Marília cobra funcionamento de 100% da frota de ônibus

No dia em que Pernambuco alcançou a marca de mais de 100 mil pessoas contaminadas pela Covid-19, com 6.758 óbitos confirmados, a deputada federal Marília Arraes (PT) voltou a cobrar do Grande Recife Consórcio de Transporte, da CBTU, e dos empresários de transporte coletivo, que tenham mais responsabilidade com a população e ampliem a capacidade de atendimento para que ônibus e metrôs circulem com 100% da frota, proporcionando uma lotação segura.

“Com a retomada de atividades que demandam mão de obra intensiva, como a da construção civil ainda no mês de junho, os gestores do transporte público do Recife e Região Metropolitana anunciaram que a frota passaria a operar com 70% de sua capacidade. Desde então, não é isso o que fica visível na rotina de ônibus e metrôs lotados na ida e volta das pessoas de casa para o trabalho”, afirma Marília.

Para Marília Arraes, a situação tem ficado ainda mais insustentável com o passar do tempo pois muito mais pessoas, por absoluta necessidade, voltaram a pegar ônibus e metrôs, com a frota ainda em 70%.

Outro dado divulgado pela Urbana-PE mostra como a aglomeração entre quem depende do transporte público cresceu, seja nas paradas ou nos terminais integrados, seja dentro dos coletivos lotados. Antes da pandemia, aproximadamente 46% da demanda nos ônibus se concentrava nos horários de pico. Agora, após a reativação de vários setores, a concentração aumentou para 49%.

“É desumano submeter os trabalhadores a esta situação de total vulnerabilidade a um vírus que tem matado pessoas em todo o mundo. É falta de planejamento, de gestão, e de respeito com as pessoas. O que vale mais? A vida ou o lucro dos empresários do transporte coletivo?”, pergunta Marília Arraes.

Publicado em: 05/08/2020