FMO janeiro 2020

26/02


2020

Caretas de Triunfo: espetáculo de alegria colorida

Se as cidades vivem de uma simbologia, marca ou estereótipo, Triunfo tem a do frio, a de estar encravada em cima de uma serra a 1.260 metros acima do nível do mar, de onde é possível a olho nu enxergar a Nação Pajeú. A festa mais popular do planeta, o Carnaval, que acabou ontem, mas continua para muitos nesta quarta de cinzas, criou outro símbolo que identifica a cidade em qualquer parte do mundo: Os Caretas.

São grupos de moradores da cidade, foliões, gente feliz que  se esconde por trás de um máscara malassombrada e sai pelas ladeiras reproduzindo alegria num sobe e desce incessante. A princípio, o conjunto harmonioso de máscaras pode até assustar, mas logo um susto é tomado pela alegria, a forma bem divertida dos mais diversos personagens do carnaval mais famoso do Sertão nordestino.

Os Caretas encheram de cor, alegria e irreverência as ladeiras de Triunfo na segunda-feira gorda do frevo e mostraram por quê já entraram até por lei no calendário oficial do Carnaval pernambucano. Quem acompanhou ou viu pela TV se encantou com um desfile que mais lembrava os carnavais românticos de Veneza.

Máscaras coloridas e estilizadas com caras de medo, assustadoras, cada uma mais criativa que a outra, deixaram as ladeiras da cidade mais em harmonia com o seu charme e sua beleza histórica. Produziram  cenas e imagens que ninguém resistiu a um clic, a uma selfie e a um vídeo para guardar na memória e para a história.

O próprio prefeito João Batista, com data de filiação ao PSB à caminho para tentar à reeleição, era personagem do desfile, com uma máscara puxada pelo verde da esperança. Personalidades as mais diversas da cidade, como a historiadora Diana Rodrigues e o blogueiro Carlos Ferraz, também se esconderam por trás de máscaras exibindo alegria e fervor na alma.

Os personagens  que compõem o figurino e a história dos Caretas existem há mais de um século e são o símbolo da folia da cidade. Abusam da irreverência, apelam para sátiras,  tomam conta das ladeiras do município estalando o relho, uma espécie de chicote.

A cada ladeira vencida no desfile, um relho para encantar aos que se divertiam acompanhando o desfile. O relho é, na verdade, um açoite de chicote ensurdecedor, que mete medo e faz tremer as ladeiras de Triunfo. 

O relho é, também, um ringue à parte ao final do desfile na praça do Cine Guarany, competição de profissionais da troça. O cinema quase centenário também foi fantasiado com as cores e máscaras dos Caretas, compondo um cenário belíssimo.

As referências à figura do careta estão em vários pontos da cidade, inclusive no ponto mais alto dela, o Pico do Papagaio, a quase 1.260  metros acima do nível do mar, onde se encontra uma escultura em homenagem ao mascarado.

A historiadora Diana Rodrigues, celebridade cultural da cidade, que subiu ao palco para entregar prêmios de sorteios aos caretas participantes, deu uma aula de cima do palanque sobre a história do bloco mais famoso, belo e colorido do Sertão.

“Tudo começou quando um Matheus, personagem de um grupo de reisado do Sítio Lages, ficou bêbado antes de uma apresentação e por isso foi expulso. Com raiva, saiu fantasiado pelas ruas da cidade, fazendo barulho e assim sem querer inaugurou a brincadeira. Daí vem o semblante de tristeza das máscaras”, contou.

Os Caretas se dividem  em varios grupos chamados de trecas. Além do barulhento relho, eles se caracterizam com chocalhos, máscaras, chapéu de palha e tabuleta, uma placa carregada nas costas com frases satíricas. “A tabuleta dá o tom de irreverência do careta. As frases são parecidas com as vistas nos parachoques de caminhão, como ‘quem mata a sua sogra não é um assassino e sim um bom caçador’”, lembra Diana, em tom de brincadeira carnavalesca.

