Coluna da terça-feira

Escolha de Marília é vitória de Lula

Poucos sabem, mas Lula fez de tudo para Marília ter sido a candidata ao Governo de Pernambuco em 2018. Esta coluna apurou que Lula já falou para diversos interlocutores que era uma vitória segura e duplamente histórica: a primeira vez o PT governando Pernambuco e a primeira mulher a comandar o Estado.

Ocorre que Lula estava prisioneiro em Curitiba, sem condições para exercer sua força dentro do partido e teve que ficar submetido às articulações do PCdoB. Sim, Lula falou que foi o PCdoB que viabilizou a aliança do PT com o PSB em Pernambuco. Lógico que Humberto Costa teve um papel importantíssimo, mas foi a força nacional de Luciana Santos, junto com a alta capacidade de articulação de Renildo Calheiros, os responsáveis pela retirada da candidatura de Marília em 2018.

Agora em 2020, será muito diferente: Lula está livre, leve e solto para definir os rumos do PT. E para ele o Recife é um espaço emblemático, afinal é a capital do seu Estado natal, além de realizar um antigo sonho de ter um Arraes na linha de frente do PT. Sim, Lula sempre desejou ter Arraes e Eduardo como parte direta do seu grupo, idealmente dentro do próprio PT. E isso agora acontece, através de Marília, que Lula considera um dos mais importantes quadros de liderança emergente no Brasil inteiro.

Além do mais, o PT nacional tem uma dívida com Marília: ela teve a extrema coragem ao desafiar o poderio de Eduardo Campos em 2014, saindo do PSB, ingressando no PT e apoiando Dilma com toda a garra. Por isso, Lula diz que dessa vez não tem conversa: é Marília, PT saudações. E ele vai fazer de tudo e ainda muito mais para ter uma marcante vitória na capital pernambucana, conforme revelou para diversos interlocutores.

Buracos? Só de obras – À exemplo de Salvador, encontrei, ontem, ao pousar em Fortaleza, uma cidade esburacada, mas buracos de obras, não os que os motoristas se deparam nas ruas do Recife, danificando seus automóveis com prejuízos nas oficinas, que vivem congestionadas em razão das avarias. Na capital cearense os canteiros de obras com novos projetos, empreendimentos e humanização do trânsito e das ruas se estendem do aeroporto à Praça do Ferreira, um dos mais conhecidos cartões postais da cidade.

Escalada de voos – Ainda em obras, depois de ter sido entregue a um grupo alemão dentro do programa nacional de privatização, o aeroporto de Fortaleza teve um incremento de 38,51% nos voos internacionais, saindo de 395 mil para 548 mil passageiros de 2018 para 2019. Já os voos nacionais cresceram apenas 7,77%, de 6,1 milhões de passageiros para 6,5 milhões. Juntando os embarques e desembarques de passageiros nacionais e estrangeiros o crescimento foi de 8,7%, de 6,5 milhões para 7 milhões.

Cadê a grana? – Começou a guerra pela paternidade de obras e de mais investimentos em Caruaru pela oposição à prefeita Raquel Lyra (PSDB). Em suas redes sociais, o delegado Erick Lessa, pré-candidato do PP a prefeito, informou que destinou quase R$ 2 milhões para o município, através de emendas, no exercício financeiro do ano passado. Entre os projetos, relacionou o Corpo de Bombeiros, a Delegacia da Mulher, o Hospital Regional do Agreste e o Hospital Jesus Nazareno. Resta saber se a prefeita já viu a cor do dinheiro.

Repercussão – A apresentadora global Ana Maria Braga revelou, ontem, que está enfrentando um câncer no pulmão. Tiago Leifert, Paolla Oliveira e Fernanda Souza foram alguns dos amigos famosos que postaram mensagens de apoio nas redes sociais. Ana Furtado lidou recentemente com um câncer de mama e gravou um vídeo para a amiga. "Eu sei que essa caminhada é dura, mas ela é possível com muito amor, muita fé e muita coragem", disse. A coragem de enfrentar o drama pessoal por parte da âncora acabou sendo um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

CURTAS

BARÕES DO FIES – O Fies transformou a vida de cinco proprietários de universidades privadas em cinco novos bilionários brasileiros, entre eles Janguiê Diniz, que ganhou fortuna da noite para o dia. O Governo Federal financiava as matrículas nas universidades com risco total. Em caso de inadimplência – falta de pagamento – o Governo Federal arcava com o prejuízo integralmente. E o que fizeram os donos das universidades privadas? Encheram as universidades de alunos, sem a menor análise de crédito, e ficaram bilionários. E claro, a “viúva” pagava o prejuízo.

BOA NOTÍCIA – A Pernambuco Participações e Investimentos S.A (Perpart), que é vinculada à Secretaria da Casa Civil, do governo estadual, à frente o ex-secretário da Casa Civil, Nilton Mota, abriu seleção pública oferecendo 20 vagas, com salários de até R$ 4.590. Não é necessário pagar taxa para se inscrever. Do total de vagas, 15 são de nível superior e 5 de nível médio e/ou de nível técnico, sendo quatro delas reservadas para pessoas com deficiência.

TRÉGUA – Caiu como uma bomba a notícia antecipada, ontem, nesta coluna, dando conta da bandeira branca acenada, em nota de próprio punho, pelo presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, em direção à viúva Renata Campos, com quem havia comprado uma briga que parecia não ter fim. Muita gente entrou como bombeiro nessa história. Até aonde vai de fato a trégua é que muita gente desconfia, até pela disposição de contenda do litigante Tonca.

Perguntar não ofende: Qual foi o líder da oposição que a delegada Patrícia Domingos foi provar do seu cafezinho quente ontem?

Publicado em: 28/01/2020