Berzoini nega que tenha mandado comprar dossiê

O deputado Ricardo Berzoini, ex-presidente do PT, divulgou nota oficial nesta quarta-feira para rebater as acusações de que seria o responsável pela compra do dossiê contra candidatos do PSDB. Segundo reportagens publicadas pelos jornais "Correio Braziliense" e "Estado de Minas", o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), da CPI dos Sanguessugas, teria revelado que o delegado Diógenes Curado --que investiga a compra do dossiê-- teria provas de que Berzoini foi o mandante da operação.

"As manchetes são absolutamente inverídicas, não guardando relação sequer com o conteúdo das próprias reportagens publicadas internamente", disse Berzoini na nota.

O deputado afirma que a CPI dos Sanguessugas e a Polícia Federal "em nenhum momento exararam as conclusões que as manchetes e as reportagens tentam informar".

Berzoini afirma que vai processar os jornais pelas reportagens "diante da violência e da irresponsabilidade de tais publicações".

O deputado enfatiza na nota que jamais incentivou, determinou ou concordou com "nenhuma forma de ilegalidade ou irregularidade" nos assuntos de sua responsabilidade enquanto esteve na presidência do PT. Informações da Folha Online.

Publicado em: 11/10/2006