No desfile da última segunda os Caretas chegaram com mais moral e excelência às ruas de Triunfo: foi a primeira segunda-feira oficialmente consagrada em lei ao Dia dos Caretas, por projeto apresentado pelo deputado Alberto Feitosa (SD) e sancionado pelo governador Paulo Câmara. 

"Os Caretas agora têm o seu dia oficialmente reconhecido pelo poder público e isso me enche de alegria e felicidade. O reconhecimento não é meu nem do governador, mas do povo pernambucano", comemorou Feitosa em vídeo exibido em praça por não ter podido comparecer ao desfile.

Antes das homenagens diante do exuberante Cine Guarany, os Caretas encheram as ruas de Triunfo passando pelos principais pontos turísticos, como os museus, a Catedral e o Lago João Barboso Sitônio, num espetáculo que deu gosto de se ver. Afinal, eles são a alegria do carnaval. Sem os mascarados, o carnaval de Triunfo não teria a mesma graça, a mesma irreverência, o mesmo jeito especial de contaminar as pessoas de alegria.

Famoso personagem mascarado, Teco de Agamenon, que exibe no Museu dos Caretas a primeira fantasia usada há 60 anos, foi visto novamente no desfile, com direito até a premiação. Ele mesmo  confecciona a sua  fantasia e sai de careta na folia desde menino. “Já cresci careta e  gostando de ser careta. É uma tradição prazerosa. Colocar essa máscara é sinônimo de alegria. Por isso que fazemos questão de perpetuar isso, ensinando aos mais novos”, disse.

Se depender das novas gerações, os caretas vão continuar por muito tempo. O jovem Manoel Afonso de Menezes, de apenas 12 anos, mostrou nas ladeiras grande habilidade com o chicote. “Foi meu pai que me ensinou, eu cresci com o relho na mão. Com dois anos já saia de careta. Chega dá um arrepio quando estala. Não é difícil não, basta treinar que você consegue”, diz ele, fazendo questão de mostrar os tais estalos de que tanto se orgulha.

Orgulho, na verdade, tem o prefeito João Batista (PSB), tanto que deu à cidade o Museu dos Caretas, um conjunto de máscaras belíssimas que enchem os olhos dos seus visitantes e turistas. "Triunfo se confunde com os Caretas. Foram eles que projetaram Triunfo, são personagens sagrados da nossa cultura e que fazem o diferencial do nosso Carnaval", diz Batista, sem deixar escapar a emoção de estar nas ruas não como maior autoridade municipal, mas como folião careta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Parabéns à Águia de Ouro, campeã do Carnaval de São Paulo, que fez uma merecida homenagem ao mestre Paulo Freire em seu desfile. O Carnaval desafia a intolerância e a ignorância.

marcos

Paulo Fresco, Foda-se.

Fernandes

Parabéns à Águia de Ouro, campeã do Carnaval de São Paulo, que fez uma merecida homenagem ao mestre Paulo Freire em seu desfile. O Carnaval desafia a intolerância e a ignorância.


Abreu e Lima

Confira os últimos posts



08/04


2020

Quem me apresentou Magno foi Ulysses Guimarães

Por José Maria Trindade* 

Em 1988, o então presidente da Câmara, da Constituinte e da República de vez em quando, além do PMDB, Ulisses Guimarães, me apresentou o bravo Magno Martins. Este é seu colega Magno, de Pernambuco, e eu disse: “Muito prazer”. E a partir dali, fizemos uma bela entrevista juntos com o doutor Ulisses e ficamos amigos. 

Convivemos e aprendi a gostar de Magno Martins, tanto pessoalmente como profissionalmente. Sério, não abre mão da notícia, está sempre na vanguarda do 1º lugar. Respeito não ao ego, mas sim respeito ao público, ele me ensinou. E assim, Magno é muito respeitado, apesar de ser ácido e apesar de falar a verdade

Ele é respeitado porque todos, inclusive os criticados por ele, entendem que se trata de um profissional e não há nenhuma mágoa pessoal ou perseguição. É daí que nasce o respeito de Magno Martins. Logo eu vi que aquele pernambucano, aqui do Planalto central do País, tinha força e tinha naturalmente a sua personalidade. 

E aí, há 14 anos atrás, ele me chamou e disse: “Zé Maria, olha é o seguinte, os jornais estão em extinção, menos tempo ou mais tempo e eu vou para a internet”. Eu pensei com os meus botões: “Magno piorou”. Porque doido eu já achava que ele era. 

Internet? Há 15 anos atrás o Magno falava isso e deu certo. O blog do Magno repercute aqui em Brasília muito mais do que jornais, rádios e televisão, os grandes veículos de comunicação. E me orgulho em ter visto Magno Martins em seu início, na sua postura de sempre. Hoje, o que é esse peso é o nome do Magno e o nome do Blog, os dois se confundem. 

Portanto, eu quero parabenizar e dizer que me orgulho em ser seu amigo. Muito obrigado por tudo, Magno! Parabéns e felicidades. Seu bkig blog é um presente para todos nós.  

Um abraço.

*Âncora da Jovem Pam em Brasília, com destaque no programa Pingos nos Is.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

08/04


2020

Votos de perenidade

Por Márcio Accioly

O Blog do Magno, além do esmero com a informação responsável e precisa, traz opiniões e análises de articulistas dos mais diversos que preenchem e complementam lacunas do entendimento.

Nessa era tecnológica de informação real que vivemos, acabaram-se restrições impostas por veículos impressos (os velhos jornais), quando as notícias eram suprimidas ou sonegadas de acordo com interesses locais e particulares. O mundo de hoje sabe de tudo e muito mais.

Na feitura de seu blog, e no apanhado de informações, o bom repórter se vê obrigado a circular nos bastidores da política e nos diversos cenários onde as articulações se processam. E Magno tem sabido utilizar de forma extremamente positiva todos os recursos de que dispõe.

Como resultado de sua movimentação (e intimidade de situações), tem produzido registros históricos que transforma em livros, os quais vão se tornando essenciais para o aprendizado das velhas e das futuras gerações.

Num país de cultura oral, onde não são muitos os que se dedicam à leitura (especialmente os da representação política), o trabalho desenvolvido por Magno Martins tornou-se indispensável por ser de utilidade inestimável.

Assim sendo, longa vida ao Blog do Magno! São os votos dos que o visitam todos os dias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

08/04


2020

Governo cartão alimentação para estudantes

O Governo de Pernambuco anunciou o lançamento do cartão alimentação para estudantes da rede pública estadual. Com investimentos na ordem de R$ 12 milhões, o repasse de R$ 50 irá beneficiar cerca de 240 mil estudantes em todas as regiões do Estado.

Serão beneficiados com a medida os estudantes em maior situação de vulnerabilidade e que dependem da merenda fornecida pelas escolas. Com as aulas suspensas devido ao isolamento como forma de prevenção a propagação do novo Coronavírus, a medida do Governo do Estado busca suprir a interrupção das atividades nas escolas, inclusive, do fornecimento da merenda para os estudantes. O valor repassado será equivalente aos alimentos necessários para um mês de refeição por estudante e só poderá ser utilizado em compras de produtos alimentícios.

A iniciativa tem como base os dados das famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.

A distribuição do cartão alimentação, que será gerenciado pela Alelo, empresa de serviços financeiros especializada em benefícios, incentivos e gestão de despesas corporativas, será realizada a partir do dia 20/04. A Secretaria de Educação do Estado explica que, a partir da próxima segunda-feira (13), as famílias dos estudantes da rede pública estadual poderão acessar o site (www.educacao.pe.gov.br) e realizar a consulta para saber se terão direito ao benefício.

Também será disponibilizada a consulta da rede Alelo, que contempla mais de 9.300 estabelecimentos credenciados em todas as regiões do Estado. A estratégia de uso do cartão alimentação vai também beneficiar a economia dói estado, pois os alimentos serão adquiridos em supermercados, mercadinhos, padarias e outros estabelecimentos locais.

