Marco Aurélio discute dossiê com a oposição

Os presidentes do PSDB e do PFL, Tasso Jereissati e Jorge Bornhausen, encontram-se às 15h de hoje com o presidente do Tribuanl Superior Eleitoral (TSE), ministro Marco Aurélio Mello, no Centro Cultural da Justiça Forense, no Rio de Janeiro. Eles entregarão uma cópia da representação do pedido de impugnação da candidatura à reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A oposição alega que o governo interferiu no processo eleitoral no caso do dossiê Vedoin. Além de citar o presidente Lula e o Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, o pedido é também contra o presidente do PT, Ricardo Berzoini, Aldebran Padilha e Gedimar Passos. Os dois últimos foram presos com R$ 1,75 milhão para suposto pagamento do dossiê Vedoin.

Para o PSDB, já existem fatos suficientes para a cassação do registro da candidatura do presidente Lula, como determina a Lei das Inelegibilidades (Lei Complementar 64/90). O dossiê continha, supostamente, fitas, DVDs e fotos que ligariam os candidatos tucanos ao governo do estado e à Presidência da República, José Serra e Geraldo Alckmin, com a máfia das ambulâncias.

O encontro de Mello com os presidentes dos partidos da oposição será apenas uma formalidade, já que a representação precisa ser protocolada no próprio Tribunal - o que deve ser feito ainda hoje. Com informações do Portal Terra.

Publicado em: 18/09/2006