Nova Orla Jaboatão

13/06


2021

Final do livro: o NE na visão dos investidores

O livro O Nordeste que deu certo, de minha autoria, de 1993, que postamos aqui ao longo dos últimos dias, capítulo por capítulo, destacando experiências bem sucedidas nos nove Estados da Região, foi uma tentativa de quebrar preconceitos. Mais do que isso, de abrir um paradigma longe do velho e surrado argumento de que o Nordeste, visto lá fora apenas pelo viés da seca e da miséria, é um enfardo para o País, sorvedouro do dinheiro público.

O livro desmistifica o Nordeste, mostra que a Região cresceu na década de 90 mais do que o Japão, bateu o próprio Brasil, atraiu investimentos geradores de emprego e renda, shoppings modernos e gigantes, como o do Recife, o maior da América do Sul. Atraiu um parque tecnológico invejável, virou uma nova fronteira agrícola, produzindo frutas irrigadas e soja. É, hoje, o maior produtor de manga e uva do País, que chegam aos mercados do Exterior fazendo muito sucesso.

O Nordeste tem destaque, ainda, na produção de petróleo, sal-gema, minerais em geral, gesso, sal e virou a coqueluche do gás natural a partir de Sergipe, com forte influência da Bahia ao Maranhão. No capítulo final, abaixo, colhi o depoimento de empresários, políticos, economistas e investidores. Veja o que eles disseram há 28 anos:

O Nordeste pelos nordestinos

Capítulo final 
       
Paulo Souto, vice-governador da Bahia e ex-superintendente da Sudene

“Os sulistas tentam fazer uma campanha contra o Nordeste sob todos os prismas, para denegrir a imagem da Região. Existe movimento mais atrasado e antipatriótico do que o separatismo pregado pelos gaúchos? Os investimentos aqui tiveram retorno, enquanto no Sul há experiências fracassadas, como os US$ 10 bilhões perdidos com programas nucleares ou ainda a bolada desperdiçada na Ferrovia do Aço. Vale lembrar a diferença de que os investimentos no Nordeste geraram riqueza e milhares de empregos, além de terem viabilizado 1.500 empresas, que hoje são responsáveis por mais de 80% do ICMS e IPI recolhidos no Nordeste”.

 João Alves de Melo, presidente do Banco do Nordeste (BNB):

“O balanço de todas as entradas e saídas de recursos no Nordeste mostra que a Região tem sido sempre superavitária, desmentindo a falácia de um Nordeste eterno sorvedouro de recursos da União. Os recursos já aportados via FNE (Fundo Constitucional de Investimentos) no Nordeste, da ordem de US$ 1,2 bilhão, possibilitaram a geração de 405 mil empregos diretos e indiretos. Infelizmente, os problemas da Região são, não raro, abordados de forma apressada e tendenciosa, levando a interpretações equivocadas, seja apontando uma suposta inviabilidade econômica da Região, seja defendendo um assistencialismo que não se coaduna com o esforço sério no sentido de promover as transformações estruturais da economia”.

Cássio Cunha Lima, superintendente da Sudene:

“Tentam fazer uma campanha distorcida contra o Nordeste e principalmente para atingir a Sudene. Os recursos do Governo Federal não foram mal aplicados. Não concordo com essa opinião porque 80% dos impostos arrecadados na Região são de empresas que receberam incentivos via Finor. O que nós não tivemos, na verdade, foi um bom desempenho no campo social, mas isso é fruto do modelo concentrador de renda do País, e o Nordeste não fica à margem disso. Temos a economia que mais cresceu nos últimos anos. Investir no Nordeste é lucro certo. A Região oferece vantagens incomparáveis, tem um potencial de trabalho impressionante e múltiplas vocações”.

Joaquim Francisco, governador de Pernambuco:

“O Nordeste não é um saco sem fundo. O dinheiro empregado na Região, a título de subsídio, teve retorno e hoje corresponde a mais de 50% dos impostos recolhidos. Existe uma distorção enorme quando se proclama que somos um sorvedouro dos recursos da União. Em 30 anos, a Sudene recebeu apenas US$ 8 bilhões, para 10 estados. Só o metrô de Brasília custou US$ 2 bilhões, e o de São Paulo, US$ 12 bilhões. O Nordeste é uma Região de grande potencial. Em Pernambuco, por exemplo, temos 100 mil hectares irrigados no Vale do São Francisco, que geram 200 mil empregos diretos e indiretos. Recife é o segundo polo médico do País e somos o segundo polo de avicultura da Região”.

