Aos leitores

Tenho algo muito grave a comunicar a vocês: eu e o nosso blog temos sido vítimas de perseguição crescente e violenta dos atuais “donos do poder” em Pernambuco.

Todos sabem do meu mais completo destemor de enfrentar os que se consideram “donatários” da “capitania” de Pernambuco. Não sou ingênuo e sei que isso tem risco e custo.

Mas se existe mesmo o chamado “Estado Democrático de Direito”, a Imprensa tem que ser LIVRE, conforme está claramente definido na Constituição e todo o arcabouço legal brasileiro.

Na verdade, a liberdade de Imprensa é um bem da sociedade, mais até do que um direito dos jornalistas e das empresas de comunicação social. Para tanto, necessitamos estar em permanente mobilização, vigilantes e fortes contra o que representa qualquer tipo de ameaça.

A Imprensa LIVRE tem um lugar CENTRAL em nosso sociedade, cumprindo um DEVER fundamental de informar a população e denunciar ações que possam causar prejuízos ao público.

Vale ressaltar que a Imprensa representa a defesa e a expressão de opinião dos que não têm voz e são atingidos pelo abuso de poder dos que se consideram “proprietários” da coisa pública.

A Assembleia Constituinte de 1988 assegurou garantias à liberdade de informação jornalística, dedicando capítulo apartado dos direitos fundamentais individuais e coletivos, protegendo a LIBERDADE de Imprensa com a proibição de restrição legal, de censura e de autorização de licença.

Mas a verdade é que os atuais “mandatários” de Pernambuco estão me perseguindo de forma autoritária e violenta. Sofri censura que resultou inclusive na minha demissão.

Em seguida, anunciantes do blog se retiraram dos seus apoios, em clara tentativa de me calar e inviabilizar a nossa existência. Isso demonstra o autoritarismo ilegal e antidemocrático dos que se pensam donos de Pernambuco.

Não irão me calar! Continuarei revelando, divulgando e discutindo a pauta de interesse da sociedade e os chamados crimes contra os cofres públicos. Meu jornalismo é cidadão, defesa do interesse público, sobretudo num Estado onde a população cada vez se empobrece mais, como se vê nas ruas do Recife e do interior.

O que se torna ainda mais grave é que começam a usar pessoas que antes se consideravam minhas amigas para me atacarem moralmente. É o caso, por exemplo, do jornalista Raimundo Carrero (foto).

Esse senhor antes demonstrava apreço por mim e minha coragem, inclusive me elogiando. Temos a mesma origem sertaneja e trabalhamos no mesmo jornal, o Diário de Pernambuco.

Eis que agora ele é usado para me atacar de forma gratuita, como ontem registrou em meu próprio Facebook: “Você gosta mesmo é de comer toco...inescrupuloso...vergonha  da classe”.

Ora, quem conhece esse jornalista sabe da ligação dele com a família Campos e de Paulo Câmara. Ele, sim, é que é uma vergonha, pois agora está trabalhando como “pistoleiro de aluguel”.

Eu vou tomar todas as providências legais para que a Justiça o puna e irei denunciar para todo o Brasil caso os poderosos que os manobram como serviçal use da sua força no sistema judicial de Pernambuco para proteger esse triste “pistoleiro de aluguel”.

Ele vai ter que revelar perante a Justiça quais as relações que tem com essa camarilha de Pernambuco que está agora no que se espera seja o momento final do escândalo Lava Jato em nosso Estado.

O pistoleiro de aluguel está do lado dos que realizaram a compra ilegal de aviões “privados” com dinheiro roubado dos cofres públicos. Isso, sim, é uma vergonha para quem luta pela LIBERDADE e pela punição de criminosos.

Publicado em: 20/02/2020