Nova Orla Jaboatão

01/08


2020

Waldemar Oliveira prestigia evento do Avante PB

Com a presença do presidente nacional do partido, o deputado mineiro Luiz Tibé, o Avante Paraíba realizou, ontem (31), em João Pessoa, um evento cujo objetivo foi debater o momento político do Brasil e as diretrizes que a sigla seguirá na próximas eleições municipais. O encontro contou com as participações de Waldemar Oliveira, que comanda a legenda em Pernambuco, e do deputado federal Sebastião Oliveira, além de diversas lideranças políticas da região. 

"Foi um momento de alinhamento e de troca de experiências. Também aproveitei a oportunidade para discutir com Luiz Tibé questões partidárias relacionadas com o nosso estado. O presidente ressaltou que o crescimento do Avante, em Pernambuco, é uma das prioridades", destacou Waldemar Oliveira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Julho 2

Confira os últimos posts



24/07


2021

Braço direito de Geraldo vira meme

Indiciado em sete operações da Polícia Federal e citado para devolução de recursos em aproximadamente 20 auditorias do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), o ex-diretor de Administração e Finanças da Secretaria de Saúde do Recife Felipe Bittencourt caiu na má sorte de aparecer em um famoso perfil de humor no Instagram. Na imagem, ele é visto em comemoração na Chapada dos Veadeiros, em Goiás.

Bittencourt era um dos homens de confiança do ex-prefeito Geraldo Julio (PSB). Pelas suspeitas de irregularidades apontadas pelos órgãos de controle no manejo de recursos federais no combate à Covid-19, virou réu na operação Bal Masqué e denunciado em outras duas. Mesmo com todos esses processos, demonstra não estar preocupado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

24/07


2021

Cancelada a nomeação de médica

Da coluna de João Alberto

O ministro Marcelo Queiroga teve o bom senso e revogou a nomeação que tinha assinado da médica Mara Regina Cordeiro Pezzino para o cargo de diretora-geral do Hospital Federal de Ipanema, no Rio de Janeiro. Ela é contra a vacina, anunciou que não vai se vacinar, e defende o uso da cloroquina e a hidroxicloroquina, que não possuem comprovação cientifica para combater o novo coronavírus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Toda vacina é experimental. Deixa a mulher Magno!


Ipojuca - Muro de Arrimo

24/07


2021

Newton explica

Por Marcelo Tognozzi*

A 3ª Lei de Newton é clara: para toda ação existe uma reação em sentido contrário e com a mesma intensidade. Em 17 de setembro de 2015, o Supremo decretou a inconstitucionalidade das doações de empresas para campanhas eleitorais.

Nessa corte onde os ministros são juristas nomeados pelo presidente e referendados pelo Senado, a maioria nunca se dedicou a pedir votos e nem conhece de perto as entranhas da política. Ao acabarem com as contribuições das empresas, eles se imaginaram protagonistas de uma higienização da política, impedindo que o grande capital capturasse o poder público com seu dinheiro.

O então decano da corte, Celso de Melo, vivido, experiente e conhecedor da realidade do país, votou contra e alertou para os riscos dizendo que o melhor a fazer era impedir os abusos. Foi voto vencido junto com Gilmar Mendes e o finado Teori Zavascki.

Sem o dinheiro das empresas, que durante décadas a fio foi tido e havido como legal, os partidos reagiram em sentido contrário e com a mesma intensidade criando o Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, o famoso Fundão Eleitoral que acaba de ser fixado em R$ 5,7 bilhões para a eleição do ano que vem.

Os próprios ministros do STF criticaram o aumento de 185% sobre os valores de 2020, houve chororô na imprensa, dos moralistas de plantão e até de congressistas derramando lágrimas de crocodilo. O Supremo ainda não pode decretar a inconstitucionalidade da 3ª Lei de Newton. Talvez consiga no futuro, se a tecnologia ajudar. Os quase R$ 6 bi que os políticos meteram goela abaixo da sociedade, devidamente higienizados, não é nada mais nada menos que a lei newtoniana em seu pleno e absoluto vigor.

Ao decretar o fim das contribuições das empresas para as campanhas eleitorais, o Supremo deu aos partidos políticos o direito de decretar quanto irá custar a eleição e como o dinheiro será distribuído. Não é por acaso que a maioria dos partidos perdeu o interesse pela eleição majoritária e seus presidentes priorizaram manter seus poderes a todo custo. A dificuldade de Bolsonaro em entrar para um partido e levar junto a chave do cofre passa por essa realidade. Presidentes são passageiros e partidos duram décadas. PT e PDT têm 40 anos.

A eleição mais valiosa é a de deputado federal, porque quanto maior a bancada do partido, mais dinheiro ele recebe não apenas do Fundão Eleitoral, mas também do fundo partidário que, no ano passado, pingou nada menos que R$ 934 milhões nas contas dos partidos.

Nos primeiros 6 meses deste ano, informa o TSE, o PSL, dono do maior número de deputados eleitos, levou R$ 8,7 milhões por mês. Até o fim do ano serão R$ 104,4 milhões. O PT embolsou R$ 7,7 milhões, que até dezembro somarão R$ 92,4 milhões. Dinheiro limpinho e devidamente higienizado. Um negoção.

Alguém de sã consciência acredita que os partidos vão largar esse osso? E alguém tem alguma dúvida sobre a eficiência da proibição promovida pelo Supremo naquela primavera de 2015? Os ministros jogaram para a plateia, saíram nos braços da mídia e do povo, enquanto os partidos se encarregavam de transformar aquela aparente derrota numa vitória esmagadora. O decano Celso de Melo ainda tentou alertar para as consequências, mas só 2 dos seus colegas lhe deram ouvidos.

O filósofo irlandês Edmund Burke (1729-1797), conservador, polêmico e político com vários mandatos no parlamento, tinha uma visão muito peculiar sobre a Revolução Francesa e a eficiência dos seus resultados. Foi criticado pelos ataques às ideias revolucionárias francesas, mas até seus mais ferrenhos adversários da época acabaram reconhecendo que ele estava certo ao prever as consequências de terror e sangue daquele 14 de julho de 1789.

No seu livro “Reflexões sobre a revolução em França”, escrito em 1790, Burke critica a mentalidade revolucionária de eleger o atalho como via de transformação da sociedade e que, por falta de prudência, aquilo que deveria salvar o Estado acabou transformando-se em elemento da sua ruína (p 73, Editora UnB, 1982). Ou seja: fazer a coisa certa dá mais trabalho, porém os resultados são infinitamente mais eficientes.

Daria muito mais trabalho agir para disciplinar as doações de campanha, de forma a garantir a lisura destas relações, do que simplesmente tirar o sofá da sala e substituir o dinheiro dos empresários pelo do contribuinte. Os partidos políticos são entidades de direito privado e como tal deveriam ser tratados, mas não foi isso que o Supremo entendeu –ou não encontrou apetite para entender. Nunca tivemos por aqui a cultura de punir com rigor os crimes eleitorais, tanto que o grande sonho de muitos dos acusados pela Lava Jato era aterrissar na Justiça Eleitoral, onde caixa 2 não dá em nada.

A ficha caiu e agora até o Ministério Público já admite rever a doação de empresas, assim como ONGs, a exemplo da Transparência Eleitoral Brasil. Mas agora, com tudo funcionando redondo e os partidos livres do ônus de correr atrás do dinheiro da campanha, quero ver quem vai colocar o guiso no pescoço do gato e convencer suas excelências a abrirem mão da grana do contribuinte e voltarem a passar o chapéu entre os empresários.

Os ministros do Supremo costumam cometer equívocos quando se metem em política ou acreditam que são mais espertos que os políticos. Em 1995, o Congresso aprovou a cláusula de barreira que vigoraria 10 anos depois. Em dezembro de 2006, o Supremo derrubou o artigo 13 da Lei 9096/95, atirando por terra a cláusula de barreira.

O deputado Miro Teixeira foi dos primeiros a reconhecer publicamente o equívoco da decisão unanime que acabou com a cláusula de barreira: “O erro do multipartidarismo não nasceu da lei feita no Congresso. Foi em outro prédio”. O mesmo prédio onde anos depois nasceria o fundo de campanha, filho do atalho que tanto irritava Burke e da irrevogável 3ª Lei de Newton.

*Jornalista. Texto publicado originalmente no portal Poder360.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/07


2021

Geramos esperança

Por Antônio Souza*

É mais do que gerar empregos, renda e desenvolvimento, é esperança e levante da autoestima do Semiárido Nordestino e do País, em meio a tantas notícias difíceis dos últimos anos. 

Ao todo, a expectativa e luta é para chegar a 2 mil postos de empregos diretos onde pais e mães de famílias, nas 05 regiões do país, terão como colocar, de forma digna, comida em suas mesas! 

Estamos caminhando com o projeto da fábrica de peças e insumos em Campina Grande,  finalizando a montadora do Centro Oeste em Brasília-DF, teremos, no futuro próximo, no Ceará, a montadora do Nordeste, em Santa Catarina, a do Sul, nosso objetivo é nos aproximarmos dos nossos clientes!

Com muito esforço, nosso projeto de um veículo 100% nacional está conquistando todos os setores no nosso país e também lá fora!

*Empresário sertanejo


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Novas Creches

23/07


2021

Liana é questionada por traição a Marília

Blog Cenário

Na tarde de hoje, a vereadora do PT do Paulista, Flávia Hellen, usou as redes sociais para questionar a vereadora do Recife, Liana Cirne, por alguns comentários feitos no Twitter após o senador Humberto Costa lançar o seu nome à disputa para deputada federal.

Em tweet publicado mais cedo, Liana deixou claro que não apoia a candidatura própria do PT ao Governo do Estado, já que afirmou que será companheira de Marília na Câmara dos Deputados no ano que vem. “Teremos Lula Presidente e DUAS mulheres rochedas na Câmara das DeputAdas.” A mensagem de Liana demonstra incoerência política e flexibilização de opinião por cargos, seja eletivo ou não.

Na crítica, a vereadora do Paulista questiona a aproximação de Liana com o Senador Humberto Costa, que sempre trabalhou para sabotar a candidatura de Marília Arraes dentro do PT. “Quando uma mulher ousou governar Recife, foi sabotada até o último dia. O povo tem memória”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

23/07


2021

Joice Hasselmann deixa funcionário armado dentro de casa

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) prestou depoimento, hoje, à Polícia Legislativa da Câmara depois de sofrer lesões no último domingo. A deputada afirma que, depois do incidente, um de seus funcionários passa a noite armado em seu apartamento.

“Agora, depois do acontecido, eu estou com 2 funcionários passando a noite dentro do apartamento, inclusive um armado“, afirmou Joice, na saída do depoimento.

Joice diz acreditar ter sido vítima de um atentado na madrugada do último domingo. Ela estava em seu apartamento funcional, em Brasília. Ela afirma não se lembrar do que aconteceu durante a madrugada, só do momento em que acordou, por volta das 7h, e se viu envolta em uma poça de sangue.

A deputada diz que a segurança dela foi redobrada. “Essa noite [22.jul.2021] passou um vigilante na porta do bloco do meu prédio o tempo todo“. Por ser congressista e ter sofrido ameaças de morte, a deputada já era acompanhada antes do episódio por seguranças da Polícia Legislativa. Mas, segundo ela, isso era só durante seu deslocamento. Os seguranças, diz ela, não ficavam dentro de seu apartamento, por exemplo.

Joice afirma que solicitou à Depol (Departamento de Polícia Legislativa) que sejam instaladas câmeras de segurança em todas as entradas do apartamento dela. “É inadmissível que não tenha“, diz. Segundo ela, outros congressistas não podem ser contra o equipamento por argumentarem ter a privacidade violada. “Um imóvel público não pode ter essa privacidade. É um imóvel público e nós queremos a segurança“, afirma.

Ao Poder360, ela contou estar com 5 fraturas no crânio e com lesões nos 2 joelhos, costelas e ombros. Joice também quebrou alguns dentes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

23/07


2021

Confira a entrevista de Ronnie Von ao Frente a Frente

Se o leitor não conseguiu acompanhar a entrevista do cantor e compositor Ronnie Von ao quadro “Sextou” do programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro e exibido pela Rede Nordeste de Rádio, não se preocupe. Clique no link disponível e confira. Está incrível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

23/07


2021

Paulo recebe aluno aprovado em 9 universidades nos EUA

O governador Paulo Câmara recebeu, hoje, o estudante pernambucano Fred Ramon, que foi aprovado este ano em nove universidades nos Estados Unidos. Ele é ex-aluno da Rede Estadual de Ensino, com passagem pela Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Desportista Rubem Rodrigues Moreira, em Jaboatão dos Guararapes, onde iniciou o ensino médio, e na EREM Professor Fernando Mota, em Boa Viagem, onde concluiu a etapa. Durante esse período, Fred também participou do curso de idiomas do Programa Ganhe o Mundo (PGM).

“Fred é um exemplo importante de que, com educação, a gente pode ir em busca dos nossos sonhos. É isso que a gente quer para Pernambuco, uma educação que possa fazer com que as pessoas avancem e consigam alcançar suas metas. Agora, queremos ajudá-lo a concretizar esse sonho de ir aos Estados Unidos e fazer o seu curso escolhido. É uma história que com certeza vai inspirar muitos pernambucanos a alcançarem seus objetivos”, avaliou Paulo Câmara.

Fred mora em Cajueiro Seco, Jaboatão dos Guararapes, com a mãe, Silvia dos Santos, que é faxineira. O jovem ajuda na renda da casa dando aulas de inglês, principalmente durante a pandemia, quando passou a ensinar remotamente. Simultaneamente, Fred estudava para o vestibular nos Estados Unidos. Ele recebeu a notícia de que foi aprovado em nove universidades norte-americanas após alcançar uma nota acima da média em provas de inglês, e com recomendações de professores e da Junior Achievement PE. A instituição escolhida por Fred foi a Whittier College, na Califórnia, que lhe oferece uma bolsa de 70% dos custos e lhe permite estudar tecnologia e teatro.

O jovem sempre estudou em escolas públicas, tanto na rede municipal quanto na rede estadual, e agora vai realizar seu objetivo, que é inspirar outros jovens e ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social por meio de projetos de empreendedorismo. “Uma escola particular não é melhor que uma pública. Eu vim de uma escola pública de Pernambuco e aqui tem um diferencial: eles estão interessados em buscar parcerias e novos projetos. Temos programas que permitem levar o estudante para fora da sala de aula e melhorar a forma como aprendemos as coisas”, disse Fred Ramon.

“A história de Fred está inspirando os jovens de Pernambuco e das nossas escolas. É uma prova de que sonhos podem ser conquistados e que a educação transforma vidas. A nossa educação integral dá ainda mais oportunidades aos jovens pernambucanos, pois ocupa o tempo ocioso e abre as mentes para que eles construam e conquistem seus projetos de vida”, afirmou a secretária executiva de Educação Integral e Profissional da Secretaria Estadual de Educação e Esportes, Maria Medeiros.

Estiveram também no encontro a vice-governadora Luciana Santos; a gerente regional de educação da GRE Recife Sul, Marta Lira; a gestora da EREM Fernando Mota, Micheline Cavalcanti; e as ex-professoras de Fred, Vaneide Queiroz e Iara Marques.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/07


2021

Ronnie Von daqui a pouco no Sextou. Imperdível!

Dando sequência ao quadro Sextou, aberto aos artistas em tempos de pandemia às sextas-feiras no Frente a Frente, transmitido pela Rede Nordeste de Rádio para 44 emissoras em Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Bahia, a grande atração de hoje é o cantor Ronnie Von, de tantos sucessos, entre os quais A Praça, Tranquei a Vida e Cavaleiro de Aruanda.

Ronnie Von faz confidências em público que ele próprio confessa nunca ter revelado, como a de um fã no Maranhão que apontou um revólver para ele, por não atender o seu pedido para cantar a música O Carpinteiro. Aliás, o Carpinteiro, repaginada para os dias atuais, com um dança de gosto duvidoso, também ganha destaque na fala do artista.

Uma entrevista surpreendente. Ronnie Von diz, por exemplo, que nunca quis ser cantor romântico e que se recusou a gravar A Praça, seu maior sucesso, de autoria de Carlos Imperial. Revela que escapou de uma enfermidade que o tirou do palco por dois anos. Quem quiser ouvir pela internet, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.

Imperdível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/07


2021

Bancada de PE condena decisão sobre Transnordestina

A bancada de Pernambuco no Congresso Nacional divulgou, hoje, uma nota criticando a afirmação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, de que o traçado da Ferrovia Transnordestina será entregue pela concessionária somente até o Porto de Pecém, no Ceará. Os parlamentares cobram a conclusão do trecho de ligação do projeto até o Porto de Suape, em Pernambuco. Confira a nota na íntegra:

A bancada de Pernambuco no Congresso está indignada com a afirmação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, de que o traçado da Ferrovia Transnordestina será entregue pela Concessionária somente até o Porto de Pecém, no Ceará, relegando à própria sorte a ligação do projeto até o Porto de Suape, em Pernambuco. Esperamos que o governo reconsidere essa decisão e que não opte por uma condução desastrosa que deve prejudicar milhões de pernambucanos e nordestinos a partir de um mero interesse pessoal e financeiro do concessionário, que opera no terminal de Pecém. A decisão tomada ignora as incontestáveis vantagens do Ramal Suape, que tem o melhor porto e que já recebeu diversos investimentos.  O trecho da ferrovia até Suape é 100 km mais curto do que o de Pecém, com investimento para conclusão das obras em torno de R$ 1,5 bilhão a menos. Outro aspecto é que o Ramal Suape é indiscutivelmente a alternativa ambientalmente mais sustentável e pode encurtar as distâncias, causando menores emissões de gases de efeito estufa. Essa é uma perda incalculável para nosso estado e nós da bancada faremos uma reunião urgente para nos mobilizar junto ao governo federal e ao próprio ministro para que esse grande projeto logístico continue em seu traçado pelo nosso estado.

Bancada dos deputados pernambucanos no Congresso


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha