Câmara pretende dobrar salário de Kassab

 A Câmara Municipal quer quase dobrar o salário do prefeito Gilberto Kassab (sem partido) e elevar em 250% os vencimentos dos 27 secretários, além de pela primeira vez pagar 13.º salário tema polêmico, motivo de decisão contrária até no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo a Agência Estado, o impacto nas contas públicas paulistanas será de R$ 4.802.377,46 anuais - só com os 12 salários.

O projeto com os novos vencimentos foi apresentado pela Mesa Diretora. Se aprovado, eleva o salário do prefeito de R$ 12.384 para R$ 24.117,62. Proposta semelhante foi barrada no fim de 2010 pela bancada do PSDB. Fixava subsídios do prefeito em 90,25% do teto constitucional do Supremo Tribunal Federal - o que elevaria o salário de Kassab para R$ 20 mil mensais.

Publicado em: 23/06/2011