A nova avenida Conde da Boa Vista

Por Dirac Cordeiro*

A avenida Conde da Boa Vista é um importante logradouro do município Recife. Ela se inicia na Ponte Duarte Coelho e termina na Rua Dom Bosco – o seu prolongamento passa a se chamar Avenida Carlos de Lima Cavalcanti –, e corta os bairros da Boa Vista e da Soledade.

Tal avenida é, hoje, uma das principais vias do Recife. Todos os dias, cerca de mais de 400 mil pessoas e 10 mil veículos circulam por ela, segundo dados da Prefeitura da Cidade do Recife. Em 1946, se deu a sua primeira grande intervenção, a saber, o seu alargamento durante a administração de Pelópidas da Silveira; sendo assim, a rua passou à categoria de avenida, chamando-se, então, avenida Conde da Boa Vista.

No passado recente, a Conde da Boa Vista sofreu uma mudança brusca no traçado operacional relativo à circulação de ônibus, veículos de passeio e pedestres, o que propiciou mudança na habitual travessia da população que circula ao longo desse corredor. Disso, as estatísticas mostraram que a mudança implementada respondeu com um maior índice de acidentes (tais como, atropelamentos).

Em recente passagem pela Conde da Boa Vista, observei o quanto a nova concepção operacional trouxe de benefícios para todos que circulam nessa importante avenida. Alguns se destacam, tais como:

  1. a maior acessibilidade dos usuários, que circulam em calçadas de fácil movimentação;
  2. a visão total na largura e na profundidade da avenida, visão que surpreende a todos, pois a concepção anterior dos equipamentos colocados no eixo da via impedia a visualização dessas métricas;
  3. a sinalização tanto para o pedestre como os veículos que passam;
  4. a tendência na valorização urbana dos imóveis ao longo desse logradouro.

Desse modo, parabenizo a Prefeitura dessa bela cidade não só pelo projeto, mas pela coragem de mudar a capacidade de atender as demandas tão clamadas pelo povo de Recife. E pode-se dizer que as respostas de melhores indicadores operacionais provenientes da nova concepção já se fazem presentes. Um projeto dessa natureza também está sendo implantado na cidade de Olinda especificamente na avenida Presidente Kennedy.

Apesar das características similares, essa outra concepção apresenta vários problemas devido aos graves entraves provenientes de uma drenagem ineficiente implementada no passado sem planejamento. A conclusão que se tira, no entanto, é a mesma: com os parcos recursos existentes, projetos bem pensados podem melhorar significativamente a vida do cidadão. Parabéns a esses gestores.

*Doutor em Engenharia de Transporte

Publicado em: 05/08/2020