Francisco Alves, dono do Grupo Fribasa, com sede na Bahia, que tem um faturamento anual de US$ 100 milhões:

“O Nordeste pode ter um grande futuro. Basta deixar o pessimismo de lado e trabalhar de verdade, governo e empresariado. Ao contrário do que alguns setores defendem, o BNB e a Sudene têm feito um grande esforço na tentativa de minimizar as diferenças entre o Nordeste e as regiões Sul e Sudeste. Infelizmente, estas entidades não recebem a contrapartida necessária do Governo Federal. Um exemplo disso é a atual situação do Finor, cujas verbas não foram repassadas a mais de 700 empresas beneficiárias do fundo. Há 20 anos, quando decidimos investir no cerrado baiano, poucas pessoas acreditaram que algum negócio pudesse dar certo naquela região, quase um deserto”.

Fernando Santos, presidente da Associação Brasileira de Cimento Portland, presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Cimento e vice-presidente do Grupo João Santos, que atua em todo o País nas áreas de cimento (12% da produção nacional), agropecuária, comunicação, fabricação de papel e transporte aéreo e que, em 92, faturou só em Pernambuco US$ 100 milhões:

“Apesar das limitações impostas pelos fatores climáticos, o Nordeste tem seguras perspectivas de desenvolvimento, não apenas pela infraestrutura, capaz de alavancar o crescimento agrícola das novas fronteiras do São Francisco, desenvolver o turismo no litoral ou viabilizar o potencial econômico da Região, mas também pelo vigor criativo do seu empresariado e a histórica vocação de serviços”. 

Empresário João Carlos Paes Mendonça, dono de um império, a rede de supermercados Bompreço, que, em 92, obteve um faturamento de US$ 600 milhões:

“Acho que os empresários que investem na Região têm um retorno menor. Mas o Bompreço fixou-se no Nordeste por opção, por ser um grupo da terra e por acreditar na capacidade e competência do seu povo. O povo nordestino pode mudar qualquer imagem negativa que se faça da Região. Basta unir esforços e dar exemplos através do trabalho. O Bompreço foi a empresa que apresentou maior aumento de vendas no Brasil e isso nos deixa satisfeitos, porque mostra que estamos fazendo cada vez melhor aquela parte da função social. Experiências bem sucedidas como a minha demonstram que, com verdade, abnegação e muito trabalho se pode transformar os investimentos feitos em resultados positivos”.

Sávio Vieira, presidente da Associação das Empresas do Nordeste, com negócios agropecuários na Bahia, que representam um faturamento de US$ 15 milhões/ano:

“Toda e qualquer coisa negativa que ocorre no Nordeste é superdimensionada, como se os nordestinos tivessem o monopólio dos erros brasileiros e o Sul fosse só maravilha. Fica a imagem de que o Nordeste é ruim porque não prestam nem sua terra nem sua gente. Os investimentos no Nordeste deram e continuam dando bons resultados. Basta olhar o polo petroquímico da Bahia, o polo têxtil do Ceará ou a pujança do Vale do São Francisco. Em toda a sua existência, a Sudene investiu US$ 8 bilhões em empresas nordestinas. O que é um montante sem significação ao se comparar com os investimentos desastrados realizados no Sul e Sudeste, a exemplo dos mais de US$ 10 bilhões na experiência fracassada do programa nuclear”.

Gustavo Maia Gomes, economista e coordenador do estudo sobre a economia do Nordeste que aponta o crescimento da Região em níveis maiores que o do Japão em 20 anos:

“O Nordeste também cresceu em termos sociais. A pobreza se reduziu, a renda real dos mais pobres se elevou e todos os indicadores sociais relevantes melhoraram. Este crescimento está associado aos programas oficiais de apoio ao investimento. Isso não equivale dizer que não houve desperdício e ineficiência. Muito mais poderia ter sido feito, particularmente nos anos mais recentes, quando entidades de desenvolvimento regional foram contaminadas pela nomeação de dirigentes medíocres, escolhidos por critérios da mais mesquinha conveniência política”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Julho 2

Confira os últimos posts



26/07


2021

Câmara regional da Justiça fica em Caruaru

O pleno do Tribunal de Justiça se Pernambuco julgou, há pouco, improcedente extinguir a Primeira Câmara Regional da Justiça, com sede em Caruaru. A decisão foi amplamente comemorada pelos mais diversos segmentos das instituições caruaruenses. A sua manutenção envolveu um processo de mobilização, coordenado pela OAB de Caruaru. "Foi uma vitória da sociedade", diz o presidente da instituição, Fernando Júnior.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

26/07


2021

Marina Elali no Sextou da próxima sexta-feira

Acabei de gravar o Sextou da próxima sexta-feira com a cantora Marina Elali, neta do compositor Zé Dantas, parceiro de Luiz Gonzaga, o rei do baião, em composições antológicas. Adorei. Tem uma simplicidade invejável, carisma, meiguice e sensibilidade, tanto que chorou, em alguns momentos, quando falamos do centenário do seu avô.

Morando em Miami, mãe de uma bebê nascida em junho, Marina Elali é uma das mais expressivas revelações da música brasileira. Seu canto é belo, também é atriz e compositora. Seu apreço pelo Sertão é algo lindíssimo. "Estou esperando o fim da pandemia para ir a Carnaíba. Quero fazer um show ainda este ano, ano do centenário do meu avô", afirmou.

Ao longo da entrevista, Marina Elali revelou um segredo: isolada nos Estados Unidos, nas folgas que a bebê Luna dá, tem se dedicado à produção de um novo CD com músicas de ninar, resgatando, inclusive, uma composição inédita do seu avô Zé Dantas. Se você deseja ouvir  a entrevista pela internet, na próxima sexta, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.

Imperdível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Muro de Arrimo

26/07


2021

Bolsonaro diz que Mourão por vezes atrapalha

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, hoje, que o vice-presidente Hamilton Mourão "por vezes atrapalha", mas que vice-presidente é igual a "cunhado", que "você casa e tem que aturar".

Bolsonaro deu a declaração ao conceder entrevista à rádio Arapuan (PB). Durante a entrevista, o presidente foi questionado sobre como será a escolha para o candidato a vice-presidente em 2022. Respondeu, então, que a escolha por Mourão em 2018 foi "a toque de caixa".

"O Mourão faz o teu trabalho. Ele tem uma independência muito grande, por vezes atrapalha um pouco a gente, mas o vice é igual cunhado: você casa e tem que aturar o cunhado do teu lado. Você não pode mandar o cunhado ir embora. Então, estamos com o Mourão sem grandes problemas, mas o cargo dele é muito importante para agregar. Dele, não, o cargo de vice é muito importante para agregar simpatias", declarou Bolsonaro.

Nos últimos meses, o vice-presidente manifestou publicamente algumas divergências em relação a declarações de Bolsonaro.

O presidente da República já chegou a afirmar, por exemplo, que pode não haver eleições no Brasil em 2022 se não houver voto impresso. Mourão, por sua vez, diz que o país não é "república de banana" e que haverá eleição mesmo sem voto impresso.

Além disso, Bolsonaro passou a dizer que é do Centrão, grupo informal de partidos que integra a base de apoio do governo. O presidente, no entanto, costumava criticar o bloco, e Mourão afirma que os eleitores de Bolsonaro podem se sentir "um pouco confundidos" em relação a isso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/07


2021

MDB expulsará filiados que aceitarem pastas de Bolsonaro

O MDB nacional afirmou, hoje, que qualquer de seus filiados que aceitar assumir um ministério do governo do presidente Jair Bolsonaro será “convidado a se retirar” da sigla. Com as recém anunciadas mudanças na Esplanada dos Ministérios, com a ida do presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PP-PI), para a Casa Civil, outros políticos começaram a ter seus nomes considerados para chefiar ministérios. As informações são do Poder 360.

Diante das mudanças, aventou-se a possibilidade nos bastidores de que o MDB, maior bancada do Senado, também gostaria de chefiar uma pasta.

A postagem oficial aparece como resposta aos rumores crescentes de que o partido também entraria no governo de forma direta. A sigla já tem o líder do Governo no Congresso e no Senado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wellington Antunes

Já houve quem dissesse que político não tem vocação para o suicídio, enfim, ninguém quer segurar na alça desse caixão a caminho do cemiterio.


Caruaru Novas Creches

26/07


2021

Editorial analisa entrevista que Bolsonaro dará ao NE

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi sobre a entrevista que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dará ao Nordeste, amanhã, durante o programa. Vale a pena conferir!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

26/07


2021

Bolsonaro diz que vai expor fraude nas eleições quinta-feira

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, hoje, que irá realizar uma transmissão ao vivo, na próxima quinta-feira, às 19h, para apresentar provas de fraudes nas eleições presidenciais dos últimos anos. O chefe do Executivo não detalhou se os documentos são referentes ao pleito de 2014, em que ele afirma que Aécio Neves venceu Dilma Rousseff no segundo turno, ou sobre a eleição de 2018, na qual ele foi eleito presidente da República.

Bolsonaro alega que venceu, ainda em primeiro turno, mas houve fraude para que disputasse o segundo contra Fernando Haddad, candidato do PT. O presidente disse que a live será realizada na sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

“A gente vai expor todas as questões que levam a uma eleição democrática no ano que vem. São três momentos inacreditáveis que a gente vai mostrar com fotografias de dados fornecidos pelo próprio TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Se bem que faltam mais dados que não entregaram. Logo a gente conclui isso aí, porque o trabalho não é fácil”, declarou Bolsonaro em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

26/07


2021

Brasil chega a 100 milhões de vacinados

O Brasil chegou a 100 milhões de vacinados contra a covid-19 na tarde de hoje. Foram vacinadas 100.072.759 pessoas desde o começo da vacinação até as 14h51 desta segunda-feira. O número refere-se à soma daqueles que receberam a 1ª dose de um imunizante de dose dupla aos que tomaram uma vacina de injeção única. As informações são do portal Poder 360.

O dado é da plataforma coronavirusbra1, que compila números das secretarias estaduais de Saúde.

O país atingiu a marca perto de ultrapassar a média de 1,5 milhão de doses aplicadas diariamente. Nos 7 dias até o domingo (25.jul), foram aplicadas, em média, 1.468.516 injeções diárias. É o recorde desde o começo da vacinação, em 17 de janeiro de 2021.

O número considera qualquer aplicação, seja da 1ª ou da 2ª dose, seja de uma vacina de dose única.

A média de domingo subiu 11% frente a duas semanas antes. O número de aplicações começou a acelerar a partir de junho. Desde o dia 15 daquele mês, a média de 7 dias não fica abaixo de 1 milhão de doses diárias.

Para explicar a situação da pandemia, o Poder360 usa como métrica a média móvel de 7 dias. Trata-se da média diária de aplicações nos 7 últimos dias, incluindo a data.

O indicador matiza eventuais variações abruptas, sobretudo nos fins de semana, quando há menos aplicações relatadas. Nesses dias há menos funcionários nas secretarias estaduais de Saúde para reportar e compilar os dados, respectivamente.

DA ENTREGA AO BRAÇO: 25 DIAS

Mesmo com a aceleração, os municípios levam, em média, 24,9 dias para aplicar (e notificar no banco de dados) todas as doses recebidas pelos Estados. O levantamento, feito pelo Poder360, considera de 1º de março a 25 de julho.

O Poder360 compilou as informações de distribuição da plataforma LocalizaSUS, do governo federal, e da coronavirusbra1 (que reúne as aplicações divulgadas pelas UFs). O período considerado foi de 1º de março a 25 de julho.

Primeiro, verificou-se em cada uma das datas desse período o total de doses distribuídas. Depois, foi calculado quanto tempo levou para que o total de doses recebidas em cada dia fosse, de fato, aplicado. O cálculo é uma média.

Da última vez em que o Poder360 fez o cálculo, no período até 24 de maio, a média para aplicar as doses em estoque era de 20,8 dias. Eram 4 dias a menos que a média atual. Clique aqui e confira a matéria completa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

26/07


2021

Joice Hasselmann presta depoimento à Polícia Civil do DF

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) esteve na 2° Delegacia da Polícia Civil, na Asa Norte, em Brasília, hoje, para prestar depoimento sobre um incidente ocorrido em seu apartamento funcional. Segundo a parlamentar, esta é a terceira vez que ela depõe sobre o caso.

A deputada afirma que, na madrugada de 18 de julho, acordou com marcas de sangue no chão do apartamento onde mora, na capital, mas não lembra do que ocorreu. Ela percebeu que estava com dois dentes quebrados e um corte no queixo. Um hospital de Brasília constatou que Joice também teve cinco fraturas no rosto e na costela.

O incidente está sendo investigado pela Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados. Nesta segunda-feira, a parlamentar também deve passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). Na delegacia, Joice disse a jornalistas que prepara um boletim contra pessoas que tenham "feito ilações" sobre as suspeitas de agressão. No entanto, não deu detalhes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/07


2021

Bolsonaro se reúne com deputada de extrema direita alemã

O presidente Jair Bolsonaro se encontrou, fora da agenda oficial, com a deputada alemã Beatrix von Storch, uma das lideranças do partido de extrema direita Alternativa para Alemanha (AfD) e neta de um ex-ministro das Finanças da Alemanha durante o regime nazista de Adolf Hitler.

O encontro ocorreu no Palácio do Planalto, em Brasília, na última semana – quando a parlamentar também se encontrou com deputados bolsonaristas. Como não foi incluída na agenda, a reunião só se tornou pública quando Beatrix von Storch divulgou fotos com Bolsonaro.

Na postagem, a deputada agradeceu a recepção de Bolsonaro e se disse impressionada com a compreensão do presidente sobre problemas da Europa e os desafios políticos atuais. Von Storch defendeu a união dos conservadores para combater a ideologia dos grupos de esquerda.

Procurado, o Palácio do Planalto não informou a pauta da reunião e o motivo de o compromisso não ter sido registrado na agenda de Bolsonaro.

Criado em 2013, o AfD surgiu na Câmara dos Deputados em 2017 e é a principal força da oposição aos conservadores liderados pela chanceler Angela Merkel e os social-democratas no poder. O AfD foi colocado, em março deste ano, em vigilância policial por serviços de inteligência interna da Alemanha. O partido é contra a política migratória de Merkel.

Em 2018, Von Storch protagonizou uma polêmica com a polícia de Colônia, na Alemanha, após a corporação publicar mensagem em redes sociais com alertas em alemão e árabe. A parlamentar questionou o uso da língua – as postagens dela foram deletadas pelo Twitter e pelo Facebook.

"Que diabos se passa neste país? Por que a polícia publica agora mensagens oficiais em árabe?", disse Von Storch. "Agora se dirige às hordas de homens bárbaros, muçulmanos e estupradores para tentar adulá-los?", questionou.

Na visita ao Brasil, a deputada de extrema-direita também foi recebida pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes. A parlamentar alemã ainda teve reuniões com os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, e Bia Kicis (PSL-DF), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) e o Museu do Holocausto criticaram na semana passada os encontros de Von Storch com Eduardo Bolsonaro e Bia Kicis.

A Conib lamentou a recepção a representante da AfD, pois “trata-se de partido extremista, xenófobo, cujos líderes minimizam as atrocidades nazistas e o Holocausto”.

“O Brasil é um país diverso, pluralista, que tem tradição de acolhimento a imigrantes. A Conib defende e busca representar a tolerância, a diversidade e a pluralidade que definem a nossa comunidade, valores estranhos a esse partido xenófobo e extremista”, disse a confederação em nota.

O Museu do Holocausto, ao comentar uma publicação de Bia Kicis nas redes sociais, citou que Von Storch é neta de Lutz Graf Schwerin von Krosigk, ministro nazista das Finanças, e afirmou que a AfD apresenta “tendências racistas, sexistas, islamofóbicas, antissemitas, xenófobas e forte discurso anti-imigração”.

"É evidente a preocupação e a inquietude que esta aproximação entre tal figura parlamentar brasileira e Beatrix von Storch representam para os esforços de construção de uma memória coletiva do Holocausto no Brasil e para nossa própria democracia", publicou o Museu do Holocausto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Apesar da matéria sensacionalista, o cara é um baita de um mitooooooooooo!



26/07


2021

Miguel Coelho inicia série de encontros com prefeitos

Em busca de troca de experiências e estreitamento dos laços entre os municípios pernambucanos, o prefeito Miguel Coelho percorrerá diversas regiões do Estado ao longo da semana. As primeiras agendas ocorreram, na manhã de hoje, com os prefeitos de Olinda, Professor Lupércio, e de Ipojuca, Célia Sales.

Secretário-geral da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), Miguel deve se encontrar com cerca de 20 prefeitos nos próximos dias. Além da pauta política, o gestor petrolinense pretende discutir temas de interesse comum das prefeituras relacionados à economia, enfrentamento à pandemia, educação, desenvolvimento social; assim como, a criação de um intercâmbio de projetos municipais.

"Vamos percorrer a Metropolitana, Agreste e Mata para falar da situação de cada região. Estamos num momento histórico no mundo inteiro, que precisa ser enfrentado com união e superação. Como secretário-geral da FNP, estou buscando integrar os municípios e os prefeitos para recuperar Pernambuco, construir uma mensagem de esperança para nossa população, que tem sofrido tanto nos últimos anos", explicou Miguel após as reuniões com Professor Lupércio e Célia Sales.

A agenda também conta com a presença do senador Fernando Bezerra, além dos deputados Fernando Filho e Antonio Coelho. Nesta segunda, ainda ocorrerão reuniões com os prefeitos de Jaboatão, Anderson Ferreira, e do Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha