"Recife é a capital da desigualdade social", dispara Túlio

Houldine Nascimento, da equipe do blog

O deputado federal e pré-candidato do PDT à Prefeitura do Recife, Túlio Gadêlha, assinou, ontem, um manifesto climático suprapartidário elaborado coletivamente por jovens lideranças e especialistas engajados mundialmente na pauta do clima. Com isso, ele se torna o primeiro prefeiturável da capital pernambucana a se comprometer com a causa ambiental.

O documento endossado pelo pedetista é uma iniciativa dos coletivos Youth Climate Leaders (YCL) e O Futuro que Queremos, que pode ser assinado por pré-candidatos, organizações e cidadãos. Túlio se coloca como um nome em defesa de “uma cidade mais sustentável, justa e inteligente”.

Ele considera imprescindível levar em consideração as propostas do manifesto desenvolvido por especialistas do mundo todo para a construção do seu projeto municipal. Túlio Gadêlha observa, ainda, que é fundamental assumir o compromisso com a diversidade, a consciência coletiva e a governança climática. Na sua visão, só assim o Recife terá um ambiente saudável.

Ao assinar o documento, o parlamentar pedetista fez críticas à administração de Geraldo Júlio (PSB), chamando o Recife de “capital da desigualdade social no Brasil”. "Costumam dizer que a nossa cidade não é planejada, mas eu discordo. Recife é planejado. A questão é: para quem? Diante da insustentabilidade do modelo de cidade que temos, que se destaca por ser a capital da desigualdade social no Brasil e nem sequer tem um plano de mobilidade aprovado, precisamos sair da zona de conforto e repensar o modelo de cidade que queremos", analisa.

Publicado em: 02/08/2020