promovida pelo nosso Ministério de Relações Exteriores.

Apoiamos uma Reforma do Conselho de Segurança ONU, onde buscamos um assento permanente.

A pandemia pegou a todos de surpresa em 2020. Lamentamos todas as mortes ocorridas no Brasil e no mundo.

Sempre defendi combater o vírus e o desemprego de forma simultânea e com a mesma responsabilidade. As medidas de isolamento e lockdown deixaram um legado de inflação, em especial, nos gêneros alimentícios no mundo todo.

No Brasil, para atender aqueles mais humildes, obrigados a ficar em casa por decisão de governadores e prefeitos e que perderam sua renda, concedemos um auxílio emergencial de US$ 800 para 68 milhões de pessoas em 2020.

Lembro que terminamos 2020, ano da pandemia, com mais empregos formais do que em dezembro de 2019, graças às ações do nosso governo com programas de manutenção de emprego e renda que nos custaram cerca de US$ 40 bilhões.

Somente nos primeiros 7 meses desse ano, criamos aproximadamente 1 milhão e 800 mil novos empregos. Lembro ainda que o nosso crescimento para 2021 está estimado em 5%.

Até o momento, o Governo Federal distribuiu mais de 260 milhões de doses de vacinas e mais de 140 milhões de brasileiros já receberam, pelo menos, a primeira dose, o que representa quase 90% da população adulta. 80% da população indígena também já foi totalmente vacinada. Até novembro, todos que escolheram ser vacinados no Brasil, serão atendidos.

Apoiamos a vacinação, contudo o nosso governo tem se posicionado contrário ao passaporte sanitário ou a qualquer obrigação relacionada a vacina.

Desde o início da pandemia, apoiamos a autonomia do médico na busca do tratamento precoce, seguindo recomendação do nosso Conselho Federal de Medicina.

Eu mesmo fui um desses que fez tratamento inicial. Respeitamos a relação médico-paciente na decisão da medicação a ser utilizada e no seu uso off-label.

Não entendemos porque muitos países, juntamente com grande parte da mídia, se colocaram contra o tratamento inicial.

A história e a ciência saberão responsabilizar a todos.

No último 7 de setembro, data de nossa Independência, milhões de brasileiros, de forma pacífica e patriótica, foram às ruas, na maior manifestação de nossa história, mostrar que não abrem mão da democracia, das liberdades individuais e de apoio ao nosso governo.

Como demonstrado, o Brasil vive novos tempos. Na economia, temos um dos melhores desempenhos entre os emergentes.

Meu governo recuperou a credibilidade externa e, hoje, se apresenta como um dos melhores destinos para investimentos.

É aqui, nesta Assembleia Geral, que, vislumbramos um mundo de mais liberdade, democracia, prosperidade e paz.

Deus abençoe a todos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jaboatão - regularizacao-fundiaria

Confira os últimos posts



18/10


2021

Renan começa a apresentar relatório final da CPI

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), começou, há pouco, a apresentar uma versão do parecer final dos trabalhos aos senadores do grupo majoritário da comissão, conhecido como "G7".

O movimento ocorre após atritos entre os integrantes do grupo, gerados pela divulgação antecipada à imprensa de trechos do relatório.

Renan entregou o documento a pelo menos dois senadores titulares da CPI: Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Mais cedo, o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), demonstrou irritação com o que chamou de "vazamento". O senador afirmou que só verá o relatório no dia da leitura, prevista para a próxima quarta-feira (20).

Aziz também disse ser contrário a eventuais retiradas de pedidos de indiciamentos – para não parecer que, após a divulgação antecipada, houve mudanças a pedido de senadores para “proteger” alguém.

O documento, com mais de mil páginas, está dividido em 16 capítulos, segundo a assessoria de Renan Calheiros. Dez capítulos estão relacionados aos fatos investigados pelo colegiado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

18/10


2021

Vitória autoriza reinício de obras no acesso à Natuba

O prefeito de Vitória de Santo Antão, Paulo Roberto, e o vice-prefeito, Edmo Neves, iniciaram a semana com a assinatura de mais uma obra de mobilidade urbana. Hoje, foi autorizado o reinício da obra de pavimentação, drenagem e iluminação da Avenida Elmo Cândido Carneiro, acesso à Natuba e BR-232, cerca de 3km, que vai proporcionar novo acesso à zona oeste da cidade.

“Nosso foco é fazer a cidade fluir. Fazer com que a cidade tenha mobilidade e interligação. E é isso que a gente está aqui fazendo neste trabalho. Essa via vai ligar toda o perímetro urbano da zona oeste, passando por Natuba. Esse era um sonho da população vitoriense que estava sendo protelado por tanto tempo”, destacou o prefeito Paulo Roberto. Ainda segundo o gestor, a via também será contemplada com ciclovia e área de cooper.

A iniciativa da Secretaria de Infraestrutura e Controle Urbano do município será executada pela empresa Bruno Alexandre Batista Inocêncio Empreendimentos EIRELI e tem prazo de execução de 180 dias. “A gente sabe que agora, com essa pavimentação, o conforto, o bem-estar dos moradores, sem dúvidas, será melhorado. Além de que é uma das prioridades da gestão a mobilidade urbana, e é isso que vemos fazendo a cada dia”, frisou Laila Duarte, secretária de Infraestrutura e Controle Urbano.

O ato da ordem serviço contou com a presença do deputado estadual Joaquim Lira, secretários municipais e presidentes de autarquias, vereadores, do ex-prefeito Elias Lira, além de moradores da área. “Hoje estamos numa via que não vai servir apenas para o escoamento da produção agrícola de Natuba, mas sim, para também garantir a qualidade de vida das pessoas que residem na região”, destacou o vice-prefeito, professor Edmo Neves.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina setembro 2

18/10


2021

A fome estampada no Recife

Depois de ficar chocado com um vídeo em Fortaleza mostrando um grupo de pessoas da periferia disputando restos de comida num caminhão de lixo, um leitor do blog fez este flagrante de um homem comendo lixo na Avenida Rosa e Silva, na Zona Norte do Recife.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/10


2021

Senado pede rejeição de prazo para análise de impeachment

A Advocacia do Senado enviou posicionamento ao Supremo Tribunal Federal (STF), hoje, para pedir que os ministros rejeitam a ação que pretende estabelecer prazo para a análise de pedidos de impeachment pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

No documento, os advogados afirmam que, se esse prazo fosse fixado, Lira teria que "desviar suas atenções dos assuntos verdadeiramente importantes e urgentes".

"Eventual concessão de medida cautelar resultaria no atropelo do poder de agenda do presidente da Câmara dos Deputados, que passaria a ter uma obrigação, criada artificialmente por uma decisão judicial (sem previsão constitucional, legal ou regimental), de se debruçar incontinenti sobre a admissibilidade pedidos de afastamento do Presidente da República (que além de muito numerosos, na maioria das vezes são ineptos)", diz o texto enviado ao STF.

"Na prática, o Presidente da Câmara dos Deputados terá que desviar suas atenções dos assuntos verdadeiramente importantes e urgentes – ainda mais graves em tempos de pandemia – o que causaria profunda insegurança jurídica e risco de dano irreparável à população brasileira", prossegue.

Na manifestação, os advogados do Senado dizem ainda que o tema é da competência do Poder Legislativo e, por isso, não cabe interferência do Poder Judiciário.

Eles sustentaram que uma eventual decisão do STF favorável ao pedido representaria uma "supressão de competências legislativas" e a "violação do princípio da separação de poderes".

"A Constituição não determinou como se deve desenrolar o procedimento de impeachment, tendo o legislador constituinte deixado a matéria a cargo dos Regimento Internos das Casas Legislativas, ou seja, está-se diante de matéria exclusivamente interna corporis, insuscetível de controle judicial", afirmaram.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

18/10


2021

Santa Cruz: Ex-prefeito acusa atual gestor de mentiroso

Em entrevista concedida ao Programa Estúdio Livre, na rádio Polo FM, em Santa Cruz do Capibaribe, na manhã de hoje, Edson Vieira (PSDB) afirmou que o prefeito Fábio Aragão (PP) “mentiu” em audiência pública realizada na semana passada, onde acusou Vieira de deixar mais de 350 milhões em débitos na prefeitura.

“Me surpreendi com essas informações divulgadas em audiência pública, que foi realizada sem a convocação pela Comissão de Finanças e Orçamento. Um número absurdo que não existe. Foi até constrangedor a forma como Fábio tentou induzir o contador da prefeitura a dizer esses números. Nem seus aliados vereadores falaram sobre o tema de tão absurdo”, disse.

Para o ex-prefeito, Fábio tentou fazer a divulgação de uma informação falsa ao colocar projeções futuras como se fossem dívidas já existentes. “Ele tentou, com má fé, colocar uma dívida de 353 milhões na minha gestão. Um absurdo, pois o próprio contador da prefeitura disse que 315 milhões eram cálculos atuariais, uma projeção de débito futuro de 50 anos para frente que não podia ser colocado com débito da minha gestão. Deixamos 12 milhões em caixa para pagar 10 milhões que estavam processados. Na verdade, ele está querendo criar um discurso para acabar com o Santa Cruz Prev, o sistema de previdência própria do município que implantamos, e entregamos em dezembro com 70 milhões. Na própria audiência foi colocado que ela é uma das mais saudáveis de Pernambuco”, complementou Edson Vieira.

Para Edson, essas informações foram divulgadas para tentar esconder a falta de eficiência da gestão Fábio Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe. “Quando eu assumi em 2013 tínhamos débitos de gestões passadas, como Celpe, Compesa, IPSEP e parcelamento de INSS, inclusive realizei auditoria na época, mas em vez de ficar procurando culpado, resolvi trabalhar e não ficar inventando desculpas. Ele tem é que se explicar porque em dez meses já inchou a máquina pública extrapolando o percentual chegando a 58% com despesa de pessoal”, finalizou Vieira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Outubro

18/10


2021

Editorial analisa situação da fome no Brasil

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi sobre um vídeo que repercute nas redes sociais e mostra a atual situação da fome no Brasil, onde famílias procuram o que comer em um caminhão de coleta de lixo. Vale a pena conferir!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Transparência em 1° Lugar

18/10


2021

Vídeo mostra pessoas procurando comida no lixo

Uma imagem que retrata a situação da fome no Brasil viralizou nas redes sociais hoje, ao mostrar um grupo de nove pessoas procurando alimentos dentro de um caminhão de lixo, no Bairro Cocó, em Fortaleza. O motorista de aplicativo André Queiroz filmou a cena e publicou no aplicativo TikTok, ontem.

Um funcionário de um supermercado próximo ao local onde o vídeo foi feito e que prefere não se identificar afirmou, em entrevista ao G1, que a cena é comum no local, ocorrendo todas as semanas, e que, além disso, crianças também buscam comidas que seriam jogadas fora.

“É isso aí que você vê no vídeo. Faz pena ver essas pessoas nessa situação humilhante. São idosos e até crianças, algumas vezes. As crianças chegam a entrar no caminhão. Os próprios lixeiros ficam sensibilizados. Alguns chegam até ajudar", disse o funcionário.

Ele explicou, ainda, que a cena passou a ser mais corriqueira depois do início da pandemia. Antes, algumas pessoas faziam buscas no local por materiais recicláveis, como papelão, caixas e plásticos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

18/10


2021

Ex-prefeita de Sertânia é condenada por improbidade

O grupo do PSB de Sertânia, comandado pelo prefeito Ângelo Ferreira, tem colecionado algumas derrotas no tocante as fiscalizações, tanto do Tribunal de Contas do Estado quanto de outros órgãos, a exemplo da justiça do município, deixando a mostra suas graves imperfeições.

Foi deflagrada, no último mês, a condenação da ex-prefeita Cleide Ferreira, por improbidade administrativa. Ela teve a perda de direitos políticos e deverá ressarcir o valor usado indevidamente, após embargo declaratório e visto pela justiça do município como “declaração manifestamente protelatória, em virtude da insistência e repetição de tese já enfrentada e rechaçada em outras oportunidades”.

O processo é fruto de uma denúncia feita pelo ex-prefeito Guga Lins. Ao assumir a gestão, em 2012, ele observou gastos indevidos pela então prefeita, no valor de quase R$ 155 mil, enquadrando-a na Lei de Responsabilidade Fiscal, o que foi acatado pela justiça, condenando-a e impondo multa.

As informações são do blog Tribuna do Moxotó e a matéria completa pode ser conferida no link: https://tribunadomoxoto.com/2021/10/18/ex-prefeita-cleide-e-condenada-por-improbidade-administrativa-e-tem-direitos-politicos-cassados-por-3-anos/


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

18/10


2021

Nova Jerusalém será palco de evento religioso

No próximo dia 4 de dezembro, a cidade de Nova Jerusalém, o maior teatro ao ar livre do mundo, será palco do louvor beneficente realizado pela paróquia Nossa Senhora da Conceição – Diocese de Pesqueira. A principal atração será o cantor Ivaldo Dias, criador do método chamado louvor por cura interior e fundador da Comunidade Missionária São Francisco.

O evento terá a coordenação geral do padre Paulo César do Nascimento, com previsão de público de 2.000 pessoas. O espetáculo conta com apoio cultural da Sociedade Teatral de Fazenda Nova – Nova Jerusalém, da Pousada da Paixão e da Prefeitura do Brejo da Madre de Deus.

Os ingressos serão vendidos nas paróquias com preços populares, em dois lotes: Primeiro lote R$ 20,00 e Segundo lote R$25,00, além da venda nas bilheterias do Teatro, no dia do evento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC Outubro 2021

18/10


2021

“Somos invisibilizadas”, diz Cármen Lúcia sobre mulheres

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou, hoje, que as mulheres ainda são vítimas de preconceito no Brasil e acabam se afastando do espaço político. Acrescentou que as mulheres não são invisíveis, mas, sim, "invisibilizadas".

Cármen Lúcia deu as declarações ao discursar no seminário "Mais mulheres na política – sem violência de gênero", promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ministra presidiu o tribunal entre 2012 e 2013.

"Nós não somos invisíveis, nós somos invisibilizadas pelos que não nos querem ver", disse a ministra. Em seguida, chamou esse tipo de atitude de "violência cívica".

Ainda no discurso desta segunda-feira, a ministra afirmou ser preciso garantir igualdade e defendeu a participação das mulheres nos poderes e nos órgãos públicos. "No Poder Judiciário, temos tribunais ainda compostos apenas de homens", criticou.

Na sequência, a ex-presidente do TSE afirmou que as mulheres, embora tenham direitos iguais, são "permanentemente silenciadas". "Somos também silenciadas, nós não somos uma minoria silenciosa em direitos. Em direitos, nós somos iguais, na efetividade dos direitos é que somos permanentemente silenciadas historicamente. E o que o espaço de poder dá voz e vez às mulheres que não podem sofrer uma violência cívica", declarou.

Durante o discurso, Cármen Lúcia comparou as punições previstas nas leis que penalizam a violência psicológica contra a mulher e os maus-tratos de animais. "Este ano, no mês internacional da mulher, foi introduzida no Código Penal brasileiro a figura da violência emocional contra as mulheres. A pena mínima é de 2 meses a 2 anos. Ou seja, a mínima para maus tratos de cães e gatos é a máxima quando for mulher", disse.

"Legalmente, eu estou abaixo de cachorro", ressaltou, acrescentando ver isso como "desfaçatez".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Agosto 2021

18/10


2021

Agentes de São Caetano recebem tablets para trabalhar

Os agentes comunitários de saúde do município de São Caetano receberam, hoje, tablets para facilitar o trabalho da categoria. Com o equipamento, os agentes terão mais facilidade no trabalho viabilizando o registro das visitas domiciliares de forma mais rápida e segura.

Além disso, os ACS's participaram de uma capacitação para iniciar a implantação do sistema e-SUS território.

Para a secretária de Saúde Nadja Kelly, tudo isso vai viabilizar o trabalho como um todo, beneficiando toda a população. Já o prefeito, Josafá Almeida, disse estar muito satisfeito porque tem visto a saúde do município se destacar a cada dia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha