"Lava Jato tem chantagistas eméritos", diz Gilmar Mendes

Em uma conferência promovida, hoje, pelo Grupo Prerrogativas, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes fez duras críticas à Operação Lava Jato. Na opinião do magistrado, a "Lava Jato tem chantagistas eméritos".

Mendes sempre demonstrou ressalvas às ações da operação e ao comportamento de procuradores e juízes ligados a ela, bem como a falta de questionamento de boa parte da imprensa à Lava Jato. "Nós tivemos quase que uma adesão da imprensa, uma boa parte da imprensa, significativamente, a esse grupo, em um jogo de cooperação muito estranho: vazamentos, que davam as manchetes, e retroalimentava esse sistema. Nós precisamos fazer essa autocrítica", declarou.

O ministro também questionou ações simples que, por diversos graus de jurisdição, acabam chegando ao STF para apreciação.

Publicado em: 11/07/2020