24/10


2020

Priscila vai ao TCE barrar licitação de R$ 27 mi para ponte no Recife

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) protocolou, ontem, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), um pedido de cautelar solicitando a suspensão da concorrência, no âmbito da Prefeitura do Recife, para a contratação de serviços técnicos de engenharia em prol da execução das obras da ponte Monteiro-Iputinga.

Segundo a parlamentar, o termo de referência foi elaborado novamente sem estudos de viabilidade e impacto, fato que pode acarretar mais prejuízos em torno da intervenção. Iniciada em 2012, a obra foi julgada irregular pelo TCE. Uma auditoria especial concluída em 2018 já identificou prejuízo de pelo menos R$ 10,5 milhões na intervenção. Antes marcada para o próximo dia 28, a licitação foi adiada para 03 de dezembro.

Ainda de acordo com Priscila, "o pedido de cautelar discorre sobre irregularidades, por parte da gestão do prefeito Geraldo Julio (PSB), no que se refere aos aspectos urbanísticos, técnicos e jurídicos da nova licitação". A respeito da questão urbanística, Priscila registra que o novo projeto insiste em erro anterior. “A ponte não ligará nada a coisa nenhuma, pois a intervenção só planeja a construção da ponte em si e não dos acessos tanto do lado da Iputinga quanto do Monteiro. No âmbito técnico, o reconhecimento antecipado de que haverá aditivo ao contrato seria uma confissão de um novo entrave à vista", avalia.  

Priscila afirma que o novo edital não veio acompanhado do projeto executivo do sistema viário completo, que objetiva ligar a Avenida Mauricio de Nassau, na Iputinga, à Estrada do Encanamento, em Casa Forte. “Pode-se afirmar que a ponte não responde aos objetivos pelos quais se pretende executá-la sem considerar a sua integração com a cidade”, destaca. Para ela, "a nova ponte não terá acesso, nem serventia, e se transformará num grande 'portal-monumento' a ser erguido sobre o Rio Capibaribe". Trata-se de um desenho-remendo denominado Novo Projeto sobre um projeto básico original eivado de equívocos e omissões”.

A peça protocolada também questiona a demolição de parte da estrutura construída, prevista nesse novo projeto, sem que tenha havido a reparação dos danos financeiros aos cofres públicos por parte dos responsáveis pela obra irregular. “A análise da trajetória dessa obra remete ao Tribunal de Contas a decisão de suspensão de uma intervenção urbana tratada com irresponsabilidade, leviandade e descumprimento do ordenamento jurídico”, conclui Priscila.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jaboatão Habitacional Suassuna

Confira os últimos posts



23/06


2021

Agrestina representa ComagSul em agenda com ministros

O Consórcio dos Municípios do Agreste e da Mata Sul (Comagsul) participou, no último sábado, da agenda dos ministros do Turismo, Gilson Machado Neto, e da Cidadania, João Roma, em Pernambuco.

Na ausência de seu presidente, o prefeito de Altinho, Orlando José, o Comagsul, que é composto por 22 municípios pernambucanos, esteve representado pelo prefeito de Agrestina, Josué Mendes, e coordenadores do órgão. O encontro aconteceu na cidade de Abreu e Lima, pela qual os ministros de Estado passaram em cumprimento de agenda ministerial.

Durante o encontro, o Consórcio dos municípios apresentou a intenção de pleitear uma agenda futura com os ministros, com o objetivo de levar até os ministérios as demandas dos municípios consorciados.

O Comagsul é um instrumento de cooperação técnica, científica, pedagógica, e de intercâmbio turístico e cultural entre os municípios, que inclui ações de gestão ambiental, política de resíduos sólidos, saúde, preservação de patrimônios históricos e muitas outras.

Após a conversa, ficou definida uma data pré-agendada para que brevemente o encontro possa acontecer, em Brasília (DF).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

23/06


2021

O que “Meu Pai” nos ensina

Por Luiz Carlos Trabuco Cappi*

A pandemia impôs às empresas o desafio fundamental de preservar vidas, com distanciamento social de funcionários e clientes. A expectativa é de ampliação da vacinação a partir de julho, o que faz surgir como cenário a perspectiva de uma retomada da economia e o retorno gradual do trabalho presencial.

Será fundamental para as empresas, agora, uma atitude de acolhimento das pessoas. O período de distanciamento mudou o processo de convivência social em todas as dimensões, o que implicou novas escolhas ou falta delas, e a redefinição dos propósitos de vida.

Revi o filme Meu Pai, obra vencedora do Oscar 2021 nas categorias de ator principal e roteiro. Seu enredo é boa referência para este momento de esperança, pois mostra de forma pungente a importância de não se negligenciar a saúde da mente. A cena final é emblemática. O protagonista vivido por Anthony Hopkins cai aos prantos tentando elaborar a realidade que o cerca. Visivelmente atordoado pela evolução do Alzheimer e abraçado à enfermeira, o personagem se sensibiliza: “Sinto como se estivesse perdendo todas as minhas folhas. Não sei mais o que está acontecendo”.

Nesta cena, a obra nos permite refletir sobre a tempestade de aflições e humores que tomou conta da sociedade durante a pandemia, e sobre a importância da sanidade mental como pilar para o bem-estar no trabalho, na família e no relacionamento social. A nossa identidade, ou seja, tudo que somos como indivíduos e trabalhadores, depende do bom funcionamento do cérebro.

Aos que ainda não tiveram a oportunidade de assistir a Meu Pai, a trama retrata a vida de um homem em fase de demência, um conjunto de sintomas relacionados ao declínio progressivo de competências funcionais e humanas. Embora comumente associados ao envelhecimento, os distúrbios mentais, mesmo aqueles leves como a ansiedade e a depressão, podem se manifestar e serem desencadeados em qualquer etapa da vida, muitas vezes tendo como estopim momentos de forte pressão e estresse. E a pandemia, sem dúvida, nos impôs o maior desafio deste século.

Pesquisa recente da Fundação Dom Cabral e do Talenses Group sugere que a disseminação da covid-19 prejudicou a saúde mental de 73,8% dos profissionais de nível executivo e Conselhos de Administração das grandes corporações. Esse dado torna premente um amplo trabalho em prol da saúde mental de colaboradores e lideranças por parte das organizações.

Entre jovens em idade escolar e universitários, a sensação de incerteza em relação ao futuro tem sido assustadora. Dentro dos lares, milhões de crianças sentem na família o medo da doença, a perda de renda, a escalada dos conflitos conjugais entre pais, a pobreza e a fome nos casos mais extremos. São jovens cujas habilidades socioemocionais (perseverança, resiliência, persistência) e cognitivas (raciocínio, memória) ainda estão em franco desenvolvimento.

O comprometimento do desenvolvimento desta geração poderá ter impactos severos à frente, fazendo os jovens encontrarem mais dificuldades de aprendizado e de ingresso no mercado de trabalho. O que afetará ainda mais a produtividade do País, questão sobre a qual governos e empresas terão imensa responsabilidade em dedicar atenção especial.

A boa notícia é que a humanidade sempre encontrou boas maneiras de reconstruir seu tecido social nos pós-guerras e epidemias. Devemos trabalhar, portanto, para que o otimismo com a aceleração da vacinação em massa contamine empresas, trabalhadores e clientes pela vontade de empreender, tomar riscos, gerar empregos e oportunidades para todos.

A história demonstra que os direcionamentos de uma agenda positiva estimulam os períodos de pós-crise.

Haverá novos desafios à frente? Sim, muitos. Mas é como diz Hopkins ao final da película: “Eu não tenho mais um lugar para aninhar a cabeça. Mas eu sei que o relógio está no meu pulso, isso eu sei. Marcando minha jornada”.

*Presidente do conselho de administração do Bradesco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/06


2021

Ajude a obra social de Margareth Menezes

Entrevistar a cantora Margareth Menezes é um aprendizado de vida. A Maga, como é carinhosamente chamada, exibe encanto, charme e uma humildade invejável. Não é daquelas artistas que, de tão insuportáveis pelo estrelismo, não se acham deuses. Têm certeza. A conheci em Salvador, através do meu amigo publicitário Edinho Barbosa. E ontem a entrevistei novamente para o quadro Sextou, da Rede Nordeste de Rádio, no Frente a Frente. 

Viver fora da realidade só leva o artista a um abismo sem volta. A Maga tem os pés no chão. Deusa do regaee do axé baiano, construiu a sua vida aos poucos, lutando a cada dia e extraindo da vida o que ela tem de melhor: a simplicidade. Manuel Bandeira dizia que a delícia da vida é poder sentir as coisas mais simples. 

Na simplicidade da vida, assim como num gole de café pela manhã, ela encontra as respostas para o verdadeiro propósito, a essência do viver. Além de ser uma das melhores da MPB, com uma penca de prêmios internacionais e nacionais, Margareth Menezes, como Fagner e Nando Cordel, se dedica a cuidar dos pobres fora do palco, longe da fama.

Com a sua Fábrica Cultural, ONG criada em 2008 para atender crianças carentes da periferia de Salvador, Margareth é uma Irmã Dulce, envolvida 24 horas do seu dia em uma obra social. É lindo o seu jeito de servir e estender à mão aos negros, como ela, excluídos da sociedade baiana, em busca do sol nascente nos morros da Ribeira, bairro onde nasceu. 

A Fábrica Cultural realiza ações sociais e culturais abertas ao público pobre, crianças carentes a partir dos seis anos de idade. Esses trabalhos são frequentes e pontuais para a comunidade da cidade baixa, região de Salvador, assim como para toda cidade. “A Fábrica Cultural busca formar profissionais com ênfase no fazer artístico, despertar nestes jovens e adolescentes a sua vocação", diz a cantora.

Entre os cursos da sua instituição está o Iaô Aprendiz em Cena, iniciativa para qualificar profissionalmente jovens, de 16 a 22 anos, na área teatral. Tem disciplinas específicas, como História do Teatro, Expressão Corporal, Expressão Vocal e Improvisação, e componentes curriculares voltados para a formação cidadã, entre eles Noções de Direito Trabalhista e Prevenção de Acidente de Trabalho, Direitos Humanos, Estudo de Gênero, Raça e Cidadania e Ética.

As aulas são ministradas por profissionais reconhecidos, como o ator global Jackson Costa, com quem estive na visita ao projeto. Na entrevista ao Frente a Frente, Margareth fala das dificuldades em tocar o projeto provocadas pela pandemia. Chega a confessar que está precisando da mão amiga e do coração largo do empresariado para soerguer parte do telhado da Fábrica que desmoronou. 

Vamos ajudar esse projeto maravilhoso. Os interessados podem me procurar. Sou parceiro nessa obra, porque estive lá e sei da sua importância social e da dedicação da Maga, que sonha acordada em fazer mais por essa gente sofrida.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/06


2021

Congresso decreta luto oficial pelas 500 mil mortes

O Congresso Nacional decretou, hoje, luto oficial de 3 dias em homenagem às 500 mil mortes de covid-19 do país. O Brasil chegou, no sábado, à marca de mortos. O Ministério da Saúde confirmou às 17h28 mais 2.301 óbitos em 24 horas, totalizando 500.800 vítimas desde o início da pandemia. As informações são do portal Poder360.

“Em ato conjunto do Senado Federal e da Câmara dos Deputados decretamos luto oficial por 3 dias em razão dessa triste marca que alcançou o Brasil de 500 mil mortos e nesse instante peço licença aos senhores senadores e senhoras senadoras para que possamos propor um minuto de silêncio em homenagem às 500 mil vítimas brasileiras do coronavírus”, afirmou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), durante sessão deliberativa da Casa.

Os senadores também aprovaram um voto de pesar por conta do número de mortes da pandemia no país. A 1ª morte pela doença no país foi registrada em 17 de março de 2020. A marca do meio milhão de mortes pela covid foi alcançada 51 dias depois de o país ter chegado às 400 mil mortes.

O número põe o Brasil em 2º lugar no ranking de números absolutos de vítimas, atrás apenas dos Estados Unidos. Os dois são os únicos países que ultrapassaram a marca de 500 mil mortes. Em relação ao tamanho da população, o Brasil é o 8º no ranking mundial, com 2.347 mortes por milhão de habitantes.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, lamentou as mais de 500 mil mortes pela covid-19 no país e afirmou trabalhar “incansavelmente” para acelerar o ritmo de vacinação no país. O presidente Jair Bolsonaro não se pronunciou. Dos 22 ministros do governo de Bolsonaro, apenas 3 lamentaram a marca. O levantamento foi feito considerando os posicionamentos ou a ausência deles até às 9h deste domingo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

22/06


2021

Desembargador rejeita nova operação da PF no Recife

O desembargador federal Roberto Machado negou pedido do Ministério Público Federal em Pernambuco, em decisão do último dia 25 de maio, para a realização de nova operação de busca e apreensão decorrente da Operação Casa de Papel, que investiga irregularidades na compra de materiais hospitalares pela Prefeitura do Recife na gestão do ex-prefeito Geraldo Julio durante a pandemia. De acordo com a decisão, a negativa se justifica porque há procedimentos judiciais em curso no sentido de concluir a mudança de âmbito da Operação Casa de Papel, que passou da responsabilidade da primeira instância (13ª Vara) para a segunda instância do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

O processo passou do primeiro para o segundo grau da Justiça Federal a pedido do atual chefe do Gabinete de Projetos Estratégicos do governo de Pernambuco, Renato Xavier Thiebaut, um dos alvos da Operação Articulata, ocorrida em dezembro de 2020, justamente um desdobramento da Operação Casa de Papel. Em nove de fevereiro deste ano, o juiz da 13ª. Vara Federal em Pernambuco, Cesar Arthur Cavalcanti de Carvalho, declinou da competência. Inicialmente o processo foi sorteado para o gabinete do desembargador Paulo Machado Cordeiro, mas doze dias depois passou a ser tratado no Pleno do TRF-5, tendo sido redistribuído para o desembargador Roberto Machado. Agora, as decisões a respeito das investigações atinentes às operações Casa de Papel e Articulata estão vinculadas e sob responsabilidade do desembargador.

De acordo com informações públicas inseridas no Processo Judicial Eletrônico, o pedido de busca e apreensão por ora negado (número 089940-08.2020.4.05.8300) se relaciona a processo que trata de corrupção ativa, crimes de lavagem ou ocultação de bens e constituição de organização criminosa. Aparecem como acusados nomes como Luciano Cyreno Ferraz, primo do ex-secretário de governo da Gestão Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz, o empresário de gráficas Sebastião Figueiroa, seus filhos Suellen Figueiroa e Davidson Figueiroa, e o empresário Filipe Bezerra Figueiredo, empresário da área de alimentação e academias do Recife, também investigado pela Operação Antídoto da Polícia Federal no Recife. Ele seria o dono da empresa Saúde Brasil, companhia de pequeno porte, com apenas dois funcionários, que negociou mais de R$ 25,8 milhões com a Secretaria de Saúde do Recife em 2020.

Ainda segundo a decisão do desembargador Roberto Machado, estão sob sua responsabilidade nesse mesmo processo pedidos de quebra de sigilo de dados e/ou telefônicos, de prisão temporária e de prisão preventiva.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

22/06


2021

Confira a entrevista de Ricardo Rocha ao Frente a Frente

Se o leitor perdeu a entrevista do craque pernambucano Ricardo Rocha ao Frente a Frente, programa que este blogueiro ancora pela Rede Nordeste de Rádio, confira agora ela na íntegra no link disponível.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Campanha São João 2

22/06


2021

Editorial analisa posição do Governo sobre cloroquina

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi sobre o uso de cloroquina no tratamento contra a Covid-19 e a posição do Governo sobre isso. Vale a pena conferir!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

22/06


2021

Vacina cubana apresenta eficácia de 92,28%

O governo de Cuba anunciou, ontem, que a vacina Abdala, contra a covid-19, tem uma eficácia de 92,28%, segundo dados dos últimos estágios do estudo clínico. O imunizante é aplicado em 3 doses. As informações são da Agência Cubana de Notícias.

A Abdala é desenvolvida pelo Instituto Finlay de Vacinas e pelo CIGB (Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia) de Cuba. O presidente cubano Miguel Díaz-Canel Bermúdez comemorou a notícia em seu perfil no Twitter.

Ele lembrou que a outra vacina cubana que está em fase final de testes, a Soberana 2, também se mostrou eficaz contra o coronavírus. Segundo o governo cubano, a Soberana 2 apresentou eficácia preliminar de 62%. O resultado supera os 50% exigidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para que o imunizante seja utilizado contra a covid-19.

“Atingido por duas pandemias (covid-19 e bloqueio [econômico por parte dos Estados Unidos]), nossos cientistas de Finlay e CIGB, superaram todos os obstáculos e nos deram duas vacinas muito eficazes: Soberana 2 e Abdala”, disse Díaz-Canel.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

22/06


2021

Osmar Terra nega gabinete paralelo

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) negou, hoje, na CPI da Covid a existência de um gabinete paralelo de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro na pandemia. Terra disse ainda que o presidente "de vez em quando" lhe pergunta "alguma coisa".

A CPI quer saber se Terra, que é médico, integrou um gabinete paralelo ao Ministério da Saúde que deu a Bolsonaro conselhos sobre a pandemia ineficazes e contrários à ciência.

O deputado, desde o início da pandemia, foi um conselheiro de Bolsonaro. Ele deu entrevistas ao lado do presidente e participou de reuniões sobre medidas para conter o vírus.

Um vídeo de uma reunião no Palácio do Planalto, em setembro de 2020, mostra Bolsonaro acompanhado de Terra e médicos na qual foram manifestadas opiniões contra a vacina; a favor de medicamentos ineficazes contra a doença; e a criação de um "shadow cabinet" (gabinete das sombras em tradução literal).

"A relação que eu tenho com o presidente é uma relação de amizade que ele tem com muitos outros deputados. Fui ministro, gosto do presidente, tenho simpatia por ele. Quando, de vez em quando, o presidente me pergunta alguma coisa, e eu acho que tenho que falar, eu falo", disse Terra à CPI quando questionado sobre o gabinete paralelo.

Terra afirmou ainda que não tem o poder de determinar o que Bolsonaro vai falar sobre a pandemia. "O presidente fala o que ele quer falar, ele fala do jeito que ele entende. Eu não tenho poder sobre o presidente de: 'O senhor vai falar isso, vai falar aquilo'. Isso não existe, se eu tivesse esse poder, eu era o presidente e ele era deputado", prosseguiu Terra.

Ele afirmou ainda que seus encontros com Bolsonaro são reuniões normais entre deputados e o presidente da República. “Conversei muitas vezes com o presidente sobre muitos assuntos. A primeira, exatamente o dia, não me lembro, mas provavelmente foi no início de fevereiro”, disse.

Questionado sobre a frequência dos encontros, Terra disse que aconteceram “uma vez por mês, uma vez a cada 15 dias em alguns momentos”. “São encontros esporádicos que um deputado pode ter e tem a obrigação de ter”, afirmou Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

22/06


2021

PSDB amplia debate sobre as prévias da legenda

O presidente nacional Bruno Araújo coordenou, hoje, uma reunião com os presidentes dos diretórios estaduais do PSDB para ampliar o debate sobre as prévias que vão escolher o candidato tucano à Presidência da República. A intenção é fortalecer ainda mais a democracia interna e a participação dos líderes regionais no processo de eleições primárias.

“Depois de um intenso e democrático debate sobre as regras, agora vamos partir para a operacionalização das prévias, tendo em vista dois princípios básicos: a acessibilidade, para garantir a participação dos filiados, e a transparência”, afirmou. Para isso, o PSDB vai, mais uma vez, recorrer às ferramentas digitais: os filiados poderão votar através de dispositivos online, auditáveis e com certificação.

Bruno explicou ainda que o partido fará consultas aos Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sempre que necessário, para que o processo tenha o máximo de resguardo legal e para que também as campanhas tenham parâmetros que garantam uma disputa equilibrada.

“A partir desse debate nacional sobre prévias, poderemos também evoluir para um debate regional, sobre as propostas do PSDB para as regiões do país, especialmente, o Norte e Nordeste”, reforçou a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, presidente do PSDB-PE. “Acredito muito que a partir das prévias nacionais, também vamos fortalecer internamente os estados e nos fortalecer regionalmente, criando uma liga que nos permita chegar em boas condições nas eleições de 2022”, completou.

Participaram da reunião representantes do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

As prévias do PSDB estão marcadas para 21 de novembro. A partir de setembro, os candidatos começam a campanha pelo país.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores