Congresso deve “terceirizar” afastamento de Bolsonaro

O Congresso Nacional acovardado deve transferir para o TSE a responsabilidade de afastar Jair Bolsonaro.

Segundo o Valor, “chegou a alguns líderes a informação de que o STF tem munição para novas ações que miram o esquema de disseminação de notícias falsas, supostamente mantido por apoiadores de Bolsonaro, com igual ou maior fôlego do que a operação conduzida pela Polícia Federal na última quarta-feira. O relator do inquérito, ministro Alexandre de Moraes, estaria longe de esgotar o arsenal”.

A reportagem acrescenta que, “com o Centrão amparando o governo, o processo impeachment dificilmente prosperaria. Por isso, o mais provável hoje é que o Legislativo faça como Augusto Aras e ‘terceirize’ o problema: no caso, deixando a palavra final da crise para Justiça Eleitoral”.

Publicado em: 01/06/2020