Além do cartão merenda, a família receberá uma carta de apresentação com todas as orientações sobre o uso do cartão, informações nutricionais, sugestões dos produtos a serem adquiridos e de produtos não permitidos, como bebidas alcoólicas e refrigerantes, por exemplo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

Bom jornalista incomoda, diz Daniel Coelho


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

08/04


2020

Prefeito publica texto em homenagem ao pai

O prefeito de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório, publicou, hoje, um texto em homenagem a seu pai, o ex-prefeito João Tenório, falecido hoje. Por conta da pandemia, o velório e enterro não serão abertos aos amigos e à população. A seguir carta de despedida do prefeito publicada nas redes sociais:

Carta a meu pai que nos deixou hoje

Perdi hoje meu pai, João Tenório, de quem com muita honra herdo o nome. Perdi o meu melhor amigo, um líder. Minha mãe se despede hoje de seu companheiro por tantos anos. Minha irmã Irá e minhas filhas, suas únicas netas Gabriela e Vitória, dizem adeus a um pai sempre presente e um avô muito amoroso.

Meu pai sempre foi um exemplo para mim. Foi um dos principais incentivadores e responsáveis por minha trajetória na vida pública. Se hoje sou prefeito, devo muito a ele, como também às suas contribuições e a seu legado. Homem que sempre lutou por sua terra, por suas origens, por nossa gente, por São Joaquim do Monte.

Neste momento tão difícil que estamos passando, seguindo as orientações dos órgãos da saúde, não realizaremos velório nem enterro abertos aos seus muitos amigos e a população de São Joaquim do Monte. Assim que isso tudo passar, vamos estar novamente juntos para fazermos as justas e merecidas homenagens à sua memória. Peço que, se possível, coloquem seu nome em suas orações. Rezem por ele.

As minhas palavras hoje são de saudade e de gratidão. Somos gratos a Deus pelo tempo que ele passou conosco. Homens como meu pai nunca serão esquecidos. Seu caráter, sua bondade, suas ações o deixarão vivo em nossos corações.

Neste momento de dor e de despedida, meu pai, tenha certeza que o seu exemplo continuará guiando os nossos passos.

A sua presença de amor também.

Descanse em paz!

Joãozinho Tenório

Prefeito de São Joaquim do Monte


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

08/04


2020

Um talento que atravessa gerações

Por Marília Arraes*

Magno Martins é um ícone do jornalismo político de Pernambuco e tem a capacidade de cruzar gerações – se Arraes lia Magno pelo jornal, hoje o acompanho pelo blog.

Sua seriedade, perspicácia, acesso a fontes de lugares que nem imaginamos e, principalmente, sua coragem, fazem dele uma referência para quem acompanha a política.

Agradeço a Magno pelo seu trabalho importantíssimo e desejo que continue se superando e contribuindo com o bom debate e a democracia, como tem feito ao longo da sua vida.

*Deputada federal


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

08/04


2020

A versão da Prefeitura de Ipojuca

Nota oficial

A Prefeitura do Ipojuca esclarece que estava programada a entrega de peixes, hoje, para a população de baixa renda previamente cadastrada na Secretaria municipal de Assistência Social, obedecendo a todos os critérios exigidos neste período de pandemia.

Houve, porém, um acidente na estrada em que estava o caminhão que trazia os peixes, segundo o dono da empresa, nas proximidades de Feira de Santana, na Bahia, e o acesso da pista foi bloqueado e o motorista não conseguiu fazer contato para avisar que não chegaria no dia combinado.

Com o atraso da entrega, infelizmente, a população se aglomerou e precisou ser dispersada já que o caminhão não chegou ao município. O novo dia e o horário da distribuição serão divulgados pela gestão municipal.

Prefeitura Municipal do Ipojuca


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

08/04


2020

Uma leitura imprescindível

Por Diana Câmara*

A leitura diária do Blog do Magno é algo que costumo classificar como imprescindível. Faz parte da rotina de muitos pernambucanos que, assim como eu, não dispensam as atualizações sobre a política pernambucana, local e nacional. Inovador, Magno se tornou referência pelos projetos que assumiu ao longo da sua profissão e com o Blog não foi diferente.

Teve a visão de enxergar a oportunidade no jornalismo digital quando muitos ainda não sabiam como seria e funcionaria a plataforma. O mesmo está fazendo agora ao, pela primeira vez na história do jornalismo brasileiro, criar o jornal digital O Poder.

Sua perspicácia e inteligência dão um toque especial ao Jornalismo feito com tanto amor por Magno, diariamente. Ele não abre mão de nos manter atualizados e, para isso, dedica sua vida.

Tenho o privilégio de ter um espaço semanal no Blog com as colunas sobre o Direito Eleitoral e sou grata pela sua amizade, parceria e profissionalismo.

Que o Blog do Magno e todas as ferramentas de comunicação relacionadas a ele conquistem ainda mais sucesso pela frente.

Parabéns, Magno.

*Advogada e articulista do Blog do Magno


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

Mendonça pede revisão da portaria que prejudica comércio

O ex-ministro Mendonca Filho defendeu que o governador Paulo Câmara mude a portaria da Secretaria da Fazenda que exclui as atividades de comércio de combustíveis, varejo e lojistas de shoppings dos benefícios concedidos pelo decreto estadual anunciado pelo Governo, prorrogando os prazos relativos ao cumprimento de obrigações tributárias e contestações, suspensão de execuções fiscais e notificações de débitos.

"Logo após o governador assinar um decreto liberando o prazo de envio das obrigações acessórias do ICMS até o fim da pandemia, o Governo voltou atrás por decisão da Secretaria da Fazenda. É uma medida que vai na contramão da preservação da atividade econômica. Precisamos garantir as vidas e os empregos dos pernambucanos", afirmou Mendonça Filho.

Segundo Mendonça, a decisão de suspender essas obrigações para aliviar o sufoco pelo qual estão passando os empreendedores é louvável. Mas, deixar de fora do benefício setores importantes da economia é uma medida equivocada e sem sentido. No Decreto, o Governo prorrogou para 30 de junho os prazos vencidos a partir de 21 de março de 2020, relativos ao cumprimento de obrigações tributárias acessórias previstas na Legislação Estadual e à contestação do débito constante.

Mendonça lembrou que o Governo argumentou ser o decreto foi baseado em estudos para enfrentamento aos efeitos da pandemia na economia. "Não é possível que esses estudos mostrem que setores como comercio de combustíveis, varejo e lojistas de shopping, que geram milhares de empregos, não sejam importantes a ponto de merecer tais benefícios! Sinceramente, gostaria de ter acesso a esses estudos", questionou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

Magno é destemido, destemperado e desprendido

Por José Nêumanne Pinto*

Uma vez, meu colega de científico no Colégio Estadual da Prata, em Campina Grande, me falou de um tal de Magno Martins e de seu blog em Recife. Desde então, tenho acompanhado o "grande", como o chamo. E, às vezes, ele até me cita, ora vejam só.

O que me impressiona no editor deste blog são duas características que, conjugadas, produzem o que há de mais profícuo e atraente no bom jornalismo de verdade. Ele tem destemor.

Sim, não é meramente corajoso, mas destemido. E a isso adiciona uma certa pitada de destempero. Sim, somente um sujeito destemperado excede numa profissão que exige vocação, talento e desprendimento em graus exagerados.

Jornalista que não é exagerado, não fede nem cheira, deve mudar de ofício. Destemido, destemperado e desprendido, Magno Martins é um jornalista nota dez. E eu sou lá doido de tirar ponto de um sujeito que bate com tanta destreza como ele bate, eu, hein?

*Jornalista, colunista do Estadão, autor de vários livros, entre os quais “Tudo que sei sobre Lula” e dono de um canal no YouTube batendo a casa de 1 milhão de assinantes


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

Magno é um predestinado como previ

Por José Rodrigues*

Conheci Magno Martins quando ainda era estudante de Jornalismo no final da década de 70. Era um foca muito atrevido. Farejava notícias por onde andava.  Notei este fato ao conversar com ele, pois o meu faro jornalístico detectou de imediato a sua perspicácia, a sua sagacidade e, em especial, a sua linguagem escrita, acessível a todos.

Como nasci dentro da redação do Jornal A Voz do Sertão, pertencente ao saudoso Sigismundo Pinto, em Triunfo, cidade encravada nos rincões da Serra da Baixa Verde, notei que Magno tinha escolhido o caminho certo e antevi nele um grande futuro profissional.

Sempre o incentivei nesse caminho enviando-lhe notícias que se traduziram em furos de reportagem. Ao se diplomar, o seu caminhar foi rápido, como era a rapidez do seu raciocínio e o meu vaticínio se confirmou, pois tornou-se um jornalista brilhante, com renome nacional.

Tudo isto pelo fato de ter a política correndo nas suas veias, genética do seu pai Gastão Cerquinha. Apaixonou-se pela política, trilhando esta senda logo cedo, onde se sobressai e é respeitado pelo seu vasto conhecimento nesse campo, um autêntico guru pajeuzeiro, que se antecipa aos acontecimentos com suas previsões políticas.

Magno é um inovador, um verdadeiro Rei Midas da notícia, pois onde chega e toca ali se transforma em notícia. Ao lançar o seu programa radiofônico Frente a Frente, ainda tímido pelos resultados, incentivei-o a tocar o barco, pois seria o dono desse horizonte. Isto se transformou em realidade.

Ao comemorar nesta semana 14 anos do lançamento do seu Blog, parabenizo-o pelo pioneirismo e como precursor dessa modalidade aqui no Nordeste, sendo hoje um dos mídias digitais de notícias políticas mais acessadas e referenciadas do nosso Brasil. Parabéns, meu velho amigo Magno Martins, regozijo-me com o teu sucesso, com a tua tenacidade intransigente e com o teu jornalismo onde a ética se impõe junto com a notícia que divulgas.

10 de abril é a data do teu sucesso.

*Defensor público aposentado, advogado militante e grão-mestre do Grande Oriente Maçônico de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

As artimanhas de Mandetta

Por Cássio Rizzonuto

Os fatos estão se processando de maneira tão rápida que fica difícil acompanhá-los. Mas o pano de fundo geral continua sendo a forçosa tentativa de implantação de pauta comunista (com a vitória dos corruptos de sempre), nele atuando diversos personagens.

Na politização da pandemia do coronavírus, o partido Democratas, monitorado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, tenta emplacar o ministro Henrique Mandetta (Saúde), como candidato presidencial no distante 2022.

As forças de oposição que se unem contra Jair Bolsonaro congregam integrantes de instituições que deveriam ser preservadas e livres de partidarismo. O caldo só não entornou de vez, ainda, porque em tempo de internet e suas redes sociais grande parte da população se informa e observa com interesse o desmembramento das questões.

Já não se fala a respeito do fogo ateado à Amazônia, quando se tentou remover o presidente. Ninguém se recorda, também, do óleo derramado nas praias do Nordeste, que cessou de forma milagrosa. O drama, agora, muito mais sério, expõe vírus chinês no palco, louvando-se ações do mato-grossense do Sul, Luiz Henrique Mandetta.

O mesmo Mandetta que Bolsonaro trouxe para a composição de seu Ministério, resgatando-o de pântano indecoroso onde respondia a processos judiciais, sendo um deles por conta de enorme prejuízo causado aos cofres públicos, à época em que respondia pela Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande, Capital do MS.

Mandetta, hoje considerado santo pelos iludidos de sempre, é investigado “por crimes relacionados à aquisição e instalação do Gerenciamento de Informações Integradas de Saúde (Gisa)”. Isso aí custou aos cofres públicos R$ 10 milhões, mas, segundo auditoria da CGU, meteu-se a mão em R$ 6 milhões! Mandetta é cobra criada.

Não se vá propagar ser essa a razão pela qual Rodrigo Maia, que deseja ser candidato a vice-presidente na chapa de qualquer um que possa ganhar, apoia Mandetta. Como Bolsonaro bloqueou a roubalheira e o desperdício do dinheiro público, os corruptos habituais querem removê-lo do cargo a qualquer preço. Desejam tudo como antes.

O que muitos não percebem é o duplo jogo do ministro: ele é contra o emprego da hidroxicloroquina, embora especialistas e cientistas já a defendam abertamente (existem opiniões divergentes, mas o medicamento tem salvado vidas). O ministro, sem dúvida, ocupou espaços importantes em sua atuação e já se sente forte para confrontar Bolsonaro.

No processo de desvio de recursos financeiros públicos de sua gestão em Campo Grande (MS), o Ministério Público Federal -MPF - ajuizou duas ações  de improbidade administrativa na Justiça Federal, denunciando 24 pessoas, mais Henrique Mandetta e o ex-prefeito da Capital, Nelson Trad Filho (MDB), o Nelsinho (hoje senador), seu primo.

O problema é que a tentativa de afastar Bolsonaro é tão explícita que dói na vista. E parte considerável da população está percebendo. Ela envolve integrantes de diversas instituições, figurões contrariados por não disporem atualmente do fácil acesso de sempre aos cofres públicos da União.

A falta do dinheiro público tem causado enorme contrariedade aos afanadores. Quando passar a fase mais aguda da pandemia, veremos pipocar escândalos em muitos estados com a subtração de recursos destinados a medidas de controle sanitário. Nossos homens públicos nunca aprendem. Mandetta, é fato, imagina-se apto a dar o pulo do gato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jovelina Maria de Brito

com um curriculum desses bozo chama pra ministro?



08/04


2020

O bom exemplo que vem de Salvador


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

Moacyr Franco parabeniza meu blog

Bastou apenas uma entrevista no Frente a Frente, há três anos, para eu conquistar a amizade do cantor Moacyr Franco, de quem sou fã de carteirinha desde que me entendo de gente. Há um mês, quando fez um belíssimo show no teatro Riomar, no Recife, ele me surpreendeu. Entre uma canção e outra, fez generosas referências a meu respeito e ainda pediu ao público uma salva de palmas para mim. Ontem, ao invés de escrever, o astro nacional do romantismo, da verdadeira música de qualidade, preferiu me enviar um vídeo. Confira!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2020

O que me cativa em Magno é sua veia poética

Por Sebastião Dias*

O Blog do Magno faz parte dos segmentos Políticos, Socioeconômico e cultural do Nordeste e do Brasil.

No entanto, faço questão de parabenizar esse bravo guerreiro das trincheiras poéticas do Pajeú, que apesar de residir e desfrutar das belezas litorâneas, jamais recusou-se em adentrar os longínquos sertões nordestinos e sentir de perto os clamores causados pela seca ou as transformações que o inverno nos proporciona quando renova as esperanças e a vida da nossa querida gente!

Que vibra, aplaude e chora emocionado ao som das nossas violas sertanejas e dos improvisos dos seus irmãos cantadores.

Esse homem simples, que como ninguém, sabe compartilhar a perda dos entes queridos transformando-a em notícia, embora triste para dividir com seu público nossas tristezas e as nossas saudades!

Defensor ferrenho dos nossos costumes e da cultura popular, seja por suas obras escritas ou pela dimensão que dá através do seu blog e do seu programa Frente a Frente. E foi com essa sensibilidade poética de sertanejo forte que em 1986 quase lotou uma aeronave com artistas do seu querido Pajeú: repentistas, inclusive eu, sanfoneiros, zabumbeiros, declamadores e tantos outros.

E nos levou para Brasília com a finalidade de mostrar nos palácios e nas mansões do DF a importância dos valores culturais do "país da cantoria", como assim dizia o saudoso poeta, professor e advogado Zé Rabelo.

*Prefeito de Tabira, poeta dos bons e repentista valente do meu Pajeú


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores